Digestivo nº 433 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
40082 visitas/dia
993 mil/mês
Mais Recentes
>>> Big Band Infanto-Juvenil do Guri traz o melhor do Jazz para Casa-Museu Ema Klabin
>>> Pátio Alcântara realiza a '6ª Mostra de Orquídeas'
>>> Espetáculo 'Ana Bastarda' dança o feminismo no Brasil
>>> Série Bravos! apresenta a trajetória da artista maranhense Thabata Lorena
>>> Caminhos da Reportagem discute preconceito, tabu e silêncio em torno do suicídio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> O que sei do tempo V
>>> É de fibra
>>> O indomável Don Giovanni
>>> Caracóis filosóficos
>>> O mito dos 42 km
>>> Setembro Paulista
>>> Apocalipse agora
>>> João, o Maestro (o filme)
>>> Metropolis e a cidade
>>> PETITE FLEUR
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
>>> Julie (Powell) & Julia (Child), com Meryl Streep
>>> MPTA, Dança feita de Afetos Condensados
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Bonecas russas, de Eliana Cardoso
>>> O Meu Mundo das Idéias
>>> O Filho da Noiva
>>> Entrevista com Guilherme Fiuza
>>> A literatura de Giacomo Casanova
>>> Dom Quixote, matriz de releituras
Mais Recentes
>>> Casados Com Paris
>>> Atividade Física E Osteoporose
>>> Encargos Sociais
>>> Viva Como Você Quer Viver - 5 passos para a realização
>>> Escrevendo e Normalizando Trabalhos Acadêmicos - Um guia metodológico
>>> Pais, Educando Para O Século 21
>>> Treinando Profissionais
>>> Macromedia Dreamweaver M X - Guia Prático
>>> Fundamentos do Direito Tributário
>>> Estações
>>> Band Of Brothers (Companhia de Heróis)
>>> Gestão Racional Empresa Excepcional
>>> Cidade De Ladrões
>>> Fora de Controle - Como o Acaso e a Estupidez Mudaram a História do Mundo
>>> Pedagogia e Pedagogos, para quê?
>>> Eu Creio, nós Cremos: Tratado da Fé
>>> Desistir? Nunca!
>>> A Guerra Do Macarrão
>>> Uma Historia de Deus - Quatro Milênios de Busca do Judaísmo, Cristianismo e Islamismo
>>> Você Mais Jovem - Descubra como sentir-se e parecer 15 anos mais jovem
>>> Jesus Mestre de Nazaré
>>> A Lira Da Lida
>>> A Febre do Ouro
>>> Jesus e Javé. Os Nomes Divinos
>>> Terceirização - Uma Alternativa De Flexibilidade Empresarial
>>> Humanidade, Fracasso Da Natureza?
>>> Grande Enciclopédia Larousse Cultural Vol. 2
>>> Grande Enciclopédia Larousse Cultural Vol. 1
>>> As mulheres das tragédias gregas: Poderosas? 1ª ed.
>>> A Literatura Brasileira Através dos Textos
>>> Gramática Construtural da Língua Portuguesa Volumes 1 e 2
>>> Português Funcional Volume 8
>>> Português Funcional Volume 7
>>> Português Funcional Volume 6
>>> Português Funcional Volume 5
>>> Português Funcional Volume 4
>>> Português Funcional Volume 3
>>> Português Funcional Volume 2
>>> Português Funcional Volume 1
>>> Gramática da Língua Portuguesa
>>> O livro de J
>>> O Juízo Moral na Criança
>>> O Desaparecimento de Deus - Um Misterio Divino
>>> 50 Tons de Liberdade
>>> Mil Anos de Felicidade: uma história do Paraiso
>>> Jesus Existiu? História e Hermenêutica
>>> Gestalt - Terapia: Refazendo um Caminho
>>> Encontro Fatal
>>> Asterios Polyp
>>> Sin City A Cidade do Pecado
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 18/9/2009
Digestivo nº 433
Julio Daio Borges

+ de 1700 Acessos




Cinema >>> Gran Torino, de Clint Eastwood
O Nordeste está em São Paulo. Basta circular pelo Largo 13 ou pelo Largo de Pinheiros e constatar: calçadas estreitas e densamente povoadas; sol de rachar o côco; som na caixa e no último volume; lojas de umbanda ou macumba; barracas armadas, comércio a todo vapor – sem mencionar a presença atarracada, muitas vezes afro, o sotaque sonoro e a voz de taboca rachada. Se não houvesse tanta pobreza e miséria em São Paulo, quem já visitou sentiria saudades dos estados do Norte. (Não que lá não haja, mas a poética dessas grandes cidades não se repete nesta metrópole.) Nesse cenário de calor e de vida amontoada, encontra-se o Casa Rainha do Norte: uma mistura de mercearia (ou, para ficar mais chique, “empório”) e restaurante com comidas típicas. Um dos pontos gastronômicos mais simples e singelos desta capital. Fundado e dirigido, há quase duas décadas, por seu Adalberto Elias da Silva e dona Maria das Neves Bezerra, segue administrado por eles e por seus filhos. Cada dia da semana tem o seu prato principal, e o cardápio todo cabe num cartão de visitas. O preço é especialmente baixo (se comparado com a “cena” paulistana), mas condizente com a oferta de churrasquinho grego ali na esquina. Não é definitivamente um local para gastrônomos deslumbrados, mas sim para aficionados e para quem quer fazer “pesquisa” gastronômica séria. Especialidades da casa: Feijão de Corda com Carne de Sol; Cabrito e Mocotó (ou caldo de Mocotó); Baião de Dois com Rabada; Fava com Cabrito; Galinha Caipira e Sarapatel. Porções (ou guarnições) recomendadas: Queijo de Qualho Frito (na Manteiga de Garrafa) e Mandioca (Inhame). Pode ser encomendada, ainda, uma Buchada de Bode completa. Para molhar a goela oferece desde Tubaína até uma coleção de pingas para derrubar Josimar Mello: Marimbondo, Mucuri, Pica Pau (afrodisíaca) e a tal Rainha (da Paraíba). Otávio Augusto, o ator, é também habitué. Afinal, a experiência do Rainha do Norte é única; e inesquecível. [1 Comentário(s)]
>>> Gran Torino
 



Além do Mais >>> Entrevistas com Grandes Líderes, por Cristiane Correa
O Nordeste está em São Paulo. Basta circular pelo Largo 13 ou pelo Largo de Pinheiros e constatar: calçadas estreitas e densamente povoadas; sol de rachar o côco; som na caixa e no último volume; lojas de umbanda ou macumba; barracas armadas, comércio a todo vapor – sem mencionar a presença atarracada, muitas vezes afro, o sotaque sonoro e a voz de taboca rachada. Se não houvesse tanta pobreza e miséria em São Paulo, quem já visitou sentiria saudades dos estados do Norte. (Não que lá não haja, mas a poética dessas grandes cidades não se repete nesta metrópole.) Nesse cenário de calor e de vida amontoada, encontra-se o Casa Rainha do Norte: uma mistura de mercearia (ou, para ficar mais chique, “empório”) e restaurante com comidas típicas. Um dos pontos gastronômicos mais simples e singelos desta capital. Fundado e dirigido, há quase duas décadas, por seu Adalberto Elias da Silva e dona Maria das Neves Bezerra, segue administrado por eles e por seus filhos. Cada dia da semana tem o seu prato principal, e o cardápio todo cabe num cartão de visitas. O preço é especialmente baixo (se comparado com a “cena” paulistana), mas condizente com a oferta de churrasquinho grego ali na esquina. Não é definitivamente um local para gastrônomos deslumbrados, mas sim para aficionados e para quem quer fazer “pesquisa” gastronômica séria. Especialidades da casa: Feijão de Corda com Carne de Sol; Cabrito e Mocotó (ou caldo de Mocotó); Baião de Dois com Rabada; Fava com Cabrito; Galinha Caipira e Sarapatel. Porções (ou guarnições) recomendadas: Queijo de Qualho Frito (na Manteiga de Garrafa) e Mandioca (Inhame). Pode ser encomendada, ainda, uma Buchada de Bode completa. Para molhar a goela oferece desde Tubaína até uma coleção de pingas para derrubar Josimar Mello: Marimbondo, Mucuri, Pica Pau (afrodisíaca) e a tal Rainha (da Paraíba). Otávio Augusto, o ator, é também habitué. Afinal, a experiência do Rainha do Norte é única; e inesquecível. [Comente esta Nota]
>>> Blog Por dentro das Empresas
 



Imprensa >>> Revista Concerto em novo formato
O Nordeste está em São Paulo. Basta circular pelo Largo 13 ou pelo Largo de Pinheiros e constatar: calçadas estreitas e densamente povoadas; sol de rachar o côco; som na caixa e no último volume; lojas de umbanda ou macumba; barracas armadas, comércio a todo vapor – sem mencionar a presença atarracada, muitas vezes afro, o sotaque sonoro e a voz de taboca rachada. Se não houvesse tanta pobreza e miséria em São Paulo, quem já visitou sentiria saudades dos estados do Norte. (Não que lá não haja, mas a poética dessas grandes cidades não se repete nesta metrópole.) Nesse cenário de calor e de vida amontoada, encontra-se o Casa Rainha do Norte: uma mistura de mercearia (ou, para ficar mais chique, “empório”) e restaurante com comidas típicas. Um dos pontos gastronômicos mais simples e singelos desta capital. Fundado e dirigido, há quase duas décadas, por seu Adalberto Elias da Silva e dona Maria das Neves Bezerra, segue administrado por eles e por seus filhos. Cada dia da semana tem o seu prato principal, e o cardápio todo cabe num cartão de visitas. O preço é especialmente baixo (se comparado com a “cena” paulistana), mas condizente com a oferta de churrasquinho grego ali na esquina. Não é definitivamente um local para gastrônomos deslumbrados, mas sim para aficionados e para quem quer fazer “pesquisa” gastronômica séria. Especialidades da casa: Feijão de Corda com Carne de Sol; Cabrito e Mocotó (ou caldo de Mocotó); Baião de Dois com Rabada; Fava com Cabrito; Galinha Caipira e Sarapatel. Porções (ou guarnições) recomendadas: Queijo de Qualho Frito (na Manteiga de Garrafa) e Mandioca (Inhame). Pode ser encomendada, ainda, uma Buchada de Bode completa. Para molhar a goela oferece desde Tubaína até uma coleção de pingas para derrubar Josimar Mello: Marimbondo, Mucuri, Pica Pau (afrodisíaca) e a tal Rainha (da Paraíba). Otávio Augusto, o ator, é também habitué. Afinal, a experiência do Rainha do Norte é única; e inesquecível. [Comente esta Nota]
>>> Revista Concerto
 

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




POR FAVOR, IGNORE VERA DIETZ
A S KING
NOVO SÉCULO
(2015)
R$ 17,90



ESCUTAR, RECORDAR, DIZER
LUÍS CLÁUDIO FIGUEIREDO
ESCUTA/EDUC
(1994)
R$ 25,00



LUXO
ANNA GODBERSEN
ROCCO JOVENS LEITORES
(2009)
R$ 24,00



CHICO XAVIER ENCONTROS NO TEMPO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER - ESPÍRITOS EMMANUEL E HÉRCIO MARCOS C. ARANTES
IDE
(2005)
R$ 20,90



O CRIME DO PADRE SÓRIO: MAÇONARIA E IGREJA CATÓLICA NO RIO GRANDE DO
LUIZ EUGÊNIO VÉSCIO
UFSM
(2001)
R$ 22,90



APENAS UMA MULHER
D. H. LAWRENCE
RECORD
(1951)
R$ 4,90



LOVE - POEMS BY DANIELLE STEEL
DANIELLE STEL
DELL BOOK
(1989)
R$ 11,00



MILAGRES DE AMOR E AMIZADE
YITTA HALBERSTAN E JUDITH LEVENTHAL
BUTTERFLY
(2005)
R$ 6,00



TEATRO CUBANO: TEATRO ESCOGIDO DE EUGENIO HERNÁNDEZ ESPINOSA
EUGENIO HERNÁNDEZ ESPINOSA
LETRAS CUBANAS
(2006)
R$ 20,00



EXCELÊNCIA NO SECRETARIADO
BETE D'ELIA, MAGALI AMORIM E MAURICIO SITA
SER MAIS
R$ 29,45
+ frete grátis





busca | avançada
40082 visitas/dia
993 mil/mês