Os Brutos Também Amam | Digestivo Cultural

busca | avançada
48378 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Digestivo Cultural
O que é?
Quem faz?

Audiência e Anúncios
Quem acessa?
Como anunciar?

Colaboração e Divulgação
Como publicar?
Como divulgar?

Newsletter | Disparo
* Histórico & Feeds
TT, FB e Instagram
Últimas Notas
>>> Daily Rituals - How Artists Work, by Mason Currey
>>> Fernando Pessoa, o Livro das Citações, por José Paulo Cavalcanti Filho
>>> A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone
>>> Reflexões ou Sentenças e Máximas Morais, de La Rochefoucauld
>>> O Capital no Século XXI, de Thomas Piketty, o livro do ano
>>> Trágico e Cômico, o livro, de Diogo Salles
>>> Blue Jasmine, de Woody Allen, com Cate Blanchett
>>> The Devil Put Dinosaurs Here, do Alice in Chains
Temas
Mais Recentes
>>> Ivanhoé
>>> 50 tons de Anastasia, Ida e outras protagonistas
>>> Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras (2)
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Bibliotecários
>>> Saia curta, liberdade longa.
>>> Quem é o abutre
>>> Viagem aos baixos do Viaduto do Chá
>>> O Velho e Bom Complexo de Inferioridade
>>> Caminhos para a esquerda
Colunistas
Mais Recentes
>>> Copa 2014
>>> Copa 2010
>>> Idade
>>> Origens
>>> Protestos
>>> Millôr Fernandes
Últimos Posts
>>> Cind Canuto
>>> Skyscraper (1988)
>>> Mauro Henrique
>>> Raízes do Brasil
>>> Festival literário em BH
>>> Suzana Caram
>>> If Looks Could Kill (1985)
>>> Future World (1987)
>>> Edvaldo Pereira Lima
>>> Propaganda, Duel (1985)
Mais Recentes
>>> Lembranças de Ariano Suassuna
>>> Harold Ramis (1944-2014)
>>> Sergio Britto & eu
>>> Para o Daniel Piza. De uma leitora
>>> Joey e Johnny Ramone
>>> A Cultura do Consenso
>>> De Kooning em retrospectiva
>>> Delírios da baixa gastronomia
Mais Recentes
>>> Jaime Pinsky
>>> Luis Salvatore
>>> Catarse
>>> Chico Pinheiro
>>> Sheila Leirner
>>> Guilherme Fiuza
Mais Recentes
>>> O segundo e-book do Digestivo
>>> Momento cívico
>>> Digestivo Books
>>> Caixa Postal
>>> Nova Seção Livros
>>> Digestivo no Instagram
Mais Recentes
>>> Eleições Americanas - fatos e versões
>>> O romance espinhoso de Marco Lacerda
>>> O romance espinhoso de Marco Lacerda
>>> O romance espinhoso de Marco Lacerda
>>> Gullar sobre Lula e Dilma
>>> Entrevista com Fabrício Carpinejar
>>> Convocação para uma outra luta
>>> A Eclosão do Twitter, de Nick Bilton
>>> Uma noite de julho
>>> I do not want this
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Cinema

Quarta-feira, 15/3/2006
Os Brutos Também Amam
Julio Daio Borges

+ de 2700 Acessos




Digestivo nº 270 >>> Às vezes, de tanto chutar, Arnaldo Jabor acaba acertando. Como acertou sobre O Segredo de Brokeback Mountain. De fato, o filme é bom porque é incômodo. Porque, embora trate de um amor homossexual, não tem nada de necessariamente “gay” (no que este adjetivo tem de mais pejorativo – Paulo Francis: “Uma palavra tão bonita... o que foram fazer com essa palavra!”). Para um homem acostumado a admitir para si “os gays estão lá e eu estou aqui”, Brokeback Mountain é um balde de água fria sobre crenças já estabelecidas. Jack Twist (Jake Gyllenhaal) é bonito e Ennis Del Mar (Heath Ledger) dá entender, até para o expectador mais machão, que poderia acontecer com qualquer um. De repente, no meio de uma “trombada” noturna, numa barraca, no alto de uma montanha... alguém pode encontrar, além de satisfação momentânea... um grande amor! E a sempre incômoda opção. Mesmo casando e tendo filhos depois... Mas a sexualidade é sempre problemática. Vale recordar que J.M. Coetzee inicia seu Desonra (Prêmio Nobel de Literatura de 2003) com o personagem principal acreditando, na meia idade, haver resolvido “o problema do sexo”. Ele não era gay, nem “homo” – estava falando de prostituição. E não havia resolvido coisa nenhuma. Senão o livro não teria um título desse teor... Tudo bem, Brokeback Mountain, na estética e na poética, é meio água com açúcar. Vida sexual hoje é água com açúcar. Assunto de novela das seis; capa de revista semanal de fofoca. E – vamos admitir – no meio da caretice, e da falta de gosto, daquele ambiente nos Estados Unidos, valia quase qualquer coisa, para "sair"... Quase qualquer coisa. Pedro Almodóvar fez, sobre o tema, uma obra-prima. Ang Lee, não – mas, quem sabe, ele não torna, agora, mais palatável o Almodóvar.
>>> Brokeback Mountain
 
Julio Daio Borges
Editor

Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

>>> Editora relança livro de poesias em homenagem ao dia Internacional da Mulher
>>> Exposição apresenta arte de Lena Bergstein no MuBE
>>> Malena Russo lança loja virtual
>>> PRAÇA VICTOR CIVITA COMEMORA O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES
>>> Fundação Ema Klabin promove curso de iniciação e laboratório de criação literária
>>> Enivo, um dos grafiteiros mais atuantes da cidade, fala sobre sua arte na Fundação Ema Klabin
* clique para encaminhar

WMF Martins Fontes
Best Seller
Editora Perspectiva
Civilização Brasileira
Globo Livros
Cortez Editora
Companhia das Letras
Bertrand Brasil
Intrínseca
Editora Conteúdo
Editora Record
Nova Fronteira
Primavera Editorial
Arquipélago Editorial
José Olympio
Hedra
LIVROS


ATIVIDADE POLICIAL
De R$ 65,00
Por R$ 32,50
Economize R$ 32,50
+ frete grátis



RECEITAS SABOROSAS - AVES
De R$ 69,00
Por R$ 34,50
Economize R$ 34,50
+ frete grátis



CHEGANDO LÁ!
De R$ 19,00
Por R$ 9,50
Economize R$ 9,50
+ frete grátis



FERAS SELVAGENS CORREM POR ENTRE AS ESTRELAS
De R$ 39,90
Por R$ 19,95
Economize R$ 19,95
+ frete grátis



O RITUAL DOS CHRYSÂNTEMOS
De R$ 35,00
Por R$ 17,50
Economize R$ 17,50
+ frete grátis



OS 13 SEGREDOS
De R$ 40,00
Por R$ 20,00
Economize R$ 20,00
+ frete grátis



11 GOLS DE PLACA
De R$ 49,90
Por R$ 24,95
Economize R$ 24,95
+ frete grátis



O LIVRO DE SCARDANELLI
De R$ 30,00
Por R$ 15,00
Economize R$ 15,00
+ frete grátis



CAÇA ÀS SUÁSTICAS
De R$ 40,00
Por R$ 20,00
Economize R$ 20,00
+ frete grátis



A DITADURA DERROTADA
De R$ 49,90
Por R$ 31,89
Economize R$ 18,01



busca | avançada
48378 visitas/dia
1,4 milhão/mês