Otto Lara Resende sobre Vinicius de Moraes | Digestivo Cultural

busca | avançada
23157 visitas/dia
708 mil/mês
Mais Recentes
>>> Nesta quinta-feira, consumidores da capital poderão adquirir milhares de produtos com descontos
>>> Dois solos compõem a Terça Aberta no Kasulo
>>> Mídia em Foco debate as novas perspectivas do mercado da música
>>> "A PALAVRA FORA DO LUGAR: ESCRITORES REFUGIADOS E EM RISCO no CCBB RJ
>>> Escritora Regina Zappa fala sobre maio de 1968 no Sem Censura
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
>>> A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel
>>> Primavera para iniciantes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
Últimos Posts
>>> Publicando no Observatório de Alberto Dines
>>> Entre a esperança e a fé
>>> Tom Wolfe
>>> Terra e sonhos
>>> Que comece o espetáculo!
>>> A alforja de minha mãe
>>> Filosofia no colégio
>>> ZERO ABSOLUTO
>>> Go é um jogo mais simples do que imaginávamos
>>> Wild Wild Country
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O último Shakespeare
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Figuras de linguagem e a escrita criativa
>>> Meu Tom Jobim
>>> Links & Links
>>> A suprema nostalgia
>>> O mundo aos olhos de um pescador
>>> A vingança dos certinhos
>>> Django Unchained, de Quentin Tarantino
>>> Sobre o Digestivo, minhas colunas e nossa história
Mais Recentes
>>> Depressão!?!?!
>>> Viagem
>>> Matadouro 5
>>> Infância
>>> Memórias do Cárcere - 02 vols.
>>> O diário de
>>> Philobiblon
>>> Alexandre e outros heróis
>>> Insônia
>>> Vidas Secas
>>> Viventes das Alagoas
>>> Unidos Para Sempre
>>> Textos Clássicos de Português Contemporâneo
>>> Debates Sociais 63/64 Desafios - Araxás 30 Anos Depois
>>> Mandado de segurança - Técnica Processual - VOl. 3
>>> Análise Económica e Financeira de Projectos
>>> Cravo e Canela
>>> Luxúria
>>> Echos de Paris
>>> Tijolo de Segurança
>>> Amar, Verbo Intransitivo
>>> O Continente- Tomo 1
>>> Sebastiana Quebra-Galho
>>> As Origens da Cabala
>>> O Simbolo Secreto
>>> O Simbolo Secreto
>>> Deus Não Está Morto
>>> Die Botschaft der Nahrung
>>> Asterix e os Normandos
>>> Asterix na Hispania
>>> Rio Bossa Nova
>>> 1001 Livros Para Ler Antes de Morrer
>>> Dom Quixote
>>> Casa-grande & senzala
>>> Os Clássicos da Política 2
>>> Os Clássicos da Política 1
>>> Aprender a Viver
>>> Os devaneios do caminhante solitário
>>> Olga
>>> Diagnóstico e Tratamento dos Problemas de Aprendizagem
>>> Obras
>>> Prepare-se para Enriquecer
>>> O Deus presente
>>> A Velhinha de Taubaté
>>> Meninos Sem Pátria
>>> Elite Intelectual e Debate Político nos Anos 30
>>> Didática
>>> Psicomotricidade seu objeto, seu espaço, seu tempo
>>> Vestido de Noiva
>>> Didática do Nível Pré-Silábico - Didática da Alfabetização - Vol. 1
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Sexta-feira, 24/4/2009
Otto Lara Resende sobre Vinicius de Moraes
Julio Daio Borges

+ de 5700 Acessos
+ 3 Comentário(s)




Digestivo nº 412 >>> Otto — "o mineiro só é solidário no câncer" — Lara não gostava do primeiro livro de versos de Vinicius, O Caminho para a Distância, lançado em 1933, quando o poeta contava então 20 anos. Classificava-o ironicamente como "um caminho que se pretendia para a distância, mas não foi". Otto se incomodava com o que chamou de "a embriaguez causada pela vertigem das grandes alturas e abstrações". Eram muitas maiúsculas para o seu gosto (Verdade, Espírito, Mistério) e ele, inclusive, achava que o "poeta altíssimo", na sua compaixão pelo gênero humano, queria pairar acima dos homens. Antecipando uma tese — à qual Ruy Castro daria continuidade no verbete de Ela é Carioca sobre Vinicius de Moraes — Otto Lara sinalizava a mudança transformadora a partir de "Ausência": quando o lírico driblaria o "cipoal de angústias metafísicas" em que andara enredado. Direto do "reino do sublime", aterrissando no "plano do real", nasceria um novo poeta, um novo Vinicius. Deixaria então de se inspirar em Rimbaud, o "vidente", para aproximar-se de Neruda, "sensual e social", e de Lorca, "valorizado pelo martírio". Já a linguagem partiria para o natural, o coloquial, à moda dos modernistas, e a mulher — claro, a mulher — deixaria de ser "musa incorpórea" e passaria a ser "gente, companheira, amiga" (sem "nada de idealização"). Afinal, para Otto, os "eflúvios místicos", do jovem Vinicius, nunca passaram de "inequívocos arrancos sexuais" (reprimidos?). Voltando-se para o "tempo presente", o poeta abandonaria definitivamente as "profecias de timbre apocalíptico". E Vinicius de Moraes se estabeleceria como "um protagonista que nunca se esconde nos bastidores" (para o bem e para o mal). "Rompendo as últimas cadeias", depois do encontro histórico com Antonio Carlos Jobim, a palavra enfim se faria canto e o poema, canção. Vinicius não cederia mais à "tentação do refinamento" e se dissolveria no "sentimento geral" (do povo?). O poeta — outrora, altíssimo — estaria, finalmente, na boca das multidões... Este ensaio, belo e revelador, de Otto Lara Resende está na nova edição do Livro de Sonetos, de Vinicius de Moraes.
>>> Livro de Sonetos
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. O Kindle no Brasil (Literatura)
02. Ivan Junqueira desvendando Otto Maria Carpeaux (Literatura)
03. A cidade ilhada, de Milton Hatoum (Literatura)
04. A cultura do Renascimento na Itália, de Jacob Burckhardt (Artes)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
24/4/2009
04h28min
De uma precisão sintética e elegância concisa - um micropanorama, essa nota; de rara felicidade pela forma como coloca em e-vidência a vidência de Lara e o encontro epifânico Vinícius-Tom Jobin. Parabéns!
[Leia outros Comentários de M. A, Araújo Bueno]
24/4/2009
10h16min
A frase do Otto, acabei conhecendo numa obra de Nelson Rodrigues que virou filme, e se não me engano era "Bonitinha mas ordinária". Quanto ao Vinícius, o endeusamento que ele fazia da mulher é algo exuberante, a ponto de usar toda a sua versatilidade de poeta trovador, com versos setessilábicos, combinando a primeira linha com a terceira, e sem pé quebrado, ou seja, versação completa. E isto eu acho um charme.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
24/4/2009
20h52min
Vinicius não escrevia qualquer poema sem ter um violão à disposição. Tinha estilo próprio de tirar o verso da melodia poética que o violão captava. Antes dele declamar, cantava o verso pela melodia poética. Sua natureza era bem maior que a de um simples poeta. Era um compositor musical nato, que já acasalava versos a melodias. Apenas não sabia. Tom Jobim veio bem depois da amizade que tinha com outro pianista, Ernesto Nazareth, que percebendo a sua natureza o incentivava ao acasalamento de poesia com melodia. E foi desses incentivos que Vinicius criou coragem e compôs "Rancho das namoradas", muito antes de "Chega de saudade". Vininha sempre foi chegado num rabo de saia padrão, mas preferia, como todo poeta que se preza, compor para musas inatingíveis. Me surpreende o Otto dizer que ele abandonou a idéia da mulher mística. E a composição "São demais os perigos dessa vida", feita bem depois com Toquinho? Era uma homenagem à deusa grega Harmonia, à qual ele sonhava em desposar como Cadmo.
[Leia outros Comentários de Dalton]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O VENTRE - ROMANCE
CARLOS HEITOR CONY
COMPANHIA DAS LETRAS
(1998)
R$ 8,99



O MENSAGEIRO
LESLIE POLES HARTLEY
NOVA ALEXANDRIA
(2002)
R$ 15,00



DIREITO ADMINISTRATIVO - QUESTÕES DA ESAF COM GABARITO COMENTADO
GUSTAVO BARCHET
ÍMPETUS
(2004)
R$ 19,85



MISTÉRIOS DA HISTÓRIA DA MÚSICA - MORTE DE MOZART E MUITAS OUTRAS
EDGARD DE BRITO CHAVES JÚNIOR
EDIOURO
R$ 8,09



TRÓPICO DE CÂNCER - HENRY MILLER (LITERATURA NORTE-AMERICANA)
HENRY MILLER
NOVA CULTURAL
R$ 8,00



O SISTEMA TRIBUTÁRIO DA CONSTITUIÇÃO E SUAS IMPLICAÇÕES
DAGOBERTO LIBERATO CANTIZANO
RIO
(1978)
R$ 5,00



TAQUICARDIA SUPRAVENTRICULAR - VOL. 3
MELVIN M. SCHEINMAN DR ROBERTO LAURO LANA
INTERLIVROS
(1990)
R$ 9,04



ANCIENT EGYPT THE BOOK OF THOTH
ALEX RAYNHAM
MACMILLAN EDUCATION
(2014)
R$ 15,00



QUANDO DOIS OLHARES SE CRUZAM - AUTOGRAFADO
IZA MARIA
LIVRE EXPRESSÃO
(2011)
R$ 30,00



AQUELE VERÃO
SARAH DESSEN
MODERNA
(2012)
R$ 13,00





busca | avançada
23157 visitas/dia
708 mil/mês