O Crítico, em Exercício Findo, de Décio de Almeida Prado | Digestivo Cultural

busca | avançada
57337 visitas/dia
1,5 milhão/mês
Mais Recentes
>>> LOS MOLINOS TERÁ APRESENTAÇÃO DE BALLET TRADICIONAL FLAMENCO EM NOITE ESPECIAL
>>> Fred Martins lança no Brasil CD gravado na Europa
>>> O Mercado terá edição caliente!
>>> Turnê Minas 2015 - Grupo Galpão anuncia apresentações no Triângulo Mineiro
>>> TV Brasil apresenta Ciclo de Cinema Africano a partir desta segunda (3/8)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O testemunho de Bernanos
>>> George Orwell e o alerta contra o totalitarismo
>>> Influências da década de 1980
>>> Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte final)
>>> O romance do 'e se...'
>>> Xadrez, poesia de Ana Elisa Ribeiro
>>> Espírito e Cura
>>> Precisa-se de empregada feia. Bem feia.
>>> Minha Terra Tem Palmeiras
>>> Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte IV)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Acabou o governo
>>> O Chileno
>>> Fabio Gomes
>>> Irmãos Amâncio
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> Gil e Pepeu em Montreux 1978
>>> Wagner Moura em Narcos
>>> Marcio Acselrad
>>> Mais uma de Leonardo da Vinci
>>> Mr. Sandman
Últimos Posts
>>> A carteira do senhor Afonso
>>> Alunos, a leitura está proibida
>>> Das impaciências e incompusturas
>>> Irmãos Dardenne e Rosetta
>>> Uma História da Tecnologia da Informação- Parte 9
>>> O samba de Donga na Festa da Penha
>>> Um motor na civilização em crise - 2
>>> Um motor na civilização em crise - 1
>>> Iara Abreu expõe artes visuais com poesia
>>> A diferença entre homens e mulheres no amor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fritas acompanham?
>>> Em Alguma Margem, no Rio
>>> Uma conversa íntima
>>> Livros, livros e livros
>>> Entrevista com Cronópios
>>> O iPod por Da Vinci
>>> dulcíssima dulcinéia
>>> Associated Press matando os jornais?
>>> Essa tal de Web 2.0
>>> Novos escritores? Onde?
Mais Recentes
>>> Ernest e Celestine: Músicos de rua, Gabrielle Vincent, Editora Salamandra
>>> o novo e o patologico
>>> diagnostico psicanalitico
>>> Psicologia Organizacional - uma Abo
>>> Psicologia Organizacional - uma Abordagem Vivencial
>>> O som e a fúria, de William Faulkner, 2 edição, 2009, Cosac Naify, capa dura com sobrecapa
>>> Cosac
>>> Odontologia para pacientes com necessidades especiais
>>> moda e comunicação
>>> candomblé
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quarta-feira, 15/6/2011
O Crítico, em Exercício Findo, de Décio de Almeida Prado
Julio Daio Borges

+ de 6300 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 480 >>> O que é a crítica? Ninguém mais sabe. Quem é o crítico? "Aquele chato que vai geralmente contra a maré, solapando toda a divulgação, prejudicando todo o marketing". Nem sempre foi assim... E, para nos lembrar, do que é a crítica, está Décio de Almeida Prado, um dos nossos maiores críticos de teatro, em Exercício Findo, a coletânea de sua produção última, de 1964 a 1968, pela editora Perspectiva. Décio começa definindo o crítico como "alguém que pensa depressa", "às vezes nos poucos minutos que medeiam o fim do espetáculo e o início da impressão do jornal" (hoje, a atualização do site na internet). E ― para quem acha o trabalho fácil ― o crítico "tem de adivinhar qual semente germinará", "sob a pressão de modismos passageiros", "ondas de entusiasmo e de descrédito". Afinal [a crítica], muitas vezes, se torna "o único testemunho prestado na ocasião", "de forma imediata, sem retoques". A crítica, portanto, é "tudo aquilo que nos comove e nos exalta", para depois "começar a se desvanecer e a se desfigurar na memória"... Já para aqueles que acham que "quem não sabe, ensina (ou faz crítica)", Décio devolve: "Ao julgar um prato mal temperado, não estamos dando a entender que faríamos melhor se fôssemos para a cozinha". Lembrando ainda que "somos todos críticos, irremediavelmente críticos, incansavelmente críticos". Pois, qualquer produção cultural "nunca nos deixa indiferentes", sempre "suscita em nós uma certa reação" ― que "manifestamos", " em palavras", "na expressão do corpo" ou até "na fisionomia", num simples "ar de euforia ou de aborrecimento"... Em sentido estrito, "o crítico é simplesmente 'o outro'", o "não-eu" ― "de cujo escrutínio e julgamento nunca conseguiremos escapar". Mas, para falar a verdade mesmo, só o "crítico-por-dever-de-ofício". O verdadeiro crítico quase sempre "infringe os mais elementares preceitos da boa convivência e da boa educação". E como avaliar um crítico? "Pela competência no assunto", "por sua informação estética e histórica", também "por sua perspicácia e seu discernimento". Até porque "o crítico tem permissão para falar em nome do público", "dependendo", justamente, "do grau de representatividade que lhe é atribuído", "de sua repercussão sobre o corpo de leitores". E há, claro, muitos tipos de crítico: "do retardatário ao vanguardista", "do impulsivo ao moderado", "do reverente ao iconoclasta" e "do benevolente ao implacável". Décio de Almeida Prado considerava uma das maiores dificuldades do ofício de crítico "extrair um relato coerente", "dotado de um relativo enredo", contendo, "no sentido aristotélico", "princípio, meio e fim". Décio, sabiamente, achava que o crítico não estava acima de ninguém, mas que a verdadeira crítica exigia "tanto quanto qualquer trabalho criador".
>>> Exercício Findo
 
Julio Daio Borges
Editor

Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/8/2011
12h41min
Crítica honesta anda meio escassa, por toda parte. Creio que se vê comprometimento pessoal (ou empregatício) com patotas ou carteirinhas ideológicas por toda parte num grau nunca visto. Ademais, há "impressionismo" excessivo na era digital - pra ficar só na Literatura, vê-se em alguns lugares resenhas que deixam óbvio que o resenhista leu quando muito a orelha de um livro e se deixou levar por uns fragmentos de enredo, juntando cacos e construindo uma peça unitária cujo fundamento básico foi a preguiça e o palpite, não mais. Como sou escritor (e também comento livros alheios), sei que é assim. Muitas vezes li comentários sobre livros meus que me deixaram fulo da vida pela imprecisão, pelos chutes... (enumerando influências de escritores que nem li). Jamais comentei um livro que não houvesse lido cuidadosamente, e isso me parece o fim da picada. Mas parece que hoje em dia a crítica, se for elogiosa, é considerada sempre benvinda pelo escritor, ainda que parta de alguém que nem o leu.
[Leia outros Comentários de francisco lopes]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS


O SEGREDO DA FLOR DO MAR
EDUARDO PIRES COELHO

De R$ 48,00
Por R$ 24,00
50% off
+ frete grátis



A CHAVE DO AMANHECER
PEDRO TERRON

De R$ 48,40
Por R$ 24,20
50% off
+ frete grátis



ALMANAQUE WICCA 2014
EDITORA PENSAMENTO

De R$ 9,90
Por R$ 4,95
50% off
+ frete grátis



MAN RAY - COLECAO PHOTO POCHE
RAY, MAN

De R$ 37,00
Por R$ 18,50
50% off
+ frete grátis



WORLD OF WARCRAFT - CRIMES DE GUERRA
CHRISTIE GOLDEN

De R$ 38,00
Por R$ 19,00
50% off
+ frete grátis



SUE MILLER
ENQUANTO EU ESTIVESSE FORA...

De R$ 61,00
Por R$ 30,50
50% off
+ frete grátis



DENTRO DO TEATRO DE MARIONETES
ANDRÉ RANGEL RIOS

De R$ 32,90
Por R$ 16,45
50% off
+ frete grátis



FERAS SELVAGENS CORREM POR ENTRE AS ESTRELAS
LUIZ ALPHONSUS

De R$ 39,90
Por R$ 19,95
50% off
+ frete grátis



O VÉU
LUIS EDUARDO MATTA

De R$ 52,40
Por R$ 26,20
50% off
+ frete grátis



COR DE MARAVILHA
MARIA JOAQUINA CARBUNCK SCHISSI

De R$ 24,90
Por R$ 12,45
50% off
+ frete grátis



busca | avançada
57337 visitas/dia
1,5 milhão/mês