O Crítico, em Exercício Findo, de Décio de Almeida Prado | Digestivo Cultural

busca | avançada
39649 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Digestivo Cultural
O que é?
Quem faz?

Audiência e Anúncios
Quem acessa?
Como anunciar?

Colaboração e Divulgação
Como publicar?
Como divulgar?

Newsletter | Disparo
* Histórico & Feeds
TT, FB e Instagram
Últimas Notas
>>> Daily Rituals - How Artists Work, by Mason Currey
>>> Fernando Pessoa, o Livro das Citações, por José Paulo Cavalcanti Filho
>>> A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone
>>> Reflexões ou Sentenças e Máximas Morais, de La Rochefoucauld
>>> O Capital no Século XXI, de Thomas Piketty, o livro do ano
>>> Trágico e Cômico, o livro, de Diogo Salles
>>> Blue Jasmine, de Woody Allen, com Cate Blanchett
>>> The Devil Put Dinosaurs Here, do Alice in Chains
Temas
Mais Recentes
>>> Sobre caramujos e Omolu
>>> A literatura em transe
>>> Solitária cidadã do mundo
>>> Repensando a esquerda
>>> Ficção hiper-real
>>> Intervenção militar constitucional
>>> 'Eu quero você como eu quero'
>>> Reunião de pais, ops, de mães
>>> O gueto dos ricos
>>> Pendurados no Pincel
Colunistas
Mais Recentes
>>> Copa 2014
>>> Copa 2010
>>> Idade
>>> Origens
>>> Protestos
>>> Millôr Fernandes
Últimos Posts
>>> O Bolero, com Dudamel
>>> 120 anos da Poli
>>> Conheça General Rodriguez
>>> Ama teu vizinho
>>> Boca no Trombone
>>> Eduardo Galeano (1940-2015)
>>> Lembrança de Paulo Brossard
>>> Barbara Heliodora e a crítica
>>> Max Weber e o jornalismo
>>> Kiko Loureiro no Megadeth
Mais Recentes
>>> Lembranças de Ariano Suassuna
>>> Harold Ramis (1944-2014)
>>> Sergio Britto & eu
>>> Para o Daniel Piza. De uma leitora
>>> Joey e Johnny Ramone
>>> A Cultura do Consenso
>>> De Kooning em retrospectiva
>>> Delírios da baixa gastronomia
Mais Recentes
>>> Jaime Pinsky
>>> Luis Salvatore
>>> Catarse
>>> Chico Pinheiro
>>> Sheila Leirner
>>> Guilherme Fiuza
Mais Recentes
>>> O segundo e-book do Digestivo
>>> Momento cívico
>>> Digestivo Books
>>> Caixa Postal
>>> Nova Seção Livros
>>> Digestivo no Instagram
Mais Recentes
>>> Entrevista com Leandro Carvalho
>>> 50 anos de poesia concreta
>>> A canção, por Wisnik
>>> Por que me ufano da América Latina
>>> A Casa de Ramos
>>> O filme é uma merda, mas o diretor é genial
>>> O Livro das Cortesãs, de Susan Griffin
>>> O Apanhador no Campo de Centeio
>>> A Linguagem das Coisas, de Deyan Sudjic
>>> Antony Flew, o ateu convertido
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quarta-feira, 15/6/2011
O Crítico, em Exercício Findo, de Décio de Almeida Prado
Julio Daio Borges

+ de 6100 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 480 >>> O que é a crítica? Ninguém mais sabe. Quem é o crítico? "Aquele chato que vai geralmente contra a maré, solapando toda a divulgação, prejudicando todo o marketing". Nem sempre foi assim... E, para nos lembrar, do que é a crítica, está Décio de Almeida Prado, um dos nossos maiores críticos de teatro, em Exercício Findo, a coletânea de sua produção última, de 1964 a 1968, pela editora Perspectiva. Décio começa definindo o crítico como "alguém que pensa depressa", "às vezes nos poucos minutos que medeiam o fim do espetáculo e o início da impressão do jornal" (hoje, a atualização do site na internet). E ― para quem acha o trabalho fácil ― o crítico "tem de adivinhar qual semente germinará", "sob a pressão de modismos passageiros", "ondas de entusiasmo e de descrédito". Afinal [a crítica], muitas vezes, se torna "o único testemunho prestado na ocasião", "de forma imediata, sem retoques". A crítica, portanto, é "tudo aquilo que nos comove e nos exalta", para depois "começar a se desvanecer e a se desfigurar na memória"... Já para aqueles que acham que "quem não sabe, ensina (ou faz crítica)", Décio devolve: "Ao julgar um prato mal temperado, não estamos dando a entender que faríamos melhor se fôssemos para a cozinha". Lembrando ainda que "somos todos críticos, irremediavelmente críticos, incansavelmente críticos". Pois, qualquer produção cultural "nunca nos deixa indiferentes", sempre "suscita em nós uma certa reação" ― que "manifestamos", " em palavras", "na expressão do corpo" ou até "na fisionomia", num simples "ar de euforia ou de aborrecimento"... Em sentido estrito, "o crítico é simplesmente 'o outro'", o "não-eu" ― "de cujo escrutínio e julgamento nunca conseguiremos escapar". Mas, para falar a verdade mesmo, só o "crítico-por-dever-de-ofício". O verdadeiro crítico quase sempre "infringe os mais elementares preceitos da boa convivência e da boa educação". E como avaliar um crítico? "Pela competência no assunto", "por sua informação estética e histórica", também "por sua perspicácia e seu discernimento". Até porque "o crítico tem permissão para falar em nome do público", "dependendo", justamente, "do grau de representatividade que lhe é atribuído", "de sua repercussão sobre o corpo de leitores". E há, claro, muitos tipos de crítico: "do retardatário ao vanguardista", "do impulsivo ao moderado", "do reverente ao iconoclasta" e "do benevolente ao implacável". Décio de Almeida Prado considerava uma das maiores dificuldades do ofício de crítico "extrair um relato coerente", "dotado de um relativo enredo", contendo, "no sentido aristotélico", "princípio, meio e fim". Décio, sabiamente, achava que o crítico não estava acima de ninguém, mas que a verdadeira crítica exigia "tanto quanto qualquer trabalho criador".
>>> Exercício Findo
 
Julio Daio Borges
Editor

Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/8/2011
12h41min
Crítica honesta anda meio escassa, por toda parte. Creio que se vê comprometimento pessoal (ou empregatício) com patotas ou carteirinhas ideológicas por toda parte num grau nunca visto. Ademais, há "impressionismo" excessivo na era digital - pra ficar só na Literatura, vê-se em alguns lugares resenhas que deixam óbvio que o resenhista leu quando muito a orelha de um livro e se deixou levar por uns fragmentos de enredo, juntando cacos e construindo uma peça unitária cujo fundamento básico foi a preguiça e o palpite, não mais. Como sou escritor (e também comento livros alheios), sei que é assim. Muitas vezes li comentários sobre livros meus que me deixaram fulo da vida pela imprecisão, pelos chutes... (enumerando influências de escritores que nem li). Jamais comentei um livro que não houvesse lido cuidadosamente, e isso me parece o fim da picada. Mas parece que hoje em dia a crítica, se for elogiosa, é considerada sempre benvinda pelo escritor, ainda que parta de alguém que nem o leu.
[Leia outros Comentários de francisco lopes]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

>>> Série musical traça panorama da obra de Luiz Ayrão
>>> Mariana Muniz encerra temporada de "D'Existir", em Votorantim
>>> Documentário 'Flamengo Paixão' estreia na TV Brasil nesta sexta (24)
>>> O ator Heinz Limaverde e a Cia Rústica estreiam em SP, O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só
>>> Mendigos são centro temático em SPon SPoff SPend, novo espetáculo do Maracujá Laboratório de Artes
>>> Dadaísmo dá o tom em Figuras e Vozes, do Ballet Stagium
* clique para encaminhar

WMF Martins Fontes
Editora Record
Primavera Editorial
Civilização Brasileira
José Olympio
Globo Livros
Arquipélago Editorial
Cortez Editora
Companhia das Letras
Intrínseca
Nova Fronteira
Best Seller
Hedra
Bertrand Brasil
Editora Perspectiva
Editora Conteúdo
LIVROS


TUDO O QUE OS HOMENS NÃO ENTENDEM
DR. HERB GOLDBERG

De R$ 42,00
Por R$ 21,00
50% off
+ frete grátis



ECLIPSE - CAPA DO FILME
STEPHENIE MEYER

De R$ 29,90
Por R$ 14,95
50% off
+ frete grátis



MOUNIER
GUY COQ

De R$ 37,00
Por R$ 18,50
50% off
+ frete grátis



SUE MILLER
ENQUANTO EU ESTIVESSE FORA...

De R$ 61,00
Por R$ 30,50
50% off
+ frete grátis



A ESPADA DE MEDINA
SHERRY JONES

De R$ 40,00
Por R$ 20,00
50% off
+ frete grátis



PENSE DUAS VEZES
MICHAEL J. MAUBOUSSIN

De R$ 42,00
Por R$ 21,00
50% off
+ frete grátis



BAR MITZVAH
MARC-ALAIN OUAKNIN E FRANÇOISE-ANNE MÉNAGER

De R$ 83,30
Por R$ 41,65
50% off
+ frete grátis



PUROS
JULIANNA BAGGOTT

De R$ 29,90
Por R$ 14,95
50% off
+ frete grátis



SEX GAME BOOK
DENYSE BEAULIEU

De R$ 145,26
Por R$ 72,63
50% off
+ frete grátis



MARÍLIA DE DIRCEU
ALEXANDRE IBAÑEZ E STAEL GONTIJO

De R$ 39,80
Por R$ 19,90
50% off
+ frete grátis



busca | avançada
39649 visitas/dia
1,4 milhão/mês