Daily Rituals - How Artists Work, by Mason Currey | Digestivo Cultural

busca | avançada
31563 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> 19/08 - BAR PÁTIO SP PARTICIPA DA 1ª FESTA OFICIAL DE ANIVERSÁRIO DE 124 ANOS DA VILA MADALENA
>>> Final de semana cultural na Casa-Museu Ema Klabin
>>> Sesc Consolação apresenta o infantil Histórias de Alexandre com direção de Cristiane Paoli Quito
>>> Rabina e líderes religiosas debaterão em São Paulo visão feminina sobre a paz
>>> Saiba quais são os 10 cursos mais procurados no vestibular
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
>>> A fotografia é um produto ou um serviço?
>>> A noite iluminada da literatura de Pedro Maciel
>>> Apontamentos de inverno
>>> Literatura, quatro de julho e pertencimento
>>> O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 4. Museu Paleológico
>>> Um caso de manipulação
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Ritmo binário
>>> A imagem de Haroldo Maranhão
>>> Rimas geométricas
>>> Por um cisco
>>> Em relação a ti
>>> Sobre os papéis
>>> Universo ardente
>>> Gramática geral
>>> O CIRCO ESOTÉRICO
>>> Elenco
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mais pressão na caldeira
>>> Prenda-me se for capaz
>>> Os narradores de Eliane Caffé
>>> O Público Contra Yayoi Kusama
>>> Claro Enigma, de Carlos Drummond de Andrade
>>> Uma nova corrida espacial?
>>> Modelos plus size: as novas mulheres irreais
>>> A morte de Gilberto Dupas
>>> Além do bem e do mal
>>> Picasso e Matisse: documentos
Mais Recentes
>>> Evangelho das Estrelas
>>> Freud - Vida e Obra
>>> Vênus e Marte - A Química do Amor
>>> On the Road
>>> Conexão Inuz
>>> Biblioteca Jurídica/ Código Comercial - Estatuto da Micro e pequena empresa - Falências (Volume 4)
>>> Yussef Said Cahali - Dos Alimentos
>>> Teresa Ancona Lopez de Magalhães - O dano estético (Jurídico)
>>> Decida-se pelo Sucesso
>>> Decida-se pelo Sucesso
>>> Decida-se pelo Sucesso
>>> Enquanto Escorre o Tempo
>>> Enquanto Escorre o Tempo
>>> Enquanto Escorre o Tempo
>>> Conversando com São Francisco
>>> Conversando com São Francisco
>>> O Despertar do Amor
>>> O Despertar do Amor
>>> O Despertar do Amor
>>> A Prosperidade ao seu Alcance - Manual Prático
>>> A Prosperidade ao seu Alcance - Manual Prático
>>> A Prosperidade ao seu Alcance - Manual Prático
>>> No Jardim do Pensador
>>> No Jardim do Pensador
>>> A Grande Virada - Do Império Global à Comunidade da Terra
>>> A Grande Virada - Do Império Global à Comunidade da Terra
>>> A Grande Virada - Do Império Global à Comunidade da Terra
>>> Por que Não Conseguimos Ser Bons?
>>> Por que Não Conseguimos Ser Bons?
>>> Por que Não Conseguimos Ser Bons?
>>> Um Deus Social
>>> Um Deus Social
>>> O Programa de Saúde de Rudiger Dahlke
>>> O Programa de Saúde de Rudiger Dahlke
>>> O Programa de Saúde de Rudiger Dahlke
>>> Cristo Cósmico
>>> Cristo Cósmico
>>> Cristo Cósmico
>>> Tempo Ruim - série Saber Horrível
>>> Ligando os Pontos
>>> Ligando os Pontos
>>> Ligando os Pontos
>>> Mundos em Conexão
>>> Mundos em Conexão
>>> Mundos em Conexão
>>> Um Despertar Planetário
>>> Um Despertar Planetário
>>> Um Despertar Planetário
>>> Prosperidade com Qualidade de Vida
>>> Prosperidade com Qualidade de Vida
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Artes

Segunda-feira, 28/7/2014
Daily Rituals - How Artists Work, by Mason Currey
Julio Daio Borges

+ de 11400 Acessos




Digestivo nº 502 >>> Produtividade pessoal é um tema da vida moderna. Com o fim das divisões estanques entre ambiente de trabalho e vida pessoal, precisamos encontrar um novo equilíbrio. Também com as interrupções frequentes de celulares, messengers e e-mails, acostumamos a viver nossas vidas fragmentadas. Como a evolução tecnológica não para, ou até se acelera, quando começamos a nos adaptar, surge um novo dispositivo, e a nossa rotina é transformada, mais uma vez (supostamente para melhor). Não existe uma solução definitiva no curto, médio prazo. Alguns tentam romper com o progresso e se isolar do presente, mas vivem em luta contra o mundo e não sabemos se, depois de um tempo, terá realmente valido a pena. Não há como olhar pra frente, pois não sabemos o que vai ser. Alguém conseguiria prever iPods, iPhones e iPads, para se falar apenas na Apple? Alguém previu, por acaso, a internet? E o microcomputador, o PC? Como não há meio de buscar respostas no porvir, devemos olhar para trás. Ou, ao menos, tentar. Mason Currey não pensou exatamente nisso, mas fundou um blog chamado Daily Routines, onde pesquisava o dia a dia de gênios, artistas, pessoas criativas e/ou produtivas. (Não necessariamente executivos de empresas ― o que talvez retirasse todo o charme do projeto.) O fato é que Currey reuniu suas melhores descobertas em livro: Daily Rituals compila relatos de grandes mentes criativas, sobre o seu dia a dia. Há, nele, de tudo. Desde rotinas aborrecidas como a de Simone Beauvoir, que permaneceu ligada a Sartre, mesmo quando tinham outros relacionamentos, e que vivia uma existência pacata ― produtiva, mas sem muita sofisticação e, como dizemos, sem "badalação". Ao mesmo tempo, há Toulouse-Lautrec, que viveu no limite, como se cada dia fosse o último, e pagou o preço, apesar da obra admirável. Auden, o poeta, por exemplo, anotou: "A rotina, num homem inteligente, é um sinal de ambição". E Patricia Highsmith, autora do Ripley, observou: "Não existe vida real fora do [meu] trabalho, ou seja, fora da imaginação". Fellini apreciava, em sua profissão, o que chamou de "uma combinação muito rara entre trabalho e a vida em comunidade, que a realização de filmes proporciona". Voltaire trabalhava de 18 a 20 horas por dia, e concluía: "Eu amo meu local de trabalho". Já Trollope afirmava que 3 horas era o máximo que um escritor deveria entregar por dia. Chopin podia passar 6 semanas numa única página de música. E Flaubert, com seu estilo, antecipou Steve Jobs: "Não é fácil ser simples". Flaubert também diria que "apesar de tudo, trabalhar é o melhor jeito de escapar da vida". (Paulo Francis ecoaria isso.) Marx, um rebelde, registrava que não poderia deixar que "a sociedade burguesa" o transformasse "numa máquina de fazer dinheiro". Freud ponderaria: "Não posso imaginar a vida sem trabalhar como algo confortável". Já Jung, seu discípulo, depois seu antagonista, acreditava que "estar cansado e continuar trabalhando não é algo inteligente". E Murakami, o escritor japonês, diz que a repetição, em si, é importante: "É hipnotizante. Eu me hipnotizo deliberadamente, para atingir um estado de consciência mais profundo". Chuck Close, artista plástico, coroaria uma máxima que se tornou famosa: "Inspiração é para amadores. O resto de nós apenas senta e trabalha". John Adams, o compositor, precisa de "um estilo de vida quase irresponsável" para liberar sua criatividade. Dr. Johnson, o crítico, levava ao extremo: "Nunca persisti num plano por dois dias seguidos". William James, um dos pais da psicologia, acreditava que "quanto mais automatizamos nossas vidas nos pequenos detalhes", "mais conseguimos liberar espaço para a verdadeira criatividade". Joyce calculou que passou 20 mil horas escrevendo o Ulisses. Proust achava "odioso" subordinar sua vida à produção de uma única obra. Mas fez isso. Shostakovich escrevia toda a música na sua cabeça antes, para, só depois, passá-la a limpo. Yeats, o poeta irlandês, acreditava que, para viver criativamente, havia que se pagar um preço: o dele era escrever resenhas para jornal. Mencken, olhando para trás, diria que seu único arrependimento era não ter trabalhado "ainda mais duro". E Thomas Edison reconheceu: "Tive muitos assistentes esforçados, mas você leva a taça". Ele se referia a Nikola Tesla. Glenn Gould, surpreendentemente, dizia que tocava melhor quando ficava "um mês longe do instrumento". E Philip Roth resumiu assim: "Escrever não é um trabalho duro, é um pesadelo". Daily Rituals tem preciosidades, e deveria ser traduzido em português brasileiro por alguma editora de visão.
>>> Daily Rituals - How Artists Work
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Fernando Pessoa, o Livro das Citações, por José Paulo Cavalcanti Filho (Literatura)
02. A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone (Internet)
03. Reflexões ou Sentenças e Máximas Morais, de La Rochefoucauld (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REVISTA SURF TIME VOLUME 2 - Nº 4
VÁRIOS
EXTREME SPORT MEDIA
(2001)
R$ 10,00



A SALAMANDRA
MORRIS WEST
NOVA CULTURAL
(1989)
R$ 2,30



MAGISTRATURA ESTADUAL
JUAREZ FELIX
MÉTODO
(2005)
R$ 21,00



AS GUERRAS SECRETAS DE CLINTON
RICHARD SALE
NOSSA CULTURA
(2009)
R$ 40,00



DE ÉDIPO A MOISÉS. FREUD E A CONSCIÊNCIA JUDAICA
MARTHE ROBERT
IMAGO
(1989)
R$ 15,00



DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS
PHILIPPE MADRE
SANTUÁRIO
(1994)
R$ 5,30



POR QUE MENTIMOSLIVRO NOVO. - OS FUNDAMENTOS BIOLÓGICOS E PSICOLÓGICOS DA MENTIRA
DAVID LIVINGSTONE SMITH
CAMPUS
(2006)
R$ 49,00



EXILADA EM SEU PAÍS
DORIS LESSING
RECORD
(1970)
R$ 10,00



SABEDORIA DO ORIENTE
GILBERT SINOUÉ
MARTINS FONTES
(2006)
R$ 30,00



QUADRADOS MÁGICOS EM FUNÇÃO DOS NÚMEROS FIGURADOS-II LIVRO DOS QUADRADOS MÁGICOS
LYDIO MACHADO BANDEIRA DE MELLO
DO AUTOR
(1957)
R$ 40,00





busca | avançada
31563 visitas/dia
1,1 milhão/mês