O inverno de Fante | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
24651 visitas/dia
954 mil/mês
Mais Recentes
>>> Premiado drama russo "Tigre Branco" marca estreia da nova faixa de filmes da TV Brasil
>>> Estevão Damázio apresenta Diálogo Brasil a partir desta segunda (19)
>>> TV Brasil apresenta nova programação a partir desta segunda (19)
>>> Mural Templuz expõe a obra "Pedra Sob Pedra"
>>> Autobiografia de Norberto Bobbio chama à razão democrática em tempos de saídas autoritárias
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Piada pronta
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba
>>> Claudio Willer e a poesia em transe
>>> Paul Ricoeur e a leitura
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 12. Rumo ao Planalto
>>> Dilúvio, de Gerald Thomas
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 11. A Quatro Braçadas
>>> Crônica de Aniversário
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 10. O Gerador de Luz
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
Últimos Posts
>>> Espectros
>>> Bojador
>>> Inversões
>>> Estado alterado
>>> Templo
>>> Divagações
>>> Convicto
>>> Ação e reação
>>> Fio de Eros IV
>>> Fio da meada
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A arte de se vender
>>> The Accidental Billionaires
>>> Amores serão sempre amáveis
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
>>> Discos que me mudaram
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Ensaio sobre a Cegueira, por Fernando Meirelles
>>> ConaLit
>>> A Música Erudita no Brasil
>>> Porque assim é São Paulo
Mais Recentes
>>> A Roda da Vida
>>> Seis Lições para os meus Filhos
>>> Iansã do Balé - Senhora dos Eguns
>>> O Efeito Sombra
>>> Atendimento ao Público nas Organizações
>>> O Beijo das Sombras - Academia de Vampiros 1
>>> Peça-me o que Quiser
>>> Para Sempre Sua
>>> Profundamente Sua
>>> Toda Sua
>>> Encontro com Teilhard de Chardin e a Evolução das Religiões
>>> Os Bichos que Tive ( Memórias Zoológicas )
>>> Um mil novecentos e oitenta e quatro ( 1984)
>>> O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda
>>> Como Resolver Conflitos- A Causa da Supressão- 2 volumes
>>> Aritmética da Emília - edição comentada
>>> Mangá - O Livro Monstro do Mangá
>>> O Fim da Pobreza
>>> A Dieta do Suco
>>> A Dieta do arroz
>>> Bilionarios
>>> Acento em português - abordagens fonológicas
>>> Livro de um Desconhecido
>>> Questões de linguagem: passeio gramatical dirigido
>>> Pororoca, pipoca, paca e outras palavras do tupi
>>> Português ou brasileiro?
>>> Pesquisar no labirinto: a tese, um desafio possível
>>> Sete erros aos quatro ventos
>>> Sociolinguística quantitativa
>>> Semântica para a educação básica
>>> Todo mundo devia escrever
>>> Tradução: história, teorias e métodos
>>> Linguística computacional
>>> História concisa da semiótica
>>> A semântica
>>> Estrangeirismos: Guerras em Torno da Língua
>>> Quarto de Badulaques
>>> Raimundo de oliveira ( O progresso da Apostasia )
>>> A Revelação dos Sete Selos
>>> Fundamentos da economia
>>> Guia Prático de Conjugação de Verbos
>>> Cotidiano: Conhecimento e Crítica
>>> Estágio & Supervisão
>>> Educação, Ideologia e Contra Ideologia
>>> Wittgenstein - Os Pensadores
>>> Schelling - Os Pensadores
>>> Heidegger - Os Pensadores
>>> As Dores da Alma
>>> Animais da Fazenda - Brinque
>>> Cartilha do Bem
COLUNAS

Terça-feira, 30/9/2003
O inverno de Fante
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 4200 Acessos

Citado por muitos, lido por tantos outros, mais comentado do que nunca de uns tempos para cá. Trata-se de John Fante (1909 - 1983), autor celebrado pela beat generation, cujo romance Espere a primavera, Bandini é agora relançado pela editora José Olympio.

Logo no prefácio, há uma advertência necessária e igualmente inusitada: "[...]Estou seguro de que nunca lerei este livro de novo. Mas uma coisa é certa: todas as pessoas em minha vida de escritor, todos os meus personagens encontram-se neste trabalho inicial. Nada de mim está lá mais, apenas a memória de velhos quartos de dormir e o som dos chinelos de minha mãe caminhando até a cozinha".

Ao leitor mais incauto, pode parecer que a história, à primeira vista, traça apenas uma série de infortúnios da vida de um adolescente ítalo-americano em Colorado, nos Estados Unidos. A esse mesmo leitor, também pode ser natural a percepção de que o narrador conta a desoladora saga da família Bandini para, no fim, contrapor este cenário com uma redenção emocionante, com direito a final feliz e tudo mais. Para o bem e para o mal, esse roteiro previsível não acontece no romance de John Fante. Os motivos são claros, porém ficam ofuscados com o lugar-comum das leituras apressadas que ora tentam exaltar, ora visam deturpar as características dos escritos do autor.

Assim, um elogio fácil ao livro seria dizer que o texto de Fante, por ser ácido e incisivo, aponta para as fissuras da sociedade norte-americana, como o consumismo e a impessoalidade nas relações entre as personagens, em especial na família Bandini. Entretanto, perder-se-ia toda uma amplitude das cenas e dos relatos construídos pelo autor, pois, além desse estilo que cativa onze de cada dez blogueiros-escritores, Fante possui uma densidade que encanta ao mesmo tempo em que assombra. Por isso, na descrição dos momentos em que Maria Bandini se encontra em situação aterradora por, mais uma vez, não ter dinheiro, nota-se que não apenas o momento é exposto, mas também é mostrada a condição humana no fundo do poço; no desespero da falta de perspectiva, lassidão essa que provoca suicídios e tende a levar as pessoas aos vícios e aos escapes fáceis, como acontece com a própria Maria que sempre busca alívio nas revistas femininas.

Seria injusto, por outro lado, esquecer que as outras personagens compõem um mosaico das impressões e dos sentimentos do ser humano. Arturo, August, Frederico e, claro, Svevo Bandini. Homens ou quase-homens. Afetados por algum tipo de fragilidade de espírito, são incapazes de se livrar dos estigmas que os perseguem - a bebida, a opressão religiosa, a insegurança. Dessa maneira, culpam, ainda que indiretamente, uns aos outros pelos fracassos e pela falta de iniciativa que os preenche.

É crucial observar o ambiente que cerca o romance. "Svevo também aguarda a Primavera", diz a esperançosa Maria sobre a atual situação de seu esposo. De alguma forma, tanto os leitores como as personagens sabem que o porvir não guarda grandes esperanças, porém torna-se aceitável acompanhar a narrativa dessa forma. É o inverno de Fante. A espera da estação seguinte se revela como a última esperança para os corações apaixonados, absortos pelo fastio, pelo mal do século que tanto assola como desola Arturo Bandini.

No romance, o adolescente Arturo Bandini é o alter-ego de John Fante. Esse elemento é subestimado na obra do autor, visto que se tornou um recurso da literatura contar os acontecimentos de um cotidiano degradado (Muitos autores menores, aliás, começaram a provocar esse histórico sexo-drogas-rock n´roll em suas próprias vidas). Entretanto, poucos conseguem, com efeito, transformar o tecido fino que envolve as narrativas num pomposo veludo textual. E é aqui que Fante se destaca dos demais: ao lidar com as frustrações, com os temores e com o amor não correspondido, ele descobre que o final nem sempre é feliz; aprende, então, a esperar a primavera, pois, como preconiza o título do romance, pode-se aguardar pela incerteza, que, por vezes, traz mais esperança do que a frieza dos fatos.

A arte da escrita

Grandes romancistas e escritores contam com um elemento que os diferencia dos escribas cotidianos, como jornalistas e redatores em geral. Trata-se do tempo interior, partícula que torna envolvente a narração dos fatos e a descrição da atmosfera. Ainda que evidenciado pelo naturalismo, é um recurso que se destaca nos autores de qualquer estilo e de qualquer época. Seja com Hobsbawn, um historiador, seja com Flaubert, um romancista - embora a articulação ocorra de maneira diversa nesses dois exemplos.

Correspondência

Henry Louis Mencken, mais conhecido no Brasil pelo Livro dos Insultos, foi um dos grandes incentivadores da obra de John Fante. Há, inclusive, um livro, lançado nos EUA em 1989, que traz a correspondência entre Mencken e Fante, de 1930 a 1952. Nesse sentido, é mais do que justo aguardar que as missivas também sejam publicadas por aqui. Pelo bem da literatura em geral.

Bibliografia

"Estes romances cederão lugar, pouco a pouco, a diários ou autobiografias - livros cativantes, desde que um homem saiba escolher, entre o que chama de suas experiências, aquilo que é realmente sua experiência e saiba registrar, de fato, a verdade" (Ralph Waldo Emerson, trecho extraído da epígrafe de Trópico de Câncer, de Henry Miller).

Para ir além





Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 30/9/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá? de Renato Alessandro dos Santos
02. Notas confessionais de um angustiado (VI) de Cassionei Niches Petry
03. Dilapidare de Elisa Andrade Buzzo
04. Como uma Resenha de 'Como um Romance' de Duanne Ribeiro
05. Metallica e nostalgia de Luís Fernando Amâncio


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2003
01. Notas sobre Jornalismo Cultural - 11/9/2003
02. Mário Faustino e a poesia - 11/11/2003
03. Civilização Brasileira - 28/10/2003
04. Mongólia: terra estrangeira - 23/12/2003
05. Minha Formação - 14/10/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HISTÓRIA GERAL E DO BRASIL - VOLUME ÙNICO - ENSINO MÉDIO
JOSÉ GERALDO VINCI DE MORAES
ATUAL
(2008)
R$ 25,00



PERSONAL STYLIST - GUIA PARA CONSULTORES DE IMAGEM
TITTA AGUIAR
SENAC
(2003)
R$ 35,00



OS SERTÕES - EUCLIDES DA CUNHA (LITERATURA BRASILEIRA)
EUCLIDES DA CUNHA
NOVA CULTURAL
(2002)
R$ 20,00



GUARDIÃO DAS SETE ENCRUZILHADAS - HEMISARÊ A IRA DIVINA
RUBENS SARACENI
MADRAS
(2014)
R$ 25,00



UMA LÁGRIMA DE MULHER
ALUÍZIO DE AZEVEDO
MARTIN CLARET
(2003)
R$ 3,00



HISTÓRIA GERAL VOLUME IV- CIVILIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA
DELGADO DE CARVALHO
RECORD
(1972)
R$ 19,89



INTERNACIONAIS SOCIALISTAS E SOCIALISMO DO SÉCULO XXI
EDUARDO MANCUSO
RENASCENÇA
(2012)
R$ 9,00



A VIA DE CHUANG TZU
THOMAS MERTON
VOZES
(2002)
R$ 40,00



REFLEXOS DO BAILE - 3ª EDIÇÃO
ANTONIO CALLADO
PAZ E TERRA
(1977)
R$ 8,00



A VIDA DO HOMEM E DA MULHER NO LAR
JAIME MONTEIRO DE BARROS
OFFICINAS GRAPHICAS ATC
(1938)
R$ 50,00





busca | avançada
24651 visitas/dia
954 mil/mês