Teoria da Conspiração | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
19881 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Alexandre Grooves comemora Troféu Cata-vento, pré-indicação ao Grammy e lançamento no Japão
>>> Estreia de Pelas Ordens do Rei Que Pede Socorro comemora 20 anos do grupo O Buraco d'Oráculo
>>> Espetáculo 'As Filhas da Mãe' completa 35 anos.
>>> Bloco Fogo e Paixão faz a festa na Zona Portuária
>>> Papo Astral: guia astrológico para o leitor se conhecer melhor
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 8.Heroes of the World
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair
>>> Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 5. Um Certo Batitsky
>>> A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros
>>> Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s)
>>> Bates Motel, o fim do princípio
>>> Bruta manutenção urbana
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Feliz 2018
>>> Boa Vista
>>> O preço
>>> Você já atualizou sua história hoje?
>>> Sorvedouro
>>> Reter ou não reter
>>> O Peregrino
>>> Sismógrafos
>>> La ansiedad
>>> Barrados no baile
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair
>>> A poesia concreto-multimídia de Paulo Aquarone
>>> Elogio Discreto: Lorena Calábria e Roland Barthes
>>> O que vai ser das minhas fotos?
>>> A reforma agrária das idéias: os blogs
>>> E eu mais ainda!
>>> Os sem-celular
>>> Freud segundo Zweig
>>> Olímpica
>>> Metade da laranja ou tampa da panela?
Mais Recentes
>>> Manual Semeando Igrejas Multiplicadoras
>>> A Bíblia Para Colorir - Livro 3
>>> A Bíblia Para Colorir - Livro 4
>>> Estamos Vivendo nos Últimos Dias?
>>> A Última Porta a Caminho do Arrebatamento
>>> Cristianismo ao Gosto do Freguês
>>> Os Fatos Sobre a Vida Após a Morte
>>> A Verdade sobre o Ano 2000
>>> Feras Futebol Clube - Ioiô o Que Dança Com a Bola Autor (a): Joachim Masannek
>>> T. l. osborn ( curai enfermos e expulsai demonios )
>>> A Dança
>>> Jessie Penn-Lewis ( Guerra contra os santos tomo 2 )
>>> Jessie Penn-Lewis ( Guerra contra os santos tomo 1 )
>>> A Educação pela Dança
>>> 101 Idéias Criativas Para Professores
>>> 21 Dias de Oração e Jejum Pelo Sertão
>>> Os Insondáveis Propósitos de Deus
>>> Natália Lessa
>>> Parceiros na Missão
>>> Um General Perto de Deus
>>> A Oração de Moisés
>>> Dulce Beltrão
>>> Adolescentes, pesquisa sobre uma idade de risco
>>> Turismo e Planejamento Sustentavel
>>> Turismo e Legado Cultural
>>> Vidas cruzadas
>>> Disney´s Pocahontas
>>> The world is made of Glass
>>> Medo da Vida
>>> Biologia Celular e Molecular
>>> Viagem a Inglaterra e Escocia
>>> Aventuras de Tom Sawyer
>>> Proyecto Lazaro
>>> O primo basilio
>>> Noticia de un secuestro
>>> GONE - Desaparecer - Livro 3
>>> A fraude do Efeito - Estufa
>>> Saga O Vampiro Rei - Bento - Livro 1
>>> Sapphique
>>> Freud
>>> Fallen Angels - Desejo
>>> O Cavalo Amarelo
>>> Conecte Filosofar Terceira Parte
>>> Tratamento de Concreto Armado: em 6 volumes
>>> A mansão Hollow
>>> Encontro com a morte
>>> E não sobrou nenhum - Edição de Bolso
>>> Tentada
>>> Conecte Filosofar-segunda Parte
>>> Os elefantes não esqueçem
COLUNAS

Terça-feira, 10/2/2004
Teoria da Conspiração
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 9500 Acessos

Há cerca de dois anos, o jornalista norte-americano Daniel Pearl foi assassinado por radicais islâmicos em Karachi, no Paquistão. Sua morte gerou comoção em toda opinião pública mundial, tanto pela forma como foi morto (Pearl foi decapitado), como pelo aparente motivo de sua morte: ele era americano e judeu, razão "justa" numa jihad (que significa guerra santa; designa o dever mulçumano de defender o islã de inimigos e infiéis). No entanto, há controvérsias. É o que tenta provar o novo livro do filósofo francês Bernard-Henri Levy (mais conhecido como BHL na França), notório por ser franco-atirador e polemista nato. Em Quem Matou Daniel Pearl? (Ed. A Girafa, 468 págs), o filósofo ensaia uma reportagem romanceada sobre o assassinato e também acerca do cenário sombrio que, em tese, encobriu as verdadeiras razões da morte do jornalista norte-americano.

Deste modo, vale a pena ressaltar o interesse e a obstinação de BHL para contar a história. São expressas no prefácio, aliás, verdadeiras declarações de comprometimento com a reportagem em questão. Conforme diz o próprio autor: "Este livro começa em 31 de janeiro de 2002, dia da morte de Daniel Pearl, jornalista norte-americano seqüestrado e decapitado em Karachi... Contarei como e por que decidi naquele dia dedicar o tempo que fosse necessário [...] para elucidar o mistério de sua morte. É o relato dessa investigação, dessa busca da verdade, que constitui o tema deste livro."

Com efeito, para realizar essa reportagem, BHL foi ao Paquistão, aos Estados Unidos, a Sarajevo, a Kandahar e a Londres. O estilo adotado pelo autor para descrever os cenários e narrar os fatos remete ao "jornalismo literário", cujas técnicas lembram um romance de ficção, com diálogos e a participação do narrador em primeira pessoa. É o estilo predileto de alguns dos grandes nomes do jornalismo mundial, como os norte-americanos Gay Talese e Norman Mailer. Ocorre que, antes de utilizar tais ferramentas para descrição de personagens e cenários, esses autores se destacam pelo apuro e precisão na checagem das informações. Ou seja, são livros tão bem escritos quanto precisos. No caso do livro de BHL, há uma preocupação excessiva em descrever os fatos de maneira impressionista e um certo descuido para com o aspecto factual. Dessa maneira, em alguns momentos tem-se a impressão que são os fatos que tiveram que se ajustar à narrativa de BHL.

Não fosse assim, não haveria trechos em que o autor assevera sua displicência: "Será que ele realmente disse aquilo? Será que ele realmente disse que ele disse? Ou será que estou divagando? Ou entendi mal? Não sei." Com isso, o livro - ou melhor, a reportagem - ganha um tom assaz inflamado e desliza para o tom opinativo e de livre interpretação dos fatos. Assim, embora o filósofo aponte para algumas teorias interessantes, no geral, ele não consegue avançar, dando a entender que a cada início de capítulo sua investigação começou do zero e, então, o que foi lido até ali foi desperdício de tempo. É o que acontece no capítulo "Visita aos pais coragem". Em vários momentos, tem-se a sensação de que algum fato que não foi revelado virá à tona, pois os pais insistem em rememorar as imagens do assassinato que foram veiculadas na imprensa ou, ainda, em procurar fotos que continham indícios que levariam a outro rumo na investigação. Contudo, nada de novo aparece - a não ser o detalhamento (quase) sensacionalista das feições e das lágrimas dos pais do jornalista a toda hora que se recordam do filho.

Mas é a partir da segunda parte do livro, quando o perfil de Omar Sheikh é traçado, que a tese principal da reportagem passa a ser construída: para o autor, Daniel Pearl foi assassinado porque investigava possíveis ligações entre o serviço secreto do Paquistão, cientistas nucleares paquistaneses e a rede Al-Qaeda. Assim, com base nas investigações romanceadas de BHL, a morte do jornalista teria sido um crime de Estado. No entanto, a reportagem não consegue se sustentar, pois justamente nos momentos em que as provas se fazem necessárias, o autor utiliza a imaginação para preencher o vazio de fatos. É aqui que o leitor tem a sensação de ler uma teoria da conspiração e não uma investigação jornalística, pois, apesar de bem elaboradas, as hipóteses do autor carecem de comprovação.

Além disso, é no mínimo curioso que BHL refute, ao longo do livro, a idéia do conflito de Civilizações, tal qual fora previsto por Samuel Huntington em seu livro O Choque de Civilizações. Isso porque, sempre que pode, Levy extravasa sua indignação contra o fanatismo religioso do Islã. Para quem não leu, Huntington prevê, em seu livro, justamente o embate entre o fanatismo islâmico e os ideais do Ocidente. Ainda que indiretamente, BHL corrobora a tese do acadêmico norte-americano, visto que se refere aos assassinos como sendo "Loucos de Deus", e não como sendo apenas um grupo terrorista. Ou seja, por uma via diferente, o autor acaba por apresentar uma explicação simplista para justificar sua indignação com o islamismo - novamente, apenas o estilo sustenta as opiniões.

Nota-se, então, que a investigação poderia ter alcançado um resultado bem mais interessante do que este romance-reportagem. Justamente porque o escritor francês foi aos lugares, fazendo pesquisa e entrevistas in loco - atitude cada vez mais rara no jornalismo burocrático que a maioria das redações de jornal propõe hoje em dia. Ainda assim, deixou de lado o compromisso com o fato e com a precisão das informações fornecidas no livro. São detalhes cruciais, desses que são capazes de transformar uma teoria da conspiração em hipótese provável; ou, ainda, um simples romance investigativo em grande trabalho de reportagem.

Para ir além






Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 10/2/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Simpatia pelo Demônio, de Bernardo Carvalho de Jardel Dias Cavalcanti
02. Caiu na rede, virou social de Fabio Gomes
03. Notas sobre a Escola de Dança de São Paulo - II de Elisa Andrade Buzzo
04. Antes que seque de Guilherme Pontes Coelho
05. Assunto de Mulher de Marilia Mota Silva


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2004
01. Desonra, por J.M. Coetzee - 21/12/2004
02. Teoria da Conspiração - 10/2/2004
03. Cem anos de música do cinema - 8/6/2004
04. Música instrumental brasileira - 12/10/2004
05. Eleições Americanas – fatos e versões - 9/11/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O ROMANCE D'A PEDRA DO REINO E O PRÍNCIPE DO SANGUE DO VAI-E-VOLTA
ARIANO SUASSUNA
JOSÉ OLYMPIO
(2012)
R$ 55,00



TEATRO DA MILITÂNCIA
SILVANA GARCIA
PERSPECTIVA
(1990)
R$ 32,00



A MÃE- SAÚDE E CURA NO YOGA-SELEÇÕES DE TEXTOS E DE CONVERSAS COM A MÃE
A MÃE ( MIRRA ALFASSA- AUXILIAR DE SRI AUROBINDO)
SHAKTI
(1994)
R$ 47,99



NOTAS DE MANFREDO RANGEL, REPÓRTER (A RESPEITO DE KRAMER) - 2ª ED.
SÉRGIO SANT'ANNA
BRETRAND BRASIL
(1991)
R$ 10,00



ARQUIPÉLAGO GULAG 1918-1956
ALEXANDRE SOLJENITSIN
CIRCULO DO LIVRO
(1976)
R$ 45,00



GEMAS - GUIA PRÁTICO
OUTROS
NOBEL
(1998)
R$ 19,00



LEXICO FAMÍLIAR - COLEÇÃO MULHERES MODERNISTAS
NATALIA GINZBURG
COSAC & NAIFY
(2010)
R$ 230,00



THE SCIENCE OF ECOLOGY
RICHARD BREWER
SAUNDERS COLLEGE
(1994)
R$ 42,00



ASFALTO SELVAGEM II - ENGRAÇADINHA SEUS AMORES E SEUS PECADOS (DEPOIS DOS 30)
NELSON RODRIGUES
CÍRCULO DO LIVRO
(1990)
R$ 15,00



AMANHECER
STEPHENIE MEYER
INTRÍNSECA
(2008)
R$ 5,00





busca | avançada
19881 visitas/dia
1,0 milhão/mês