A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti | Wellington Machado | Digestivo Cultural

busca | avançada
29366 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> LANÇAMENTO DO BLOG DO JUSTINO
>>> Curso de História da Arte Latino Americana na FAAP
>>> Sérgio Mamberti será homenageado nesta segunda (21) na Alesp
>>> PIONEIRA NO ENSINO DAS ARTES, FAAP OFERECE NOVA PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS E PRÁTICAS CURATORIAIS
>>> Oxigênio Hardcore Fest 2017
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
>>> A fotografia é um produto ou um serviço?
>>> A noite iluminada da literatura de Pedro Maciel
>>> Apontamentos de inverno
>>> Literatura, quatro de julho e pertencimento
>>> O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 4. Museu Paleológico
>>> Um caso de manipulação
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Pétalas neon
>>> À Lígia
>>> Um biombo oscila entre o côncavo e o convexo
>>> Síndrome da desesperança
>>> Simbiose
>>> Grafologia
>>> Premiadas
>>> Plagas e pragas
>>> Elas por elas
>>> Ritmo binário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O engano do homem que matou Lennon
>>> Exibir sem mostrar
>>> It's my shout
>>> É batata!
>>> Solaris, o romance do pesadelo da ciência
>>> Eu blogo, tu blogas?
>>> Cidade de Deus
>>> Uma Viagem à Índia, de Gonçalo M. Tavares
>>> O desafio de formar leitores
>>> Lugar Nenhum
Mais Recentes
>>> Para sair do Século XX
>>> A terra e o céu de Jacques Dorme
>>> Mito e Metafísica
>>> Ponto de Impacto
>>> Cabeça de Porco
>>> Um romântico incorrigível
>>> Constituintes da Ciência da Religião: Cinco ensaios em prol de uma disciplina autônoma
>>> O espectro disciplinar da Ciência da Religião
>>> Estudo das Religiões: Desafios contemporâneos
>>> Religião no Brasil: Enfoques, dinâmicas e abordagens
>>> História das religiões: Desafios, problemas e avanços teóricos, metodológicos e historiográficos
>>> Imaginário da Magia. Magia do Imaginário
>>> Transformações. Ensaios sobre culturas e sociabiliddes
>>> A morte branca do feiticeiro negro. Umbanda e Sociedade Brasileira
>>> Manual de Sociologia da Religião
>>> Tolerância e Intolerância nas manifestações religiosas
>>> História de Nossa Senhora do Desterro
>>> Memórias de Gustav Hermann Strobel. Relatos de um pioneiro da imigração alemã no Brasil
>>> Memória de uma Colônia Italiana: Colombo - Paraná, 1878-2013
>>> Sociologia da religião: enfoques teóricos
>>> Nome de toureiro - 7ª ed.
>>> Diário de Classe - 2ª ed. Nova Ortografia
>>> O caminho do poço das lágrimas
>>> O Homem Demolido
>>> Uma Viagem aos Contos Clássicos Ingleses- Leituras Perfumadas 6
>>> Além do Véu e Fora do Arraial
>>> Os Grandes Enigmas de Nossa História - 12 Volumes
>>> Fertilidade do Solo
>>> Pragas do Coqueiro e Dendezeiro
>>> O Preparo do Solo: Implementos Corretos
>>> Contabilidade Introdutória
>>> Manual de Fitopatologia Vol. I e Vol. II
>>> Conservação e Atração das Aves
>>> Inseticidas e Acaricidas
>>> Construções Rurais - Volume 1 e 2
>>> Mecanização Agrícola Preparo do Solo
>>> A semente da Vitória
>>> Steve Jobs
>>> Cuidado do Corpo Curando a Mente
>>> Curso de Direito Romano - Tomo I
>>> Manual Geral da Redação Folha de São Paulo
>>> Vocabulário Jurídico Vol. V
>>> Ecologia, Meio Ambiente e Poluição
>>> Receituário Caseiro: Alternativas para o controle de pragas e doenças de plantas cultivadas e de seus produtos
>>> Watchaman nele ( o homem espiritual v. 3 )
>>> Watchaman nele ( o homem espiritual v. 2 )
>>> ''Ele é o Senhor e dá a Vida''- Creio no Espírito Santo 2
>>> Operação Cavalo 5 de. Tróia Cesaréia
>>> Era Lisboa e chovia- 2ª ed.
>>> Watchman nee ( O homem espiritual volume 1 )
COLUNAS

Terça-feira, 31/8/2010
A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti
Wellington Machado

+ de 11600 Acessos
+ 1 Comentário(s)


Ilustra: o urso azul

Qual é a relação entre a mente e o cérebro? A mente, que abriga nossos dilemas, nossa imaginação, catalisa nossas emoções e compõe nossos poemas, músicas, escreve textos, é fruto dessa massa esponjosa que carregamos no crânio? Até que ponto o cérebro, com suas sinapses e milhões de neurônios, influenciam ― se é que influenciam ― o nosso ato de pensar? Essa é uma questão que envolve a investigação de vários ramos da ciência como a neurociência, a psicologia e a biologia molecular, além de outras. Há estudos surpreendentes acerca do tema que podem, se comprovados (e estamos bem perto de uma comprovação), causar uma revolução de grandes proporções para humanidade.

O tema é a espinha dorsal de A ilusão da alma (Companhia das Letras, 2010, 256 págs.), mais recente livro de Eduardo Giannetti da Fonseca, cujo personagem principal é um professor de literatura especialista em Machado de Assis. Enquanto proferia uma palestra, o professor notou um lapso de memória que passou a ser recorrente. Ao se submeter a uma bateria de testes, descobre que tem um tumor cerebral. A cirurgia para a sua retirada deixa-lhe uma sequela: a perda parcial da audição. Mas, além da perda auditiva, o professor passa também a não suportar ruídos. Sua única opção é se isolar. E é o que ele faz. Ele se fecha em sua casa entre os livros e passa a se dedicar à filosofia, à investigação incessante e criteriosa da relação entre mente e cérebro. O seu lema, nas palavras de Giannetti, é "a curiosidade está para o conhecimento como a libido está para o sexo". O professor quer apenas conhecer. Não é pouco.

A relação mente-cérebro não é uma questão simples, ao contrário do que se imagina. Como é que o cérebro (realidade objetiva; órgão esponjoso e palpável) se liga à mente (realidade subjetiva, detentora virtual de pensamentos, sentimentos e memória) ― ou vice-versa? O professor descobre que há na história da filosofia duas correntes de pensamento. Há a corrente "fisicalista", os que julgam que o cérebro prevalece sobre a mente ("a alma que olha de fora para dentro"); e há também a corrente "mentalista" ("a alma que olha de dentro para fora"). Ressalte-se que a mente é também a alma (do título), como afirmavam alguns filósofos.

O que vem primeiro: um estímulo cerebral ― provocado por bilhões de neurônios ― que guia o nosso pensamento ou a força imaginativa e voluntária da mente que interfere no cérebro? Temos um ponto de partida. Sabemos que o cérebro, segundo Giannetti, "despista a mente", ou seja, a estimulação elétrica em algumas regiões do cérebro produz sensações visuais, auditivas, olfativas etc. Mas isso é pouco para o nosso professor-filósofo. Ele quer saber mais. A própria estrutura narrativa do livro retrata como se dá esse embate. O autor intercala pensamentos do professor (fluxos de consciência) com textos filosóficos (aparentemente anotações feitas ao longo do estudo).

E essa forma narrativa merece um aparte. A ilusão da alma é classificado como um romance. Mas ele não é somente um romance. É também ensaio. Como é também um livro filosófico. E se formos observar a arquitetura sublinear do texto teremos um excelente manual de como se constrói o conhecimento. Essa mania de rotular os livros trata-se, aparentemente, de uma exigência mercadológica, para colocá-los em alguma estante (negócios, ficção, artes). Existem vários autores que surfam, em suas narrativas, pelos mais diversos estilos (difícil classificar os livros de Nuno Ramos, por exemplo). Essa versatilidade parece se intensificar em nossos dias diante das várias possibilidades de acesso e utilização da informação, principalmente com a internet.

Eduardo Giannetti também parece usufruir dessas diversas possibilidades. Seus primeiros livros (As partes e o todo e Nada é tudo) são coletâneas de ensaios e artigos publicados em jornais, abarcando uma infinidade de temas como economia, ética, história das ideias, política e globalização. Os textos têm rigor filosófico, mas são extremamente acessíveis, cujas leituras são um deleite. Já as obras Vícios privados, benefícios públicos? e Auto-engano são mais voltadas para a economia e filosofia.

A ilusão da alma é irmão, creio, do não menos interessante Felicidade, quando se inicia um flerte do escritor com a ficção. Neste, o autor cria quatro personagens totalmente diferentes ― em ideologia, profissão, comportamento ― como pano de fundo para investigar as várias facetas da felicidade e suas implicações ao longo da história da humanidade. Enfim, A ilusão da alma merece uma classificação mais abrangente, talvez como "romance-filosófico", "ensaio-ficional"; ou simplesmente "romance/ensaio/filosofia".

Mas retornando ao enredo do livro, após se enfurnar nos estudos solitários, o nosso nobre professor chega aos mais atuais estudos da neurociência, que defendem uma surpreendente supremacia do cérebro em relação à mente. Nas palavras do autor, "o processo que culmina numa ação aparentemente voluntária [nossa] tem início no cérebro de modo pré-consciente, antes que a intenção de agir aflore ao espelho da mente (...) o cérebro é responsável sozinho por todas as nossas ações". A constatação prova que há uma ilusão da alma, qual seja, a de que ela tem o poder de coordenar as nossas ações. Temos a ilusão de que temos livre-arbítrio. Essa supremacia cerebral teria, segundo ilustra bem o autor, influenciado diretamente na decisão de Sócrates de não fugir à sua condenação ― como ele teve oportunidade de fazê-lo ― e beber a cicuta que o mataria.

As recentes descobertas ― passando agora do plano da ficção para a vida prática ― podem implicar em consequências alarmantes no campo da economia, por exemplo, no que tange ao mapeamento (cerebral) do nosso comportamento como consumidores. Enquanto vacilamos entre comprar ou não determinado produto, o cérebro já tem a decisão. E que tal um mapeamento do direcionamento dado pelos nossos cérebros sobre as nossas preferências políticas nas eleições?

A ilusão da alma, além de ser um compêndio filosófico e um romance de agradável leitura, levanta questões para seguirmos refletindo. De certa forma, o livro nos desperta para um debate ético-científico. Além disso, Eduardo Giannetti nos dá uma aula sobre como elaborar o conhecimento ― em momento oportuno, diante dessa enxurrada de informações diante da qual estamos ainda desorientados. O autor demonstra que a filosofia ― ou o ato de filosofar ― está acessível a qualquer um, inclusive de maneira interdisciplinar. Há um constante diálogo em A ilusão da alma entre os mais diversos campos do saber, como a neurociência, a biologia, a inteligência artificial e, claro, a literatura, nas palavras e no pensamento de Machado de Assis, Diderot, Dostoiévski, Rilke e Fernando Pessoa. Todos no exercício da alma, mas a serviço do cérebro.

Nota do Editor
Wellington Machado de Carvalho mantém o blog Esquinas Lúdicas.

Para ir além






Wellington Machado
Belo Horizonte, 31/8/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Brasil, o buraco é mais embaixo de Luís Fernando Amâncio
02. A pós-modernidade de Michel Maffesoli de Guilherme Carvalhal
03. O dia que nada prometia de Luís Fernando Amâncio
04. Super-heróis ou vilões? de Cassionei Niches Petry
05. A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Wellington Machado
Mais Acessadas de Wellington Machado em 2010
01. A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti - 31/8/2010
02. Enquanto agonizo, de William Faulkner - 18/1/2010
03. Meu cinema em 2010 ― 1/2 - 28/12/2010
04. Guimarães Rosa em Buenos Aires - 28/9/2010
05. A sombra de Saramago - 3/8/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
10/9/2010
22h57min
Comecei ler ontem, livro intrigante e denso, coisa de um escritor maduro!
[Leia outros Comentários de moises honorio queve]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DEUS ESTAVA EM CRISTO-ENSAIO SOBRE A ENCARNAÇAO E A EXPIAÇÃO
DONALD M. BAILLIE
ASTE
(1964)
R$ 11,00



CABLE - SANGUE E METAL - 2 EDIÇÕES
MARVEL COMICS
ABRIL
(1996)
R$ 8,00



DEIXAI VIR A MIM AS CRIANCINHAS
SOCIEDADE DE DIVULGAÇÃO ESPIRITA
AUTA DE SOUZA
(2011)
R$ 30,80



MENSAGENS DE INÊS DE CASTRO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER - CAIO RAMACCIOTTI
GEEM
(2012)
R$ 17,90



ESTANTE DA VIDA
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
FEB
(1987)
R$ 6,00



OS SEGREDOS DA LIDERANÇA DE JESUS
MIKE MURDOCK
CENTRAL GOSPEL
(2007)
R$ 19,85



GANHANDO O JOGO - COMO SER O CANDIDATO ESCOLHIDO
PIERRE MORNELL
FUNDAMENTO
(2003)
R$ 18,00



ENSAIOS 55 - PROTESTANTISMO E REPRESSÃO
RUBEM A. ALVES
ÁTICA
(1979)
R$ 120,00



O I CHING E OS MISTÉRIOS DA VIDA -AS CHAVES OCULTAS DA VIDA
MARTIN SCHÖNBERGER- INTRODUÇÃO DO LAMA ANAGARIKA GOVINDA
PENSAMENTO
(1995)
R$ 23,10



AS MÃOS DE EURÍDICE - PEDRO BLOCH (TEATRO BRASILEIRO)
PEDRO BLOCK
DUAS MÁSCARAS
(1950)
R$ 30,00





busca | avançada
29366 visitas/dia
1,1 milhão/mês