A vida sem assento | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
26396 visitas/dia
708 mil/mês
Mais Recentes
>>> Zé Eduardo faz apresentação no Teatro da Rotina, dia 30.05
>>> Revista busca artigos inspirados no trabalho de professores
>>> Cabelo faz finissage no BNDES Rio
>>> Palombar realiza temporada gratuita em Cidade Tiradentes durante o mês de Junho.
>>> VIVA NANÁ! homenageia o saudoso percussionista pernambucano Naná Vasconcelos no Sesc 24 de Maio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
>>> A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel
>>> Primavera para iniciantes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
Últimos Posts
>>> Greve de caminhoneiros e estupidez econômica
>>> Publicando no Observatório de Alberto Dines
>>> Entre a esperança e a fé
>>> Tom Wolfe
>>> Terra e sonhos
>>> Que comece o espetáculo!
>>> A alforja de minha mãe
>>> Filosofia no colégio
>>> ZERO ABSOLUTO
>>> Go é um jogo mais simples do que imaginávamos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista da Camille Paglia
>>> Primavera para iniciantes
>>> Batchan, elas são lindas...
>>> Batchan, elas são lindas...
>>> Meu cinema em 2010 ― 2/2
>>> Doente de tanto saber
>>> O último Shakespeare
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Figuras de linguagem e a escrita criativa
>>> Meu Tom Jobim
Mais Recentes
>>> Mundo dos sonhos realidade e imaginação
>>> A Literatura no Brasil- Volume 4
>>> A Literatura no Brasil- volume 6
>>> Eu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída...
>>> Asterix Entre os Bretões- Número 4
>>> Apresentação de Jorge de Lima
>>> Rei Negro
>>> A Literatura no Brasil volume 5 Modernismo
>>> Miragem
>>> O Rajá do Pendjab - vol. 1
>>> A Aldeia Ancestral
>>> Inocência Heróica
>>> A Colheita
>>> -Inéditos - Revista volume 2
>>> A Literatura no Brasil Volume 3
>>> A Revolução das Moedas Digitais- Bitcoins e Altcoins
>>> O Menino de Capivari - Volumes I, II e III
>>> Por uma Geografia Nova
>>> Oriundi - os Italianos em Capivari
>>> Filosofia da Realidade e da Projeção
>>> Astrojildo Pereira - in Memoriam
>>> J. Prata - Belas Páginas
>>> Vida, Paixão e Poesia de Rodrigues de Abreu
>>> Vida, Paixão e Poesia de Rodrigues de Abreu
>>> Salomé e Outros Versos
>>> Salomé e Outros Versos
>>> Ensinar a Pensar -Teoria e Aplicação
>>> Na Escola que Fazemos - Uma reflexão interdisciplinar em edução popula
>>> Educação e Mudança
>>> Acompanhantes Terapêuticos e Pacientes Psicóticos
>>> A Beleza da Arte
>>> A Ronda das Ruas
>>> O Combate a Corrupçao Nas Prefeituras do Brasil
>>> Ciencias e Tecnologias Col. Pesquisas e Praticas Em Educacao
>>> Prática Pedagógica Competente: Ampliando os Saberes do Professor
>>> Os Segredos do Gerente 8020
>>> Excelência no Secretariado: A Importância da Profissão nos...
>>> Segurança E Medicina Do Trabalho
>>> Gestão de Investimentos - Pocket
>>> Plano de Negócios
>>> Marinheiros e professores: crônicas simples ade, construtivismo
>>> Jogo de Areia
>>> Pare de Dar Murro em Ponta de Faca
>>> Administração de Vendas
>>> A Grande História da Evolução. Na Trilha dos Nossos Ancestrais
>>> Terapia Intravenosa e Infusoes
>>> Terapia Intravenosa e Infusoes
>>> Terapia Intravenosa e Infusoes
>>> Os Verdadeiros Líderes da Mudança
>>> 50 Técnicas Essenciais Da Administração
COLUNAS

Quinta-feira, 29/11/2012
A vida sem assento
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2200 Acessos


ilustra: Renato Lima

Preciso me sentar. Não por muito tempo, preciso me sentar por algumas poucas horas, não peço muito, apenas esperar e matar o tempo trabalhando. Mas preciso de um lugar para apoiar o corpo. Nem mesa peço, apenas cadeira em lugar relativamente seguro para encostar as costas. A esta altura, nem peço para encostar as costas mais, apenas para apoiar o quadril, as folhas e as canetas apoio no regaço, ou nem isso, suspendo as folhas ante meus olhos, porque as letras são pequeninas. De todo modo, não há onde se sentar e, em última hipótese, ficarei em pé, meio que encostada, num poste, num orelhão, num corrimão de escadaria, porque até para se encostar está difícil em São Paulo.

Preciso de um café, um café com uma pequena mesa, nada mais nada menos do que uma mesa minúscula onde eu possa pedir um pão de queijo, uma água, consumir o mínimo possível e encontrar apoio para papel e mente. Há alguns cafés no centro, mas estão todos lotados, essa vida é palpitante demais e parece que aos solavancos me coloca cada vez mais para fora de sua zona de influência. É desanimante a falta de espaço que uma cidade tão grande incute aos seus habitantes. Não há onde ficar, nunca há mesas nem cadeiras vagas, temos medo das praças, estou prestes a aceitar o desmoronamento das coisas, quando insisto, retorno, luto por um lugarzinho à sombra, debaixo do ar-condicionado, o tampo da mesa lascado, as pernas bambas. Sim! É preciso, é possível encontrar um lugar, uma moeda rara disposta no chão; e então a vida me coloca para dentro dela, gira nos eixos, como se para tanto fosse necessário pagar o quinhão da perseverança.

Não peço silêncio, encaro o ruído indistinto da soma das conversas. No meio de tanta gente estou só; seria um consolo aguardar alguém? Não, estou por mim mesma, a vida remexida e sugada pelo canudo. Agora já me dou ao luxo de consumir café gelado com chantilly, bolo de banana, croissant de frango, e a conta, ainda não penso nisso, ela fica para o final. O que importa é este momento de satisfação ilusória: eu tenho um lugar no mundo nesta cidade lotada e ninguém vai me tirar daqui antes das 22h. E isso nunca é o suficiente, há vazios a serem preenchidos, angústias que prosseguem a despeito da boca cheia. Viro a folha.

Gratuitamente, quero chegar num lugar, encontrar uma mesa e uma cadeira disponíveis num bom ambiente. Vou ao Centro Cultural. A esperança é a de que lá seja possível ver o luar, nem que seja dividir uma mesa, há todo tipo de estudantes, os de cursinhos, que tentam o vestibular, com suas apostilas grossas em espiral, folhas de fichário e canetas coloridas. Alguns, mais velhos, tentam concursos públicos e fazem suas amizades de mesa em mesa; um se apoia no outro. Naquela frente à minha, há um moço sério, de queixo duro, cabelo raspado e óculos. É um soldado dos estudos em sua trincheira de livros. Três tijolões e um eReader. Direito administrativo. Uma guerra de estudos silenciosa se desenrola, enquanto bem à minha frente o menino nem passou de dez páginas de uma introdução à engenharia, suas pernas compridas já trombaram em meus joelhos e cambaleia a fronte. Até que desiste e recosta a cabeça e os cotovelos no livro.

Acaso aqui, nesta vitrine de estudos fictícios, sossego tenho eu? Nestes espaços coletivos, amontoam-se revelações íntimas. Preciso agora me fixar num ponto − que se esvaneça em farelo de borracha, pó de queijo e grãos torrados esta paisagem que me fere e circunda −, e não pensar no que foi ou no que será. Mas me pergunto, o porquê, por que saímos em busca de um lugar e não permanecemos em casa? Se não há onde ficar, a cidade vai te empurrando pra fora, pra fora numa dança de cadeiras mais real do que nunca. Finalmente, já muito tarde na cidade sonolenta, consigo um assento no ônibus, sereno e volante.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 29/11/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A favor do voto obrigatório de Luis Eduardo Matta


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2012
01. Lobo branco em selva de pedra: Eduardo Semerjian - 1/3/2012
02. O lilás da avenida sou eu - 13/9/2012
03. Perdidos em Perdizes - 28/6/2012
04. Ode ao outono - 12/4/2012
05. O crime da torta de morango - 18/10/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BOTÂNICA - 9ª EDIÇÃO
WALDEMIRO POTSCH
FAHXP
(1964)
R$ 7,00



TRATADO DE QUIROLOGIA MÉDICA
KRUMM HELLER
ROSACRUCIANA
(1950)
R$ 50,00



BR-050 COLEÇÃO CAMINHOS DO BRASIL A ESTRADA DE ANHANGUERA
KAREN CAMACHO; MARCELO MAZURAS
MINISTÉRIO DA CULTURA
R$ 139,00



CRIAÇÃO EM DEBATE
CLAUDIA AMIGO PINO
HUMANITAS
(2007)
R$ 25,00
+ frete grátis



MANDALAS PARA CRIANÇAS
MARIE PRÉ
VERGARA & RIBA
(2007)
R$ 14,79



VYGOTSKY E BAKHTIN - PSICOLOGIA E EDUCAÇÃO
MARIA TERESA DE ASSUNÇÃO FREITAS
ÁTICA
(2002)
R$ 30,00



O CONGRESSO DOS ESTADOS UNIDOS
GERALD W. JOHNSON
RECORD
(1964)
R$ 7,00



INTRODUÇÃO AO MÉTODO TEOLÓGICO
JARED WICKS
LOYOLA
(1999)
R$ 20,00



TÁ GRAVANDO. E AGORA?
KÉFERA BUCHMANN
PARALELA
(2016)
R$ 9,00



PARIS UMA AGENDA DOS BONS ENDEREÇOS
BETH VANZOLINI DE PAULA MACHADO
EDIOURO
(1998)
R$ 8,75





busca | avançada
26396 visitas/dia
708 mil/mês