Uma lição de solfejo | Carina Destempero | Digestivo Cultural

busca | avançada
23155 visitas/dia
708 mil/mês
Mais Recentes
>>> Dois solos compõem a Terça Aberta no Kasulo
>>> Mídia em Foco debate as novas perspectivas do mercado da música
>>> "A PALAVRA FORA DO LUGAR: ESCRITORES REFUGIADOS E EM RISCO no CCBB RJ
>>> Escritora Regina Zappa fala sobre maio de 1968 no Sem Censura
>>> Roberta Sá e Gilberto Gil lançam single
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
>>> A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel
>>> Primavera para iniciantes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
Últimos Posts
>>> Entre a esperança e a fé
>>> Tom Wolfe
>>> Terra e sonhos
>>> Que comece o espetáculo!
>>> A alforja de minha mãe
>>> Filosofia no colégio
>>> ZERO ABSOLUTO
>>> Go é um jogo mais simples do que imaginávamos
>>> Wild Wild Country
>>> Um velho adolescente
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Diálogos no Escuro
>>> As cartas de Dostoiévski
>>> Sobre caramujos e Omolu
>>> Três filmes sobre juventude no novo século
>>> A idolatria do século XXI
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Vida ou arte em Zuzu Angel
>>> Mainardi e o jornal do futuro
>>> O lilás da avenida sou eu
>>> O Anvil e o amor à música
Mais Recentes
>>> Asterix na Córsega
>>> Lutando pela Vida
>>> Sociedade -O Espelho partido
>>> Tu és Isso (Tat Tvam Asi)
>>> Orfandades
>>> Muitas Vozes - Autobiografia de Uma Médium
>>> Como Fazer Uma Monografia
>>> Love, Rosie
>>> A Dieta do Yin e do Yang - Para Gordos, Magros e Instáveis
>>> Olhos Azuis, Coração Vermelho
>>> Marcas da Vida
>>> Corações de Pedra
>>> Corações de Pedra
>>> Por uma Semente de Paz
>>> Voz e Fala da Criança (No lar e na Escola)
>>> Com a Pré-Escola nas Mãos - Uma alternativa curricular para a educação
>>> Novo Mundo - Cartas de Viagens e Descobertas - A Visão do Paraíso
>>> Ouvidos Dourados - A arte de ouvir as histórias
>>> Enigma na Televisão
>>> Tokyo Summer of Dead (O verão dos mortos-vivos)
>>> Curação a arte de bem cuidar-se
>>> Abaixo a Lição de Casa!
>>> O Matrimônio e o Amor
>>> Aventura no Império do Sol
>>> Manu - A Menina que Sabia Ouvir
>>> A Fonte da Juventude
>>> Nó Cego - Inferno e Paraíso numa Fábrica de Loucos
>>> As Portas da Percepção/ Céu e Inferno
>>> Edward Schillebeeckx - Coleção Teólogos do Século XX
>>> Tratado de Psicologia Revolucionária
>>> Novo Endereço
>>> Lei das S.A.
>>> Grimble
>>> A Senda da Iniciação
>>> Por Acaso
>>> Matthew Lipman e a Filosofia Para Crianças. Três Polemicas
>>> Esperanto: O Novo Latim Da Igreja e do Ecumenismo
>>> Dicionário Judaico de Lendas e Tradições
>>> Amar de Novo
>>> Ética e Marketing Social - Editora Futura 2002
>>> Ética e Marketing Social - Editora Futura 2002
>>> Ética e Marketing Social - Editora Futura 2002
>>> Ética e Marketing Social - Editora Futura 2002
>>> Ética e Marketing Social - Editora Futura 2002
>>> Negocie, Influencie e Convença
>>> Gestão de Negócios uma Abordagem Brasileira
>>> Tudo o Que Aprendi Sobre o Mundo dos Negócios
>>> A Empresa Ágil
>>> Tudo Sobre Cheques
>>> Créditos Problemáticos e Inadimplência
COLUNAS

Segunda-feira, 30/6/2014
Uma lição de solfejo
Carina Destempero

+ de 2500 Acessos

Aí você diz que são os tempos modernos, a sociedade do consumo, a internet. Que o problema é a queda das instituições, o divórcio, a falência das religiões. E eu, também, digo isso. Mas aí leio Shakespeare. Romeu e Julieta. Aquela peça linda sobre um amor tão grande que os amantes preferiram a morte à impossibilidade de viver um sentimento tão verdadeiro. E no começo do livro tá lá o Romeu apaixonado pela Rosalina. Dois dias depois de procurar o Frei em desespero porque Rosalina não lhe queria, ele está lá de volta, mas dessa vez por causa da Julieta. Ué? Quer dizer que as juras de amor que não duram uma semana não são uma coisa atual?

Continuo concordando que muito do nosso modo de vida atual colabora pra essas relações efêmeras que se multiplicam a cada dia, mas já começo a achar que isso só acentuou uma característica humana que já existe há muito mais tempo. Talvez antes a institucionalização dos amores, os casamentos, arranjados ou não, mas que precisavam ser eternos, nos desse a impressão (para nós, que vivemos hoje) de uma permanência de sentimento que já não sei se existia. Talvez sim, essa, aliás, é uma das minhas teorias: as leis, tanto a jurídica como a moral, barravam um pouco o comportamento que Freud diria seguir o Princípio do Prazer, de pensar apenas na satisfação momentânea, e agora que não há mais nada nos segurando estamos como selvagens do amor, pensando apenas no que serve para o momento, loucos atrás de uma satisfação plena cuja ilusão só perdura por instantes antes de precisar ser substituída.

Será que esquecemos como é bom dividir a vida com alguém? Esquecemos como não há preenchimento melhor do que pode dividir a falta? Saber que a pessoa está do seu lado e que não vai desistir ao primeiro sinal de dificuldade, porque sabe que tudo que é bom tem um preço? Parece que sim. Aí acho que entra com força a questão da sociedade de consumo e de direitos, nossa recusa por pagar o mínimo que seja. Lembro-me agora de uma passagem da Inês Pedrosa que me marcou muito:

"Habituamo-nos a tratar os amores como electrodomésticos: quando se escangalham, vamos ao supermercado comprar um novo, igualzinho ao que o outro era. Consertar? Não compensa: o arranjo sai caro, além de que nunca se sabe muito bem onde procurar a peça que falta. Substituímos a eternidade pela repetição, e o mundo começou a tornar-se monótono como uma lição de solfejo. Tememos a maior das vertigens, que é a da duração."

Acho que ela pegou no ponto do que acontecia há alguns anos. Agora me parece que está ainda pior. Não precisa mais nem dar defeito: é só aparecer um "aparelho" de modelo mais novo, que aparentemente supre melhor as nossas necessidades que pronto, lá vamos nós trocar. Parece que nos tiraram os antolhos e agora estamos perdidos, olhando o tempo inteiro para os lados atrás do melhor parceiro, e quando o encontramos não paramos, porque vai que tem um outro ainda melhor que eu ainda não vi?

Ao mesmo tempo, o que mais se escuta são lamúrias: Vivemos rodeados de gente, mas sozinhos, Não aguento mais tanta solidão, Ninguém mais quer se comprometer, Ninguém quer uma relação de verdade. Quando escuto isso sempre penso, e muitas vezes pergunto, E você, que está reclamando, você quer se comprometer? Você está disposto a abrir mão de fazer tudo do seu jeito sempre, de parar de olhar o outro como mercadoria e dar tempo para que se conheçam como pessoas, com qualidades, defeitos e desejos, sem compara-lo com três outros que talvez sejam melhores? Enquanto tratarmos as pessoas e os amores como produtos, não podemos esperar nada além do apodrecimento.


Carina Destempero
Rio de Janeiro, 30/6/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Saudade de ser 'professor' de Filosofia de Cassionei Niches Petry
02. O humor no divã de Freud de Carina Destempero
03. Hilda Hilst, o IPTU e a Chave da Cidade de Yuri Vieira
04. O problema é com o assédio, não com os homens de Adriana Baggio
05. Edward Snowden: a privacidade na era cibernética de Humberto Pereira da Silva


Mais Carina Destempero
Mais Acessadas de Carina Destempero em 2014
01. O humor no divã de Freud - 27/1/2014
02. O Bigode - 22/8/2014
03. A violência do silêncio - 24/3/2014
04. Uma lição de solfejo - 30/6/2014
05. Memória de Elefante - 24/2/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REFLEXIONES DEL ACTOR - LOUIS JOUVET
LOUIS JOUVET
EDITORIAL PSIQUE
(1956)
R$ 45,00



TURMA DA MÔNICA JOVEM - Nº 80
MAURÍCIO DE SOUSA
PANINI
(2015)
R$ 3,00



ASSASSINATO NO CAMPO DE GOLFE
AGATHA CHRISTIE
CÍRCULO DO LIVRO
(1985)
R$ 8,08



ALÔ, CHICS!
GLÓRIA KALIL
EDIOURO
(2007)
R$ 11,90



ALMANAQUE DO SAMBA
ANDRÉ DINIZ
ZAHAR
(2006)
R$ 29,90



NA PRAIA
IAN MCEWAN
COMPANHIA DAS LETRAS
(2018)
R$ 20,00



THE HARPERCOLLINS CONCISE ATLAS OF THE BIBLE
JAMES B. PRITCHARD
HARPERONE
(2000)
R$ 90,00



MINHAS HISTORIAS DOS OUTROS
ZUENIR VENTURA
PLANETA
(2005)
R$ 7,00



BARBARA
JULIO CESAR MONTEIRO MARTINS
CODECRI (PASQUIM)
(1979)
R$ 7,50



VIDAS DE ESTADISTAS AMERICANOS - 1º VOLUME - 2ª EDIÇÃO
HENRY THOMAS; DANA LEE THOMAS
GLOBO
(1957)
R$ 10,00





busca | avançada
23155 visitas/dia
708 mil/mês