Sobre o caso Idelber Avelar | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
22864 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Alexandre Grooves comemora Troféu Cata-vento, pré-indicação ao Grammy e lançamento no Japão
>>> Estreia de Pelas Ordens do Rei Que Pede Socorro comemora 20 anos do grupo O Buraco d'Oráculo
>>> Espetáculo 'As Filhas da Mãe' completa 35 anos.
>>> Bloco Fogo e Paixão faz a festa na Zona Portuária
>>> Papo Astral: guia astrológico para o leitor se conhecer melhor
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 8.Heroes of the World
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair
>>> Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 5. Um Certo Batitsky
>>> A vida dos pardais e outros esquisitos pássaros
>>> Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s)
>>> Bates Motel, o fim do princípio
>>> Bruta manutenção urbana
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Feliz 2018
>>> Boa Vista
>>> O preço
>>> Você já atualizou sua história hoje?
>>> Sorvedouro
>>> Reter ou não reter
>>> O Peregrino
>>> Sismógrafos
>>> La ansiedad
>>> Barrados no baile
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A poesia concreto-multimídia de Paulo Aquarone
>>> Elogio Discreto: Lorena Calábria e Roland Barthes
>>> O que vai ser das minhas fotos?
>>> A reforma agrária das idéias: os blogs
>>> E eu mais ainda!
>>> Os sem-celular
>>> Freud segundo Zweig
>>> Olímpica
>>> Metade da laranja ou tampa da panela?
>>> Preparar Para o Impacto
Mais Recentes
>>> Feras Futebol Clube - Ioiô o Que Dança Com a Bola Autor (a): Joachim Masannek
>>> T. l. osborn ( curai enfermos e expulsai demonios )
>>> A Dança
>>> Jessie Penn-Lewis ( Guerra contra os santos tomo 2 )
>>> Jessie Penn-Lewis ( Guerra contra os santos tomo 1 )
>>> A Educação pela Dança
>>> 101 Idéias Criativas Para Professores
>>> 21 Dias de Oração e Jejum Pelo Sertão
>>> Os Insondáveis Propósitos de Deus
>>> Natália Lessa
>>> Parceiros na Missão
>>> Um General Perto de Deus
>>> A Oração de Moisés
>>> Dulce Beltrão
>>> Adolescentes, pesquisa sobre uma idade de risco
>>> Turismo e Planejamento Sustentavel
>>> Turismo e Legado Cultural
>>> Vidas cruzadas
>>> Disney´s Pocahontas
>>> The world is made of Glass
>>> Medo da Vida
>>> Biologia Celular e Molecular
>>> Viagem a Inglaterra e Escocia
>>> Aventuras de Tom Sawyer
>>> Proyecto Lazaro
>>> O primo basilio
>>> Noticia de un secuestro
>>> GONE - Desaparecer - Livro 3
>>> A fraude do Efeito - Estufa
>>> Saga O Vampiro Rei - Bento - Livro 1
>>> Sapphique
>>> Freud
>>> Fallen Angels - Desejo
>>> O Cavalo Amarelo
>>> Conecte Filosofar Terceira Parte
>>> Tratamento de Concreto Armado: em 6 volumes
>>> A mansão Hollow
>>> Encontro com a morte
>>> E não sobrou nenhum - Edição de Bolso
>>> Tentada
>>> Conecte Filosofar-segunda Parte
>>> Os elefantes não esqueçem
>>> Veneno-Saga Encantadas
>>> Conecte Filosofia - Caderno de Competências
>>> A Princesa Apaixonada
>>> Como ser um pirata
>>> A Princesa sob os refletores
>>> Conecte Filosofia - Caderno de Revisão
>>> Vida Roubada
>>> Natal de Poirot
COLUNAS

Segunda-feira, 8/12/2014
Sobre o caso Idelber Avelar
Julio Daio Borges

+ de 4700 Acessos

* Começo dizendo que não conheço o Idelber Avelar. Conheço de nome. Porque o blog dele é do tempo da "blogosfera" brasileira do início dos anos 2000, e, por causa do Digestivo Cultural, não tenho como *não conhecer*. Sei que era um blog de esquerda. E lembro vagamente das polêmicas dele com o Alexandre Soares Silva, que, antes de virar blogueiro conhecido, foi colunista do Digestivo. Não lembro se li um texto inteiro do Idelber Avelar. Só sei que era um tipo de engajamento que eu não publicaria no Digestivo. Isso tudo sobre a "persona" dele no blog. A *pessoa* dele eu realmente não conheço.

* Assim sendo, vou tentar falar sobre o caso hipoteticamente: falar sobre o caso em si, e falar menos - ou nada - sobre ele, Idelber, porque não o conheço. O que me interessa, aqui, é muito mais *o que* aconteceu do que propriamente as pessoas envolvidas. Vou tentar falar mais sobre o evento, o acontecimento em si, e sobre seus desdobramentos, do que sobre os envolvidos.

* Vi tweets aqui e ali, piadas, e fui procurar as tais conversas dele com as mulheres, supostamente, "assediadas" por ele. Me chocaram. A ponto de não conseguir emitir nenhum juízo logo de início. Fiquei em estado de choque por um tempo. Por ele. Por elas. E pelas conversas em si. Se eu não conhecesse ele - de nome -, pensaria que se tratava de mais um "maníaco" da internet. Stalkers etc. Essas pessoas existem. Já conheci algumas. Não falo exatamente de maníacos sexuais. Falo em maníacos de internet "em geral". Não que a internet tenha "culpa". São pessoas que, simplesmente, têm esses seus lados obscuros aflorados pela internet. Não sei se o Idelber é um desses tipos, mas o sujeito das conversas parece que é.

* Acontece que se o sujeito das conversas é esquisito, as moças também são. Ele xinga elas de um monte de nomes e elas parece que se excitam com aquilo. O sujeito das conversas as obriga a situações de extrema humilhação, inclusive fora da cama, e elas, aparentemente, obedecem. Elas se submetem *por ele*. E parece que, durante um tempo, concordaram resignadamente com aquilo. Não parece que estavam sendo coagidas. Mesmo quando uma delas é, aparentemente, ameaçada pelo marido, com uma arma na cabeça, permanece fiel ao sujeito das conversas, ao "Ricardão" (como ele se autodenomina).

* Não sou psicanalista mas acho que é um caso para a psicanálise. Ou psiquiatria. Há toda uma discussão sobre o aspecto sexual, da história, na internet. E o próprio Idelber - ele mesmo - publicou uma resposta dizendo que as "perversões" (coloco entre aspas porque ele não usa essa palavra) não tem nada de mais, não impressionariam o Marquês de Sade. Bem, eu não sei o que *impressionaria* o Marquês de Sade. E não sei se quero saber. (Acho que não.) E por falar em Sade, há, para mim, evidente "sadismo" no sujeito das conversas. E há evidente masoquismo nas mulheres com quem ele conversa. Elas sofrem mas elas gostam. Ou gostam por um tempo. Parece.

* Esse é o quadro, a meu ver. Agora, as repercussões. Não sabia desse feminismo todo que grassa na internet. Não é aquele feminismo que você imagina que é. Não é Simone de Beauvoir, por exemplo. A Beauvoir, provavelmente, seria acusada de "burguesa", por essas feministas de agora. A fidelidade dela a Sartre, apesar de tudo o que ele fez com ela, seria duramente atacada por elas. Simone de Beauvoir, por incrível que pareça, seria acusada de "machista". Porque nunca negou seu amor a um homem que teve quantas mulheres quis, na frente dela. Convenceu-a a estar com outros homens, inclusive, e com outras mulheres. Sartre seria considerado um verdadeiro monstro para elas. E a Beauvoir, então, nem sei o que sobraria dela...

* Pois essas feministas, de agora, leram as tais conversas. Parece que o Idelber já discutia com elas, no seu blog. Aliás, parece que posar de "feminista" - é uma das famas dele, Idelber - atraía as tais mulheres (das conversas) para a "armadilha". É o que aparece nos relatos das tais mulheres, junto com as conversas delas. Agora, para completar a confusão, parece que houve feministas, dessas hipermodernas, que atacaram as mulheres das conversas. Sim, *as mulheres*. Segundo as hiperfeministas de hoje, elas, ao revelarem as conversas - e ao fazerem os relatos, sugerindo assédio -, "se fizeram de vítimas". E, para as feministas do século XXI, ai da mulher que se fizer de "frágil". Está confirmando o "domínio" do sexo masculino. Ficamos sem saber como elas deveriam reagir num caso de verdadeiro assédio (se é que não houve assédio). Deveriam aceitar? A fim de *não passar* por "vítimas"? Por "frágeis"? Como se não bastasse toda a neurose nas conversas, ainda tem mais essa.

* E teve um desdobramento político da história. Como se não bastasse todos os outros. Dizem que Idelber sempre defendeu o PT. Mas como, nas últimas eleições, se voltou contra Dilma, estaria sofrendo as consequências. Logo, toda essa polêmica nada mais seria que uma "armação" da esquerda radical contra alguém que a traiu (Idelber, ele próprio). Parece esdrúxulo, mas faz algum sentido (não que eu concorde), porque houve feministas, bem de esquerda, atacando ele (também). Como se pode ver, tem feministas para todos os gostos... O argumento dessas feministas é que o sujeito das conversas "abusa" das mulheres (no sentido mais amplo do termo). E isso seria machismo. Tendo a concordar com elas (com essas feministas). Só não acho que elas (as mulheres das conversas) são totalmente inocentes. Enfim, é complexo (e você já deve ter se perdido, eu imagino).

* Para complicar mais um pouco, surgiu um depoimento de um homem. Sim, um homem. Ele se chama Alex Castro. E esse eu conheço de conversar por e-mail. Além de conhecê-lo pelo blog que ele teve - e que ficou conhecido, também, na época áurea da blogosfera brasileira. O Luis Eduardo Matta, o nosso LEM, fez uma entrevista com ele, Alex, para o Digestivo, onde ele falava de seu trabalho como escritor. Tendo a acreditar no Alex, embora não o conheça pessoalmente (presencialmente, quero dizer). O Alex diz que foi fazer um mestrado com o Idelber, nos Estados Unidos, e, além de não ter completado o mestrado, porque se desentenderam, disse ter sofrido assédio moral, se eu entendi bem. Não quero acusar o Idelber de nada. Mas esse aspecto "manipulador" - da história do Alex - parece que combina com o sujeito das conversas.

* Por último (sei que já está cansando), o comportamento do Idelber, ele mesmo. Não quero julgá-lo, como já disse, mas foi estranho que, quando as conversas das mulheres vieram à tona, ele sumiu da tela. E seus perfis, no Twitter e no Facebook, sumiram também. De qualquer forma, ele reapareceu, em seu blog, recentemente. E parece que escreveu um post orientado por um advogado. Antes havia declarado, quando procurado, através de sua assessoria jurídica, que "as conversas eram consensuais". Bom, isso dá para perceber (quando se lê). Agora, pelo blog, ele diz que está processando quem expôs as conversas. Está processando as próprias mulheres que conversaram com ele, é isso? E está processando, também, por calúnia e difamação. A quem, exatamente? E, como eu mencionei acima, minimiza o suposto "assédio", ressaltando o lado "sexual" das conversas - comparando-as com os comportamentos dos libertinos do século XVIII. A fim de não sofrer, igualmente, um processo, deixo as conclusões deste parágrafo para vocês...

* Para encerrar, abordo o aspecto "social" da história. Imagino que os "vazamentos" dessas conversas devem ter deixado muita gente preocupada. Afinal, em tempos de internet, quem nunca teve, pelo menos, uma conversa suspeita, que, ao ser revelada, poderia causar um estrago também? Não estou falando que todo mundo tem o seu lado "sádico" e/ou "masoquista". Não estou defendendo o sujeito das conversas, nem as mulheres e nem as conversas em si. Mas apenas observando que trechos dúbios de conversas, quando fora de contexto, podem ser interpretados de mil maneiras. Não estou falando, necessariamente, de assédio sexual. Nem apenas de assédio moral. Basta lembrar daqueles e-mails - no trabalho mesmo - "com cópia para todo mundo", que, originalmente privativos, ofendem... E não quero soar moralista, mas que sirva, ainda, de alerta para o excesso de exposição, a que as pessoas hoje se submetem - com gente que mal conhecem...


Julio Daio Borges
São Paulo, 8/12/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Da varanda, este mundo de Elisa Andrade Buzzo
02. O quanto podemos compreender de Guilherme Carvalhal
03. Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II) de Jardel Dias Cavalcanti
04. Eleições nos Estados Unidos de Marilia Mota Silva
05. A Garota do Livro: uma resenha de Heloisa Pait


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2014
01. Como detectar MAVs (e bloquear) - 22/10/2014
02. 40 - 29/1/2014
03. Sobre o caso Idelber Avelar - 8/12/2014
04. Meu Primeiro Livro - 18/6/2014
05. Mamãe - 19/1/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A CATEDRAL DO MAR
ILDEFONSO FALCONES
ROCCO
(2006)
R$ 50,00



THE DREAMING O REINO DOS SONHOS ESPECIAL O JULGAMENTO DE CAIM
LEN WEM BRIAN APTHORP
VERTIGO
(1999)
R$ 20,00



O TEATRO DE ANTONIO ROCCO (TEATRO BRASILEIRO)
ANTONIO ROCCO
IMPRENSA OFICIAL
(2009)
R$ 7,00



DIA DE CONFISSÃO
ALLAN FOLSOM
ROCCO
(2004)
R$ 23,10



HERMANDAD DE BORDADORAS Y TEJEDORAS DE BELÉN Y GIGANTERÍA - EM ESPANHOL (BONECOS E CULTURA POPULAR EM CUBA)
SILVANA GARRIGA (ORG.)
EDICIONES BOLOÑA - CUBA
(2009)
R$ 25,00



NO CAMINHO DE SWANN
MARCEL PROUST
ABRIL
(1979)
R$ 15,00



UM LIVRO FORJADO NO INFERNO- O TRATADO ESCANDALOSO DE ESPINOSA E O NASCIMENTO DA ERA SECULAR.
STEVEN NADLER
TRÊS ESTRELAS
(2013)
R$ 29,99



OS ORIXÁS - OMOLU/OBALUAIÊ
CARLOS LOMBARDI
TRÊS
R$ 12,00



PANGERMANISMO E NAZISMO. A TRAJETÓRIA ALEMÃ RUMO AO BRASIL
MARIONILDE BREPOHL DE MAGALHÃES
UNICAMP
(1988)
R$ 45,00
+ frete grátis



A LÓGICA DOS ORIENTAIS- HENRY CORBIN E A CIÊNCIA DAS FORMAS
CHRISTIAN JAMBERT
GLOBO
(2006)
R$ 17,60





busca | avançada
22864 visitas/dia
1,0 milhão/mês