Apresentação - Luís Fernando Amâncio | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês
Mais Recentes
>>> ESCOLA PANAMERICANA REALIZA NOVA EDIÇÃO DO ARTESCAMBO
>>> Evento apresenta influência da gastronomia italiana na cultura de São Paulo
>>> Festival Cine Inclusão tem sessão de encerramento dia 23/9 na Unibes Cultural
>>> Exposição de Fábio Magalhães na CAIXA Cultural São Paulo termina dia 24 de setembro
>>> Vânia Bastos apresenta o premiado "Concerto para Pixinguinha", no Teatro Municipal Teotônio Vilela,
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> É de fibra
>>> O indomável Don Giovanni
>>> Caracóis filosóficos
>>> O mito dos 42 km
>>> Setembro Paulista
>>> Apocalipse agora
>>> João, o Maestro (o filme)
>>> Metropolis e a cidade
>>> PETITE FLEUR
>>> O fantasma de Nietzsche
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com o poeta Régis Bonvicino
>>> Pascal e a condição humana
>>> Alberto Caeiro, o tal Guardador de Rebanhos
>>> O gato diz adeus
>>> Ascese, uma instalação do artista Eduardo Faria
>>> Rousseau e a Retórica Moderna
>>> Sartre e a idade da razão
>>> Encontros (e desencontros) com Daniel Piza
>>> Para você estar passando adiante
>>> Para você estar passando adiante
Mais Recentes
>>> Platero E Eu
>>> O Piano
>>> Blue Like Jazz - Nonreligious Thoughts On Christian Spirituality
>>> A Prece Ucraniana na Pressa da Cidade- as renegociações das práticas religiosas ucranianas nos espaços da cidade de Curitiba, a partir de 1960
>>> Harmonia
>>> O Muro
>>> Tetralogia Monstro
>>> O Poder da Mulher que Ora
>>> Historia Geral Da Africa, Vol.2 Africa Antiga
>>> Revista de Cultura Brasileña - Número 39, junho de 1975 (ESPANHOL/PORTUGUÊS)
>>> Perspectivas da Cultura Brasileira - Miguel Reale
>>> Cenas de um casamento sueco - Ingmar Bergman (Cinema)
>>> Movimento Brasileiro: Contribuição ao estudo do Modernismo - Maria Eugênia da Gama Alves Boaventura (Arte e Ciências Humanas)
>>> André Malraux: Três aspectos e uma síntese (A aventura, a política, a arte) Frederico dos Reys Coutinho (Literatura Francesa)
>>> A música na Revolução Francesa - Enio Squeff
>>> A Invasão Cultural Norte-Americana - Júlia Falivene Alves (Cultura)
>>> Arte-Educação no Brasil - Ana Mae T. B. Barbosa
>>> Informação. Linguagem.Comunicação. - Decio Pignatari (Comunicação)
>>> Mito e Realidade - Mircea Eliade (Filosofia)
>>> A Holanda no tempo de Rembrandt - Paul Zumthor (Artes Plásticas)
>>> Portinari: Exposição de sua obra de 1920 até 1948 (Artes Plásticas)
>>> O Surrealismo - Yvon Duplessis (Arte/Estética)
>>> Museu Lasar Segall - 50 obras do acervo (Artes Plásticas)
>>> Arte & Deformação - Como entender a estética moderna - Assis Brasil
>>> El Arte: Formas de la conciencia social - V. Kelle/M. Kovalson (Em Espanhol) (Arte e Política)
>>> A Perspectiva - R. Taton & A. Flocon (Artes Plásticas)
>>> Cultura de Massa e Política de Comunicações - Waldenyr Caldas
>>> Problemas del arte en la revolución - Carlos Ragael Rodríguez (Em Espanhol)
>>> Itinerario estético da la Revolución Cubana - José Antonio Portuondo EM ESPANHOL(Estética)
>>> O Livro Perdido de Enki-Memórias e Profecias de um Deus Extraterrestre
>>> A Igreja
>>> Blecaute - 28ª ed.
>>> O Populismo na Política Brasileira
>>> Livro de Colorir Reino Animal
>>> Nas Trilhas da Crítica - Coleção: Críticas Poéticas
>>> Fé em Busca de Compreensão
>>> Carta aos Romanos
>>> Enciclopédia da Vida Selvagem - Animais da Selva III
>>> Mary Poppins
>>> Antologia Da Literatura Fantástica
>>> Saco de Ossos - 2 volumes
>>> Olhe Para Mim
>>> Guia Prático Enem - Matemática E Suas Tecnologias
>>> A Sombra Materna
>>> Histórias Da Vida Inteira
>>> Honoráveis Bandidos - Um Retrato Do Brasil Na Era Sarney
>>> Eternidade Mortal
>>> Ambientes Da Democracia Ambiental
>>> Trinta Anos Esta Noite - O que Vi e Vivi
>>> Pimenta Do Reino Em Pó
COLUNAS >>> Especial Apresentações

Domingo, 13/7/1986
Apresentação - Luís Fernando Amâncio
Luís Fernando Amâncio

+ de 1400 Acessos

Geralmente, as pessoas conhecem Três Corações pelos seguintes motivos: 1) Pelé nasceu lá; 2) é caminho para São Tomé das Letras; 3) por causa da famosa marca de café - que nem é da cidade.

A mim não foram dadas essas opções: conheci Três Corações porque foi onde nasci. Isso no longínquo ano de 1986, que legou ao mundo alegrias como a visita do cometa Harley, o Master of Puppets, do Metallica, o segundo título do São Paulo F. C. no Brasileirão (clubismo detectado/ a final foi em 1987, mas isso é detalhe) e os jogos de vídeo-game Adventure Island e Castlevania.

Quando eu tinha 18 anos, me mudei para Belo Horizonte para cursar História na UFMG. Não me perguntem o que motivou a escolha, é capaz de até hoje eu não ter a resposta. Não foi para virar professor, já adianto. Dar aulas é algo que você faz por ter talento e/ ou gostar muito da atividade. Não se faz pelo dinheiro. Eu não tinha nada disso - nem dinheiro, inclusive.

Mas eu gostei do curso. Aprendi muito enquanto pensava no lugar do homem no tempo, em memória e no tanto que a "verdade" é uma ilusão de ótica. Fui feliz, amigos e amigas, tanto que emendei um mestrado na mesma área. O título da minha dissertação foi "Ação, logo, cinema: o engajamento político do movimento de Cinema Novo a partir de sua produção escrita e do filme Garrincha, Alegria do Povo (1963)". Grande, né? Tenho bastante orgulho desse trabalho, sobretudo por ele ter sido, minha despedida da vida acadêmica. A dissertação está disponível, caso algum destemido leitor queira conferi-la, AQUI

Lá pelo meio do mestrado ficou bem claro para mim que eu sou feliz mesmo é escrevendo literatura. Porque só felicidade justifica continuar nessa labuta, caro leitor, cara leitora. Na verdade, esse prazer vem de pouco depois que me alfabetizei. Numa tarde entediada de sábado, resolvi juntar o parco vocabulário que eu tinha e escrevi uma história. Não lembro direito do que se tratava, sei que era algo sobre um pato e, eu chutaria, uma lagoa. Nada demais. Entretanto, minha família ficou bastante comovida com minha manifestação espontânea em escrever algo sobre uma ave. Deveriam ter pensado se não era um pouco preocupante um menino de sete anos preferir escrever em pleno sábado a brincar - no mínimo, eu precisava de renovação no meu estoque de brinquedos, mas tudo bem. Ficaram bem felizes. E eu gostei da experiência, de saber que as pessoas poderiam ficar interessadas em alguma coisa que eu criasse.

Nos últimos anos participei de antologias de poemas, crônicas, contos e microcontos. Até que, em 2014, publiquei meu primeiro livro, Contos de Autoajuda para Pessoas Excessivamente Otimistas, pela Editora LiteraCidade. Como podem ver, gosto de títulos grandes - vai ver é porque tenho nome composto, sei lá. A publicação ocorreu porque fui um dos selecionados em prêmio literário promovido pela editora paraense. O texto de divulgação do livro dizia o seguinte:

"Acreditar nos seus sonhos, crer que o dia de amanhã será ainda melhor, achar que a humanidade está dando certo... Tudo isso é muito válido. Mas não se engane: o otimismo em excesso pode ser um perigo. É importante ter os pés no chão, até porque no caminho há degraus. E quando a vaca está indo para o brejo, mais do que gritar "força, vaquinha, você consegue!", pode ser mais útil chamar um guincho."

Sou também um dos blogueiros do Digestivo Cultural. Você pode acessar minha página clicando AQUI

E pode saber mais sobre mim na entrevista de apresentação que concedi, junto com minha irmã, Angélica Amâncio, para o blog do Digestivo: Entrevista com os Irmãos Amâncio

Capa de Contos de Autoajuda para Pessoas Excessivamente Otimistas


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 13/7/1986


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Lançamento de Viktor Frankl de Celso A. Uequed Pitol
02. As crianças do coração do Brasil de Elisa Andrade Buzzo
03. Meu pé quebrado de Luís Fernando Amâncio
04. Dando conta de Minas de Marta Barcellos
05. George Orwell e o alerta contra o totalitarismo de Gian Danton


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio
01. Tricordiano, o futebol é cardíaco - 26/4/2016
02. Nos tempos de Street Fighter II - 31/5/2016
03. Radiohead e sua piscina em forma de lua - 28/6/2016
04. Em nome dos filhos - 31/1/2017
05. Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão - 30/8/2016


Mais Especial Apresentações
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO LER A CARTA DE JUDAS- CORAGEM PARA LUTAR PELA FÉ
JOSÉ BORTOLINI
PAULUS
(2001)
R$ 18,00
+ frete grátis



O EXECUTIVO SEM CULPA
JOÃO ERMIDA
LUA DE PAPEL
(2010)
R$ 13,16



O ÚLTIMO E GRANDE DIA DA FESTA
DONG YU LAN
ÁRVORE DA VIDA
(2007)
R$ 5,00



A TESTEMUNHA OCULAR DO CRIME
AGATHA CHRISTIE
CÍRCULO DO LIVRO
(1986)
R$ 4,90



O HOMEM EM TEILHARD DE CHARDIN
CHAUCHARD
HERDER
(1973)
R$ 6,30



CIRCUITOS LINEARES
CHARLES M. CLOSE
LTC - LIVROS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS
(1975)
R$ 65,00



O QUE FREUD NÃO EXPLICOU
MAURÍCIO SITA
SER MAIS
R$ 12,45
+ frete grátis



A REBELDE APAIXONADA
FRANK G. SLAUGHTER
NOVA CULTURAL
(1986)
R$ 3,00



LIBERTINOS LIBERTÁRIOS
ADAUTO NOVAIS
COMPANHIA DAS LETRAS
(1996)
R$ 89,90



O TEATRO DE ANTONIO ROCCO (TEATRO BRASILEIRO)
ANTONIO ROCCO
IMPRENSA OFICIAL
(2009)
R$ 7,00





busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês