A trilogia Qatsi | Guilherme Carvalhal | Digestivo Cultural

busca | avançada
38231 visitas/dia
947 mil/mês
Mais Recentes
>>> Companhia de Danças de Diadema leva "por+vir" ao palco do Teatro Clara Nunes
>>> 38ª Edição da Feira da Comunidade acontece no domingo, 29 de outubro, na A Hebraica
>>> Alex Flemming inaugura intervenção "Anaconda" na Casa-Museu Ema Klabin
>>> Fundação Ema Klabin abre Festival Internacional de Música Judaica
>>> Projeto Jardim Imaginário inaugura a instalação "Penetra" de Marcius Galan
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Vegetativo
>>> Açaí com granola
>>> Em suspenso
>>> Nesse mundo de anjos e demônios
>>> A lâmpada
>>> Irredentismo
>>> Tabela periódica
>>> Insone
>>> Entre Súcubos e Íncubos
>>> Aonde eu quero chegar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Adiós, muchachos
>>> Bang bang: tiroteio de clichês
>>> absolutamente
>>> Estrangeirismos, empréstimos ou neocolonialismo?
>>> Verão Poesia Internacional BH
>>> Felicidade: reflexões de Eduardo Giannetti
>>> O grande livro do jornalismo
>>> Olga e a história que não deve ser esquecida
>>> Tectônicas por Georgia Kyriakakis
>>> Crítica à arte contemporânea
Mais Recentes
>>> Uma Exposição dos Sete Eras da Igreja
>>> George Lucas: Skywalking A Vida e a Obra do Criador de Star Wars
>>> Star Wars - Sombras do Império
>>> Star Wars - Troopers da Morte
>>> Star Wars - Herdeiro do Império - Vol. 1
>>> Star Wars - Provação
>>> Star Wars - Marcas da Guerra Livro 01
>>> Einstein O Campo Unificado
>>> Dez Lições de Sociologia
>>> Manual do paulistano moderno e descolado
>>> Amor e solidão
>>> Grammar Practice for Intermediate Students
>>> Sombra Errante- a perceptora na narrativa inglesa do século XIX
>>> A mecânica das águas
>>> Judy Moody salva o mundo!
>>> O nascimento do prazer
>>> Cálculo Volume 2
>>> Engenharia de Controle Moderno
>>> Curso de Ciruitos Elétricos Volume 1
>>> Um curso de Cálculo Volume 1
>>> História da Literatura Brasileira - Vol. único
>>> A arte da Guerra - Os treze capítulos - 2ª ed.
>>> Sua Eminência o Cardeal Dom Lucas Moreira Neves
>>> A Princesa Vermelha
>>> As Ilusões Armadas: A Ditadura Envergonhada - Vol. 01
>>> Estudos sobre os Lusíadas////Estudos da Língua Portuguesa
>>> As Ilusões Armadas: A Ditadura Escancarada - Vol. 02
>>> Hamlet
>>> Fedro
>>> Número Zero
>>> Roma Antiga - De Rômulo a Justiniano. Convencional
>>> Essencial Franz Kafka
>>> The Communist Manisfesto And Other Writings
>>> Harlequin (The Grail Quest) Vol. 01
>>> Nova Visão em Ortodontia-Ortopedia Facial
>>> Sociologia - Introdução à ciência da sociedade (4ª ed.)
>>> Diagnostico,Planejamento e Condutas Clinicas na Técnica Ortodôntica
>>> The Child With Traumatic Brain Injury Or Cerebral Palsy
>>> Teoria Geral do Estado
>>> Roteiro para Mídia Eletrônica - TV, rádio, animação e treinamento corporativo
>>> The Art of The Advocate
>>> O Problema da Obediência em Hobbes
>>> Mitos e Mitologias Políticas
>>> 1946 - Le Droit Mis en Scéne
>>> Enfermagem em Cardiologia
>>> Fundamentos de Dentistica Operatoria
>>> Saude EM Contingencia Com Prudutos Quimicos
>>> O medo de Montalbano
>>> Pátria de Histórias Bahia prosa e poesia
>>> Torrentes Espirituais
COLUNAS

Quinta-feira, 15/10/2015
A trilogia Qatsi
Guilherme Carvalhal

+ de 1600 Acessos



A trilogia Qatsi, idealizada pelo diretor Godfrey Reggio, foi uma das mais inovadoras formas de se realizar cinema e causar impacto nos espectadores já propostas. Composta pelos filmes Koyaanisqatsi (1983), Powaqqatsi (1988) e Naqoyqatsi (2002), essa série de documentários é umas das mais singelas maneiras de se observar o mundo moderno já executadas pela sétima arte.

O modelo estético é de um documentário mudo, regido apenas pela trilha sonora, porém sem uma narrativa textual. Seu estilo remete ao filme Um Homem com uma Câmera, de Dziga Vertov, em que apenas a imagem serve para contar uma história, dispensando palavras.

O nome dos filmes vem da língua hopi, um idioma indígena dos Estados Unidos. Qatsi significa vida e os filmes se chamam Vida em Desequilíbrio (Koyaanisqatsi), Vida em Transformação (Powaqqatsi) e Vida Como Guerra (Naqoyqatsi). Cada um representa um determinado contexto, tanto pela época em que foi produzido quanto pela evolução das ideias do diretor.

Koyaanisqatsi é expressivo com relação aos Estados Unidos moderno. O filme utiliza de imagens de natureza e de cidades, mostrando contrastes e realidades diferentes da nação. São os parques nacionais, cânions, o trânsito em constante movimento, tudo isso demonstrado através de beleza poética. É um primeiro passo na proposta de trabalho, em que o autor mostra seu país e sua realidade próxima.

No segundo filme, a proposta se torna mais ampla. Agora o foco das câmeras de Reggio não se limitam somente aos seu país, mas ao mundo inteiro. Powaqqatsi costuma ser considerado o melhor dos três e esse juízo é compreensível e facilmente aceito por quem assiste. O filme tem uma visão peculiar sobre diversos países, sendo uma expressão de sua cultura e de seu dia a dia.

Nessa segunda obra, são expressos o cotidiano e a cultura de diversos países, como o patrimônio cultural, natural e arquitetônico, além de registrar pequenos atos que mostram o funcionamento de diversos povos. É uma série de imagens marcantes que levam as pessoas a mergulhar em um imenso caldeirão cultural existente mundo afora. O Brasil tem destaque pela parte inicial, onde é mostrado o trabalho em Serra Pelada, em um retrato cru da vida dos mineradores.

Naqoyqatsi mostra o mundo moderno em uma ambientação diferente dos dois primeiros filmes. Essa visão sobre a modernidade que nos dois primeiros filmes se estabeleceu entre conflitos entre moderno e antigo, entre inovação e tradição, nas relações de trabalho e desigualdade social (um dos pontos principais de Koyaanisqatsi), aqui se foca no viés do mundo digital, uma realidade ainda não tão evidente quando no lançamento do primeiro filme da série.

Na terceira obra, as influências tanto de conteúdo quanto de estética estão ligadas às novas tecnologias que adentraram no cotidiano do mundo na década de 1990. É o visual ligado à biotecnologia, às artes digitais, à cibernética e toda inovação que se introduziu na humanidade nos anos antecessores ao seu lançamento.

Apesar de em determinados níveis os dois primeiros se interligarem mais esteticamente que o terceiro e do segundo filme ser claramente superior em relação aos demais, o conjunto dos três forma um panorama claro tanto do mundo atual quando da evolução do diretor na composição de sua obra. São filmes que mostram conflitos variados em realidades diversas, mas componentes de um único mundo. E, se muitas vezes o contato cultural é intermediado pelos relatos de um jornalista, aqui o modelo destituído de narrativa pode tornar o filtro menor, apenas mediado pela mão do cinegrafista e dos editores.

O próprio diretor afirmou não possuir nenhuma mensagem que desejasse passar através dos filmes, deixando em aberto a mensagem para que cada um chegasse às suas próprias conclusões. E, para tornar a experiência ainda mais fabulosa, os três filmes contam com trilha sonora assinado pelo grande Philip Glass.

A trilogia Qatsi é um filme que se faz cada vez mais necessário ser visto. Mesmo em um mundo globalizado, muitas barreiras culturais persistem. E obras como essa são essenciais para derrubá-las.

Koyaanisqatsi



Powaqqatsi



Guilherme Carvalhal
Itaperuna, 15/10/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Orgulho e preconceito, de Jane Austen de Fabio Silvestre Cardoso


Mais Guilherme Carvalhal
Mais Acessadas de Guilherme Carvalhal em 2015
01. Meio Sol Amarelo - 3/9/2015
02. Influências da década de 1980 - 30/7/2015
03. A trilogia Qatsi - 15/10/2015
04. A grande luta das pessoas comuns - 19/11/2015
05. O cinema de Weerasethakul - 2/7/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ALFAGENIA E HIPNOSE
ERIMÁ MOREIRA
C ROKA
(1997)
R$ 35,00



OS LITIGANTES
JOHN GRISHAM
ROCCO
(2012)
R$ 10,00



SOCIOLOGIA DE LA COMEDIA ESPAÑOLA DEL SIGLO XVII (EM ESPANHOL)
JOSÉ MARÍA DIEZ BORQUE
CATEDRA
(1976)
R$ 70,00



LINGUAGEM CORPORAL.
ALLAN E BARBARA PEASE.
SEXTANTE
(2005)
R$ 30,00
+ frete grátis



OS FRUTOS DA TERRA - ANDRÉ GIDE (LITERATURA FRANCESA)
ANDRÉ GIDE
RIOGRÁFICA
(1986)
R$ 7,00



O MÉDICO E O MONSTRO
R. L. STEVENSON
CLUBE DO LIVRO
(1986)
R$ 6,90



JESUS NEM DEUS NEM HOMEM
GUILLON RIBEIRO
FEB
(2012)
R$ 9,45



SEXO E DESTINO.
FRANCISCO CANDIDO XAVIER.
FEB
(2003)
R$ 25,00
+ frete grátis



APRESENTAÇÃO DO TEATRO BRASILEIRO MODERNO
DÉCIO DE ALMEIDA PRADO
MARTINS
(1956)
R$ 80,00



DOUTRINA SOCIAL DA IGREJA E O VATICANO II
LUIZ GONZAGA SCUDELER
PAULUS
(2014)
R$ 17,00





busca | avançada
38231 visitas/dia
947 mil/mês