Submissão, oportuno, mas não perene | Guilherme Carvalhal | Digestivo Cultural

busca | avançada
23599 visitas/dia
757 mil/mês
Mais Recentes
>>> Marmita saudável está na moda!
>>> Editora Alaúde publica versão atualizada da prestigiada obra Palavras de Poder - vol. 2
>>> Tragédia em Mariana inspira livro infanto-juvenil
>>> Teatro do Incêndio realiza encontro com Os Favoritos da Catira e Samba de Umbigada
>>> Cozinha prática: Miyoko Schinner lança guia para preparar e armazenar ingredientes básicos veganos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Amy Winehouse: uma pintura
>>> Casa Arrumada
>>> Revolusséries
>>> Mais espetáculo que arte
>>> Thoreau, Mariátegui e a experiência americana
>>> Meu querido aeroporto #sqn
>>> Essas moças de mil bocas
>>> Como uma Resenha de 'Como um Romance'
>>> Quem é mesmo massa de manobra?
>>> Imprimam - e repensem - suas fotografias
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
Últimos Posts
>>> Intransferível
>>> Germecontínuo
>>> Billie Holiday, Strange Fruit e 100 anos do Jazz
>>> O vôo e a queda
>>> Anil
>>> Aquarela do desejo
>>> Trilha dos séculos (série: Sonetos)
>>> Convite para as coisas que não aconteceram
>>> Faca de estrelas
>>> Estalactites
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 1° Festival de Samba Paulista
>>> Ajudando um amigo
>>> Entrevista com Ron Bumblefoot Thal
>>> Receita para se esquecer um grande amor
>>> A Soma de Todos os Medos
>>> Paulo Francis e a Petrobras
>>> Em defesa da arte urbana nos muros
>>> A eternidade nos labirintos de Borges
>>> Na calada do texto, Bentinho amava Escobar
>>> A selfie e a obsolescência do humano
Mais Recentes
>>> Diários do Vampiro - reunião Sombria
>>> Diários do Vampiro - O despertar
>>> O filho de Netuno
>>> A casa de Hades
>>> O sangue do Olimpo
>>> A Escrava Isaura
>>> A marca de Atena
>>> A maldição do Titã
>>> A Filosofia da Liberdade- Elementos de uma cosmovisão moderna
>>> Historia de una Maga Negra
>>> A Volta ao Mundo em 80 Dias
>>> O Mergulho do Rei
>>> Santo Anselmo Abelardo
>>> Michael Jordan A História De Um Campeão E O Mundo Que Ele Criou
>>> Os Números do Jogo: Por Que Tudo Que Você Sabe Sobre Futebol Está Errado
>>> Firebird Essencial
>>> Scorpions - Minha História Em Uma Das Maiores Bandas de Todos Os Tempos
>>> O Ateneu
>>> Primeiro Anuário Brasileiro de Fórmula 1 1996-1997
>>> Vidas Paralelas. Cinco casamentos vitorianos
>>> Dorival Caymmi. O mar e o tempo
>>> Diálogos
>>> O Filósofo e a Teologia
>>> Alimento Diário- 1º Samuel - volumes 1,2 e 3
>>> Pântano De Sangue
>>> Psicologia Aplicada à Administração
>>> Nosso Lar
>>> Introdução à Teoria Geral da Administração
>>> A Revelação de Deus
>>> Guerra contra os Santos- Tomo 2- versão integral
>>> Evolução e Temporalidade em Teilhard, Vocabulário Teilhard ( 2 volumes)
>>> O Equilíbrio do Ser- Aristóteles
>>> Jogos Vorazes em Chamas
>>> Zona de Perigo
>>> Jogos Vorazes
>>> Davi, um Homem Segundo o Coração de Deus
>>> Moisés, um Homem Dedicado e Generoso
>>> José, Um Homem Íntegro e indulgente
>>> Espirito de Sabedoria e de Revelação-A Chave para conhecer as profundezas de Deus
>>> Teologia Sistemática- Três Volumes em UM
>>> Você na telinha - Como usar a mídia a seu favor
>>> Educação Financeira - Como educar seu filho
>>> O clube das segundas esposas
>>> O Amor do Espírito
>>> Pretinha, Eu?
>>> O Vale das Utopias
>>> História de Mulheres na Bíblia
>>> O Poder da Oração no Casamento
>>> Para entender a versificação espanhola e gostar dela
>>> Comédias Para se Ler na Escola
COLUNAS

Quinta-feira, 5/5/2016
Submissão, oportuno, mas não perene
Guilherme Carvalhal

+ de 2500 Acessos

Smiley face

A leitura de Submissão, de Michel Houellebecq, se justifica menos pelas suas qualidades artísticas e mais pela polêmica que provoca. É um livro de momento, tendo em vista os profundos choques culturais que afetam o mundo, como a intensa migração de pessoas do Oriente Médio à Europa e os atentados terroristas deflagrados contra a França, país do escritor.

Esse choque cultural se dá por várias dimensões na obra. O personagem principal, François, é um professor universitário, figura desapegada a vínculos e sentimentos, porém estudiosa de Joris-Karl Huysmans, escritor francês naturalista (da geração de Émile Zola) que migrou para o decadentismo e para um apego maior ao mundo espiritual. Entre seus estudos e suas relações afetivas mais carnais do que emocionais, ele acompanha uma mudança na política de seus país, quando o islâmico Ben Abbes é eleito presidente.

A premissa de um futuro assolado por um inimigo previsível é algo corrente. George Orwell e Aldous Huxley lançaram à cultura global através da literatura o receio por uma sociedade controlada e pela individualidade suprimida por um estado poderoso. Porém, o contraponto de Houellebecq se encontra na via oposta, quando a presença do inimigo acaba gerando resultados encarados como positivos.

Em Submissão, a eleição de Ben Abbes através de sua Fraternidade Islâmica acaba sendo um contraponto aos modelos políticos franceses, como a tradicional ambivalência das alas esquerdista e direitista. Com sua medidas contra os princípios do estado laico (no país onde tal conceito se originou), ele inicia mudanças de cunho islâmico e o resultado inesperado acontece, com melhorias em questões de emprego e economia. Aí vem a principal sacada do livro, de colocar o leitor em contradição com as expectativas de que a islamização representaria a decadência dos valores europeus. Essa temida islamização acaba sendo a salvação para os princípios ocidentais da estabilidade econômica, do emprego e da segurança.

Essa relação entre ocidente e oriente não é nenhuma novidade nas obras literárias. Desde obras como Canção de Rolando que as diferenças culturais e os interesses políticos e financeiros entre nações de duas religiões quase antagônicas no campo prático vem sendo expostas em livros. A preponderância militar e econômica a partir da Idade Moderna desenvolveu uma relação de representação mais significativa do oriente pelo crivo da visão do ocidente, o que levou Edward Said a afirmar que o oriente não se representa, mas é representado pelos outros. Um exemplo simplório desse processo é a história de Aladdin, que é expressa com valores e estética típicos do ocidente.

A realidade criada por Houellebecq mostra o efeito contrário, das invasões de islâmicos na sociedade ocorrendo paulatinamente até a tomada do poder político — e pela via democrática. É o momento então em que a Europa se viria submissa a um modelo político novo, representada ela própria por um padrão diferente do seu. E, se o ocidente sempre se enxergou na função de modernizar um povo bárbaro, ele próprio se viu impulsionado pelos padrões ditos bárbaros.

A figura de François tem pouca relação com o andamento das mudanças políticas que ocorrem. Seu perfil é neutro e passivo, apenas observando sem interagir. Suas poucas preocupações residem apenas no âmbito privado, e essa é uma outra crítica nesse conflito de cultura. De um lado, há o europeu individualizado e preocupado apenas consigo mesmo, enquanto do outro surge o elemento estrangeiro imbuído de forte senso de pertencimento a uma cultura e a uma religião, tanto que o grupo político chama-se Fraternidade Islâmica. A crítica então se estende a essa individualismo, que acaba formando uma população desapegada das questões pública, a ponto dessa ser tomada pelo inimigo (uma ideia já também fartamente discutida em várias obras).

Submissão é um livro oportuno pelo momento em que a Europa vive, de incertezas com relação as ondas migratórias e de insegurança pela violência perpetrada por grupos extremistas. Não há maiores novidades em seu texto exceto pela fantasia de uma França impulsionada por um governo islâmico. Sua polêmica é proveitosa pelos debates que suscita, porém deixa uma forte sensação de não ter perenidade, de que aquilo que enseja discutir seja rapidamente esquecido caso as dúvidas e os problemas atuais sejam solucionados.


Guilherme Carvalhal
Itaperuna, 5/5/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Aqui sempre alguém morou de Elisa Andrade Buzzo
02. Tricordiano, o futebol é cardíaco de Luís Fernando Amâncio
03. E Foram Felizes Para Sempre de Marilia Mota Silva
04. O tipo que faz promessa de Ana Elisa Ribeiro
05. O crime da torta de morango de Elisa Andrade Buzzo


Mais Guilherme Carvalhal
Mais Acessadas de Guilherme Carvalhal em 2016
01. Submissão, oportuno, mas não perene - 5/5/2016
02. Brasil em Cannes - 30/6/2016
03. Dheepan, uma busca por uma nova vida - 28/7/2016
04. Os novos filmes de Iñárritu - 17/3/2016
05. Cinema de Conflito e Entretenimento - 7/1/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A EXTRAORDINÁRIA JORNADA DE EDWARD TULANE
KATE DI CAMILLO
MARTINS FONTES
(2014)
R$ 14,00



HOWARD HUGHES EM HOLLYWOOD
TONY THOMAS
FRENTE
(2004)
R$ 24,90
+ frete grátis



A LOUCURA DO TRABALHO: ESTUDO DE PSICOPATOLOGIA DO TRABALHO
CHRISTOPHE DEJOURS
OBORÉ
(1987)
R$ 19,90



TEATRO E CIRCUNSTÂNCIA - OSWALDO MENDES (TEATRO BRASILEIRO)
OSWALDO MENDES
NÚCLEO
(2005)
R$ 10,00



SAGA
ÉRICO VERÍSSIMO
GLOBO
(1980)
R$ 19,80



A LEI DA ATRAÇÃO: O SEGREDO COLOCADO EM PRÁTICA
MICHAEL J. LOSIER
NOVA FRONTEIRA
(2007)
R$ 18,00



BIOQUÍMICA BÁSICA
BASTOS DE MARIA
INTERCIÊNCIA
(2008)
R$ 12,00



HISTÓRIA DE RATINHO / HISTÓRIA DE GIGANTE
ANNEGERT FUCHSHUBER
ATICA
(1999)
R$ 12,00



ANTOLOGIA ESCOLAR DE CONTOS BRASILEIROS (LITERATURA BRASILEIRA)
HERBERTO SALES (ORG.)
EDIOURO
R$ 5,00



INTRODUCCIÓN A LA HISTORIA DEL ARTE - ARNOLD HAUSER (EM ESPANHOL)
ARNOLD HAUSER
INSTITUTO DEL LIVRO - CUBA
(1969)
R$ 15,00





busca | avançada
23599 visitas/dia
757 mil/mês