Radiohead e sua piscina em forma de lua | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
40789 visitas/dia
896 mil/mês
Mais Recentes
>>> Exposição Olho Cru de Bonga Mac na ALESP
>>> Biblioteca Central da UnB recebe exposição artística 'Quem sou Eu, Quem somos nós'
>>> Feambra traz convidados para discutirem o tema "Museus e Sociedade"
>>> A Cultura do Subúrbio é tema do segundo debate #Colabora com Ideias
>>> Núcleo Viver estreia "Coração Supliciado...", no CRDSP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um parque de diversões na cabeça
>>> O que te move?
>>> O dia que nada prometia
>>> Super-heróis ou vilões?
>>> Seis meses em 1945
>>> Senhor Amadeu
>>> Correio
>>> A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
>>> On the Road, 60 anos
>>> Viena expõe obra radical de Egon Schiele
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
Últimos Posts
>>> Chris Cornell
>>> Jano
>>> Diário
>>> Infinitamente infinito
>>> Encantarias da palavra, de Paes Loureiro
>>> Animus mundi
>>> A partilha
>>> Dobraduras e origames
>>> Andamento
>>> Branco (série: Sonetos)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 1964-2004: Da televisão à internet - um balanço
>>> Passe Livre no Roda Viva
>>> A arquitetura poética da pintura de Fabricius Nery
>>> A Última Ceia de Leonardo da Vinci
>>> A Última Ceia de Leonardo da Vinci
>>> A Nova Intimidade
>>> Reflexões na fila
>>> Elon Musk
>>> Nossa classe média é culturalmente pobre
>>> Ricardo Aleixo em Sampa
Mais Recentes
>>> Arte da Estratégia
>>> Vivendo, Amando e Aprendendo/Para compreender melhor a vida e o amor
>>> Divâ
>>> O Melhor das Comédias da Vida Privada
>>> Sexo na Cabeça
>>> O Clube dos Anjos
>>> Band of Brothers (Companhia de Heróis)
>>> A Extravagante Dorothy Parker - Biografia
>>> Era uma vez Dom Quixote (adaptação de Agustín Sánchez Aguilar)
>>> Estranhos Estrangeiros
>>> Conte-me seus sonhos
>>> Borges e os orangotangos eternos
>>> A Dona da História
>>> Clube dos Anjos - Gula
>>> O Hobbit
>>> On the road (Pé na estrada)
>>> Terapia
>>> Moreira da Silva - O Último dos Malanddros
>>> Estudo-Vida de Atos Volumes I e II
>>> Ramayana - Poema épico Hindu - William Buck - Livro Rarissimo
>>> O Alcorão - Mansour Challita
>>> Terapia da Regressão - Teorias e tecnicas - Herminia Prado Godoy,Livro Raro
>>> As Varias Vidas da Alma - Roger J. Woolger psicoterapelta junguiano Livro rarissimo!!
>>> Confederação Intergaláctica II - Esoterico
>>> Movida pela Ambição
>>> Leite Derramado
>>> Teatro da Obsessão/Nelson Rodrigues
>>> A Distância entre nós
>>> Quem Sobreviverá?
>>> Centúrias sobre a Caridade e Outros Escritos Espirituais
>>> Teria Deus morrido?
>>> Operação Cavalo 4 De. Troia Nazaré
>>> Photoshop CS para Fotógrafos Digitais
>>> Viagens no Scriptorium
>>> Este Lado do Paraíso
>>> Amor Líquido - Sobre a Fragilidade dos Laços Humanos
>>> Quinta Avenida, 5 da Manhã - Audrey Hepburn- Bonequinha de Luxo e o Surgimento da Mulher Moderna
>>> La Consolante
>>> Notre-Dame de Paris
>>> A Arte da Guerra
>>> A Sociologia de Norbert Elias
>>> Bhagavad Gita - Como ele é
>>> Bhagavad Gita - Como ele é
>>> Cântico dos Cânticos
>>> La femme de trente ans
>>> The Notebook
>>> Foe
>>> Os Versos Satânicos
>>> Terra Sonâmbula
>>> Caim
COLUNAS

Terça-feira, 28/6/2016
Radiohead e sua piscina em forma de lua
Luís Fernando Amâncio

+ de 1800 Acessos

Nas primeiras notas de “Everything in its right place”, música que abre o álbum Kid A (2000), do Radiohead, a mensagem estava clara: nada seria como antes na história da banda. O trabalho, juntamente com seu irmão, Amnesiac (2001), marcou o mergulho do grupo num experimentalismo que causou amplo impacto na época. Foi uma ruptura na discografia da banda que vinha em trajetória ascendente, aperfeiçoando uma fórmula que chegara ao seu auge no aclamado, pela crítica e pelo público, Ok Computer (1997) – o clipe de “Paranoid Android” foi figurinha marcada na MTV na época.

Apesar do enorme sucesso de crítica e público, o grupo britânico entraria no século XXI desdenhando das guitarras e trazendo referências da música erudita, eletrônica e do jazz. Os dois álbuns soaram bem difíceis para ouvintes condicionados ao som mais “redondo” das FMs.

Os trabalhos seguintes do Radiohead não foram tão radicais na proposta experimental, mas a banda nunca mais soaria como em Ok Computer. In Rainbows (2007), por exemplo, é bastante luminoso, digamos. Quase um disco para animar festas – festas indies, é claro. O álbum teve grande repercussão, sobretudo por ser vendido no sistema “pague quanto quiser”. A estratégia foi bastante impactante para uma indústria fonográfica que ainda se debruça na tarefa hercúlea que é descobrir como manter seus lucros em tempos de mídia digital e downloads ilegais.

O Radiohead fez pequenas revoluções musicais, embora mantendo algumas de suas características – densidade, melancolia, ritmos quebrados etc. E o grupo, formado por Thom Yorke (vocalista), Ed O’Brien (guitarrista), Johny Greenwood (talvez conste “guitarrista” na carteira de trabalho, mas há tempos é o principal multi-instrumentista da banda – todos eles são um pouco), Colin Greenwood (baixo) e Phil Selway (bateria), lançou, em 2016, o álbum A Moon Shaped Pool. Muitos especulam ser este o último álbum da banda, devido a indícios como a presença de músicas que já eram esboçadas ao vivo, mas nunca haviam sido registradas em estúdio. “True Love Waits”, por exemplo, que encerra o cd, foi executada pela primeira vez em show no longínquo 1995.



Sobre o álbum, muitos tirarão de seus dicionários o desgastado adjetivo “genial” e vão cravar, pela enésima vez, que se trata da banda mais influente dos últimos tempos. Outros desdenharão, dizendo que o grupo se perdeu na mesma fórmula e que o trabalho não é grande coisa. É o nono álbum de estúdio da banda, formada em 1985, em Oxford. Com esse tempo de estrada, seus fãs são cada vez mais fãs, enquanto os detratores vão acumulando material para o ódio.

Os dois primeiros singles de A Moon Shaped Pool não decepcionaram. “Burn the Witch”, com seu clipe consideravelmente macabro, tem um arranjo orquestrado que dá um tom grandioso à canção. Arranjos orquestrados, aliás, aparecem em outras músicas do trabalho e, de certa forma, são uma novidade na discografia do grupo. Em seguida, “Daydreaming”, canção mais lenta, mas bem elaborada, mostra o quanto a voz de Thom Yorke é singular. De fato, a música e seu título expressam bem a maior qualidade do Radiohead: levar o ouvinte a uma atmosfera suspensa, um som externo que nos leva à introspecção.

Podemos destacar também a música “Present Tense”, comprovando que Tom Jobim e João Gilberto estão na coleção de discos do músico. “Desert Island Disk” é um bom momento violão e voz de uma banda que tanto explora os recursos tecnológicos. “The Numbers”, “Identikit” e “Ful Stop”, por seu lado, confirmam que, apesar do estranhamento que causou, a sonoridade de Kid A marcou uma guinada definitiva para a banda. “Tinker Tailor Soldier Sailor Rich Man Poor Man Beggar Man Thief” é provavelmente a mais atmosférica do álbum.

Enfim, A Moon Shaped Pool provavelmente não arrebanhará novos fãs para o Radiohead, mas também não vai desagradar aqueles que já seguem o grupo. É um trabalho bom, consistente, e que apresenta uma banda segura da trajetória que construiu nesses nove álbuns.





Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 28/6/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Amy Winehouse: uma pintura de Jardel Dias Cavalcanti
02. Revolusséries de Luís Fernando Amâncio
03. Meu querido aeroporto #sqn de Ana Elisa Ribeiro
04. Essas moças de mil bocas de Elisa Andrade Buzzo
05. Um Cântico para Rimbaud, de Lúcia Bettencourt de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2016
01. Tricordiano, o futebol é cardíaco - 26/4/2016
02. Nos tempos de Street Fighter II - 31/5/2016
03. Radiohead e sua piscina em forma de lua - 28/6/2016
04. Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão - 30/8/2016
05. A futebolização da política - 29/3/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O CRIME NOSSO DE CADA DIA
GEVAN DE ALMEIDA
IMPETUS
(2004)
R$ 38,00



CIÊNCIA & VIDA - PSIQUE - 13
VÁRIOS
ESCALA
(2007)
R$ 6,50



MELHOR HISTORIA ESTÁ POR VIR
MARIA DUENAS
PLANETA
(2014)
R$ 14,00



EM BUSCA DA BRASILIDADE - TEATRO BRASILEIRO NA PRIMEIRA REPÚBLICA
CLAUDIA BRAGA
PERSPECTIVA
(2003)
R$ 19,00



A MEDICINA TEM CURA?
WILSON LUIZ SANVITO
ATHENEU
(1994)
R$ 14,50



FOCUS ON ENGLISH AND AMERICAN LITERATURE
KENNETH BRODEY / FABIO MALGARETTI
MODERN LANGUAGES
(2002)
R$ 120,00



TENTAÇÃO SEM LIMITES
ABBI GLINES
ARQUEIRO
(2014)
R$ 20,00



DISCURSO DO MÉTODO
RENÉ DESCARTES
MARTINS FONTES
(2016)
R$ 15,40



AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE VIVENCIAM
DOROTHY LAW NOLTE - RACHEL HARRIS
SEXTANTE
(2009)
R$ 5,00



TEATRO GREGO: TRAGÉDIA E COMÉDIA
JUNITO DE SOUZA BRANDÃO
VOZES
(1984)
R$ 14,00





busca | avançada
40789 visitas/dia
896 mil/mês