Na hora do batismo | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
43291 visitas/dia
947 mil/mês
Mais Recentes
>>> Peça-manifesto estreia, dia 21, sábado, no CCBB
>>> Belo Horizonte recebe palestra gratuita com Amyr Klink
>>> Teatro Castro Mendes recebe espetáculo gratuito "Alma Flamenca"
>>> Casa das Rosas exibe adaptação cinematográfica de poema de Carlos Drummond de Andrade
>>> Casa das Rosas realiza curso que discute a história da literatura e o desenvolvimento de SP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Em suspenso
>>> Nesse mundo de anjos e demônios
>>> A lâmpada
>>> Irredentismo
>>> Tabela periódica
>>> Insone
>>> Entre Súcubos e Íncubos
>>> Aonde eu quero chegar
>>> A Joaninha e alguns vícios
>>> Somente o sol como sombra
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Olga e a história que não deve ser esquecida
>>> Tectônicas por Georgia Kyriakakis
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Bambodansarna
>>> Sobre Caramujos
>>> Meu filho e minha mãe
>>> Anna Maj Michelson
>>> Só Cronista se Explica
>>> Estação Esperança
Mais Recentes
>>> Terra à vista. Histórias de náufragos da Era dos Descobrimentos
>>> A Voz íntima do Amor
>>> Desenho Arquitetônico 2ª ed.
>>> Morar Só - Uma opção de vida
>>> Homens Maus Fazem o que Homens Bons Sonhas
>>> Cidades Historias Mutações Desafios
>>> Sonetos escolhidos 1992-1996 Espelho Partido
>>> Pré-Suasão
>>> Como Identificar um Psicopata
>>> Manual de Persuasão do FBI
>>> A Grande Arte
>>> Jim George ( um jovem segundo o coração de Deus )
>>> Philip yancey ( oracao ela faz alguma diferença? )
>>> Deus, a Liberdade e o Mal
>>> Zeca e o pequeno dinossauro voador
>>> Francisco de Sales - Um Mestre de Espiritualidade
>>> Meninos sem Pátria - Série Vaga-lume
>>> Novíssimo Aulete Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa
>>> História, Doutrina e Interpretação da Bíblia
>>> Traição do Destino
>>> Anjos Respostas para as perguntas mais frequentes sobre...
>>> Apologética Para Questões Difíceis da Vida
>>> Origem, Confiabilidade e Significado da Bíblia
>>> De Menina a Mulher
>>> 1356 - Go With God, And Fight Like The Devil
>>> O Agente Secreto - Edição Bilíngue
>>> Elizabeth I - Uma Biografia
>>> 30 dias em Sidney um relato desvairadamente distorcido
>>> Batalha de Moscou - A Luta Sangrenta Que Definiu os Rumos da 2ª G
>>> Caça ao Tesouro
>>> O Cavaleiro de Saint-Hermine
>>> Quem é Antônio Carlos Magalhães Política é Paixão
>>> Vida - Keith Richards
>>> Catarina, A Grande: Retrato de Uma Mulher
>>> História Concisa da Rússia
>>> Grécia Antiga - Coleção Histórias Ilustradas
>>> Caligula
>>> César - Os Senhores de Roma. 7ª Edição.
>>> Noticias do Planalto - A Imprensa e Fernando Collor
>>> Tibério - As Memórias Do Imperador
>>> 1808: Como Uma Rainha Louca, Um Príncipe Medroso
>>> 1822 - Como um Homem Sábio, Uma Princesa Triste e um Escocês Louc
>>> Iván, el Terrible
>>> Augusto O Imperador de Deus 2ª Edição.
>>> Tipos Populares - Contos
>>> Maniqueísmo História Filosofia e Religião
>>> O Espectro da Consciência
>>> Criação - Coleção 50 Anos
>>> Os Três Grandes - Churchill , Rooselvelt & Stalin Ganharam Uma G
>>> Almanaque Anos 80 - Lembranças e Curiosidades de Uma Década Muito
COLUNAS

Sexta-feira, 12/8/2016
Na hora do batismo
Marta Barcellos

+ de 2100 Acessos

Tenho 214.262 xarás no Brasil. A maioria, nascida entre 1960 e 1970. É curiosa a percepção que temos do próprio nome. Achava que éramos uma pequena quantidade, eternamente confundida com as Márcias. Elas, sim, representariam um batalhão: precisavam ser chamadas pelo sobrenome em sala de aula. Ok, não eram tantas assim, mas minha sensação tinha lá suas razões: das 551.855 Márcias brasileiras, 204 mil nasceram justamente nos anos 1970, e principalmente no Rio de Janeiro. E quanto aos Marcelos? Também foram um fenômeno da mesma época e do mesmo estado (no país, somam hoje 690.098), daí terem também nome e sobrenome, para diferenciar, na minha lembrança escolar.

Minha filha adolescente não tem nenhum amigo Marcelo, Marta ou Márcia, para ficarmos apenas na letra M. Ora, as Márcias que perambulam por aí não são jovens, e sim quarentonas ou cinquentonas. Em compensação, certa vez ela fez uma colônia de férias em que havia oito Júlias. Não resisto, e retorno ao site que me viciou: a frequência de Júlias passou de 20 mil, nos anos 1980, para 264 mil, nos anos 2000. Ao todo, elas já são 430.067 no país, e parecem estar em vertiginosa ascensão, a julgar pelo gráfico apresentado instantaneamente pelo IBGE na página “Nomes no Brasil”.

O banco de dados disponibilizado pelo órgão governamental é inesgotável. A primeira consulta, quase automática, é ao próprio nome. Mas depois começa o vício. Nomes de conhecidos, nomes que parecem raros ou comuns (e não é bem assim), até que você se flagra confirmando que o nome esquisito de sua tia-avó era uma modinha da época. Sabe-se lá o motivo. O boom de Martas, aparentemente, tem relação com concursos de miss, enquanto as Simones hoje balzaquianas foram impulsionadas pela personagem da novela “Selva de pedra”. Mas, por que será que tantas Alziras nasceram em 1930?

Se você é um ficcionista, o vício de consultar o “Nomes no Brasil” pode ir além. O nome daquele personagem é banal ou esdrúxulo demais? Está adequado à idade? É nesta fase da adição que me encontro...

Escritores, porém, muitas vezes, batizam seus personagens buscando simbolismos, menos ou mais evidentes. Homenagens a personagens clássicos são comuns, sem falar em anagramas (a primeira “brasileira”, Iracema=América), nomes inexistentes ou pra lá de enigmáticos. O batismo da personagem mais famosa da escritora mais estudada no Brasil, por exemplo, permanece como mistério. De onde Clarice teria tirado as sílabas que formam o fonema hoje tão adequado à Macabéa, de A hora da estrela? Há hipóteses sobre uma referência aos macabeus, sem grandes embasamentos além da fonética semelhante.

Um escritor deve manter a “inspiração” deste batismo oculta, como fez Clarice? Em geral, eles gostam de ser descobertos, em suas referências, pelos críticos. Trata-se da famosa piscadela, do autor para o crítico literário. Eu mesma adorei quando a escritora Cláudia Nina, que resenhou meu livro “Antes que seque” para o jornal Rascunho, percebeu que o nome de Norma, do conto “Depois do Natal”, não era nada gratuito. Se já houvesse o site do IBGE quando escrevi, teria confirmado que o nome era também adequado a uma mulher de meia idade. E teria me certificado da inexistência do nome que inventei para a personagem de “À moda antiga”, Myrea (anagrama de Yerma, peça de Federico Garcia Lorca). Não resisti à piscadela - que obviamente ninguém entendeu.



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 12/8/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O túmulo do pássaro de Elisa Andrade Buzzo
02. Lembrança de Plínio Zalewski de Celso A. Uequed Pitol
03. A Coreia do Norte contra o sarcasmo de Celso A. Uequed Pitol
04. Eu blogo, tu blogas? de Fabio Gomes
05. Nunca fomos tão vulgares de Julio Daio Borges


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2016
01. A selfie e a obsolescência do humano - 7/10/2016
02. Wanda Louca Liberal - 10/6/2016
03. A melhor Flip - 1/7/2016
04. Na hora do batismo - 12/8/2016
05. Literatura engajada - 8/4/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ELZA, A GAROTA
SÉRGIO RODRIGUES
EDITORA NOVA FRONTEIRA
(2009)
R$ 10,50



UNIVERSOS ABSTRATOS EM POSSÍVEL EXPANSÃO ILIMITÁVEL
LYDIO MACHADO BANDEIRA DE MELLO ( AUTOR NO WHO'S WHO)
DO AUTOR
(1983)
R$ 73,00
+ frete grátis



ECCE HOMO - COMO ALGUÉM SE TORNA O QUE É
FRIEDRICH NIETZSCHE
COMPANHIA DAS LETRAS
(1995)
R$ 34,00



MENOS QUE NADA - HEGEL É A SOMBRA DO MATERIALISMO DIALÉTICO
SLAVOJ ZIZEK
BOITEMPO
(2013)
R$ 24,00



QUESTÃO DE SANGUE
IAN RANKIN
COMPANHIA DAS LETRAS
(2007)
R$ 12,00



ALDEIA
ADÉLIA FRADE NOGUEIRA
SENADO FEDERAL
(1977)
R$ 8,65



JACK,O ESTRIPADOR
PAULO SCHMIDT
GERAÇÃO EDITORIAL
(2008)
R$ 13,50



SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS
ANTÔNIO ERMÍRIO DE MORAES.
GENTE
(2007)
R$ 13,50



INTRODUÇÃO A MACHADO DE ASSIS E OUTROS ENSAIOS 1ª ED.
BARRETO FILHO
TOPBOOKS
(2014)
R$ 43,90



DANIEL L - CAMINHO E TESTEMUNHO - VOLUME IV
DANIEL, WERNER WIESER
UNIÃO CRISTÃ
(2007)
R$ 46,20
+ frete grátis





busca | avançada
43291 visitas/dia
947 mil/mês