A que ponto chegamos, EUA! | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
35900 visitas/dia
896 mil/mês
Mais Recentes
>>> Biblioteca Central da UnB recebe exposição artística 'Quem sou Eu, Quem somos nós'
>>> Feambra traz convidados para discutirem o tema "Museus e Sociedade"
>>> A Cultura do Subúrbio é tema do segundo debate #Colabora com Ideias
>>> Núcleo Viver estreia "Coração Supliciado...", no CRDSP
>>> Jikulumessu é a nova novela angolana que a TV Brasil estreia nesta quinta (25)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O dia que nada prometia
>>> Super-heróis ou vilões?
>>> Seis meses em 1945
>>> Senhor Amadeu
>>> Correio
>>> A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
>>> On the Road, 60 anos
>>> Viena expõe obra radical de Egon Schiele
>>> Dilapidare
>>> A imaginação do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
Últimos Posts
>>> Jano
>>> Diário
>>> Infinitamente infinito
>>> Encantarias da palavra, de Paes Loureiro
>>> Animus mundi
>>> A partilha
>>> Dobraduras e origames
>>> Andamento
>>> Branco (série: Sonetos)
>>> Coroa, só de flores
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A aridez de Beckett
>>> Jornalismo em tempos instáveis
>>> Nine Inch Nails e The Slip
>>> Por um corpo doente, porém, livre
>>> Iraque: plano de guerra
>>> A rocha que voa num labirinto
>>> A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
>>> A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
>>> A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
>>> Ser escritor ou estar escritor?
Mais Recentes
>>> São Máximo, o confessor- Centúrias sobre a Caridade e outros escritos espirituais
>>> Teria Deus morrido?
>>> Operação Cavalo 4 De. Troia Nazaré
>>> Photoshop CS para Fotógrafos Digitais
>>> Viagens no Scriptorium
>>> Este Lado do Paraíso
>>> Amor Líquido - Sobre a Fragilidade dos Laços Humanos
>>> Quinta Avenida, 5 da Manhã - Audrey Hepburn- Bonequinha de Luxo e o Surgimento da Mulher Moderna
>>> La Consolante
>>> Notre-Dame de Paris
>>> A Arte da Guerra
>>> A Sociologia de Norbert Elias
>>> Bhagavad Gita - Como ele é
>>> Bhagavad Gita - Como ele é
>>> Cântico dos Cânticos
>>> La femme de trente ans
>>> The Notebook
>>> Foe
>>> Os Versos Satânicos
>>> Terra Sonâmbula
>>> Caim
>>> O Evangelho Segundo Jesus Cristo
>>> O Monge e o Executivo - Uma História sobre a Essência da Liderança
>>> O Beijo Infame
>>> Antes da Coisa Toda Começar
>>> Estruturas da Mente - A Teoria das Inteligências Múltiplas
>>> Guia Politicamente Incorreto da América Latina
>>> O Contrato Social
>>> Tess of the D´Urbervilles
>>> O Grande Conflito
>>> Ágape
>>> Dicionário Enciclopédico Ilustrado Veja Larousse - Volume 1
>>> O Cantor De Tango
>>> 1.000 Lugares Para Conhecer Antes De Morrer
>>> Nietzsche para Estressados
>>> Estorvo
>>> Cozinheiros Demais
>>> A Outra Face Da Doença - A Saúde Revelada Por Deus
>>> L'approche par compétences dans l'enseignement des langues
>>> Pensar Por Conta Própria
>>> O Evangelho Da Meninada
>>> Sinal De Contradição
>>> Limites Sem Trauma
>>> Desta Vez Eu Emagreço!
>>> Alucinado Som De Tuba
>>> Cidade Partida
>>> A Dama Do Lago
>>> Meditação Ocidental
>>> O X Da Questão - Trajetória Do Maior Empreendedor Do Brasil
>>> Carne Trêmula
COLUNAS

Terça-feira, 9/8/2016
A que ponto chegamos, EUA!
Celso A. Uequed Pitol

+ de 1400 Acessos

A Rússia tem a 12ª. economia do mundo. Seu PIB, medido em dólares, é inferior ao do estado norte-americano da Califórnia. Seu PIB per capita, também medido em dólares, é 15% do PIB dos EUA; é também inferior ao de vários países latinoamericanos e praticamente empata com o do México. Seus gastos militares são quase dez vezes menores que os dos americanos. O país tem problemas de criminalidade em níveis sul-americanos, a corrupção é de dar inveja aos brasileiros e a expectativa de vida dos homens russos – 62 anos – os coloca abaixo dos maranhenses e piauienses, aqueles que, em média, vivem menos entre nós. Nas palavras mais duras da ativista ucraniana Nadiya Savchenko, trata-se de “um país de Terceiro Mundo com um regime totalitário e um tiranete como ditador”.

É bem verdade que Savchenko, sendo ucraniana, tem todos os motivos para não gostar dos russos. Mas não é por isso que deixará de ter razão. Ou, ao menos, alguma razão.

Pois bem. Este é o país sobre o qual os americanos estão, neste momento, a lançar uma acusação importante: a de estar interferindo nas eleições locais de modo a eleger Donald Trump. E quem faz essa acusação? Ninguém menos do que o sr. Barack Hussein Obama, presidente dos Estados Unidos da América. Segundo ele, há razões para crer que as recentes descobertas de e-mails internos do Partido Democrata, onde há a ordem favorecer Hillary Clinton em detrimento de Bernie Sanders nas primárias, foram obra do serviço de inteligência russo.

Diante disso, qual a reação de Trump? Foi esta: “Rússia, se você está me escutando, digo que espero que vocês encontre os 30.000 emails (de Hillary) que estão fazendo. Acho que vocês serão recompensados pela nossa imprensa”. Sim, isso mesmo: Trump não apenas aplaudiu os russos como espera que eles continuem com bom serviço.

A imprensa norte-americana está atônita. Seria desnecessário pinçar os exemplos. Ficamos com apenas uma frase de um colunista da prestigiada revista Salon: “é hora de parar de rir: os comentários de Trump sobre os hackers russos deixam claro que ele é uma ameaça existencial à nossa democracia”. Palavras que ficariam bem num jornal do PCO, não numa revista de grande circulação. O medo é real. A Rússia está mesmo jogando alto dentro dos EUA e Donald Trump é o seu agente.

Qualquer americano bem informado sabe que os EUA têm inimigos em todos os cantos do mundo. A questão é que, agora, a inconstante, a complicada, a volta e meia alquebrada Rússia não é apenas um dos muitos adversários dos EUA; não é apenas um país com razões – fundadas ou não – para detestar os americanos; ela não é o Irã, a Coreia do Norte ou Cuba; ela é é aquilo que os EUA são acusados de ser em relação ao resto do mundo: a megapotência malvada que atrapalha os negócios internos alheios.

O discurso de que os russos estavam interferindo no processo político dos países do Ocidente era relativamente comum nos tempos da Guerra Fria. Na época, não deixava de ser uma verdade ao menos parcial: os partidos comunistas espalhados pelo mundo funcionavam como seções internacionais do Partido Comunista da União Soviética, a cujas ordens seguiam com a disciplina de um oficial do Exército Vermelho. O resultado foi o banimento, ao menos temporário, de muitos deles, como foi o caso do PCB de Prestes durante o governo Dutra. E a URSS podia bancar isso: tinha um PIB capaz de rivalizar com o americano, gastos militares equivalentes e um exército superior. Era um rival de verdade.

A questão é que jamais ocorreu, nem mesmo naquela época, a um candidato à presidência dos EUA acusar a URSS de interferência nas eleições de seu país. Denunciar a influência soviética no partido ou no candidato A ou B era coisa de generaleco latinoamericano, desesperado para criar clima para golpes militares. Americanos de verdade apenas trabalhavam para evitar que o impensável ocorresse, com a certeza de que os bons e velhos valores de seu país fariam o resto.

Já não é assim. A que ponto chegou a maior potência do planeta: sente-se marionete de um país que, segundo outra revista de grande circulação, estava à beira do abismo há uma década. Um mero paisinho de terceiro mundo com um tiranete no poder. Ninguém vai aguentar esse apequenamento por muito tempo.


Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 9/8/2016


Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2016
01. Sarkozy e o privilégio de ser francês - 14/6/2016
02. 80 anos de Alfredo Zitarrosa - 10/5/2016
03. A coerência de Mauricio Macri - 12/1/2016
04. 'As vantagens do pessimismo', de Roger Scruton - 12/4/2016
05. Lembrança de Plínio Zalewski - 8/11/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A CULTURA DIGITAL - FOLHA EXPLICA
ROGÉRIO DA COSTA
PUBLIFOLHA
(2002)
R$ 8,50



HISTÓRIA DAS CRENÇAS E DAS IDEIAS RELIGIOSAS - PARTE I: DA IDADE DA PEDRA AOS MISTÉRIOS DE ELÊUSIS
MIRCEA ELIADE
ZAHAR
(2010)
R$ 35,00



NEW ENGLISH POINT 3 (COM CD)
ELIANA AUN, MARIA CLARA PRETE DE MORAES, NEUZA BILIA SANSANOVICZ
SARAIVA
(2008)
R$ 12,50



DIREITOS DE CIDADANIA - UM LUGAR AO SOL
PAULO MARTÍNEZ
SCIPIONE
(2002)
R$ 2,90



HOLY BIBLE
VÁRIOS AUTORES
ZONDERVAN
(1985)
R$ 50,00



ORGANIZE-SE EM UM MINUTO
DONNA SMALLIN
GENTE
(2016)
R$ 13,00



ASSASSINATO NA CASA DO PASTOR - MISS MARPLE
AGATHA CHRISTIE
NOVA FRONTEIRA
(1980)
R$ 6,00



REVISTA CASA CLAUDIA Nº 12
VÁRIOS
ABRIL
(1997)
R$ 7,00



UM CONTO DE BATMAN: GOTHIC: MINI SÉRIE EM 5 EDIÇÕES
N/D
ABRIL JOVEM
R$ 35,00



ARQUIVO X - 8 - O RAIO DA MORTE
EASTON ROYCE
CARAS
(1998)
R$ 5,00





busca | avançada
35900 visitas/dia
896 mil/mês