A que ponto chegamos, EUA! | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês
Mais Recentes
>>> ESCOLA PANAMERICANA REALIZA NOVA EDIÇÃO DO ARTESCAMBO
>>> Evento apresenta influência da gastronomia italiana na cultura de São Paulo
>>> Festival Cine Inclusão tem sessão de encerramento dia 23/9 na Unibes Cultural
>>> Exposição de Fábio Magalhães na CAIXA Cultural São Paulo termina dia 24 de setembro
>>> Vânia Bastos apresenta o premiado "Concerto para Pixinguinha", no Teatro Municipal Teotônio Vilela,
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> É de fibra
>>> O indomável Don Giovanni
>>> Caracóis filosóficos
>>> O mito dos 42 km
>>> Setembro Paulista
>>> Apocalipse agora
>>> João, o Maestro (o filme)
>>> Metropolis e a cidade
>>> PETITE FLEUR
>>> O fantasma de Nietzsche
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com o poeta Régis Bonvicino
>>> Pascal e a condição humana
>>> Alberto Caeiro, o tal Guardador de Rebanhos
>>> O gato diz adeus
>>> Ascese, uma instalação do artista Eduardo Faria
>>> Rousseau e a Retórica Moderna
>>> Sartre e a idade da razão
>>> Encontros (e desencontros) com Daniel Piza
>>> Para você estar passando adiante
>>> Para você estar passando adiante
Mais Recentes
>>> Platero E Eu
>>> O Piano
>>> Blue Like Jazz - Nonreligious Thoughts On Christian Spirituality
>>> A Prece Ucraniana na Pressa da Cidade- as renegociações das práticas religiosas ucranianas nos espaços da cidade de Curitiba, a partir de 1960
>>> Harmonia
>>> O Muro
>>> Tetralogia Monstro
>>> O Poder da Mulher que Ora
>>> Historia Geral Da Africa, Vol.2 Africa Antiga
>>> Revista de Cultura Brasileña - Número 39, junho de 1975 (ESPANHOL/PORTUGUÊS)
>>> Perspectivas da Cultura Brasileira - Miguel Reale
>>> Cenas de um casamento sueco - Ingmar Bergman (Cinema)
>>> Movimento Brasileiro: Contribuição ao estudo do Modernismo - Maria Eugênia da Gama Alves Boaventura (Arte e Ciências Humanas)
>>> André Malraux: Três aspectos e uma síntese (A aventura, a política, a arte) Frederico dos Reys Coutinho (Literatura Francesa)
>>> A música na Revolução Francesa - Enio Squeff
>>> A Invasão Cultural Norte-Americana - Júlia Falivene Alves (Cultura)
>>> Arte-Educação no Brasil - Ana Mae T. B. Barbosa
>>> Informação. Linguagem.Comunicação. - Decio Pignatari (Comunicação)
>>> Mito e Realidade - Mircea Eliade (Filosofia)
>>> A Holanda no tempo de Rembrandt - Paul Zumthor (Artes Plásticas)
>>> Portinari: Exposição de sua obra de 1920 até 1948 (Artes Plásticas)
>>> O Surrealismo - Yvon Duplessis (Arte/Estética)
>>> Museu Lasar Segall - 50 obras do acervo (Artes Plásticas)
>>> Arte & Deformação - Como entender a estética moderna - Assis Brasil
>>> El Arte: Formas de la conciencia social - V. Kelle/M. Kovalson (Em Espanhol) (Arte e Política)
>>> A Perspectiva - R. Taton & A. Flocon (Artes Plásticas)
>>> Cultura de Massa e Política de Comunicações - Waldenyr Caldas
>>> Problemas del arte en la revolución - Carlos Ragael Rodríguez (Em Espanhol)
>>> Itinerario estético da la Revolución Cubana - José Antonio Portuondo EM ESPANHOL(Estética)
>>> O Livro Perdido de Enki-Memórias e Profecias de um Deus Extraterrestre
>>> A Igreja
>>> Blecaute - 28ª ed.
>>> O Populismo na Política Brasileira
>>> Livro de Colorir Reino Animal
>>> Nas Trilhas da Crítica - Coleção: Críticas Poéticas
>>> Fé em Busca de Compreensão
>>> Carta aos Romanos
>>> Enciclopédia da Vida Selvagem - Animais da Selva III
>>> Mary Poppins
>>> Antologia Da Literatura Fantástica
>>> Saco de Ossos - 2 volumes
>>> Olhe Para Mim
>>> Guia Prático Enem - Matemática E Suas Tecnologias
>>> A Sombra Materna
>>> Histórias Da Vida Inteira
>>> Honoráveis Bandidos - Um Retrato Do Brasil Na Era Sarney
>>> Eternidade Mortal
>>> Ambientes Da Democracia Ambiental
>>> Trinta Anos Esta Noite - O que Vi e Vivi
>>> Pimenta Do Reino Em Pó
COLUNAS

Terça-feira, 9/8/2016
A que ponto chegamos, EUA!
Celso A. Uequed Pitol

+ de 1500 Acessos

A Rússia tem a 12ª. economia do mundo. Seu PIB, medido em dólares, é inferior ao do estado norte-americano da Califórnia. Seu PIB per capita, também medido em dólares, é 15% do PIB dos EUA; é também inferior ao de vários países latinoamericanos e praticamente empata com o do México. Seus gastos militares são quase dez vezes menores que os dos americanos. O país tem problemas de criminalidade em níveis sul-americanos, a corrupção é de dar inveja aos brasileiros e a expectativa de vida dos homens russos – 62 anos – os coloca abaixo dos maranhenses e piauienses, aqueles que, em média, vivem menos entre nós. Nas palavras mais duras da ativista ucraniana Nadiya Savchenko, trata-se de “um país de Terceiro Mundo com um regime totalitário e um tiranete como ditador”.

É bem verdade que Savchenko, sendo ucraniana, tem todos os motivos para não gostar dos russos. Mas não é por isso que deixará de ter razão. Ou, ao menos, alguma razão.

Pois bem. Este é o país sobre o qual os americanos estão, neste momento, a lançar uma acusação importante: a de estar interferindo nas eleições locais de modo a eleger Donald Trump. E quem faz essa acusação? Ninguém menos do que o sr. Barack Hussein Obama, presidente dos Estados Unidos da América. Segundo ele, há razões para crer que as recentes descobertas de e-mails internos do Partido Democrata, onde há a ordem favorecer Hillary Clinton em detrimento de Bernie Sanders nas primárias, foram obra do serviço de inteligência russo.

Diante disso, qual a reação de Trump? Foi esta: “Rússia, se você está me escutando, digo que espero que vocês encontre os 30.000 emails (de Hillary) que estão fazendo. Acho que vocês serão recompensados pela nossa imprensa”. Sim, isso mesmo: Trump não apenas aplaudiu os russos como espera que eles continuem com bom serviço.

A imprensa norte-americana está atônita. Seria desnecessário pinçar os exemplos. Ficamos com apenas uma frase de um colunista da prestigiada revista Salon: “é hora de parar de rir: os comentários de Trump sobre os hackers russos deixam claro que ele é uma ameaça existencial à nossa democracia”. Palavras que ficariam bem num jornal do PCO, não numa revista de grande circulação. O medo é real. A Rússia está mesmo jogando alto dentro dos EUA e Donald Trump é o seu agente.

Qualquer americano bem informado sabe que os EUA têm inimigos em todos os cantos do mundo. A questão é que, agora, a inconstante, a complicada, a volta e meia alquebrada Rússia não é apenas um dos muitos adversários dos EUA; não é apenas um país com razões – fundadas ou não – para detestar os americanos; ela não é o Irã, a Coreia do Norte ou Cuba; ela é é aquilo que os EUA são acusados de ser em relação ao resto do mundo: a megapotência malvada que atrapalha os negócios internos alheios.

O discurso de que os russos estavam interferindo no processo político dos países do Ocidente era relativamente comum nos tempos da Guerra Fria. Na época, não deixava de ser uma verdade ao menos parcial: os partidos comunistas espalhados pelo mundo funcionavam como seções internacionais do Partido Comunista da União Soviética, a cujas ordens seguiam com a disciplina de um oficial do Exército Vermelho. O resultado foi o banimento, ao menos temporário, de muitos deles, como foi o caso do PCB de Prestes durante o governo Dutra. E a URSS podia bancar isso: tinha um PIB capaz de rivalizar com o americano, gastos militares equivalentes e um exército superior. Era um rival de verdade.

A questão é que jamais ocorreu, nem mesmo naquela época, a um candidato à presidência dos EUA acusar a URSS de interferência nas eleições de seu país. Denunciar a influência soviética no partido ou no candidato A ou B era coisa de generaleco latinoamericano, desesperado para criar clima para golpes militares. Americanos de verdade apenas trabalhavam para evitar que o impensável ocorresse, com a certeza de que os bons e velhos valores de seu país fariam o resto.

Já não é assim. A que ponto chegou a maior potência do planeta: sente-se marionete de um país que, segundo outra revista de grande circulação, estava à beira do abismo há uma década. Um mero paisinho de terceiro mundo com um tiranete no poder. Ninguém vai aguentar esse apequenamento por muito tempo.


Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 9/8/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Metallica e nostalgia de Luís Fernando Amâncio
02. Omissão de Ricardo de Mattos
03. Malcolm, jornalismo em quadrinhos de Luís Fernando Amâncio
04. Lembrança de Plínio Zalewski de Celso A. Uequed Pitol
05. Srta Peregrine e suas crianças peculiares de Ricardo de Mattos


Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2016
01. Sarkozy e o privilégio de ser francês - 14/6/2016
02. 80 anos de Alfredo Zitarrosa - 10/5/2016
03. A coerência de Mauricio Macri - 12/1/2016
04. 'As vantagens do pessimismo', de Roger Scruton - 12/4/2016
05. Lembrança de Plínio Zalewski - 8/11/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO LER A CARTA DE JUDAS- CORAGEM PARA LUTAR PELA FÉ
JOSÉ BORTOLINI
PAULUS
(2001)
R$ 18,00
+ frete grátis



O EXECUTIVO SEM CULPA
JOÃO ERMIDA
LUA DE PAPEL
(2010)
R$ 13,16



O ÚLTIMO E GRANDE DIA DA FESTA
DONG YU LAN
ÁRVORE DA VIDA
(2007)
R$ 5,00



A TESTEMUNHA OCULAR DO CRIME
AGATHA CHRISTIE
CÍRCULO DO LIVRO
(1986)
R$ 4,90



O HOMEM EM TEILHARD DE CHARDIN
CHAUCHARD
HERDER
(1973)
R$ 6,30



CIRCUITOS LINEARES
CHARLES M. CLOSE
LTC - LIVROS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS
(1975)
R$ 65,00



O QUE FREUD NÃO EXPLICOU
MAURÍCIO SITA
SER MAIS
R$ 12,45
+ frete grátis



A REBELDE APAIXONADA
FRANK G. SLAUGHTER
NOVA CULTURAL
(1986)
R$ 3,00



LIBERTINOS LIBERTÁRIOS
ADAUTO NOVAIS
COMPANHIA DAS LETRAS
(1996)
R$ 89,90



O TEATRO DE ANTONIO ROCCO (TEATRO BRASILEIRO)
ANTONIO ROCCO
IMPRENSA OFICIAL
(2009)
R$ 7,00





busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês