Em nome dos filhos | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
20714 visitas/dia
829 mil/mês
Mais Recentes
>>> TV Brasil exibe especial 'Sonho Meu' em homenagem a Dona Ivone Lara nesta sexta (20)
>>> Alexandre Hallais, um dos escritores mais evidentes da atualidade fecha parceria com a Soul Editora
>>> Juiz federal estreia na literatura com contos sobre heróis históricos
>>> Alessandro Ferrari Jacinto e Marisa Folgato lançam 'Alzheimer' na Livraria Martins Fontes
>>> Programa de Edição de Textos de Docentes da Unesp 2018
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
>>> Joan Brossa, inéditos em tradução
>>> Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia
>>> 40 anos sem Carpeaux
>>> Minha plantinha de estimação
>>> Corot em exposição
>>> Existem vários modos de vencer
Colunistas
Últimos Posts
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
>>> Existem vários modos de vencer
>>> Lauro Machado Coelho
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
Últimos Posts
>>> Pierrô
>>> Lugar comum
>>> Os galos
>>> Cenas do bar - Wilsinho, o feio.
>>> Desenhos a lápis na poesia de Oleg Almeida
>>> Eloquência
>>> Cenas do bar - Vladimir, o solteiro.
>>> Deu na primeira página...
>>> Palavra vício
>>> Premissas para reflexão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Quem é Gian Danton
>>> Um conselho: não leia Germinal
>>> O pós-modernismo morreu
>>> Nelson ao vivo, como num palco
>>> Furo
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Adagio ma non troppo
>>> E Benício criou a mulher...
>>> As 48 Leis do Poder, por Robert Greene
>>> Gramado e a ausência de favoritismo
Mais Recentes
>>> 3 revistas Deutsch Perfekt
>>> As esganadas
>>> Jeremias 1 a 6
>>> A Nova Jerusalém- A Noiva Ataviada
>>> Perversão - Coleção Conceitos da Psicanálise
>>> Contando Gatos
>>> Toda a Mudança Começa em Você
>>> Antes que Seja Tarde
>>> A Bíblia do Vencedor
>>> O Investidor Inteligente
>>> Segredos de Administração de Tempo
>>> Você e Seu Sangue
>>> Segredos de Liderança
>>> As Práticas Para a Prosperidade Extraídas de O Homem Mais Rico da Babilônia
>>> O Ciclo da Autossabotagem
>>> Como Convencer Alguém em 90 Segundos
>>> O Manuscrito Original - As Leis Do Triunfo E Do Sucesso
>>> Pense e Enriqueça
>>> O Maior Vendedor do Mundo
>>> Você Merece Uma Segunda Chance
>>> Pense Simples
>>> Escola de Negócios
>>> A Ciência de Ficar Rico
>>> HBase: The Definitive Guide (livro em Inglês)
>>> Big Data (livro em português) - Como Extrair Volume, Variedade, Velocidade e Valor da Avalanche de Informação Cotidiana 
>>> Quem Roubou Minha Motivação?
>>> O Negócio do Século XXI
>>> Os Segredos da Mente Milionária
>>> Atitude Mental Positiva
>>> Aprendendo Inteligência
>>> Basta Pensar Diferente
>>> A Lei do Triunfo
>>> Pai Rico Pai Pobre
>>> Como Fazer Amigos
>>> Go Pro
>>> Filha das Trevas
>>> A Revolução das Mulheres
>>> Nevernight - A Sombra Do Corvo 01 - Crônicas Da Quasinoite
>>> Casa Das Fúrias
>>> Quase 1000 Absurdos De Todos Os Tempos
>>> 1000 Curiosidades Olímpicas Que Todo Recordista Deveria Saber
>>> Quase 1000 Dados Nojentos Para Saber Que Este Mundo É Imundo
>>> 1000 Curiosidades Do Mundo Da Bola - Que Todo Craque Deveria Saber
>>> 1000 Curiosidades Insólitas
>>> 1000 Coisas Inúteis Que Um Garoto Deveria Saber Antes De Crescer
>>> Tríade Deutsch Perfekt - revistas
>>> Os Terceiros 2000 anos
>>> João Ternura
>>> Fauna de Venezuela
>>> El Libro De La Salsa
COLUNAS

Terça-feira, 31/1/2017
Em nome dos filhos
Luís Fernando Amâncio

+ de 2200 Acessos

É difícil nomear algo. Pior ainda quando se trata de nomear uma pessoa. E complica ainda mais se for uma pessoa com quem você vai conviver a vida toda. Mais difícil do que dar nome aos bois é dar nome aos filhos. Já imaginou, seu rebento querido, no auge da rebeldia, se virar para você e soltar a clássica frase, “eu não pedi pra nascer”, acrescida de um “muito menos ter essa m**** de nome”?

Gerar um outro ser e, ainda por cima, criar uma alcunha para ele, é brincar de deus. Mas a grande maioria não aprendeu com o Homem-Aranha, que “grandes poderes trazem grandes responsabilidades”. Então, as pessoas saem por aí desferindo nomes no impulso, ao bel-prazer, sem pensar no futuro do cidadão que o ostentará por toda uma vida. Apenas nomeiam, porque acham que soa bem, porque viram o nome na tv, porque é o nome do pai misturado com o da mãe ou, simplesmente, PORQUE SIM.

Minha família sofre da “maldição do nome composto”. Talvez tenha começado na geração da minha mãe, quando filha mulher era quase sempre “Maria” e filho homem era “José”. Aí, quando vinha o segundo filho do mesmo gênero – e naquela época filho vinha de braçada –, já havendo um José ou uma Maria, era preciso diferenciar com um complemento. Além disso, os batismos ainda ricocheteavam em nomes de santos, num combo completo de benção.

Na minha geração, os pais já começaram a deixar de lado a beatice na hora de ir ao cartório. Só que um nome simples, sem complemento, continuou não servindo. Muitos dizem que tenho nome de galã de novela mexicana, por exemplo.

Hoje, a composição dupla de nomes continua. Os nomes ficaram mais enxutos, coisa da moda – Sofia, Alice, Miguel, Pedro, Arthur e por aí vai – mas raramente é um só. E para aplicar o nome composto há as mais variadas justificativas: o pai queria um nome, a mãe, outro; um nome é o da avó materna, o outro é o da avó paterna; o primeiro nome é de uma música e o outro é da cidade aonde ouvi essa música...

Mas a minha família e os nomes compostos são só uma tendência em meio ao turbilhão de escolhas questionáveis imortalizadas em certidões de nascimento. Quem não se lembra da febre do “K”? Quem se chama Kelly, Kaio, Kellen, Karolina, dentre outros, sabe do que estou falando.

Houve também o tempo das consoantes dobradas, dos ipsilons marotos roubando o lugar do “i”, e do “e” tornando o nome feminino “diferentão” – “’Mariana’” é comum, vou sapecar um “e” no fim e vai ficar bom, ‘Mariane’”.

Sem falar nos nomes gringos que ainda desembarcam por aqui. Quanta “versão brasileira: Herbert Richers” não fez a cabeça de papais e mamães? Washingtons, Kathlyns, Wellingtons, Charles e Rachels que o digam. E atores, atrizes e músicos também batizaram mais crianças do se pode imaginar. Se gritar “Michael Douglas” na rua, uns três vão virar. Sem falar nos exóticos “Waltdisney da Silva”, das “Whitney Houston dos Santos”, ou dos “Christopher Tiagos” da vida.

Enfim, quando a criatividade é grande, o céu – que no caso é o alfabeto – é o limite. Não estou aqui para julgar, tem gosto para tudo e o meu não é melhor do que o de ninguém. Mas se um dia eu quiser fazer algo de importante da vida, talvez eu crie uma ONG para estimular as pessoas a darem nomes a seus filhos com consciência. Não é dizer que tal nome é certo e o outro é errado. Mas é que às vezes, antes de tomar uma decisão, é preciso ouvir alguém dizer: “sério?”.

Afinal, adaptando a infeliz campanha publicitária do governo federal, gente boa também erra a mão na hora de dar nome aos outros.


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 31/1/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A poesia afiada de Thais Guimarães de Jardel Dias Cavalcanti
02. Estevão Azevedo e os homens em seus limites de Guilherme Carvalhal
03. Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá? de Renato Alessandro dos Santos
04. Notas confessionais de um angustiado (VI) de Cassionei Niches Petry
05. Um parque de diversões na cabeça de Renato Alessandro dos Santos


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2017
01. Fake news, passado e futuro - 25/8/2017
02. Em nome dos filhos - 31/1/2017
03. Bates Motel, o fim do princípio - 8/12/2017
04. Brasil, o buraco é mais embaixo - 7/7/2017
05. O dia que nada prometia - 26/5/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O RAIO DA POSITIVIDADE
IEDA DE OLIVEIRA
QUINTETO
(1998)
R$ 14,00



ALMAS MORTAS - NICOLAI GOGOL (LITERATURA RUSSA)
NICOLAI GOGOL
ABRIL CULTURAL
(1972)
R$ 17,00



O PODER DO JOVEM - 62ª EDIÇÃO
LAURO TREVISAN
DA MENTE
(1981)
R$ 5,49



CORINTHIANS E PALESTRA ITÁLIA: FUTEBOL EM TERRAS BANDEIRANTES
ALFREDO OSCAR SALUN
TODAS AS MUSAS
(2015)
R$ 35,00
+ frete grátis



AMIGOS PARA SEMPRE
ANNE GEDDES
ALLES TRADE
(2008)
R$ 50,00



MAX PERKINS - UM EDITOR DE GÊNIOS
A. SCOTT BERG
INTRÍNSECA
(2014)
R$ 39,99



O FUTURO DOS EMPREGOS
THOMAS W. MALONE
M. BOOKS DO BRASIL
(2006)
R$ 33,90



BLING RING: A GANGUE DE HOLLYWOOD
NANCY JO SALES
INTRINSECA
(2013)
R$ 10,00



MANGÁ VARIANTE REQUIEM FOR THE WORLD Nº 2
IQURA SUGIMOTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2004)
R$ 11,90



NADA É POR ACASO
ZIBIA GASPARETTO
VIDA E CONSCIÊNCIA
(2005)
R$ 11,54





busca | avançada
20714 visitas/dia
829 mil/mês