Retratos da ruína | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
29464 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Pixel Show promove gratuitamente exibição do documentário "The Happy Film"
>>> Inédito no Brasil, espetáculo canadense SIRI estreia em novembro no Oi Futuro
>>> Antonio Nóbrega apresenta show comemorativo pela passagem dos 25 anos do Instituto Brincante
>>> Visita Temática : Os Múltiplos Tempos da Coleção de Ema Klabin
>>> Chagall é tema de palestra na Casa Museu Ema Klabin
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Olho d'água
>>> A música da corrida
>>> Retalhos da vida
>>> Limbo
>>> Transmutações invisíveis
>>> Quem te leu, quem te lê
>>> Bom dia e paz
>>> O que sei do tempo II
>>> Quem é quem?
>>> Academia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Um monstro que ri
>>> Lições literárias
>>> Fahrenheit 451, Oralidade e Memória
>>> História dos Estados Unidos
>>> Apresentação
>>> Modernismo e Modernidade
>>> Deus ex machina
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Homenagem a Orestes Barbosa
>>> O lado A e o lado B de Durval Discos
Mais Recentes
>>> O príncipe e o mendigo
>>> Dicionário de Ciências Ocultas 1 e 2
>>> Jonas
>>> O desafio historiográfico
>>> Decifrando o Genoma
>>> O Baudolino
>>> O Império do Sol
>>> Encanto Mortal
>>> A Ilha do Dia Anterior
>>> Ciência Política
>>> O Trabalho Infantil na Cidade de São Paulo
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Controlando a Osteoporose
>>> Encantando Totalmente o Cliente
>>> As Vinhas da Ira _ Volume II
>>> Ser Mãe
>>> Sonetos Escolhidos
>>> Sonetos Escolhidos
>>> Nada Dura Para Sempre
>>> Dioniso & Cia. na moqueca do dendê: desejo, revolução e prazer na obra de Jorge Amado
>>> Ciência & Realidade 6ª série
>>> Redação Curso Básico Vol 1
>>> Redação Curso Básico Vol 2
>>> A Conquista da Matemática 7ª Série
>>> Redação Curso Básico Vol 3
>>> Português Através de Textos 5
>>> Português Através de Textos 7
>>> Ciência & Realidade 7ª série
>>> Ciência & Realidade 5ª série
>>> A Conquista da Matemática 6ª Série
>>> Caderno de Português Fundamental 5ª série
>>> Bom Tempo Estudos Sociais Ciências 4
>>> Língua Portuguêsa Vol 4
>>> Descobrindo a Gramática
>>> Português Através de Textos 6
>>> Verdades Fundamentais da Parábola do Rico e de Lázaro
>>> Dificuldades Bíblicas e Outros Estudos Vol. 1 (2ª ed.)
>>> Um rabino conversa com Jesus- um diálogo entre milênios e confissões
>>> Conceitos de crítica
>>> Conceitos fundamentais da poética- (2ª ed.)
>>> Marketing Digital Novas tecnologias & Novos Modelos de Negócio
>>> Excel 2007
>>> Project para Profissionais
>>> O crime do padre Amaro (15ª ed.)
>>> A câmara clara - nota sobre a fotografia (2ª ed.)
COLUNAS

Quinta-feira, 29/6/2017
Retratos da ruína
Elisa Andrade Buzzo

+ de 1500 Acessos

Como e quando foi arrancado o duplo caminho retilíneo de árvores da nascente avenida Paulista? Suas copas, como triângulos, empinadas para cima, para o futuro, tão bem protegidas por uma estrutura de madeira; tal qual um grande prédio em construção. Provavelmente hoje não há nenhum exemplar delas, retratadas na aquarela de 1891 de Jules Martin, exposta no MASP na mostra “Avenida Paulista”.

A exposição mostra as muitas faces da avenida cheia de prédios, centro financeiro, comercial e cultural, símbolo de orgulho da cidade grande, em seus protestos, em suas residências, em seus primórdios, em suas conturbações frente ao inchaço da cidade. Em suma, na glorificação das linhas mais que retilíneas dos edifícios de concreto ou vidro em elegantes fotos PB.

Mas não tem jeito, o que acaba me chamando mais a atenção é a destruição, mais do que a reconstrução. Fotos coloridas de 1996 dão conta da vida que segue na avenida enquanto a mansão dos Matarazzo está, literalmente, quebrada ao meio. Fotos de 1957 documentam a demolição do Belvedere do Trianon, onde seria construído, pouco mais tarde, o próprio MASP. A marreta está no ar, eternizada antes de esfacelar mais um pedaço da construção.

Acho que é isso o que surpreendente nesse jogo de construção e destruição. O que era feito para durar dura muito pouco e provavelmente não se pensava que assim seria. Quando, como e para dar lugar a quê esta nossa Paulista com feições completas atuais cederá o lugar de seu espigão ultravalorizado?

Se o terreno do Belvedere cedeu seu espaço ao MASP, um ícone difícil de se pensar separado da avenida, um pujante palácio eclético carioca também teve seu destino fatídico exposto, não só em fotografias, mas em registro de vídeo. Pois saindo do MASP, assisto ao documentário Crônica da demolição, sobre o Palácio Monroe.

O diretor Eduardo Ades conta com um farto material de imagens e depoimentos a história do Palácio Monroe, que foi por décadas sede do Senado Federal, e sua demolição desastrosa em 1976. Hoje o terreno na Cinelândia é um vazio difícil de entender, com uma fonte e seu subterrâneo utilizado como estacionamento.

Por outro lado, a Paulista e seus quarteirões flamejantes. Um Burguer King abre na esquina com a Brigadeiro, praticamente em cada esquina um Starbucks, um novo shopping de entrada congestionada. Cada vez mais do povo, cada vez mais comercial, cada vez mais desmemoriada de seu passado praticamente ausente. Fora isso, cada vez mais um retrato da decadência de nosso país, com sua pobreza, seus viciados, seu descaso com a memória, e seus pedestres cercados por sua falta de perspectiva pessoal e social. Um pequeno resumo do que se pode fazer com escombros.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 29/6/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Correio de Elisa Andrade Buzzo
02. O suicídio na literatura de Cassionei Niches Petry
03. Em 2016, pare de dizer que você tem problemas de Fabio Gomes
04. O que não fazer em época de crise de Fabio Gomes
05. E não sobrou nenhum (o caso dos dez negrinhos) de Gian Danton


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2017
01. Vocês, que não os verei mais - 2/2/2017
02. Essas moças de mil bocas - 9/3/2017
03. Minha finada TV analógica - 6/4/2017
04. Retratos da ruína - 29/6/2017
05. Da varanda, este mundo - 10/8/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HQ CEBOLINHA 7 + OS NAMORADOS
MAURÍCIO DE SOUZA
GLOBO
(1994)
R$ 7,00



INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS AGÊNCIAS REGULADORAS
SÉRGIO GUERRA
FREITAS BASTOS
(2004)
R$ 28,00



COMO DSENVOLVER A MEMÓRIA
JOYCE D.BROTHERS E EDWARD P. EAGAN
RECORD
R$ 11,10



QUEM CONTA UM CONTO 5 (CONTOS) - LITERATURA BRASILEIRA
SAMIR MESERANI (COORD.)
ATUAL
(1990)
R$ 5,00



A SENDA DO HOMEM CELESTE - NARRADO POR UM VERDADEIRO COMBATENTE QUE A PERCORREU
J. G. GICHTEL
POLAR
(2001)
R$ 27,99



ONTEM AO LUAR - VIDA ROMÂNTICA DO POETA DO POVO CATULLO DA PAIXÃO CEARENSE
MURILLO ARAUJO
A NOITE
(1951)
R$ 20,00



HISTÓRIA DA LITERATURA CRISTÃ ANTIGA GREGA E LATINA - VOL. I: DE PAULO À ERA CONSTANTINIANA
CLAUDIO MORESCHINI | ENRICO NORELLI
LOYOLA
(1996)
R$ 52,00



CAVALOS E OBELISCOS
MOACYR SCLIAR
ÁTICA
(2001)
R$ 10,00



OS LUSÍADAS
LUÍS DE CAMÕES
KLICK
R$ 15,00



FILHOS DAS TREVAS
MORRIS WEST
CÍRCULO DO LIVRO
(1957)
R$ 8,70





busca | avançada
29464 visitas/dia
1,1 milhão/mês