Exibir sem mostrar | Lucas Rodrigues Pires | Digestivo Cultural

busca | avançada
30533 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda Silibrina apresenta Jazz brasileiro no Teatro Brincante
>>> Festival Ferrock movimenta a Ceilândia
>>> Dragão7 apresenta-se em Bauru, Lencóis e Garça nos 10 Anos do Circuito Cultural Paulista
>>> Show com grupo Tambora faz um mergulho na obra de compositoras de diversos países da América Latina
>>> Pianista revelação, Juliana D'agostini mostra seu talento no Natal Musical do VillaLobos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Rios inversos
>>> Você pertence a um não lugar
>>> Olho d'água
>>> A música da corrida
>>> Retalhos da vida
>>> Limbo
>>> Transmutações invisíveis
>>> Quem te leu, quem te lê
>>> Bom dia e paz
>>> O que sei do tempo II
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lula e o Genocídio Negro
>>> Para entender Paulo Coelho
>>> Souza Dantas, Almoço e Chocolate
>>> Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor
>>> Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor
>>> Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor
>>> Proxxima: primeiro dia
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Ária da Rainha da Noite
>>> Let us protect you in the labyrinth
Mais Recentes
>>> Não Morda A Isca: Como Escapar Da Pornografia
>>> Ensino de Ciencias e Cidadania
>>> Temas Transversais e a Estratégia de Projetos
>>> Sagarana
>>> Justiça e Esperança para Hoje
>>> Atlas Geográfico Escolar
>>> Trocando a Negação pela Graça de Deus
>>> Passagem para o Poético
>>> Atlas Geográfico Melhoramentos
>>> Morri para Viver Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição
>>> Em Manhattan do terceiro Mundo
>>> Dança do fogo estudo sobre o Desejo
>>> Itinerário Espiritual de Santa Tereza de Ávila
>>> O Demônio e a Sra. Prym
>>> Inimigo Rumor 20
>>> Viena, Guia visual da Folha
>>> A Cura
>>> Pensamento Complexo: suas aplicações à liderança, à aprendizagem e ao desenvolvimento sustentável
>>> Dictionnaire D'Analyse du Discours (1ª ed.)
>>> Defenda seus direitos
>>> O momento da sua virada
>>> Uma Viagem Aos Reinos
>>> Trilha para os Jovens
>>> Titan - O mundo de aventuras fantásticas
>>> Sonhos Lúcidos
>>> Raiva. Seu Bem, Seu Mal
>>> O Shadowdale Vale Das Sombras
>>> O perdedor
>>> O livro secreto da maçonaria
>>> O livro da quituteira
>>> O caso Schreber
>>> O Caminho do mago
>>> Lobisomem O - Apocalipse - Rpg
>>> Livro do Mestre - Advanced Dungeons e Dragons
>>> Gurps. Modulo Básico
>>> Francisco de Assis e Francisco de Roma: Uma Nova Primavera na Igreja
>>> Forgotten Realms 3 Guia De Campanha Para Undermontain
>>> Cinema: O Divã e a Tela
>>> Até os Felizes Sofrem
>>> Assessoria de Imprensa
>>> As Virtudes da Casa
>>> Além do bem e do mal
>>> Aleister Crowley - A Biografia de um Mago
>>> A realização espontânea do desejo
>>> Belo Desastre
>>> Nao deixe para depois o que voce pode fazer agora
>>> Ecos Dos Mortos
>>> O pai sessenta minutos
>>> A Noite dos Quatro Furacões
>>> Caixa de Pássaros
COLUNAS

Quinta-feira, 18/7/2002
Exibir sem mostrar
Lucas Rodrigues Pires

+ de 3100 Acessos

Sexta-feira passada fui ao cinema ver 8 Mulheres. Não tinha muitas expectativas quanto ao filme, mas quando começaram os trailers pensei logo que poderia ser exibido o de Cidade de Deus, o tão comentado filme que Fernando Meirelles adaptou da obra homônima de Paulo Lins. Pois e não é que ele estava lá!!! Emocionei-me ao ver a primeira imagem - de uma galinha correndo e a câmera colada nela. Para alguém que leu o livro Cidade de Deus, e adorou, esperar para poder ver o filme é uma tortura sem tamanho (assim como foi, é e será com os três episódios de O Senhor dos Anéis). Ainda mais quando um diretor do calibre de Meirelles está por trás do projeto.

A questão que falarei hoje é outra. Não discutirei o filme, pois ainda não o vi. Meu apontamento está no fato de que NÃO vi nada do filme Cidade de Deus naquele trailer que a Lumière disponibilizou nas salas de cinema. Aquela imagem da galinha correndo em desespero contrastou com a de um facão sendo amolado, e mais nada!!! O restante foi completado com frases pinçadas de revistas e jornais estrangeiros sobre a genialidade da obra. Irritou-me profundamente esperar ver algo e apenas ver o que jornalistas americanos, ingleses e franceses - que, diga-se, já viram o filme - escreveram a respeito de Cidade de Deus. Mais irritado ainda foi perceber que o mesmo artifício fora usado para divulgar Abril Despedaçado. O que parecia uma estratégia de marketing para aproveitar a oportunidade de levantar um filme que estava cogitado a concorrer ao Oscar, soou-me como uma nova modalidade de atestar qualidade, algo típico da tradição brasileira: frases de efeito de publicações estrangeiras jogadas sobre o público brasileiro. Tudo parecendo como se o que dissessem no exterior servisse de legitimador da qualidade do produto audiovisual brasileiro.

Tal postura possibilita tocar num ponto que chega a ser algo facilmente detectado entre nós, brasileiros: o pensamento de que tudo o que vem de fora é melhor. No cinema não precisa nem se falar, caso contrário não teríamos apenas 5% dos ingressos vendidos no país (porcentagem referente ao primeiro semestre). Dar ao espectador no trailer o que já se falou do respectivo filme no exterior é uma tática interessante - diria até produtiva, já que mantém a expectativa da platéia -, mas demonstra a necessidade de haver um fator legitimador externo para atestar uma suposta qualidade que deveria vir de seus cidadãos quando da exibição. Além disso, auxilia num outro ponto, desfavorável ao público brasileiro: pretere-se a exibição em território nacional em favor de outros mercados mais fortes comercialmente que possam gerar tais comentários positivos. Portanto, o povo brasileiro, que deveria ser o maior beneficiário de uma produção local, ainda mais por ser realizada com dinheiro governamental, está a mercê do que venham a falar e a escrever sobre determinada obra no exterior. Dependendo do caso, pode atrasar a estréia de um filme por meses, como foi o caso com Abril Despedaçado.

Assim como na economia, quando cresce a instabilidade do mercado, só alguma autoridade da área vinda do exterior para acalmar os investidores, o cinema brasileiro parece ter chegado no mesmo beco. Pode-se falar maravilhas, mas se oriunda de um indivíduo brasileiro não haverá os mesmos resultados. Crê-se na economia brasileira apenas quando jornais estrangeiros a elogiam. O mesmo pensamento aplica-se ao cinema. Mas será que um filme nacional, para fazer sucesso em seu próprio território, precisa ser elogiado em festivais na Europa ou por publicações americanas?

Concordo que ajuda na divulgação, mas é um exagero criar um trailer para expor todos os elogios recebidos. O que, de fato, aparenta ser um trailer como o de Cidade de Deus é um clipping jornalístico - um amontoado de resenhas, críticas, comentários etc que o filme recebeu e que são juntados para arquivo ou mesmo publicidade. Nada contra os clippings, mas um trailer de cinema serve basicamente para dar uma idéia do que será aquele filme, adiantar imagens, enredo, personagens e situações que aticem o espectador a assisti-lo quando estrear. Priva-se do benefício de oferecer imagens exclusivas, coisa que apenas o cinema faz com certa antecedência, para mostrar palavras ditas por publicações como Los Angeles Times, The Guardian, Variety, New York Times etc. Afinal de contas, um filme brasileiro só tem razão de existir porque será mostrado a seu povo. Filmes feitos para exportação não deveriam constar entre os beneficiários das leis de incentivo à cultura. Não deve ser o caso de Cidade de Deus, que apresenta temática típica brasileira, mas a forma de divulgação da empresa responsável aproxima seu produto disso. O filme poderá se beneficiar dessa prática, mas o público brasileiro não.


Lucas Rodrigues Pires
São Paulo, 18/7/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Até eu caí nessa de Marta Barcellos
02. Anotações de um amante das artes de Márwio Câmara
03. Da separação e dos desalinhamentos de Ana Elisa Ribeiro
04. Relendo clássicos de Luiz Rebinski Junior
05. Vida conjugal de Guilherme Pontes Coelho


Mais Lucas Rodrigues Pires
Mais Acessadas de Lucas Rodrigues Pires em 2002
01. Santa Xuxa contra a hipocrisia atual - 12/12/2002
02. O melhor nacional do ano - 17/10/2002
03. O limite de um artista - 4/6/2002
04. Cidade de Deus, um fenômeno comercial - 7/11/2002
05. O que eles têm que nós não temos? - 5/12/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ENEIDA - VIRGÍLIO (LITERATURA LATINA)
VIRGÍLIO
ABRIL CULTURAL
(1983)
R$ 18,00



MULHER E LITERATURA
LÚCIA HELENA VIANNA (ORG.)
UFF- ABRALIC
(1992)
R$ 23,90



MIMO - EL ARTE DEL SILENCIO
PETER ROBERTS
TTARTTALO
(1990)
R$ 55,00



REVISTA BRASILEIRA DE ALERGIA E IMUNOPATOLOGIA VOL 18 Nº 2 MARÇ/ABRIL
NÃO INFORMADO
S.B.A.I
(1995)
R$ 3,00



ALÉM DO VÉU E FORA DO ARRAIAL
DONG YU LAN
ÁRVORE DA VIDA
(1999)
R$ 6,10



SIMÃO PEDRO E OS PRIMEIROS CRISTÃOS
LÉA CARUSO - ESPÍRITO JOSÉ
IDE
(2015)
R$ 29,15



RESPOSTA A JÓ
C.G. JUNG
VOZES
(1986)
R$ 32,00



LÁGRIMAS DE COMPAIXÃO
PIERRE WEIL
PENSAMENTO
(2005)
R$ 10,80



OS HOMENS E A HERANÇA NO MEDITERRÂNEO
BRAUDEL
MARTINS FONTES
(1988)
R$ 30,00



REVISTA CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA - 1 (CADERNO ESPECIAL)
VÁRIOS
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1967)
R$ 4,00





busca | avançada
30533 visitas/dia
1,1 milhão/mês