Da crônica ao metajornalismo | Nemo Nox | Digestivo Cultural

busca | avançada
37760 visitas/dia
947 mil/mês
Mais Recentes
>>> Companhia de Danças de Diadema leva "por+vir" ao palco do Teatro Clara Nunes
>>> 38ª Edição da Feira da Comunidade acontece no domingo, 29 de outubro, na A Hebraica
>>> Alex Flemming inaugura intervenção "Anaconda" na Casa-Museu Ema Klabin
>>> Fundação Ema Klabin abre Festival Internacional de Música Judaica
>>> Projeto Jardim Imaginário inaugura a instalação "Penetra" de Marcius Galan
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Toscanini e o Hino da República
>>> A máquina de escrever.
>>> Vegetativo
>>> Açaí com granola
>>> Em suspenso
>>> Nesse mundo de anjos e demônios
>>> A lâmpada
>>> Irredentismo
>>> Tabela periódica
>>> Insone
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Pulga na praça
>>> Você vai ser grande
>>> Qual é a alma da cidade?
>>> Hellbox
>>> Sexo e luxúria na antiguidade
>>> A mitologia original de Prometheus
>>> Bio de Paulo Francis em vídeo
>>> Literatura engajada
>>> Entre o sertão e a biblioteca
Mais Recentes
>>> Patologia Estrutural e Funcional 5ª ed.
>>> Rosa Maria No Castelo Encantado
>>> Hino do Universo
>>> Al-Qaeda
>>> Falsificação de Remédios e Poder de Polícia
>>> A Ditadura Encurralada
>>> Semiologia Cardíaca-Diagnostico e Tratamento Junto ao Leito 5ª ed.
>>> Blackwater
>>> O Peixinho Azul E Outras Histórias
>>> Terrorista
>>> Manual de Sinais e Sintomas 3ª ed.
>>> Falcão Meninos do Tráfico
>>> Odontologia Hospitalar
>>> A Arte da Sedução
>>> Deraldo Motta realizador de sonhos
>>> Ventilação Mecânica em Neonatologia e Pediatria
>>> A Fonoaudiologia na Paralisia Cerebral-Diagnostico e Tratamento
>>> Disturbios do Sono e a Odontologia-Tratamento do ronco e Apineia
>>> Disturbios da Voz e seu Tratamento
>>> Educação em Saude-Com Enfoque em Odontologia e em Fonoaudiologia
>>> An Introduction to the Invertebrates 2ª ed.
>>> Fisioterapia em Pediatria 3ªed.
>>> Tratado de Yôga
>>> Moral Cristã em tempos de relativismos e fundamentalismos
>>> Otávio Mangabeira e sua Circunstância
>>> Guia para amar a si mesma e viver melhor a adolescência
>>> Ela disse, ele disse
>>> Controvérsias em Periodontologia-º1 - Periodontologia 2000
>>> Os Lusíadas - Reprodução paralela das duas edições de 1572
>>> Manual da Série Branca
>>> Saudades da Guanabara & O campo político da cidade do Rio de Janeiro (1960-1975)
>>> Step By Step Minimally Invasive Glaucoma Surgery
>>> O fiador dos brasileiros & Cidadania, escravidão e direito civil no tempo de Antônio Pereira Rebouças
>>> Mulato: negro-não negro, branco não-branco
>>> Tropeços da medicina bandeirante + Medicina paulista entre 1892-1920
>>> Apontamentos para a História da Revolução Riograndense de 1893
>>> A criação de periquitos e seus cuidados
>>> Gripe: história da pandemia de 1918
>>> Bilhões e bilhões & Reflexões sobre vida e morte na virada do milênio
>>> O mundo assombrado pelos demônios & A ciência vista como uma vela no escuro
>>> A Escravidão Reabilitada
>>> A Lógica do Mercado de Ações
>>> Emergencias em Edodontia-Diagnostico e Conduta Clinica
>>> O Ponto de Mutação
>>> Perspectivas na Clinica das Afasias:O Sujeito e o Discurso
>>> Sociologia do Negro Brasileiro
>>> lElite da Tropa
>>> Hospedagem - Front Office e Governança
>>> O Afegão
>>> Mulheres Boazinhas não Enriquecem
COLUNAS >>> Especial Internet

Segunda-feira, 29/7/2002
Da crônica ao metajornalismo
Nemo Nox

+ de 3100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Alguns dos maiores jornais do Brasil já começaram a publicar colunas específicas sobre weblogs. O que antes era mera curiosidade e recebia tratamento de moda passageira agora começa a ser encarado com seriedade pela grande mídia. E já são muitos os jornalistas que também começaram seus próprios weblogs. No meio desta efervescência, fica a pergunta: weblog é jornalismo?

O problema em abordar essa questão de forma global é a enorme diversidade de modelos adotada pelos blogueiros. Temos de narrativas românticas a desabafos profissionais, de minicontos a relatos de viagem, de comentários do dia-a-dia a ensaios de marketing, a lista é infindável. Dentro desse caleidoscópio temático, somos tentados a comparar os weblogs às colunas de crônica tão comuns em jornais de ontem e de hoje, sendo também um formato adotado por algumas emissoras de televisão. Nos weblogs, em vez da coluninha semanal onde tudo pode ser assunto, até a falta de assunto, temos os posts diários onde tudo pode ser assunto, até para quem não tem assunto.

Mas podemos buscar outra relação entre weblogs e jornalismo, mesmo excluindo os exemplos óbvios e raros onde o blogueiro está efetivamente usando seu espaço como repórter e fazendo cobertura de eventos. Há um elemento comum, além da estrutura linear-vertical de posts com data, unindo quase todos os weblogs: a grande quantidade de links oferecidos para outros sites, freqüentemente para sites da grande mídia. Neste sentido, o weblog pode ser considerado uma espécie de metajornalismo, um filtro personalizado e muitas vezes comentado, com liberdade inclusive para alinhavar fontes distintas num só post, citando e confrontando veículos concorrentes ou pontos de vista conflitantes.

O link é talvez o elemento que mais caracterize a experiência da world wide web, e nos weblogs encontrou terreno fértil para uma explosão hipertextual. Jornais, revistas, programas de rádio e televisão, e até mesmo outros sites de notícias, passam pela análise diária de um exército de blogueiros que elogia, critica, acrescenta, desmente, analisa, retruca, questiona, e dá a sua própria versão dos fatos. O caminho é de mão dupla, com grandes veículos oferecendo matéria-prima aos nanicos, que por sua vez a retrabalham e remetem seus públicos pequenos porém segmentados de volta à origem, mas agora com um verniz crítico diferenciado. A simbiose é inescapável, e é a isso que começam a se render agora os gigantes da mídia, ao menos os mais ágeis.

Os escribas estão soltos
Um aspecto pouco lembrado é que os weblogs representam uma gloriosa volta à palavra escrita. Nos primórdios da web, por deficiências tecnológicas, o texto era uma prioridade em qualquer site - imagens estáticas demoravam uma eternidade no download, e sons ou filmes eram um luxo impensável. Numa sociedade dominada pelos meios audiovisuais, voltávamos subitamente ao domínio do texto. Depois, com a aproximação da mítica banda larga, a web começou a ser invadida pelo visual, e fomos inundados por sites bonitos porém desprovidos de conteúdo. Para muitos que não tinham o que dizer, numa paráfrase de mau gosto a McLuhan, o design passou a ser a mensagem, a única mensagem. Hoje os weblogs mostram que nem tudo está perdido para as belas letras. Pelo contrário, poucos imaginavam que poderia haver tanta verborragia espalhada pelo mundo, e legiões de escribas se lançaram à web mal os obstáculos para a publicação foram contornados (para fazer um weblog hoje não é necessário qualquer conhecimento de html, ftp ou outras siglas assustadoras para os neófitos).

Os weblogs são bem mais que uma versão online dos velhos diários escritos à caneta num caderninho trancado a sete chaves. As influências são múltiplas, e vão dos velhos fanzines e jornaizinhos escolares mimeografados até os sites pessoais e os cronistas da grande imprensa on e offline. É curioso que os grandes veículos de comunicação, em geral, tenham dado tratamento de curiosidade ao fenômeno dos weblogs. Muitos jornalistas não se sentem confortáveis com a concorrência que surgiu de todos os lados e se manifesta diariamente na web, sem diplomas e sem compromissos, e prefere descartar o movimento como moda passageira. Mas é nos weblogs que vai surgindo uma nova geração de formadores de opinião, bem aos moldes anárquicos da internet, variando de modestos palpites sobre o último lançamento cinematográfico às grandes denúncias políticas. São milhares de Spider Jerusalem (personagem de Transmetropolitan, de Warren Ellis) soltos pelo mundo, relatando, denunciando, opinando.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Nemo Nox é editor do blog Por um Punhado de Pixels e do site Burburinho, onde este texto foi originalmente publicado.


Nemo Nox
Washington, 29/7/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Wunderteam de Celso A. Uequed Pitol
02. O Mito da Eleição de Marilia Mota Silva
03. A preparação de um romance de Débora Costa e Silva
04. Entrevista com o poeta Augusto de Campos de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Nemo Nox
Mais Acessadas de Nemo Nox em 2002
01. O apanhador no campo de centeio - 8/7/2002
02. Dilbert - 7/6/2002
03. Um Bonde Chamado Desejo - 22/10/2002
04. Os Impossíveis - 11/9/2002
05. Modelos de beleza - 28/10/2002


Mais Especial Internet
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/9/2003
19h20min
Penso que os blogs são na realidade o mais fantástico modo de refletir a verdade de cada um em detrimento da "verdade" dos donos dos jornais. Se os jornalistas estão reclamando isso é bom sinal, sinal de que as editorias precisarão se adaptar, pois hoje uma "verdade" publicada para refletir o pensamento do dono do jornal pode ser combatida rapidamente na Internet e transformar a publicação em chacota nacional ou internacional. Por fim, mas não menos importante, penso que os blogs servem de fiscalizadores das "verdades" impressas, o que, num breve futuro obrigará os donos de jornais a repensarem suas influências sobre os textos de seus jornalistas, que sairão ganhando com o aumento de liberdade em expor suas idéias.
[Leia outros Comentários de Daubi Piccoli]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REVISTA PLACAR Nº 713 20/01/1984
VARIOS
ABRIL
(1984)
R$ 20,00
+ frete grátis



JUCA PIRAMA & OUTROS POEMAS (OS TIMBIRAS) - GONÇALVES DIAS (POESIA BRASILEIRA)
GONÇALVES DIAS
VALER
(2010)
R$ 8,00



JUANRIBE PAGLIARIN (JESUS A VIDA COMPLETA )
JUANRIBE PAGLIARIN
BLESS PLESS
(2017)
R$ 22,00
+ frete grátis



A CASA DA MÃE JOANA - CURIOSIDADES NAS ORIGENS DAS PALAVRAS, FRASES E
REINALDO PIMENTA
CAMPUS
(2002)
R$ 10,90



QUALIDADE COMEÇA EM MIM
TOM CHUNG
NOVO SECULO
(2002)
R$ 3,00



SOBRE A TELEVISÃO
PIERRE BOURDIEU
JORGE ZAHAR EDITOR
(1997)
R$ 27,40



A MORTE TEM SETE HERDEIROS 3ª EDIÇÃO.
STELLA CARR & GANYMÉDES JOSÉ
MODERNA
(2014)
R$ 19,90



CRESCENDO COM O ENEAGRAMA NA ESPIRITUALIDADE
DOMINGOS CUNHA
PAULUS
(2005)
R$ 46,10



EÇA E O BRASIL
ARNALDO FARO
NACIONAL
(1977)
R$ 15,00



ALFA ROMEO: CLÁSSICOS DO BRASIL
ROGÉRIO DE SIMONE E ROGÉRIO FERRARESI
ALAUDE
(2010)
R$ 18,00





busca | avançada
37760 visitas/dia
947 mil/mês