Ditadura, tragédia e pintura | Italo A. Tronca

busca | avançada
74973 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Digestivo Cultural
O que é?
Quem faz?

Audiência e Anúncios
Quem acessa?
Como anunciar?

Colaboração e Divulgação
Como publicar?
Como divulgar?

Newsletter | Disparo
* Histórico & Feeds
TT, FB e Instagram
Últimas Notas
>>> Daily Rituals - How Artists Work, by Mason Currey
>>> Fernando Pessoa, o Livro das Citações, por José Paulo Cavalcanti Filho
>>> A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone
>>> Reflexões ou Sentenças e Máximas Morais, de La Rochefoucauld
>>> O Capital no Século XXI, de Thomas Piketty, o livro do ano
>>> Trágico e Cômico, o livro, de Diogo Salles
>>> Blue Jasmine, de Woody Allen, com Cate Blanchett
>>> The Devil Put Dinosaurs Here, do Alice in Chains
Temas
Mais Recentes
>>> O cão da meia-noite
>>> O problema da Petrobras são vários
>>> Joana a Contragosto, Mirisola em queda livre
>>> O fim do PT
>>> Doida pra escrever
>>> Por que o petrolão é muito diferente do mensalão
>>> Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras
>>> Dando nome aos progres
>>> Sobre o caso Idelber Avelar
>>> O livro do Natal
Colunistas
Mais Recentes
>>> Copa 2014
>>> Copa 2010
>>> Idade
>>> Origens
>>> Protestos
>>> Millôr Fernandes
Últimos Posts
>>> Dia do Ram
>>> Escrever e defender o governo
>>> Mozart 11 com Barenboim
>>> Haddad merece no máximo nota 4
>>> Graça Foster também sabia
>>> Caminhos para Roma
>>> Por que Graça Foster vai cair
>>> A primeira formatura
>>> Privatiza, Presidente!
>>> Eric Santos 2014
Mais Recentes
>>> Lembranças de Ariano Suassuna
>>> Harold Ramis (1944-2014)
>>> Sergio Britto & eu
>>> Para o Daniel Piza. De uma leitora
>>> Joey e Johnny Ramone
>>> A Cultura do Consenso
>>> De Kooning em retrospectiva
>>> Delírios da baixa gastronomia
Mais Recentes
>>> Jaime Pinsky
>>> Luis Salvatore
>>> Catarse
>>> Chico Pinheiro
>>> Sheila Leirner
>>> Guilherme Fiuza
Mais Recentes
>>> O segundo e-book do Digestivo
>>> Momento cívico
>>> Digestivo Books
>>> Caixa Postal
>>> Nova Seção Livros
>>> Digestivo no Instagram
Mais Recentes
>>> Amigos e vinhos, mulheres à parte
>>> 13º Porto Alegre em Cena
>>> O século de Sabato
>>> Código de Trânsito Brasileiro
>>> Dobradinha pernambucana
>>> Peru com whisky
>>> Brigitte Bardot
>>> Mondo Massari
>>> Uma impressão sobre Capitu
>>> Nos Cumes do Desespero
LIVROS
Mais Recentes
>>> O Segredo do Sucesso é ser Humano
>>> O que restou de mim
>>> Caça ao Homem
>>> Pássaro da Tempestade
>>> A Humanidade e Suas Fronteiras
>>> Os Grandes Impostores
>>> Como Gata e Rato, Como Cão e Gata
>>> Os Fidalgos da Casa Mourisca
>>> O Príncipe
>>> Conversas
>>> Os piores dias de minha vida foram todos
>>> Coração de Mãe
>>> Entre o Silêncio e a Obra
>>> Transportes - História, Crises e Caminhos
>>> Embuscadoamor.com
>>> Um tal Lucas
>>> O Outono do Patriarca
>>> Um Corpo na Neve
>>> Cinquenta Anos Esta Noite
>>> Pedagogia dos Sonhos Possíveis
>>> Enquanto Deus não Está Olhando
>>> O Sopro dos Deuses
>>> A Viagem Iniciática ou Os 33 Graus de Sabedoria
>>> The Rolling Stones - A Biografia Definitiva
>>> O Legado
>>> O Trovador
>>> Prisioneiro da Sorte
>>> O Pergaminho Sagrado
>>> Pergunte a Deepak Chopra Sobre Amor e Relacionamentos
>>> Amor até debaixo d'água
>>> Viagem à Calábria
>>> English Is Not Easy
>>> Quase Casados
>>> Ter e não ter
>>> A Lei do Triunfo
>>> Panteão
>>> O Guerreiro do Oeste
>>> Katherine
>>> A Vingança da Amante
>>> Em Nome do Mal
>>> Por onde você anda?
>>> Os 13 Segredos
>>> Herança de Sangue
>>> O Mistério dos Deuses
>>> Quartos Fechados
>>> Ossos Perdidos
>>> Três Macacos
>>> Quebrando Regras
>>> Êxodo
>>> A Bíblia do Estilo
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 26/4/2004
Comentários
Leitores


Ditadura, tragédia e pintura
Excelente texto. Articula representação estética com acontecimentos históricos no Brasil da ditadura militar. A tragédia contida nesse período só tende a alcançar densidade maior através da transfiguração realizada pela arte.

[Sobre "Vanguarda e Ditadura Militar"]

por Italo A. Tronca
26/4/2004 à
00h57 200.98.48.54
(+) Italo A. Tronca no Digestivo...
 
Alternativa
Realmente é muito difícil editar um livro no nosso país, assim como lançar um disco ou um CD. Porém, precisamos encontrar formas alternativas que nem sempre estão ao alcance de todos como, por exemplo, editar o seu próprio livro e colocá-los à venda em bancas de jornal e revisterias independentes. Alguns músicos estão fazendo isso contra os chamados jabás musicais, lançando os seus prórpios CD´s em tiragem mínima e publicizando-os de forma alternativa. Será este um possível caminho?

[Sobre "Os desafios de publicar o primeiro livro"]

por Welington Silva
25/4/2004 às
12h02 200.164.18.237
(+) Welington Silva no Digestivo...
 
Ao meu ídolo e amigo Bira...
Com certeza, e não teria como ser diferente, estou muito triste, pois além de perder um ídolo, um cara que eu considerava genial, perdi também um grande amigo, uma pessoa pela qual eu tinha e sempre terei profundo respeito e admiração. Desde 2001, quando vi a banda Extromodos pela primeira vez e nunca mais deixei de comparecer às sextas no Empório, e em todos os locais em que a banda estivesse, eu sabia que eles iriam fazer sucesso. Era apenas uma questão de tempo... Sempre dizia isso ao Bira e ele, sempre muito atencioso, agradecia sorridente pelo apoio. Eu dizia: Com tanta merda tocando por aí, não é possível que vocês não estourem! Como não ouvir Pearl Jam, Red Hot, Stone Temple Pilots e tantas outras músicas do repertório da banda e não lembrar daquele incrível guitarrista canhoto e de sua voz mágica? E o que dizer então das obras de arte compostas por ele juntamente com o André e o Álvaro, tanto nas demos, quanto no 1º CD “Pra Ficar”, que sem sombra de dúvida ficará eternamente nos corações e na memória de todos nós... Infelizmente não só o Rock curitibano, mas o Rock num sentindo mais amplo, ficou muito mais pobre. Mas quero lembrar do Bira feliz, no palco, fazendo o que ele mais amava fazer, junto com o André e com o Álvaro: Música! A melhor e mais sincera que já ouvi! Tenho certeza que lá do outro lado, os anjos, arcanjos e querubins estão agitando as asas, tal qual roqueiros agitando a cabeleira, e ao final de cada música tocada pelo Bira estão aplaudindo e gritando sem parar. Vamos todos continuar orando pelo Bira, que com certeza está no Vale dos Músicos, nos braços de Deus e não nos esqueçamos do André Becker que também necessita muito de nosso apoio e de nossa prece. Que ele fique bem o quanto antes. Que Deus também o ilumine para que ele se recupere. Vamos todos rezar! E a você, meu grande amigo Álvaro, conte sempre comigo, com a Mari, Daniel, André, Monique e com toda a galera que sempre amou vocês! Tenha fé meu amigo... Estaremos sempre do seu lado... “E nossa história, não estará, pelo avesso assim, sem final feliz,/ Teremos coisas bonitas pra contar...” Meus mais sinceros sentimentos, para sempre Extromodos!, Augusto Cesar Mendes.

[Sobre "Um pouco de rock curitibano"]

por Augusto Cesar Mendes
23/4/2004 às
18h33 200.17.97.36
(+) Augusto Cesar Mendes no Digestivo...
 
Agradecimento
Agradeço a todos pelo imenso feedback de vocês por esta coluna. Fico feliz que tantos concordem comigo no que parece ser um dos melhores seriados de todos os tempos. Obrigado.

[Sobre "Anos Incríveis"]

por Juliano Maesano
23/4/2004 às
17h19 200.158.145.224
(+) Juliano Maesano no Digestivo...
 
Aula e polêmica
A "professorinha Helena" e a "polemista" Rudi adoraram saber por onde você anda destilando seus conhecimentos, parabéns.

[Sobre "Max Weber desencantado"]

por Luciana e Scheilla
23/4/2004 às
14h54 200.171.123.186
(+) Luciana e Scheilla no Digestivo...
 
Realmente muito bom
Show de bola, ao lado de friends, foi um dos melhores seriados que ja vi, intrigante e muito bem feito é isso nota 10, precisava de outros desses.

[Sobre "Anos Incríveis"]

por Eduardo
23/4/2004 às
10h32 200.144.28.3
(+) Eduardo no Digestivo...
 
Saudades e Orgulho
Via Extromodos sempre q podia... mantinha contado com os rapazes... e quando fiquei sabendo de tudo isso, me recusei a aceitar... Bira motivava a galera, não só o Bira, como o Becker e o Alvaro tb! pirei, cantei, dancei... fazia o q podia nos show deles, era sempre muito animados... cativantes, são shows dos quais com certeza, nunca vou esquecer! agora me resta a saudade e muuuito orgulho desse rapaz fofo q ele era... Estou muito triste por não ver o Bira, mas muito feliz em saber q com tudo essa banda era o q ele mais amava!... agora vamos dar muita farça ao Becker e ao Alvaro... Tenho certeza d q ele deve estar muito grato em saber de todo o amor q todos sentiam por ele.... q ele esteja com Deus, fazendo uma festona como ele sempre fazia

[Sobre "Um pouco de rock curitibano"]

por Carla
22/4/2004 às
02h52 200.146.68.244
(+) Carla no Digestivo...
 
Do virtual para o real
Há os que duvidam, há os que resistem, os que criticam, os que menosprezam, os que advertem...mas há aqueles que vivem os melhores momentos de suas vidas no convívio on-line, momentos que milhares de casais que vivem juntos não desfrutam...esta é minha história, a história de uma mulher de 45 anos e de um homem de 51 anos, que se descobriram no outono de suas vidas, que nunca amaram desta forma e que vivem este amor como adolescentes. Somos ambos advogados, cultos sensíveis e inteligentes...estamos há 1 ano assim,e ja tivemos encontros reais,e estamos atualmente, planejando uma vida em comum, pois sou de SC e ele de SP...amamos, sofremos a dor da saudade e da distância, mas nos queremos e nos desejamos como raros casais de hoje em dia... o que posso dizer? A tecnologia une na sua especificidade de nossos dias, as almas e os corpos...para o amor que acontece, o espaço tempo de outrora ou de agora, não importam, ele simplesmente é amor e será sempre no passado, no presente e no futuro...Adoro esta tal de Internet...

[Sobre "A internet e o amor virtual"]

por Malibu
21/4/2004 às
20h19 200.143.115.2
(+) Malibu no Digestivo...
 
Fatos em perspectiva
Exclente artigo. Em adendo, o que está no livro de Luís Mir, "Revolução Impossível": a opção pela luta armada no Brasil foi decidida em 1961, portanto sete anos antes do AI-5. E muito obrigado pela lembrança "MASTER=MST". Lembro de que, há poucos anos, ao ver a sigla MST, perguntei-me de onde a conheceria. Agora sei.

[Sobre "Desfazendo alguns mitos sobre 64"]

por gustavo aguiar rocha
21/4/2004 às
19h09 201.8.6.207
(+) gustavo aguiar rocha no Digestivo...
 
História ainda a se escrever
Caro Heitor, É claro que ganhamos as batalhas, mas perdemos a guerra. A mesma coisa aconteceu no Chile, no Uruguai e na Argentina, sendo que neste país houve, além disso, o problema das Malvinas, que representou um complicador. Nestes quatro países dominam, hoje, regimes de esquerda. Não se entenderá o domínio das esquerdas no Brasil, após o Regime Militar, sem se estudar o que se passou com nossos vizinhos. Ainda não há uma interpretação racional sobre a coerência deste surpreendente fenômeno. Um fato que merece aprofundados estudos é a coincidência do fim dos regimes comunistas na Europa ao mesmo tempo do ressurgimento de uma ideologia de esquerda vitoriosa, supostamente transformada, aqui na América Latina, fenômeno que ocorreu sempre após Regimes Militares de direita, ou de centro-direita. O campo desses estudos está a desafiar os mais argutos cientistas políticos, mesmo que tenham de se debruçar sobre esses nossos tão historicamente desconhecidos vizinhos. Quero deixar claro que este seu artigo refaz a versão difundida pela esquerda no Poder. No meu pensar, a História não consagrará, como clássica, esta versão dos derrotados nas batalhas, embora tenham ganho a guerra. Um primeiro passo já está sendo dado com a publicação dos tomos de depoimentos dos participantes do Regime Militar, recentemente anunciada pela Biblioteca do Exército, contendo os depoimentos prestados para o Museu de História Oral do Exército Brasileiro. Esta iniciativa pretende, pela força dos depoimentos dos participantes desta fase da História Nacional, se tornar uma referência definitiva dos acontecimentos. Meus cumprimentos, Flavio Figueiredo Jorge de Souza Cel Ex ( Recife )

[Sobre "Desfazendo alguns mitos sobre 64"]

por Flavio
21/4/2004 às
10h39 200.164.253.150
(+) Flavio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

>>> Leda Nagle recebe Ney Matogrosso no último Sem Censura ao vivo de 2014
>>> FOLHETIM DIGITAL O RIO E O MAR
>>> Além da pele: a beleza da alma e da família
>>> Estúdio Móvel recebe o diretor João Falcão nesta quarta (17)
>>> Série debate o amor e as diversas formas de casamento
>>> Retrospectiva 2014 no programa Observatório da Imprensa desta terça (16) na TV Brasil
* clique para encaminhar

Intrínseca
Globo Livros
Arquipélago Editorial
Nova Fronteira
WMF Martins Fontes
José Olympio
Companhia das Letras
Primavera Editorial
Busca Sebos
Civilização Brasileira
Bertrand Brasil
Hedra
Editora Perspectiva
Best Seller
Editora Conteúdo
Cortez Editora
Editora Record
LIVROS


CIDADE DAS ALMAS PERDIDAS
De R$ 40,00
Por R$ 22,85
Economize R$ 17,15



AVIOES 2 - NOVA PROFISSAO
Por R$ 62,95
+ frete grátis



PÁSSARO DA TEMPESTADE
De R$ 40,00
Por R$ 25,42
Economize R$ 14,58



ARQUIVOS SERIAL KILLERS - MADE IN BRASIL
Por R$ 58,95
+ frete grátis



POR ONDE VOCÊ ANDA?
De R$ 40,00
Por R$ 25,99
Economize R$ 14,01



PRETO NO BRANCO
Por R$ 28,95
+ frete grátis



QUANDO NADA ESTÁ ACONTECENDO
Por R$ 54,95
+ frete grátis



SALAMINA
De R$ 59,90
Por R$ 49,95
Economize R$ 9,95



COMO PASSAR EM PROVAS E CONCURSOS
De R$ 109,00
Por R$ 91,60
Economize R$ 17,40



O CORPO TEM SUAS RAZÕES
Por R$ 48,95
+ frete grátis



busca | avançada
74973 visitas/dia
1,3 milhão/mês