Vendi meus livros, mas doeu | Walter Luiz Cid do N

busca | avançada
55963 visitas/dia
1,5 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Escritora Ieda de Oliveira analisa seu processo criativo no ABZ do Ziraldo
>>> Linha do Tempo
>>> Shopping Higienópolis Promove II Festival de Vinhos
>>> Núcleo de Economia Criativa (NEC) tem mais de 200 opções de presentes para o Dia dos Pais
>>> FILMES DE TERROR SÃO DESTAQUE NO FESTIVAL LATINO-AMERICANO DE SP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> George Orwell e o alerta contra o totalitarismo
>>> Influências da década de 1980
>>> Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte final)
>>> O romance do 'e se...'
>>> Xadrez, poesia de Ana Elisa Ribeiro
>>> Espírito e Cura
>>> Precisa-se de empregada feia. Bem feia.
>>> Minha Terra Tem Palmeiras
>>> Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte IV)
>>> Depois do chover
Colunistas
Últimos Posts
>>> Acabou o governo
>>> O Chileno
>>> Fabio Gomes
>>> Irmãos Amâncio
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> Gil e Pepeu em Montreux 1978
>>> Wagner Moura em Narcos
>>> Marcio Acselrad
>>> Mais uma de Leonardo da Vinci
>>> Mr. Sandman
Últimos Posts
>>> Uma História da Tecnologia da Informação- Parte 9
>>> O samba de Donga na Festa da Penha
>>> Um motor na civilização em crise - 2
>>> Um motor na civilização em crise - 1
>>> Iara Abreu expõe artes visuais com poesia
>>> A diferença entre homens e mulheres no amor
>>> Quando o mundo inteiro olha pra você
>>> No fundo bem no fundo
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Viva a revolução
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Casamento atrás da porta
>>> Isto não é um trote
>>> Isto não é um trote
>>> Origens: minha mãe
>>> Outra Praia, de Swami Jr.
>>> A diva intelectual
>>> A inteligência, por Sandy & Junior
>>> Olga e a história que não deve ser esquecida
>>> Ah! Você é de ninguém...
>>> Um livrinho, um poetinha
Mais Recentes
>>> Demolidor homem sem medo
>>> monstrinho preto-preto
>>> O cortiço
>>> A.J.CRONIN
>>> revista pergunte e respo
>>> vozes em defesa da fe
>>> sei e creio
>>> Ética e educação: outra sensibildade
>>> uma breve historia do tempo
>>> jOÃO cABRAL DE mELLO E nETO
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 1/9/2010
Comentários
Leitores


Vendi meus livros, mas doeu
Sofri quando, por necessidade, após entregar uma pequena parte de meus livros aos meu filhos e alguns a outras pessoas, tive que me desfazer de quase dois mil livros; optei por vendê-los todos por R$ 2.000,00 a um SEBO, contentando-me de que os mesmos ainda seriam lidos e consultados. Não lamento, mas que dói, não há dúvida!

[Sobre "Onde botar os livros?"]

por Walter Luiz Cid do N
1/9/2010 às
16h46 189.82.25.238
(+) Walter Luiz Cid do N no Digestivo...
 
Nossa esquecida finitude
Excelente texto! Me fez repensar o quanto observar uma biblioteca é um exercício de humildade, uma lembrança eloquente de nossa às vezes esquecida finitude.

[Sobre "Onde botar os livros?"]

por Gabriel Marques
http://www.portalconstitucional.blogspot.com
1/9/2010 às
11h56 201.50.130.83
(+) Gabriel Marques no Digestivo...
 
O mercado do jabá
Parabéns a Mauro Dias pelo ótimo artigo. Há tempos que não leio, ouço ou vejo alguém não estar conivente com o estado de coisas da industria cultural. Sou arranjador e trabalhei no Rio em gravadora na década de 70; sempre ouvia o termo "jabá" e não acreditava muito, até que ouvi de um figurão (produtor) que as somas em dinheiro se avolumavam. Isto, meu querido, na década de 70... O que falo pra meus alunos ou artistas é que o investimento em um artista não é o que ele vai pagar em horas de estúdio, arranjos, músicos, prensagem, design gráfico e sim o que eles vão pagar de "propina" para as rádios, televisão e pros grandes jornais. É uma realidade triste, mas creio que podemos mudar isto lutando contra, seja na Web ou em movimentos independentes. Sorry se falei demais, vou seguir o seu blog, abraço!

[Sobre "Novos caminhos para a cultura"]

por carlos roberto rocha
http://carlos_birdland
1/9/2010 às
04h12 200.158.228.98
(+) carlos roberto rocha no Digestivo...
 
O interesse na alienação
Uau. Tanta lucidez chega a emocionar. Segundo o que aprendi no Ensino Médio, o interesse na alienação é do governo. Na verdade, as palavras alienação e ideologia aprendi foi na faculdade de jornalismo. Mas na disciplina de português do Ensino Médio a professora deixou bem claro que o governo tinha interesse no analfabetismo funcional, em que as pessoas sejam "ledoras" e não "leitoras"; que as pessoas não tivessem opinião própria, que não entendessem de política, e que, inclusive, grande parte continuasse desnutrida por uma má alimentação, pois, assim, teriam o raciocínio comprometido.

[Sobre "A quem interessa uma sociedade alienada?"]

por Débora Carvalho
http://www.debcaroli.wordpress.com / @debcaroli
31/8/2010 às
13h56 189.120.175.46
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Já não estamos vacinados?
Impressionante como volta e meia alguém vem decretar a morte de alguma coisa. A do disco, a do rock, a do vídeo, a da imprensa escrita etc. etc... Já não estamos todos vacinados (e demasiadamente céticos) para dar crédito para estes artigos de efeito?

[Sobre "Economist matando os blogs"]

por wellvis
http://prepuciocomqueijo.blogspot.com
31/8/2010 às
12h21 46.114.113.113
(+) wellvis no Digestivo...
 
Vigiar os políticos
Parabéns pelo artigo, Marcelo! Aborda temas importantes e chegou na hora certa. Só não vejo ingenuidade em querer, ao mesmo tempo, diminuição de impostos e melhora de serviços públicos. A equação fecha direitinho se diminuirmos o roubo e o mau uso do imposto arrecadado. Concordo com você, devemos escolher nossos candidatos levando em conta a ideologia que defendem, mas devemos, também, vigiar os políticos e lutar contra a corrupção. Abraço!

[Sobre "A quem interessa uma sociedade alienada?"]

por Carla Ceres
http://carlaceres.blogspot.com/
31/8/2010 às
10h22 187.39.154.24
(+) Carla Ceres no Digestivo...
 
Meu novo ídolo!
Meu novo ídolo. Sou redator publicitário e vejo muita gente da área reclamando porque tem que fazer 50, 100 títulos prum anúncio, imagina se eles têm que escrever 2 livros por dia? Exemplo de dedicação, método, trabalho, criatividade e, claro, inspiração. A ser imitado.

[Sobre "Ryoki Inoue"]

por Alberto de C Freitas
31/8/2010 às
09h21 187.114.170.247
(+) Alberto de C Freitas no Digestivo...
 
Necessidade de pensar
A certeza que temos é que todo o processo filosófico nasce de uma necessidade: a do pensar. O ser humano é um ser causador, pensante. E ninguém pensa em estacionar o seu veículo em alto mar nem sentar-se no vazio do espaço. Portanto, o filosofar nasce da concretude da vida. A erudição científica vem com o processo laboratorial a partir da escrita, da busca cartorial, editorial, da pesquisa do processo de entrevista do trabalho de campo, e tudo isto tem o objetivo e objeto de estudo, que em última análise chama-se necessidade humana.

[Sobre "Introdução ao filosofar, de Gerd Bornheim"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
31/8/2010 às
06h11 189.79.217.194
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Nossos livros de bolso
Mila, no Brasil a editora L&PM coloca no mercado livros de bolso muito baratos. É possível encontrar clássicos da literatura brasileira e estrangeira por preços entre 10 e 15 reais. Por isso não citei os pockets. Outras editoras começaram a entrar nesse filão nos últimos anos e ainda há algumas que vendem pockets um pouco mais caros, mas aí depende do tamanho do livro e tal. Mas a L&PM faz um trabalho deslumbrante nessa área, e sinceramente não tenho nada a reclamar.

[Sobre "Sobre o preço dos livros 1/2"]

por Rafael Rodrigues
http://bravonline.abril.com.br/blogs/entretantos
31/8/2010 à
00h32 189.105.180.166
(+) Rafael Rodrigues no Digestivo...
 
E se fosse psicografado?
Sempre me incomodou essa atribuição do "Instantes" a Borges. Seria a negação de toda uma vida criativa, o repúdio tardio à sua própria obra. A comparação entre os dois poemas mostra que "Instantes" não é de Borges. Por outro lado, caso "Instantes" fosse obra psicografada, ela teria as mesmas qualidades das obras pós-vida de autores famosos, recebidas por médiuns espíritas. Os críticos apontam que o "plano astral" ou "espiritual" faz muito mal ao estilo dos artistas, ficando praticamente irreconhecíveis.

[Sobre "Instantes: a história do poema que não é de Borges"]

por José Frid
http://blogdofrid. blogspot.com
30/8/2010 às
16h09 201.28.40.249
(+) José Frid no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS


A CURA QUÂNTICA
DEEPAK CHOPRA

De R$ 50,00
Por R$ 25,00
50% off
+ frete grátis



WHITNEY, MEU AMOR
JUDITH MCNAUGHT

De R$ 22,00
Por R$ 11,00
50% off
+ frete grátis



COMO O GOOGLE FUNCIONA
ERIC SCHMIDT E JONATHAN ROSENBERG

De R$ 39,90
Por R$ 19,95
50% off
+ frete grátis



COMO GATA E RATO, COMO CÃO E GATA
LUIZ RAUL MACHADO

De R$ 25,00
Por R$ 12,50
50% off
+ frete grátis



INFERNO
MEG CABOT

De R$ 35,00
Por R$ 17,50
50% off
+ frete grátis



A BÚSSOLA DO PEREGRINO
PEDRO TERRÓN

De R$ 46,70
Por R$ 23,35
50% off
+ frete grátis



A ESPADA DE MEDINA
SHERRY JONES

De R$ 40,00
Por R$ 20,00
50% off
+ frete grátis



REGIMES MONETÁRIOS
ANDRÉ DE MELO MODENESI

De R$ 87,00
Por R$ 43,50
50% off
+ frete grátis



CRIANDO EQUIPES
RICHARD LUECKE

De R$ 32,90
Por R$ 16,45
50% off
+ frete grátis



UM CORPO NA NEVE
A. D. MILLER

De R$ 40,00
Por R$ 20,00
50% off
+ frete grátis



busca | avançada
55963 visitas/dia
1,5 milhão/mês