busca | avançada
59665 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Quarta-feira, 4/4/2001
Fear not

Julio Daio Borges




Digestivo nº 26 >>> A revista Time, de 2 de abril de 2001, dedicou sua matéria de capa às "fobias" que, segundo estatísticas, assombram 50 milhões de norte-americanos. Como não poderia deixar de ser, a reportagem lista uma coleção de doenças aliadas a esse sulfixo, indicando inclusive um site, em que o leitor pode encontrar seu suplício devidamente catalogado (www.phobialist.com). De acordo com o que se vem averiguando, já é possível dividir as fobias em três categorias básicas: as fobias sociais, ligadas a encontros e interações com pessoas; as síndromes do pânico, em que o sujeito é aterrorizado sem nenhuma razão aparente; e as fobias "específicas", como medo de cobras, espaços fechados, altura, etc. Segundo os estudiosos, as fobias são produzidas numa região do cérebro que remonta ao homem-das-cavernas, que todos carregamos (por isso, a sua relação com a ambientes naturais, a flora, a fauna, e as situações ameaçadoras). O remédio: medicamentos à base de química fina, e terapias temperadas com realidade virtual.
>>> Time
 
>>> Julio Daio Borges
Editor
 

busca | avançada
59665 visitas/dia
1,8 milhão/mês