O herói devolvido? | Digestivo Cultural

busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
Blogueiros
Mais Recentes
>>> VOCÊS
>>> As sombras e os muros de José J. Veiga
>>> Entrevista com o poeta Júlio Castañon Guimarães
>>> 30 de Junho #digestivo10anos
>>> Quem Resenha as Resenhas de Som?
>>> Um Lobo nada bobo
>>> MUQUIFU
>>> De re coquinaria
>>> Mas, afinal, qual o futuro da TV?
>>> Vida e morte do Correio da Manhã
Mais Recentes
>>> The Encyclopedia of Military Aircraft de Robert Jackson pela Parragon (2010)
>>> Novas Regras do Marketing e de Relaçoes Publicas de David Scott pela Elsevier (2007)
>>> O Calvário Existe de Biro pela All Print
>>> Faça o Que Tem de Ser Feito de Bob Nelson pela Sextante (2003)
>>> Borges o Mesmo e o Outro de Alvaro Alves de Faria pela Escrituras (2001)
>>> Mestres das Artes no Brasil - José Ferraz de Almeida Júnior de Nereide Schilaro Santa Rosa pela Moderna (1999)
>>> Só o Amor é Real de Brian L. Weiss pela Sextante (1996)
>>> Fragilidade, Saúde e Bem-estar Em Idosos de Anita Liberalesso / Maria Elena pela Alínea (2011)
>>> Liderança Em Foco de Mario Sergio Cortella pela 7 Mares (2010)
>>> Ecos do Cinema de Lumière ao Digital de Ivana Bentes (organizadora ) pela Ufrj (2007)
>>> Historias para Aquecer o Coraçao dos Pais de Mark Victor Hansen; Jack Canfield pela Sextante (2005)
>>> O Pequeno Lorde (clássicos da Literatura Juvenil) 38 de Frances Hodgson Burnett/ Maria de Lourdes de Andra pela Abril Cultural (1972)
>>> Expressões do Sagrado na Humanidade 7º Ano de Maria Ines Carniato pela Paulinas (2001)
>>> Contra um Mundo Melhor - Ensaios do Afeto de Luiz Felipe Pondé pela Leya (2010)
>>> Contabilidade Geral de Ed Luiz Ferrari pela Campus (2005)
>>> Aventuras de Tom Sawyer - Clássicos da Literatura Juvenil 3 de Mark Twain Tradução Monteiro Lobato pela Abril Cultural (1972)
>>> Guerrilha e Solidão de Valdomiro Martins pela Literalis (2008)
>>> Box Trindade : os Condenados, o Demonologista e a Criatura de Andrew Pyper pela Darkside (2020)
>>> A Carga de Mary Westmacott (agatha Christie) pela Nova Fronteira (1974)
>>> Mr. Fisk de Elias Awad pela Novo Seculo (2008)
>>> O Legado de Bathory de Alexandre Heredia pela Multifoco
>>> Bebê Escolha o Seu Nome de Nabi pela Escala
>>> Neonatologia Prática de Richard A. Polin; Mervin C. Yoder; Fredric D. Burg pela Artes Medicas (1996)
>>> Os Três Mosqueteiros - Clássicos da Literatura Juvenil 4 de Alexandre Dumas pela Abril Cultural (1972)
>>> Curso de Direito do Trabalho Aplicado v 9 - de Homero Batista Mateus da Silva pela Rt (2017)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Segunda-feira, 8/12/2003
O herói devolvido?
Julio Daio Borges

+ de 3200 Acessos




Digestivo nº 152 >>> Para quem não sabe, Marcelo Mirisola é considerado uma das revelações da nossa literatura. É difícil dizer quem o referendou; existe uma história (recente) da proteção fornecida por Manuel da Costa Pinto, quando tentaram censurá-lo na “Cult”; também a polêmica reportagem da “Trip”, que, como Millôr Fernandes fez com Woody Allen, chamou-o de “loser” (ou “nerd”, tanto faz) que deu certo. Mirisola é ainda amigo de Mário Bortolotto, o homem de teatro por trás do vanguardista “Cemitério de Automóveis”, que andou adaptando suas obras. Mas será que isso tudo basta para uma “consagração”? Para terminar, Mirisola proclama que vive “sem grana”, que o tempo de hoje não é o da literatura e que Big Brother é “Dostoiévski sem cérebro” (apud Pedro Bial). Pode até parecer interessante para uma “personalidade”, mas seus livros – que deveriam justificar toda essa “promoção” – não o são. Pelo menos, não esse “Bangalô” (2003): 125 páginas de confissões. Mirisola é, no máximo, um cronista – daqueles que destilam suas misérias. Dá muitas voltas para (não) falar de si próprio – e está lá em todas as folhas. Se fosse autodestrutivo, romântico e trágico, talvez desse uma versão anos 2000 para Carlinhos Oliveira, o “Órfão da Tempestade” – que não rendeu literatura (só crônica), mas que cresceu em função do folclore. Há, porém, uma contradição flagrante. Se os bêbados míticos do jornalismo brasileiro viveram demais e escreveram de menos, a geração “Mirisola” escreveu demais e viveu de menos. São montanhas de orgias, drogas, barbarismos e excrementos. No papel. Na realidade, o sujeito continua o mesmo gordinho bonachão de sempre. Uma persona literária altamente inverossímil, portanto. Parece querer usar seus escritos para “comer” quem não “comeu”, “tomar” o que não “tomou”, “agredir” quem não “agrediu”... E lamentavelmente não são poucos os “Mirisolas”. Qualquer um que já teve algum contato com o “métier”, deve ter topado com aquele tipinho clássico: entre 30 e 40 anos, “artista”, vociferando contra o mundo, enquanto se esconde debaixo da saia da mamãe (não necessariamente a genitora). Certamente um excelente caso para a psicanálise; mas não para a literatura.
>>> Bangalô - Marcelo Mirisola - 125 págs. - Editora 34
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. The Shallows, by Nicholas Carr (Internet)
02. Cinema em 2009 (Cinema)
03. Pão de Açúcar e Casas Bahia também no e-commerce (Internet)
04. O Brasil na capa da Economist (Imprensa)
05. O Kindle no Brasil (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Sem Coração
Stephen Paul Cohen
Círculo do Livro



Memórias em Jornais
Dalma Nascimento
Tempo Brasileiro
(2014)



Lucíola - Série Bom Livro
José de Alencar
Ática
(1988)



Creative Space: Urban Homes of Artists and Innovators
Francesca Gavin
Laurence King Publ
(2011)



La Réticulo-endothéliose Chronique Ou Sycose
Henri Bernard
Coquemard - Angoulème
(1950)



O Menino do Pijama Listrado
John Boyne
Companhia das Letras
(2008)



O Nome da Rosa
Umberto Eco
Best Bolso
(2012)



O Regresso de Glória
Jorge Rizzini
Eldorado / Eme
(1996)



Mulheres Liberadas
Barbara Raskin
Circulo do Livro
(1986)



Teoria econômica
A. W. Stonier, D. C. Hague
Zahar
(1970)





busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês