busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Terça-feira, 12/9/2006
Marsalis e o 11 de Setembro
Jonas Lopes

Incrível como situações excepcionais, como o aniversário de cinco anos do 11/09, podem causar um certo desequilíbrio emocional. Sempre fui um grande crítico do trompetista norte-americano Wynton Marsalis, por seu posicionamento reacionário, despótico e nefasto em relação à história do jazz e o futuro do gênero. Ademais, acho seu estilo frio, redondinho demais, sem qualquer espaço para emoção - culpa talvez do afã de soar como os velhos mestres. Ontem, contudo, estava assistindo ao minuto de silêncio em Nova York pela CNN, e logo após Marsalis surgiu, tocando sozinho ao trompete a comovente "Just a Closer Walk With Thee", canção tradicional americana, daquelas que eles chamam de "spiritual songs" e gravada por centenas de artistas, da musa country Patsy Cline ao mestre Louis Armstrong... Não sei se pela gravidade do evento, Wynton pareceu colocar-se inteiro naquela rendição. E eu, que nunca gostei lá muito dele, senti os olhos cheios d'água.

Jonas Lopes
12/9/2006 às 17h10

 

busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês