busca | avançada
60885 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Terça-feira, 26/12/2006
Políticas para a leitura
Ana Elisa Ribeiro

Vale a pena conhecer o que pensa o italiano Armando Petrucci sobre as políticas públicas dos governos (de qualquer país) para a leitura. O moço é crítico feroz de políticas que priorizam a leitura em detrimento da escrita. Segundo ele, alicerçado em dados sérios e de pesquisas históricas, políticas da leitura sempre, e de alguma forma, querem dizer "controle". De vez em quando é bom ler ou ouvir uma voz dissonante. Para encontrar alguma coisa dele, além da Internet, pode-se ler o último capítulo do livro História da leitura no mundo Ocidental, mais especificamente no volume 2 da obra, organizada pelos excelentes Guglielmo Cavallo e Roger Chartier.

Ana Elisa Ribeiro
26/12/2006 às 14h30

 

busca | avançada
60885 visitas/dia
2,1 milhões/mês