busca | avançada
37059 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Sexta-feira, 11/7/2008
Jabá é sempre jabá
Julio Daio Borges

Gente já vendeu sua alma, sua irmã, seu irmão, fantasmas em jarros, seu nome, o filho da vizinha. Estou apenas vendendo o espaço aqui deste blog. Sim, este mísero espaço, onde não tenho o menor compromisso com a verdade, com a ética nem com os bons costumes. Claro! Sem dizer que também não tenho compromisso com a gramática nem com a língua portuguesa, então se forem me citar, por favor não percam tempo enchendo o texto de "sic". Nego nem sabe o que é sic.

Sim, sou um Blogueiro de Aluguel, minha opinião tem preço? Claro que tem! Tudo na vida tem um preço, afinal o fim do mês está ai e todos nós precisamos pagar a conta do Carrefour. Sim, eu adoro receber presentes, como eu disse, só reclama do Jabá quem tá de fora. Mochila, casaco, refrigerante, cesta de natal, iPod, relógio. Jabá é sempre jabá.

Pois então, o jabazeiro clássico é oportunista. Uns vão para Cannes, outros vão para área VIP de shows, outros ganham bloquinhos, outros vão em pré-estreia, outros aceitam patrocínio da lei de incentivo à cultura. Tudo isso é Jabá, menos ou mais institucionalizado. (Me senti o lendário Lobão escrevendo este parágrafo).

Minha alma eu já vendi, uns 20 anos atrás, em troca de um Atari. Mas agora ando precisando de uma TV LCD, um Nintento Wii, um GM Prisma, ingressos para a pré-estreia de Cavaleiro das Trevas, alguns filmes em DVD, ingressos para shows bacanas e uma geladeira USB.

Canetas, bottoms, mousepads, notebooks tambem são aceitos.

Blogueiro de Aluguel, no Blog de Aluguel, que acaba de inaugurar.

Nota do Editor
Leia também "Sobre o Jabá"

Julio Daio Borges
11/7/2008 à 00h48

 

busca | avançada
37059 visitas/dia
1,4 milhão/mês