busca | avançada
83662 visitas/dia
2,6 milhões/mês
TerÁa-feira, 5/8/2008
O Livro, o Prisma e a Retina
Julio Daio Borges

Ah, os livros. Tenho uma porção deles, posso garantir. Não leio tanto quanto gostaria, mas leio em todos os momentos que o tempo me permite, e quando o silêncio parece colaborar comigo.

O livro que leio tem de significar um desafio, caso contrário torna-se tedioso pra mim. Gosto dos "livros difíceis", das "palavras complicadas". Livros banais, tratando das coisas cotidianas são fastiosos, pois de banal e cotidiano já basta a minha vida.

Os livros nos apresentam diferentes prismas de uma mesma realidade, nos mostrando a retina sob o qual determinado autor enxergava a árvore que agora contemplamos. Há espíritos diminutos, que pouco se desenvolveram e pouco nos têm a mostrar através de seu olhar, e há os espíritos abissais, onde o pensamento se dilata como um universo em constante expansão. E são estes últimos a quem procuro.(...)

Ivan Barthel, no seu blog, que linca pra nós.

Julio Daio Borges
5/8/2008 à 00h49

 

busca | avançada
83662 visitas/dia
2,6 milhões/mês