busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Quarta-feira, 16/3/2005
Para ler no botequim
Julio Daio Borges

Infelizmente, o mercado editorial no Brasil é uma tristeza. Para não me deprimir, tenho inclusive evitado pensar sobre o assunto. As editoras estão fazendo livros cada vez mais caros, na contra-mão da expansão editorial do resto do planeta. Mesmo aquelas editoras que apostaram em livros populares, agora estão se rendendo à lógica do mercado, e já aumentaram barbaramente seus preços. As capas em geral são muito feias, pretensiosas. Não há um tratamento artístico, no sentido "trágico" do termo. No máximo, um design bonitinho, ou elegante. Por outro lado, com a economia crescendo, e o analfabetismo caindo, haverá um crescimento natural do mercado de livros. Essa é minha esperança.

Miguel do Rosário em entrevista na Novae, promovendo seu primeiro livro de contos.

Julio Daio Borges
16/3/2005 às 15h18

 

busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês