busca | avançada
61479 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Sexta-feira, 13/4/2012
Daniel Piza na Kalunga
Julio Daio Borges

Como eu sabia inglês e francês, alguém deve ter me dito que ser diplomata seria adequado. Mas logo que entrei na faculdade de direito, vi que aquilo não era para mim. Na verdade, eu queria ser escritor e colaborar em jornais. Comecei a escrever no jornal da faculdade, até que um dia o editor, meu amigo Flavio Landi, sugeriu: por que não envia seus textos para os jorna-listas que admira? Fiz isso para Paulo Francis e Ruy Castro, e tive resposta. Iniciei escrevendo resenhas para o Estadão, e fui convidado a trabalhar lá, no "Caderno2", para escrever sobre livros e exposições.

Daniel Piza, sobre como tudo começou, para a Revista Kalunga.

Julio Daio Borges
13/4/2012 às 12h32

 

busca | avançada
61479 visitas/dia
2,0 milhão/mês