busca | avançada
67475 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Terça-feira, 7/10/2014
A ideologia que faltava
Julio Daio Borges

Houve um tempo em que ser "de direita" era pecado. "Direita", essa palavra tão vilipendiada.

Herança dos anos 1964-1985? Da ditadura? "Anos de chumbo"? *Revolução*? 1º de Abril ou 31 de Março?

A verdade é que onde tem Família Genro, tem Família Bolsonaro. Onde tem LGBT, tem pastor candidato. E onde tem Laerte "transformer", tem evangélico querendo sair do armário. E não pode fazer piada... Homofobia, eu? Não está mais aqui quem falou... Intolerância religiosa? "Afff", como dizia Painho, "tô morta".

A culpa é da Marina Silva. Alguém que era "tendência", ecossustentável, mas que de repente respondia ao Pastor Malafaia. Alguém que era o "pós-PT" (ou algo do gênero), mas se aconselhava pessoalmente com a principal acionista do maior banco privado. Alguém que tentava conciliar Lula com FHC - enquanto que PSDB e PT, a "polarização", era renegada. Alguém que reconhecia políticos experientes, mas a "velha política", não - essa, jamais.

Culpa do Lula, que deu a volta no espectro e se aliou a... Collor? Mas Collor, também, voltou do "ostracismo" chamando Lula de "força da natureza". Sarney? Mas Sarney, também, procurou Lula, quando convalescia no hospital. Maluf? Mas Maluf, também, virou especialista em tirar fotos com - e queimar o filme de - candidatos-postes. Alguém aí falou em PT e PMDB? (PT e Fiesp???)

A nova direita não foi inventada agora, nesta eleição. Nem com Olavo de Carvalho, em 1994. Com Diogo Mainardi, em 1998? Com Jabor? Com Reinaldo Azevedo, blogueiro de Veja? Com Rodrigo Constantino? Com Guilherme Fiuza, colunista de Época? Com Luiz Felipe Pondé, colunista da Folha? Lobão, Roger e João Barone? (Ei, quando vocês vão formar uma banda?)

A derrota do PT nas três esferas, em 2014, liberou as pessoas para pensar "fora da caixa".

A culpa é do PT, então?

Agora pode votar no Aécio... Ninguém vai te chamar de coxinha, reaça, fascista, esses nomes todos. Ou até vai... Mas você ignora. Quando te atacarem, você devolve: "Mas se até a Marina, agora, vota..."

Ser "de direita" é ser "nova política" agora.

Julio Daio Borges
7/10/2014 às 10h19

 

busca | avançada
67475 visitas/dia
2,6 milhões/mês