busca | avançada
74581 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Quinta-feira, 26/5/2005
Uma ferida iletrada
Julio Daio Borges

Se viesse,
se viesse um homem
se viesse um homem ao mundo, hoje, com
a barba brilhante dos
patriarcas; poderia somente,
se falasse deste
tempo, somente
poderia balbuciar, balbuciar
sempre sempre
somente sempre.

Paul Celan, no livro do Vila-Matas (da coleção "Notas que não Aproveitei no Texto Sobre").

Julio Daio Borges
26/5/2005 às 16h19

 

busca | avançada
74581 visitas/dia
2,6 milhões/mês