busca | avançada
77520 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Sexta-feira, 27/5/2005
Guía de lacónicos
Julio Daio Borges

Embora não seja vingativo, sinto uma alegria infinita ao ver que, desde que lhe deram o Prêmio Nobel, já conta com catorze doutorados honoris causa e ainda o esperam muitos mais. Isso o mantém tão ocupado que não escreve mais nada, renunciou à literatura, tornou-se um ágrafo. Fico muito satisfeito de ver que, ao menos, fez-se justiça e souberam castigá-lo...

Paranóico Pérez, personagem de Antonio de la Mota Ruiz, sobre José Saramago, no mesmo livro.

Julio Daio Borges
27/5/2005 às 16h34

 

busca | avançada
77520 visitas/dia
2,7 milhões/mês