busca | avançada
38320 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Domingo, 19/7/2015
Rita de Cássia Oliveira
Julio Daio Borges

Atendendo a pedidos, publicamos pequenas entrevistas com os Blogueiros do Digestivo. (Até que a plataforma esteja 100% pronta e você conheça os blogs propriamente ditos...!) - JDB

1. Qual é a sua história com o Digestivo? (Como conheceu; há quanto tempo lê; por que acredita na iniciativa do Digestivo Blogs.)

Conheci o Digestivo Cultural através de um amigo. Identifiquei-me, acredito que fiz a assinatura e passei a receber desde 2013. É um site que se diferencia por apresentar propostas de livros com comentários que não estão no mercado editorial tradicional.

2. Qual é o seu "background" (sua formação)? De onde vem; o que estudou; quais trabalhos seus citaria etc.

Minha formação se bifurca em Filosofia e Literatura. Sou graduada com mestrado e doutorado em Filosofia, mas, em paralelo à Filosofia, a Literatura foi se sedimentando na minha existência.

Assim, a especulação racional e a imaginação ficcional já se digladiaram muito na minha escolha profissional, porém consegui conciliar ambos os conhecimentos como meio de profissionalização e como um meio de vencer os conflitos da existência.

Sou marcada pela leitura de Monteiro Lobato; Clarice Lispector; Aristóteles; Agostinho de Hipona; Espinosa; Carlos Drummond de Andrade; Nietzsche; Sousândrade; Foucault; Paul Ricoeur.

Como trabalhos marcantes, cito dois livros de poesias: (Re)Nascer mulher; Poíesis.

E dois livros de artigos: O que é a existência errante? Visada hermenêutica fenomenológica do poema O Guesa, de Sousândrade; Poesia, tempo e memória.

3. Sobre quais temas vai falar/tratar no seu blog?

Filosofia e Literatura.

4. Você já teve blog? Se sim, qual (ou quais), e com que repercussão?

Não.

5. Qual é sua relação com a escrita? Já escreveu em outros veículos/sites? Já publicou? Como foi a sua experiência nesse sentido (de colaborar e/ou publicar)?

A minha relação com a escrita inicia-se com a minha alfabetização. Depois que aprendi a ler e a escrever nunca mais parei. Já escrevi para jornal diário, crônicas, artigos e ensaios. Depois, para revistas especializadas, também artigos e ensaios. E já publiquei dois livros de poesia (como citei na segunda resposta).

6. Como é se interessar por cultura, ou ter uma atividade intelectual, ou simplesmente ler o Digestivo, num país como o Brasil, ou sendo brasileiro? É uma profissão de fé? Ou é um desafio que te motiva (no dia a dia)?

É um desafio que me impulsiona e, também, uma crença na transformação para uma sociedade mais justa. Sou professora universitária e trato no dia a dia com a esperança e o niilismo. Esta corda bamba me faz temer o niilismo, cujos tentáculos vejo alcançarem os mais distantes sonhos...

Por isso escrevo e acredito na Filosofia e na Literatura, como fonte de sentido para a existência. Sendo professora, acredito também na educação como "estandarte" de vida.

7. Você acha que, através da internet, podemos mudar esse cenário (de pouca cultura, pouco interesse pela vida intelectual, parca discussão de ideias etc.)?

Acredito que sim!

8. Quais foram suas maiores influências? (Não precisa, necessariamente, ser alguém conhecido ou "famoso". Pode citar obras e/ou experiências também.) Quais "modelos" pretende seguir (ou te servem de referência)?

Reinações de Narizinho; Onde estivestes à noite; Ética a Nicômaco; Poética, de Aristóteles; O Estrangeiro; Poesia; Soi-même comme un autre etc.

9. Mais alguma coisa que os Leitores precisam saber de você (mais alguma coisa que você gostaria de falar e eu não te perguntei)?

Faço caminhada quase todas as manhãs ;-)

10. Onde mais a gente pode te encontrar? (Links ou referências, na internet, que você quiser/puder passar...)

lattes.cnpq.br/1362398045749836

Nota do Editor
Rita de Cássia Oliveira compõe o grupo de blogueiros do Digestivo Cultural ;-)

Julio Daio Borges
19/7/2015 às 12h53

 

busca | avançada
38320 visitas/dia
1,3 milhão/mês