busca | avançada
22991 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Quinta-feira, 7/4/2016
Temporada 2016 do Mozarteum
Eugenia Zerbini

Na noite de ontem, um cometa cruzou o céu paulistano e encheu de brilho a Sala São Paulo, com a apresentação da mezzo-soprano austríaca Angelika Kirchschlager. Acompanhada pela Orquestra de Câmara da Cidade de Bratislava, Cappella Istropolitana, com talento, musicalidade e uma presença absolutamente encantadora, Kirchschlager seduziu a platéia interpretando canções de Franz Schubert (1797-1828) e de compositores vienenses, além de trechos de operetas. Nem só da sisudez de Bruckner e Mahler vivem as salas de concerto. Num programa preponderantemente dito "ligeiro", a mezzo-soprano deu mostra de sua dramaticidade ao cantar a trágica "O rei dos elfos", de Schubert.

O acompanhamento ficou a cargo da Cappella Istropoliana, criada no início da década de 1980. O nome deriva da palavra latina "istropolis", significando "cidade do Danúbio". Formada por músicos de alto nível, em sua maioria solistas de câmara, o grupo dispensa maestro, sendo conduzido pelos gestos do seu "spalla", Robert Mareček. Além de acompanhar nossa diva, esse ensemble abriu a noite com majestade, interpretando a Sinfonia nº 3, D. 200, de Schubert: jovialidade, frescor e limpidez sonora. Já na segunda parte do programa...Não estariam os tímpanos um tanto evidentes para o ritmo valseado, que clama por algo discreto, semelhante ao bater do coração? Dúvida de amador.

As apresentações de 5 e 6 de abril, de Frau Angelika Kirchschalager e da Capella Istropolitana, abriram a temporada de 2016 do Mozarteum Brasileiro, que neste ano celebra 35 anos de existência. Para o próximo mes, dias 23 e 24, está prevista a apresentação da Orquestra Sinfônica de Bamberg. A programação anual completa do Mozarteum está disponível no seu site.

Pelo programa (ótima idéia de incluir tanto o texto como a tradução das letras das canções e dos trechos dos libretos das operetas), temos noticias do trabalho social desempenhado pelo Mozarteum, que proporcionou, nestas três últimas décadas, um sem número de concertos ao ar livre, mais de 300 masterclasses gratuitas e 110 bolsas de estudos. Não fosse isso o bastante, assumiu recentemente um novo projeto, o festival de Música de Troncoso, que acontece anualmente, no município de mesmo nome. Um brinde: longa vida ao Mozarteum Brasileiro!

Como fecho, na lembrança da carismática Angelika Kirchschlager, um registro (de julho de 2010) de sua interpretação de "Du sollst der Kaiser meiner Seele sein" ("Tu deves ser o imperador da minha alma"), da opereta "O favorito", de autoria de Robert Stolz (1880-1975), uma das peças do programa.




Eugenia Zerbini
7/4/2016 às 10h49

 

busca | avançada
22991 visitas/dia
1,1 milhão/mês