busca | avançada
75720 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Segunda-feira, 18/5/2020
40 anos sem Ian Curtis
Celso A. Uequed Pitol

No dia 18 de maio de 1980 – há 40 anos, portanto – o mundo da música pop perdia Ian Curtis, vocalista do Joy Division.

Nascido em Stretford, na Inglaterra, Ian foi um dos fundadores do Joy Division, uma das melhores e mais influentes bandas do pós-punk britânico. Entre 1976 e 1980, o grupo sediado em Manchester, norte da Inglaterra, lançaria dois álbuns e presentearia o mundo com canções recheadas de dor, tristeza, alienação e desespero, em franca oposição à rage predominante no punk britânico.

O Joy Division daria vazão às tendências mais intimistas da chamada indie music dos anos 1980 e 1990, além de influenciar boa parte das novas bandas que surgiram após o furacão punk – incluindo, aí, os brasileiros do Legião Urbana.

No dia de sua morte, Curtis passou algumas horas assistindo ao filme “Stroszek”, de Werner Herzog. Depois, colocou o disco “The Idiot”, de seu ídolo Iggy Pop, na vitrola. Em seguida, dirigiu-se até a cozinha e enforcou-se. Foi encontrado pela esposa logo depois.

Neste dia 18, os ex-integrantes do Joy Division farão uma live para lembrar o legado de Curtis.

Celso A. Uequed Pitol
18/5/2020 às 11h21

 

busca | avançada
75720 visitas/dia
2,6 milhões/mês