Dia do Vendedor de Livros | Blog de onivaldo carlos de paiva

busca | avançada
38130 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Talvez...
>>> 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1
>>> A felicidade, segundo Freud
>>> Memória das pornochanchadas
>>> Magia além do Photoshop
>>> Meu Telefunken
>>> Meu Telefunken
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Mais Recentes
>>> Comunicando Mensagens Bíblicas de Dennis J. Mock pela Dennis J. Mock (2002)
>>> Comunicando Mensagens Bíblicas de Dennis J. Mock pela Dennis J. Mock (2002)
>>> Guia de Interpretação de Diego Grando pela Leitura XXI (2015)
>>> Princípios e Métodos de Ensino - Curso 8 de Dennis J. Mock pela Dennis J. Mock (2002)
>>> Princípios e Métodos de Ensino - Curso 8 de Dennis J. Mock pela Dennis J. Mock (2002)
>>> Demolidor o Homem sem Medo Nº18 - Confronto Com a Yakuza de Marvel pela Panini (2005)
>>> Cidadania Pequena: Série Polêmicas do Nosso Tempo de Pedro Demo pela : Autores Associados (2001)
>>> Senhor, Faça de Minha Vida um Milagre! de Raymond C. Ortlund pela Mundo Cristão (1986)
>>> Prosperidade Profissional de Luiz Antonio Gasparetto pela Vida e Consciência (1996)
>>> Os Muçulmanos na Península Ibérica de Ruy Andrade Filho pela Contexto (1994)
>>> Monstro do Pântano Especial: a Morte Ronda o Homem-morcego de Bissette / Broderick / Randall / Barreto pela Vertigo/dc. Comics (1999)
>>> Microbiologia Clínica de Roberto A. de Almeida Moura pela Mc Will (1986)
>>> Diferencial Competitivo - o Segredo para Alcançar Nelhores Resultados. de John L. Nesheim pela : Best Seller (2007)
>>> O Direito Humano Fundamental ao Desenvolvimento Social: .. de Sabrina Morais pela Oab/sc (2007)
>>> O Direito Humano Fundamental ao Desenvolvimento Social: .. de Sabrina Morais pela Oab/sc (2007)
>>> O Direito Humano Fundamental ao Desenvolvimento Social: .. de Sabrina Morais pela Oab/sc (2007)
>>> Conhecendo Erval Velho - Dinâmicas e Perspectivas de Maurício A. dos Santos - Org. pela Modelo (2011)
>>> A Saga da Wilson Sons de Patricia Saboia pela Index - Basi (1997)
>>> Paixão por Cabelos: Instruções Passo a Passo para Criar 82 Penteados de Christina Butcher pela Sextante (2015)
>>> Conceitos Sobre Advocacia, Magistratura, Justiça e Direito de B. Calheiros Bomfim pela Oab (2006)
>>> Ouvidos Dominantes Vozes Silenciadas de Noeli Gemelli Reali pela Argos (2001)
>>> O Petróleo é Nosso - 1948/1953 - a Campanha no Paraná de Carlos Alfredo Gomes pela Cefuria (2005)
>>> Glossário de Oceanografia de Argeo Magliocca pela Nova Stella (1987)
>>> A Estratégia da Teia de Aranha de Amit S Mukherjee pela Campus (2009)
>>> Descomplicando a Vida de Christoph Schalk pela Esperança (2005)
>>> Ouvindo os Passos da Memória de Álvaro de Carvalho pela Do Autor
>>> Educar é Apontar Caminhos - Reflexões para o Desenvolvimento de José Zinder pela Autor (2000)
>>> Hipnotismo e Auto-hipnotismo de Indução Rápida de Ana Cristina Massa pela Biruta (2009)
>>> Caminhando para o Cárcere da Liberdade e Outros Escritos de Alexsandro Grola pela Literatura Brasileira (2013)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Fotoleitura de Paul R. Scheele pela Summus (1995)
>>> O Rosto Materno de Deus de Leonardo Boff pela Vozes (2000)
>>> Terapia do Abraço 2 de Kathleen Keating pela Pensamento (2012)
>>> História Resumida da Civilização Clássica - Grécia/Roma de Michael Grant pela Jorge Zahar (1994)
>>> Cães de Guerra de Frederick Forsyth pela Record (1974)
>>> Jogo Duro de Mario Garnero pela Best Seller (1988)
>>> Psicologia do Ajustamento de Maria Lúcia Hannas, Ana Eugênia Ferreira e Marysa Saboya pela Vozes (1988)
>>> Uma Mulher na Escuridão de Charlie Donlea pela Faro (2019)
>>> Pra discutir... e gerar boas conversas por aí de Donizete Soares pela Instituto GENS (2015)
>>> Educomunicação - o que é isto de Donizete Soares pela Projeto Cala-boca já morreu (2015)
>>> Ficções fraternas de Livia Garcia-Roza - organizadora pela Record (2003)
>>> Prisioneiras de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2017)
>>> O diário de Myriam de Myriam Rawick pela Dark Side Books (2018)
>>> Contos de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Notícias - Manual do usuário de Alain de Botton pela Intrínseca (2015)
>>> Um alfabeto para gourmets de MFK Fisher pela Companhia das Letrs (1996)
>>> Os Mitos Celtas de Pedro Paulo G. May pela Angra (2002)
>>> A vida que ninguém vê de Eliane Brum pela Arquipélago Editorial (2006)
BLOGS >>> Posts

Sexta-feira, 13/3/2015
Dia do Vendedor de Livros
onivaldo carlos de paiva

+ de 700 Acessos

A morte das Enciclopédias. 14 de março‏ é o Dia do Vendedor de Livros (E nosso editor, o Julio Daio Borges, é um deles). Já fui vendedor de livros, in illo tempore, (em época muito remota), e foi um tempo de poucas vendas, mas de muitas e divertidas aventuras, até heroicas. Porém, é longo relato que não cabe aqui, e um dia há de sair em livro ("Tico, Jerônimo e o Poeta"), se eu o tirar da gaveta. Mas não resisto em contar daquela vez em que o grandalhão Jerônimo, que eu, imberbe ainda, contratara para ser o motorista de nossa Kombi, e mais que motorista se tornou vendedor bom de lábia, já que o Tico que deveria ser o vendedor se revelou imprestável para a tarefa, e o carregamos pelo Brasil afora nos servindo apenas como mascote. Então, como eu ia contando, o grandalhão Jerônimo tentou vender umas coleções para um bispo lá nos confins do Maranhão. Tentou, não conseguiu, e voltou ao hotel onde eu estava à sombra da bela filha do dono do hotel, declamando-lhe languidamente uns versos, e me intimou: "Poeta, só você pra dar jeito naquele bispo! Acho que ele é comunista ou ateu! Gastei mais de uma hora com o danado e nem a Bíblia Sagrada ele comprou!" Deixei a donzela lendo um poema meu com ar de enfado, e fui lá. O bispo não era ateu, mas tinha uns laivos de comunista, no entanto, mais do que isto, era um filósofo. Eu tinha umas leituras superficiais de uns filósofos, havia lido o Schopenhauer aos treze anos, embora sem nada entender, mas ficara impressionado. Resumindo: o bispo comprou a tal Bíblia Sagrada, a coleção "História Universal" do H. G. Wells, os doze (ou onze?) volumes da "História da Civilização" do Will Durant, os cinco volumes sobre Filosofia do Bertrand Russel, e, pra meu espanto, toda a coleção de livros do Jorge Amado. Saí do bispado à noite, depois de tomar umas taças de vinho do padre, e falarmos sobre Voltaire e Pascal. Lembro-me quando o bispo, levantando-se de sua augusta cadeira, andou pra lá e pra cá dentro de sua também augusta biblioteca, o rosto vermelho por causa do vinho e os olhos chispantes de indignação, vituperando contra o bigodudo apóstata Nietzsche. E, a cada argumentação do bispo, mais me parecia que, ao invés de querer queimá-lo em fogueiras, mais o exaltava. Saí de lá com o bolso cheio de dinheiro (in illo tempore não se usava cartões de crédito). Fizemos, logo depois, eu, o Tico e o Jerônimo uma inesquecível farra sobre um tablado à beira do rio Tocantins. Houve uma maranhense que tentou me ensinar danças típicas, mas concluiu que na vertical eu não era bom de ritmo. Mais tarde, me aprovou na horizontal. Saímos do Maranhão e voltamos para Goyaz, isto antes de criarem o tal de Estado do Tocantins. Chegamos a Gurupi e já não tínhamos dinheiro para comprar um sanduíche de mortadela! Era mês de julho, ao chegarmos à cidade, vimos uma escola estadual. Era o que procurávamos: as professorinhas de salário magro, mas potenciais compradoras de livros. As lindas preparavam uma festa junina, penduravam bandeirinhas nuns cordões. Não compraram livros, mas nos convidaram para a festa e nos informaram de um advogado que gostava de comprar livros. Vendemos pra ele e, à noite, fomos pra tal festa agora com dinheiro suficiente para arrematar até frango ou lombo assado e... Mas isto há de aparecer no livro, pois o assunto aqui é, ou deveria ser, sobre A morte das Enciclopédias. Vamos às Enciclopédias. Acredito que, para o Conhecimento (assim com maiúsculo), o serviço que o Google presta [e não me importa que seja uma empresa que busca o lucro legitimamente] é inestimável. Todavia, os buscadores mataram as enciclopédias. Reputo que os buscadores, como o Google, sejam talvez uma das grandes sacadas dos últimos cem anos, e que causaram impacto na área do conhecimento, modificando, ou melhor, revolucionando, toda forma de pesquisa. Basta digitar um nome ou um assunto e mandar procurar que, em um segundo, vem um milhão de resultados. Há, no entanto, que selecionar aquele enxame de informações para que o consulente não se perca no lodaçal das informações inúteis. Existe vantagem: a rapidez. Porém só aparente, pois há que gastar tempo e garimpar entre milhares de respostas que o buscador nos traz. E pode-se cair no risco de passar por cima das informações mais relevantes e usar as não fidedignas. Essa modernidade, essa facilidade, quem sabe falsa, tornou nosso olhar apressado e superficial e a mente não se aprofunda, não elabora, não guarda. Tudo fica na superfície nesses tempos do "zap-zap". As pesquisas nas enciclopédias, antigamente, eram mais demoradas, mais difíceis, quiçá mais profundas, e com certeza, mais duráveis nas mentes de quem se ocupava em fazê-las. Houve, ou há, um projeto do Google de digitalizar os livros de todas as bibliotecas. Tal iniciativa parece-me (e não irei agora "guglar" pra pesquisar) foi abortada por problemas legais quanto aos direitos autorais. Há ocasiões em que os legítimos direitos de uma pessoa ou de um grupo (obs.: é uma tendência eu querer sempre os meus direitos protegidos) ao serem, por força da lei, resguardados, podem prejudicar imensa maioria. Isto faz parte da ética do convívio social, pois que o meu direito e a minha liberdade cessam quando batem de encontro com a sua. Como dizia São Paulo, o Apóstolo, "Tudo posso naquilo que me convém... (agora me esqueci do resto da citação e não vou perguntar pro Google, perguntem vocês, se quiserem) Ah, sim, falemos da morte das Enciclopédias. Quantos dos mais antigos não sentem saudade daquelas consultas naqueles volumes pesadões, de papel couchê? Hoje temos o mundo a um clique. Antes tínhamos que olhar o Índice, procurar verbetes, ler, sublinhar. E com isto nosso cérebro ia absorvendo conhecimento. Hoje, basta copiar e colar - o que se tornou hábito de estudantes — porém este tipo de trabalho [ou esperteza?] não propicia entrar e perdurar na mente do estudante, deixando-a impermeável aos conhecimentos que podem ampliar a sua visão do mundo. Então, há jovens com QI mais de duzentos e tantos que mal conseguem balbuciar uma frase com começo, meio e fim entendível (Nada a ver com a chefa do executivo). Atualmente, quanta informação cabe num PENDRIVE?!!! Toda a minha biblioteca [mais de seis mil volumes]. Então, sou eu, este ser distraído, que pensa dez coisas ao mesmo tempo e não conclui ou não se fixa em nenhuma, menos capaz ou menos culto do que este minúsculo produto da tecnologia? Acho que sim. Mas, e A morte das Enciclopédias, que com tantos foguetes e presunção anunciou lá em cima? Pra num prolongar demais fica pra outra hora, talqualmente as histórias do Tico, do Jerônimo e do Poeta.

Postado por onivaldo carlos de paiva
Em 13/3/2015 às 23h03


Mais Blog de onivaldo carlos de paiva
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PAIXÃO POR CABELOS: INSTRUÇÕES PASSO A PASSO PARA CRIAR 82 PENTEADOS
CHRISTINA BUTCHER
SEXTANTE
(2015)
R$ 12,50



EL GRUPO PSICOLOGICO
L. GRINBERG M. LANGER E. RODRIGUE
NOVA
(1959)
R$ 29,00



A FORMA DO REAL
JOSEP M. CATALÁ DOMÉNECH
SUMMUS
(2011)
R$ 41,86



HISTOIRE DU DROIT PÉNAL
RAYMOND CHARLES
UNIVERSITAIRES DE FRANCE
(1976)
R$ 50,00



REFLEXOS DA VIOLÊNCIA NA LITERATURA INFANTO-JUVENIL
ANTONIETA DIAS DE MORAES
LETRAS E LETRAS
(1991)
R$ 7,90



LIBERDADE SINDICAL E NEGOCIAÇÃO COLETIVA COMO DIREITOS FUNDAMENTA
JONABIO BARBOSA DOS SANTOS
LTR
(2008)
R$ 65,46



COMUNICAÇÃO EM PROSA MODERNA
OTHON M. GARCIA
FGV
(2004)
R$ 35,00



SANTO ANTÔNIO DAS ARTES
SAULO GARROUX LEVI MENDES JR.
CONTEÚDO
(2009)
R$ 40,00



FILOSOFIA POLITICA E LIBERDADE
ROLAND CORBISER
PAZ E TERRA
(1975)
R$ 14,00



BYTE CORAÇÃO
RITA ESPESCHIT
GLOBAL
(1997)
R$ 4,80





busca | avançada
38130 visitas/dia
1,3 milhão/mês