O mito dos 42 km | Blog de Isaac Rincaweski

busca | avançada
32027 visitas/dia
890 mil/mês
Mais Recentes
>>> Palavraria Conversa e Versa
>>> Supercombo no Templo Music: Tour “Adeus, Aurora'
>>> Barracão Cultural estreia montagem de rua a partir de livro de Eva Furnari
>>> Marina Peralta lança novo EP, 'Leve'
>>> Dan Stulbach faz ensaio aberto de Morte Acidental de um Anarquista para alunos da Escola Wolf Maya
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
>>> Paris branca de neve
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
Últimos Posts
>>> Oficina do diabo
>>> Rosa dos ventos
>>> Pelagem de flor II: NEGRO
>>> Efervescências
>>> Justoresoluto
>>> Em segundo plano
>>> A ver navios
>>> As esquinas dos amores
>>> Pelagem de flor I: VERMELHO
>>> Idade Mídia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os escritores jovens
>>> Guinga e sua Casa de Villa
>>> Pascal e a condição humana
>>> Aventuras pelo discurso de Foucault
>>> O Jovem e o Mar
>>> Luz em agosto
>>> Palestra de Guilherme Wisnik
>>> Jobs e o Macintosh
>>> Boa Tarde Às Coisas Aqui Em Baixo, de A L Antunes
>>> Um Furto
Mais Recentes
>>> Parcelamento Tributário & Moratória de Fábio Junqueira - Maria Inês Murgel pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2019)
>>> Tratado de Infectologia de Ricardo Veronesi & Roberto Focaccia pela Atheneu (2009)
>>> Otimismo sem Limites: Levante Hoje para Lutar e Vencer! de Ômar Souki pela Landscape (2007)
>>> Otimismo sem Limites: Levante Hoje para Lutar e Vencer! de Ômar Souki pela Landscape (2007)
>>> Estrela da Manhã de Manuel Bandeira pela Global (2012)
>>> El Mito de Faeton en La Literatura Española (ilustrações Fcs. Fora do de A. Gallego Morell pela Madrid (1961)
>>> Vida Otimista de Ômar Souki pela Souki House (2004)
>>> Vida Otimista de Ômar Souki pela Souki House (2004)
>>> Vida Otimista de Ômar Souki pela Souki House (2004)
>>> Pregão Nas Licitações Municipais de Marcelo Palavéri pela Del Rey/ Belo Horizonte (2005)
>>> La Cancion Petrarquista en La Lirica Española del Siglode Oro:... de E. Segura Covarsi pela Madrid (1949)
>>> Evolução Política do Brasil e Outros Estudos de Caio Prado JR. pela Cia. das Letras (2012)
>>> La Transcripcion Castellana de los Nombres Proprios Griecos de Manuel F. Galiano pela Soc. de Estudios Clasicos/ Madrid (1961)
>>> A Condição Espacial de Ana Fani Alessandri Carlos pela Contexto (2015)
>>> Estudo Progressivo da Morfo- Sintaxi Latina de Prof. Oscarino da Silva Ivo pela Edit. da UFMG (1974)
>>> Estudo Progressivo da Morfo- Sintaxi Latina de Prof. Oscarino da Silva Ivo pela Edit. da UFMG (1974)
>>> Manual de Gramática Histórica Española de R. Menéndez Pidal (Ramón) pela Espasa- Calpe/ Madrid (1944)
>>> Um ano para enriquecer - 52 mensagens de otimismo e motivação de Napoleon Hill pela Record (2019)
>>> Controles Internos nas Organizações de Paulo N. Migliavacca pela Edicta (2004)
>>> Dante Vivo de Giovanni Papini pela Editorial Tor/ Buenos Aires (1942)
>>> A nova dependência (dívida externa e monetarismo) de Celso Furtado pela Paz e Terra (1983)
>>> Sans Frontieres 1 - méthode de français de Michele Verdelhan, Michel Verdelhan, Philippe Dominique pela Clé international (1982)
>>> Tom Jones (encadernado.- Completo Em 01 Volume) de Henri Fielding pela Circulo do Livro/ SP. (1985)
>>> Cozinha Prática - Massas de Cristian Muniz pela Pae (2015)
>>> Chico Buarque do Brasil de Rinaldo de Fernandes. Organizador pela Garamond (2004)
>>> A Religiosa/ Capa Dura de Diderot (denis) pela Circulo do Livro (2019)
>>> Sursis/ Classicos Modernos/ Encadernado de Jean- Paul Sartre / Tradução: Sergio Milliet pela Abril (1974)
>>> MacWEEK Guide to desktop video - cd rom included de Erik Holsinger pela ZIff-Davis Press (1993)
>>> Ação Cominatória e Outras Peculiares - Doutrina, Jurisprudência ... de Ulderico Pires dos Santos pela Paumape (1989)
>>> O líder em você. Como fazer amigos, influenciar pessoas e ter sucesso em um mundo em mutação de Stuart R. Levine e Michael A. Crom pela Record (1997)
>>> El Genio Latino de Anatole France pela Ed. Grandes Autores/ B. Aires (1943)
>>> Nacha Regules (novela) de Manuel Galvez pela Editorial Tor/ B. Aires (1933)
>>> O Direito Como Fato Social de José Florentino Duarte pela Sergio Antonio Fabris (1982)
>>> A Tributação Sobre Consumo de Bens e Serviços de Alessandra Machado Brandão Teixeira pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Lições preliminares de direito de Miguel Reale pela Saraiva (1995)
>>> Seguro: Teoria e Prática - Doutrina - Jurisprudência - Prática Forens de João Roberto Parizatto/ Autografado pela Edipa: Ed. Parizatto (2004)
>>> Manual Prático do Horóscopo Chinês de Minami Keizi pela Traço (1988)
>>> Reiki - Amor, Saúde e Transformação de Johnny de Carli pela Alfabeto (2017)
>>> As Novelas de Torquemada de Benito Pérez Galdós pela Paz e Terra (1989)
>>> A Arte Cavalheiresca do Arqueiro Zen de Eugen Herrigel pela Pensamento (1990)
>>> Umanesimo Positivo e Emacipazione Marxista de Galvano Della Volpe pela Sugar Editore (1964)
>>> Ciência e Tecnologia Hoje de Nicolas Witkowski pela Ensaio (1995)
>>> Luvas Brancas de John Kotre pela Mandarim (1997)
>>> I-Ching - A Alquimia dos Números de Wu Jyu Cheng pela Objetiva (1993)
>>> Computer Crimes de Maria Helena Junqueira Reis pela Del Rey/ Belo Horizonte (1997)
>>> O Budismo vivo e o mundo contemporâneo de Lama Anagarika Govinda pela Siciliano (1994)
>>> Luxúria. Coleção Sete Pecados Capitais de Simon Blackburn pela Arx (2005)
>>> Mundo, Vida e Esperança de Angela Coutinho ditado por Emmanuel pela Elevação (1999)
>>> O Budismo e o Caminho da Vida de Christmas Humphreys pela Cultrix (1995)
>>> Avareza. Coleção Sete Pecados Capitais de Phillis A. Tickle pela Arx (2005)
BLOGS >>> Posts

Quarta-feira, 13/9/2017
O mito dos 42 km
Isaac Rincaweski

+ de 500 Acessos

Desde que comecei meu caso de amor com a corrida, não foi nada difícil uni-lo a outra grande paixão, que é a leitura. E, conforme esse amor foi crescendo, relatos de corredores amadores, atletas profissionais e livros sobre esse tema me foram apresentados como se fossem cupidos ansiosos por manter essa chama sempre acessa.

Entre os vários livros que li, alguns que mais me marcaram (e ensinaram) foram: O ultramaratonista, de Dean Karnazes, Rocco; Nascido para Correr, de Christopher McDougall, Globo; e Correr – o exercício, a cidade e a maratona, de Drauzio Varela, Companhia das Letras, isso para citar os mais conhecidos, pois a lista é extensa. E, mesmo lendo sob a ótica e a experiência de vários autores, com suas perspectivas e objetivos distintos, a essência das histórias é praticamente a mesma: o amor pela corrida.

Mas o que sempre me intrigou foram alguns relatos sobre a conclusão de maratonas (42 km). Muitos deles são extremamente desanimadores, para dizer o mínimo. Li relatos de corredores que correram com cãibras fortíssimas; corredores que chegaram se arrastando, totalmente desidratados; corredores que passaram mal durante e após a corrida, com febre e dores pelo corpo; muitos e muitos corredores que não conseguiram concluir a primeira maratona. Enfim, relatos que me fizeram avaliar seriamente a minha intenção de encarar o desafio dos 42 km. A única certeza que eu tinha era de que eu não poderia tentar correr essa distância sem estar preparado.

Protegido por essa fácil desculpa (a de não estar preparado), fui adiando esse sonho até o dia em que resolvi fazer a minha inscrição para a Maratona Internacional de Florianópolis, que seria realizada em 27/08/2017. Fiz a inscrição no dia 06/01/2017 e fiquei “dormindo” em cima dela, literalmente, pois ainda não estava convencido de que iria participar e se conseguiria fazer a preparação física e mental necessária para esse desafio. Na verdade, o próprio período de treinos (no meu caso, foram 14 semanas) já foi um enorme desafio, pois tive que aumentar o meu volume de treinos semanais, que era de aproximadamente 30 km, para quase 60 km na semana mais intensa, com “longão” de 34 km... Entre os treinos de corrida e fortalecimento, sobrava apenas um dia de folga por semana.

Vencido o desafio dos treinos, entrei na semana da prova com sentimento de dever cumprido e extremamente relaxado para aproveitar ao máximo a minha primeira maratona. A minha previsão de chegada, que inicialmente era de 4h30min, foi caindo conforme aumentava a confiança, chegando a 3h45min um dia antes da prova.

Mesmo com a confiança nas alturas, quem corre sabe que, no dia prova, muitas variáveis podem afetar o nosso rendimento, tais como: clima muito frio ou muito quente, mal-estar por alguma alimentação inadequada e, até mesmo, ansiedade pré-prova. No meu caso, o único contratempo aconteceu no hotel em que fiquei hospedado, que não ofereceu um café da manhã adequado no horário combinado, às 5h da manhã. Tive que procurar outro hotel nas proximidades, que estava preparado para o evento. Mas esse fato isolado não chegou a abalar a minha confiança em nenhum momento.

A largada foi mágica, assim como é a ilha de Floripa. O clima primaveril (apesar de ainda estarmos no inverno) estava tão perfeito para correr que me peguei correndo acima do pace médio programado por alguns quilômetros, tendo que me policiar constantemente para “frear” essa empolgação que poderia minar as minhas pretensões de chegada, coisa muito comum em corridas de longa distância. Esse é um erro extremante banal, mas que acontece com muita frequência entre corredores que participam de sua primeira maratona.

Após esse período de ajuste, consegui encaixar o ritmo programado até o km 36. A partir desse momento, comecei a sentir o verdadeiro peso dos 42 km. A sombra do mito criado em minha mente a partir dos relatos que li começou a pairar sobre mim, e, apesar de não ter duvidado em nenhum momento de que conseguiria completar a prova, já não estava mais tão seguro de que seria no tempo programado, ao ponto de não mais verificar o tempo total em meu relógio Garmin, monitorando apenas o pace médio, que começou a se distanciar assustadoramente da meta inicial.

Nessas horas é que se percebe nitidamente o quanto a nossa mente é importante nesse processo. Consciente de que tinha feito o dever de casa, comecei a “scanear” meu corpo em busca de algum sinal que pudesse comprometer o meu desempenho nos quilômetros finais. Após uma rápida verificação, constatei que essa velha carcaça ainda estava inteira e que não precisaria me preocupar. Feito isso, comecei a me concentrar ainda mais no movimento correto das pernas e dos braços, e na minha respiração.

A partir daí, cada quilômetro concluído foi uma vitória, celebrada com parcimônia, pois o quilômetro seguinte não me deixava esquecer a distância que ainda teria de percorrer. Somente no último trecho, quando tive a certeza de que conseguiria concluir a prova, é que me liberei completamente para o início da comemoração. Mesmo antes de visualizar a linha de chegada, comecei a sentir os bons fluidos da conquista me invadirem completamente. Meu corpo já estava em festa, minha mente, aberta para saborear cada segundo da minha chegada.

Nesse momento lembrei-me de verificar o tempo acumulado, e, faltando uns 100 metros, aproximadamente, vi o cronômetro marcando 3h45min. No mesmo instante, ainda sem acreditar na minha sorte, acordei do transe da vitória e, mesmo já forçando a passada desde a entrada no km 42, ainda consegui acelerar o passo para não deixar o cronômetro virar em 3h46min. Confesso que, nesse sprint final, eu já não era mais dono do meu corpo e as passadas firmes e seguras já não tocavam mais o solo, tendo a nítida sensação de estar flutuando. Ao cruzar a linha de chegada, um misto de sentimentos e euforia invadiu meu coração e uma sequência com vários momentos marcantes da minha preparação passou só para me lembrar de que todo esforço valeu a pena. E de que foram justamente os dias mais difíceis de treino (frio, chuva e “longão”) que me fortaleceram ainda mais para que eu conseguisse vencer esse desafio.


Postado por Isaac Rincaweski
Em 13/9/2017 às 11h15


Mais Blog de Isaac Rincaweski
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O ENSINO DA DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR
LUCIMEIRE MONTENEGRO DE FREITAS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 321,00



TUDO BEM - UM FILME DE ARNALDO JABOR
ARNALDO JABOR E LEOPOLDO SERRAN
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1978)
R$ 10,00



TEATRO LA CANTANTE CALVA, LA LECCIÓN, JACOBO O LA SUMISIÓN, LAS SILLA
EUGÈNE IONESCO
EDITORIAL LOSADA
(1964)
R$ 40,00



DOM HELDER CAMARA - CIRCULARES PÓS-CONCILIARES - VOLUME 3 - TOMO 3
ZILDO ROCHA / DANIEL SIGAL
CEPE RECIFE
(2012)
R$ 33,00



PEQUENAS GRANDEZAS
REIVANIL RIBEIRO
SCORTECCI
(2006)
R$ 22,00



BLUE GENES
VAL MCDERMID
HARPERCOLLINS
(1999)
R$ 12,00



SOY MÁS ALTA !
ELENA G HORTELANO
EDELSA
(2011)
R$ 20,00



A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS
MARKUS ZUSAK
INTRÍNSECA
(2007)
R$ 25,00
+ frete grátis



ILEARN ENGLISH 2 - STUDENT BOOK
PATRICIA MCKAY
PEARSON
(2013)
R$ 30,00



AS REVOLTAS DE JUNHO
ANA CRISTINA CONSALTER AMÔR
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00





busca | avançada
32027 visitas/dia
890 mil/mês