A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti | Wellington Machado | Digestivo Cultural

busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 31/8/2010
A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti
Wellington Machado

+ de 13900 Acessos
+ 1 Comentário(s)


Ilustra: o urso azul

Qual é a relação entre a mente e o cérebro? A mente, que abriga nossos dilemas, nossa imaginação, catalisa nossas emoções e compõe nossos poemas, músicas, escreve textos, é fruto dessa massa esponjosa que carregamos no crânio? Até que ponto o cérebro, com suas sinapses e milhões de neurônios, influenciam ― se é que influenciam ― o nosso ato de pensar? Essa é uma questão que envolve a investigação de vários ramos da ciência como a neurociência, a psicologia e a biologia molecular, além de outras. Há estudos surpreendentes acerca do tema que podem, se comprovados (e estamos bem perto de uma comprovação), causar uma revolução de grandes proporções para humanidade.

O tema é a espinha dorsal de A ilusão da alma (Companhia das Letras, 2010, 256 págs.), mais recente livro de Eduardo Giannetti da Fonseca, cujo personagem principal é um professor de literatura especialista em Machado de Assis. Enquanto proferia uma palestra, o professor notou um lapso de memória que passou a ser recorrente. Ao se submeter a uma bateria de testes, descobre que tem um tumor cerebral. A cirurgia para a sua retirada deixa-lhe uma sequela: a perda parcial da audição. Mas, além da perda auditiva, o professor passa também a não suportar ruídos. Sua única opção é se isolar. E é o que ele faz. Ele se fecha em sua casa entre os livros e passa a se dedicar à filosofia, à investigação incessante e criteriosa da relação entre mente e cérebro. O seu lema, nas palavras de Giannetti, é "a curiosidade está para o conhecimento como a libido está para o sexo". O professor quer apenas conhecer. Não é pouco.

A relação mente-cérebro não é uma questão simples, ao contrário do que se imagina. Como é que o cérebro (realidade objetiva; órgão esponjoso e palpável) se liga à mente (realidade subjetiva, detentora virtual de pensamentos, sentimentos e memória) ― ou vice-versa? O professor descobre que há na história da filosofia duas correntes de pensamento. Há a corrente "fisicalista", os que julgam que o cérebro prevalece sobre a mente ("a alma que olha de fora para dentro"); e há também a corrente "mentalista" ("a alma que olha de dentro para fora"). Ressalte-se que a mente é também a alma (do título), como afirmavam alguns filósofos.

O que vem primeiro: um estímulo cerebral ― provocado por bilhões de neurônios ― que guia o nosso pensamento ou a força imaginativa e voluntária da mente que interfere no cérebro? Temos um ponto de partida. Sabemos que o cérebro, segundo Giannetti, "despista a mente", ou seja, a estimulação elétrica em algumas regiões do cérebro produz sensações visuais, auditivas, olfativas etc. Mas isso é pouco para o nosso professor-filósofo. Ele quer saber mais. A própria estrutura narrativa do livro retrata como se dá esse embate. O autor intercala pensamentos do professor (fluxos de consciência) com textos filosóficos (aparentemente anotações feitas ao longo do estudo).

E essa forma narrativa merece um aparte. A ilusão da alma é classificado como um romance. Mas ele não é somente um romance. É também ensaio. Como é também um livro filosófico. E se formos observar a arquitetura sublinear do texto teremos um excelente manual de como se constrói o conhecimento. Essa mania de rotular os livros trata-se, aparentemente, de uma exigência mercadológica, para colocá-los em alguma estante (negócios, ficção, artes). Existem vários autores que surfam, em suas narrativas, pelos mais diversos estilos (difícil classificar os livros de Nuno Ramos, por exemplo). Essa versatilidade parece se intensificar em nossos dias diante das várias possibilidades de acesso e utilização da informação, principalmente com a internet.

Eduardo Giannetti também parece usufruir dessas diversas possibilidades. Seus primeiros livros (As partes e o todo e Nada é tudo) são coletâneas de ensaios e artigos publicados em jornais, abarcando uma infinidade de temas como economia, ética, história das ideias, política e globalização. Os textos têm rigor filosófico, mas são extremamente acessíveis, cujas leituras são um deleite. Já as obras Vícios privados, benefícios públicos? e Auto-engano são mais voltadas para a economia e filosofia.

A ilusão da alma é irmão, creio, do não menos interessante Felicidade, quando se inicia um flerte do escritor com a ficção. Neste, o autor cria quatro personagens totalmente diferentes ― em ideologia, profissão, comportamento ― como pano de fundo para investigar as várias facetas da felicidade e suas implicações ao longo da história da humanidade. Enfim, A ilusão da alma merece uma classificação mais abrangente, talvez como "romance-filosófico", "ensaio-ficional"; ou simplesmente "romance/ensaio/filosofia".

Mas retornando ao enredo do livro, após se enfurnar nos estudos solitários, o nosso nobre professor chega aos mais atuais estudos da neurociência, que defendem uma surpreendente supremacia do cérebro em relação à mente. Nas palavras do autor, "o processo que culmina numa ação aparentemente voluntária [nossa] tem início no cérebro de modo pré-consciente, antes que a intenção de agir aflore ao espelho da mente (...) o cérebro é responsável sozinho por todas as nossas ações". A constatação prova que há uma ilusão da alma, qual seja, a de que ela tem o poder de coordenar as nossas ações. Temos a ilusão de que temos livre-arbítrio. Essa supremacia cerebral teria, segundo ilustra bem o autor, influenciado diretamente na decisão de Sócrates de não fugir à sua condenação ― como ele teve oportunidade de fazê-lo ― e beber a cicuta que o mataria.

As recentes descobertas ― passando agora do plano da ficção para a vida prática ― podem implicar em consequências alarmantes no campo da economia, por exemplo, no que tange ao mapeamento (cerebral) do nosso comportamento como consumidores. Enquanto vacilamos entre comprar ou não determinado produto, o cérebro já tem a decisão. E que tal um mapeamento do direcionamento dado pelos nossos cérebros sobre as nossas preferências políticas nas eleições?

A ilusão da alma, além de ser um compêndio filosófico e um romance de agradável leitura, levanta questões para seguirmos refletindo. De certa forma, o livro nos desperta para um debate ético-científico. Além disso, Eduardo Giannetti nos dá uma aula sobre como elaborar o conhecimento ― em momento oportuno, diante dessa enxurrada de informações diante da qual estamos ainda desorientados. O autor demonstra que a filosofia ― ou o ato de filosofar ― está acessível a qualquer um, inclusive de maneira interdisciplinar. Há um constante diálogo em A ilusão da alma entre os mais diversos campos do saber, como a neurociência, a biologia, a inteligência artificial e, claro, a literatura, nas palavras e no pensamento de Machado de Assis, Diderot, Dostoiévski, Rilke e Fernando Pessoa. Todos no exercício da alma, mas a serviço do cérebro.

Nota do Editor
Wellington Machado de Carvalho mantém o blog Esquinas Lúdicas.

Para ir além






Wellington Machado
Belo Horizonte, 31/8/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meu Sagarana de Renato Alessandro dos Santos
02. A Vida dos Obscuros de Marilia Mota Silva
03. Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando de Elisa Andrade Buzzo
04. Do inferno ao céu de Cassionei Niches Petry
05. Manual para revisores novatos de Ana Elisa Ribeiro


Mais Wellington Machado
Mais Acessadas de Wellington Machado em 2010
01. A ilusão da alma, de Eduardo Giannetti - 31/8/2010
02. Enquanto agonizo, de William Faulkner - 18/1/2010
03. Meu cinema em 2010 ― 1/2 - 28/12/2010
04. Guimarães Rosa em Buenos Aires - 28/9/2010
05. A sombra de Saramago - 3/8/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
10/9/2010
22h57min
Comecei ler ontem, livro intrigante e denso, coisa de um escritor maduro!
[Leia outros Comentários de moises honorio queve]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS GRANDES PROCESSOS DA HISTÓRIA - I SÉRIE
HENRI ROBERT
GLOBO
(1961)
R$ 12,50



O LEGISLATIVO NA CONSTRUÇÃO DA REPÚBLICA
ZILDA M. GRICOLI IOKOI
CONTEXTO
(1990)
R$ 16,82



AS SETE CHAVES PARA O SUCESSO DO 5S
MASAO UMEDA
QFCO
(1997)
R$ 9,90



GÁLVEZ Y EL CAMBIO DEL CAMBIO
JORGE REVERTE
ANAGRAMA
(1995)
R$ 15,00



ROSSI A VIDA DE UM LUTADOR
ANTONIO JULIO BALTAZAR
TERCEIRO MUNDO
(1998)
R$ 10,00



RELAÇÕES DE TRABALHO NA PAN-AMAZÔNIA - A CIRCULAÇÃO DE TRABALHADORES
GEORGENOR DE SOUSA FRANCO FILHO
LTR
(1996)
R$ 50,00



O NOVO CÉREBRO: COMO CRIAR RESULTADOS INTELIGENTES
NELSON SPRITZER
L&PM
(1996)
R$ 15,00



QUERIDO DIÁRIO OTÁRIO - 10
JIM BENTON
FUNDAMENTO
(2010)
R$ 10,00



NO MUNDO DOS HOMENS
PERRY GARFINKEL
MELHORAMENTOS
(1988)
R$ 4,00



ARRAIA DE FOGO
JOSÉ MAURO DE VASCONCELOS
EDIÇÕES MELHORAMENTOS
R$ 6,90





busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês