Sérgio Santos, Edu Lobo e Dori Caymmi | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
79822 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Máscaras Decoloniais: Dança e Performance (edição bilingue)
>>> Prêmio Sesc de Literatura abre hoje inscrições para edição 2021
>>> Jovens negros e indígenas são público-alvo de laboratório gratuito para curtas-metragens
>>> Peças de teatro serão transformadas em “radionovelas”
>>> Concurso literário vai premiar novos escritores locais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Kate Dias vive Campesina em “Elise
>>> Editora Sinna lança “Ninha, a Bolachinha”
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Rufo, 80 II
>>> Jeitos de trabalhar
>>> The GigaOM Show
>>> BoicotaSP
>>> 18 de Maio #digestivo10anos
>>> Um jornal que pensa ão?
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Que espécie de argumento é uma bunda?
>>> Que espécie de argumento é uma bunda?
>>> 7 de Setembro
Mais Recentes
>>> Revista o lojista de Cdl Cacoal pela Cdl (2013)
>>> Revista Boletim de Conjuntura Imobiliária. Secovi DF. de Econsult pela Unb (2012)
>>> As americanas de Ingrid Carlander pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Os Países Subdesenvolvidos de Yves Lacoste pela Bertrand Brasil (1988)
>>> Livros do conto à crônica / cada história é um conto. de Leo Cunha - Machado de Assis - Marcelo Coelho.. pela Salamandra (2021)
>>> Os Filhos Do Amor de Paulinho Santos pela O Artífice (1997)
>>> The 100: os Escolhidos de Kass Morgan pela Galera (2014)
>>> Mônica 82 - Outubro/1993 - Horacic Park de Maurício de Sousa pela Globo (1993)
>>> Mônica 133 - Dezembro/1997 - Férias de Verão de Maurício de Sousa pela Globo (1997)
>>> Mônica 113 - Maio/1996 - Mônica, Não Mande... Peça! de Maurício de Sousa pela Globo (1996)
>>> Mônica 176 - Abril/2001 - Eterna Criança de Maurício de Sousa pela Globo (2001)
>>> A Avaliação Psicopedagogica numa Abordagem Institucional de Carolina Provvidenti pela Qualidade (2010)
>>> Revista Uniclar - Ciências da Religião - ano 8 nº 1 de Vários Autores pela Faculdades Claretianas (2006)
>>> Contagem Regressiva de Ken Follett pela Arqueiro (2018)
>>> Manuel Bandeira - as Cidades e as Musas de Antônio Carlos Secchin Organização pela Desiderata (2008)
>>> Pequeno Segredo - A Lição de Vida de Kat para a Família Schurmann de Heloisa Schurmann pela Agir (2012)
>>> Doidas e Santas de Martha Medeiros pela L&pm (2008)
>>> Pelas Praias do Mundo de Pablo Neruda pela Bertrand Brasil (2005)
>>> Caim de José Saramago pela Companhia das Letras (2009)
>>> Abc de Rachel de Queiroz de Lilian Fontes pela José Olympio (2012)
>>> As Espiãs do Dia D de Ken Follett pela Arqueiro (2015)
>>> Coleção Abc Meus primeiros passos na Leitura e aprendizagem A Estação das Folhas secas o Outono de Malgorzata Strzalkolska pela Salvat (2011)
>>> Arquitetura & construçao--setembro de 2006--dossie cimento de Abril pela Abril (2006)
>>> Arquitetura & construçao--julho de 2008--renove as paredes de Abril pela Abril (2008)
>>> Arquitetura & construçao--março de 2001--pre-fabricada de madeira. de Abril pela Abril (2001)
>>> Arquitetura & construçao--outubro de 2012--como usar e onde comprar madeira sustentavel. de Abril pela Abril (2012)
>>> Os 13 Porquês de Jay Asher pela Ática (2009)
>>> Superando os Desafios Íntimos de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2006)
>>> Sua Alteza Real (Royals 2) de Rachel Hawkins pela Alt (2020)
>>> A República Cantada do Choro ao Funk, a História do Brasil Através da Música de André Diniz e Diogo Cunha pela Zahar (2014)
>>> Uq Holder! - Vol. 5 EAN: 9788545702429 de Ken Akamatsu pela Jbc (2016)
>>> Peça e Será Atendido de Esther e Jerry Hicks pela Sextante (2007)
>>> Uq Holder! - Vol. 4 de Ken Akamatsu pela Jbc (2016)
>>> Mata-me de Prazer de Nicci French pela Record (2002)
>>> O Escaravelho do Diabo 2ªd. de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1974)
>>> Cangaceirismo do Nordeste de Antônio Barroso Pontes pela O Cruzeiro (1973)
>>> Uq Holder! - Vol. 2 de Ken Akamatsu pela Jbc (2016)
>>> Bíblia Sagrada de Não informado pela Presbiteriana (1993)
>>> Gramática Reflexiva de William Cereja e Thereza Cochar pela Atual (2013)
>>> Jornadas.geo: geografia 9º ano de Marcelo Moraes Paula e Ângela Rama pela Saraiva (2016)
>>> Magi: O labirinto da magia - Vol. 25 de Shinobu Ohtaka pela Jbc (2016)
>>> As Aventuras de Tibicuera de Erico Verissimo pela Globo (1997)
>>> I-World 4 de Michael Downie, David Gray e Juan Manuel Jimenez pela Edições SM (2018)
>>> Mulheres do Evangelho de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2009)
>>> To Love Ru - Vol. 16 de Kentaro Yabuki e Saki Hasemi pela Jbc (2018)
>>> Retórica de Aristóteles pela Edipro (2013)
>>> Planejamento na Sala de Aula de Danilo Gandin e Carlos Henrique Carrilho Cruz pela Sem Identificação (1995)
>>> Língua Portuguesa 9 de Everaldo Nogueira, Greta Marchetti e Mirella L. Cleto pela Edições SM (2019)
>>> Quarta-feira de Eric Nepomuceno pela Record (1998)
>>> Araribá Plus - Ciências - 9 de Obra coletiva pela Moderna (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 1/12/2010
Sérgio Santos, Edu Lobo e Dori Caymmi
Rafael Fernandes

+ de 4600 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Num sábado no começo de novembro, havia duas promessas no ar: a de um temporal em São Paulo e a de um show competente de Sérgio Santos no Sesc Vila Mariana. Enquanto o primeiro fato não se confirmou, o segundo se deu com sobras. Ainda mais pelas luxuosas participações de Dori Caymmi e Edu Lobo. O teatro estava cheio, mas não lotado ― talvez pelo fato de o show ter sido apresentado em três dias seguidos. Mas isso não foi problema, já que o público estava interessado e bem disposto. O único porém é que se o público da MPB é como a amostra desse dia, significa que ele não foi renovado. Embora houve algumas poucas pessoas mais jovens, a maioria era de 20 e tantos para cima, com maior concentração em 40, 50 e até 60 e 70 anos. Um fator que pode indicar essa faixa etária é que Sérgio Santos faz música para adultos: madura e cheia de nuances e improvisos. Quase um contraponto ao Restart. Mas talvez seja mais que isso. Por algum motivo, o público da música brasileira mais sofisticada parece não ter se renovado de maneira proporcional ao seu envelhecimento. O ponto positivo é que os presentes eram conhecedores da música brasileira, dadas as reações ao término de solos, músicas e na apresentação dos músicos.

Desde o início destacou-se o violão ritmado e elegante de Sérgio Santos. Em vários momentos foi possível notar duas influências de João Bosco. Primeiro, no tocar, mas de uma forma mais polida. Um estilo de violão parecido, mas como se tivesse saído do botequim, das ruas, e colocado fraque para uma noite de gala. Enquanto Bosco tem uma pegada mais violenta, Santos vai pela discrição. Segundo, nas sílabas sincopadas de algumas melodias e num vocalise meio "zaguigumdum", bem característico do autor de "O bêbado e o equilibrista", "Papel machê" e tantos outros clássicos.

"Lá vem a chuva", do álbum Litoral e Interior, além da levada brasileira também tem um clima meio "cool", meio jazzístico que dá um sabor diferente à canção, que é ótima. É uma boa amostra do universo sonoro de Santos, cheio de dinâmicas. Ele faz músicas que respiram e nos deixam respirar. Não é uma avalanche de informação, nem uma produção pasteurizada. "Litoral e Interior" foi indicada ao Grammy Latino de 2010 na categoria Melhor Canção Brasileira. Aliás, esse foi um dos motes do encontro, já que os convidados também foram indicados na mesma categoria. Essa música, do álbum homônimo, também é muito boa e com várias alternativas, com destaque para o clima cinematográfico da parte final.

Em "Ganga Zumbi" foi possível ouvir ecos de Milton Nascimento. Não à toa, André Mehmari fez uma brevíssima citação de "Cravo e canela". Aqui, vale um parênteses para destacar esse músico. Pena Schmidt, superintendente do Auditório Ibirapuera, cravou em seu twitter: "Sinta-se bafejado pela sorte de viver ao mesmo tempo que este pianista" (se referia a este vídeo). Não foi exagero. Mehmari é um músico que já pode ser considerado dos grandes artistas da música brasileira. De uma força musical absurda, ele vai do singelo ao brutal sem dificuldades. É chamado por grandes artistas para gravar em seus discos e participar de suas apresentações porque parece não ter limites. É um daqueles raros artistas que unem preparo e bom gosto e que evoluem a cada ano. Não à toa foi praticamente ovacionado no show de Sérgio Santos. E sabe bem se colocar no espetáculo alheio, jogando para o time e aparecendo quando se faz necessário. A banda inteira, aliás, era de alto nível: Rodolfo Stroeter (contrabaixo), Tutty Moreno (bateria) e Teco Cardoso (flauta e saxofone).

Dori Caymmi, com seu jeito aparentemente bonachão, fez piada o tempo todo. Porém, não deixou de lado seus comentários ácidos. Em determinado momento, criticou o MST ― em suas, palavras o "Movimento dos Sem Talento" ― na música nacional. O público adorou, claro. Ele abriu sua participação com "Quebra-mar" que, parafraseando a própria música, foi "bonito de se ver". Em seguida, cantou dois clássicos brasileiros: "Desafinado" (Tom Jobim) e "Aquarela do Brasil" (Ary Barroso). Nas duas versões fez uso das suas conhecidas re-harmonizações, ou seja, substituiu acordes originais, inseriu outros, num universo dentro do qual é mestre.

Que me perdoem Sérgio Santos e Dori Caymmi, bons compositores e muito competentes, mas quando as músicas de Edu Lobo começaram a ser executadas houve uma mudança de dimensão musical. Canções com riqueza e força raras. E isso não é nenhum demérito aos primeiros citados, longe disso. É que Lobo está próximo do Olimpo dos Deuses da música nacional, onde repousam nomes como Tom Jobim, Pixinguinha, Villa-Lobos, entre outros. Destaque-se aqui que Edu Lobo é um compositor que precisa de intérpretes para que suas músicas ganhem o acabamento que precisam. Ele mesmo tem consciência disso. Antes de cantar a sublime "Beatriz", afirmou, em tom de brincadeira, que não deveria cantá-la depois que Milton Nascimento e Mônica Salmaso o fizeram. Mas iria fazer por um "simples" motivo: é o autor. Antes, já havia apresentado a épica "Vento bravo". Ainda houve tempo para a complexa "Dança do corrupião", originalmente um instrumental chamado "Corrupião", cujo título foi alterado depois da letra criada por Paulo César Pinheiro. Este, aliás, não estava no teatro, mas esteve presente musicalmente. Afinal, é parceiro contumaz de Sérgio Santos, além da já citada parceria com Edu Lobo e, também, com Dori Caymmi. No bis, os três voltaram e o destaque foi "Confluências", de Santos, feita especialmente para o encontro. Ao final do show, o público já estava totalmente conquistado. A música sofisticada brasileira vive (mas sem afetações, por favor).


Rafael Fernandes
Sorocaba, 1/12/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Quem é mesmo massa de manobra? de Cassionei Niches Petry
02. O túmulo do pássaro de Elisa Andrade Buzzo
03. Quem é o abutre de Marta Barcellos
04. Proposta Decente? de Marilia Mota Silva
05. Defensores da Amazônia de Marilia Mota Silva


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2010
01. Os piores músicos da década - 22/9/2010
02. Futebol: 10 mandamentos e 5 mitos - 9/6/2010
03. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 1 - 17/2/2010
04. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 3 - 26/5/2010
05. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 4 - 28/7/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/12/2010
15h25min
Fui assistir ao show no domingo, mas no início de novembro agora (agosto seria um erro de digitação?). Teatro lotado, a maioria do público com mais de trinta anos. Para mim, essa faixa etária deve-se à má divulgação do show e do próprio artista. Eu mesmo só compareci porque considerei que o Dori Caymmi e o Edu Lobo não se apresentariam com qualquer um. Aposta ganha: o show foi ótimo! Não só pelos três músicos como também pelos instrumentistas que os acompanhavam: Teco Cardoso sensacional, Tutty Moreno, Rodolfo Stroeter e o André Mehmari, merecedor de todos os elogios do texto. Entretanto, que me perdoe Rafael Fernandes, o ponto alto do show foi a participação do Dori Caymmi com suas harmonizações. Depois de "Desafinado" e "Aquarela do Brasil", a plateia não sabia se aplaudia de pé ou se prostrava-se em reverência ao mestre. Edu Lobo, como o próprio Rafael aponta, não é um grande intérprete e a Mônica Salmaso estava na plateia fiscalizando o que ele iria fazer com "Beatriz"...
[Leia outros Comentários de José Frid]
6/12/2010
15h43min
Caro José, o show foi, sim, no começo de novembro. "Agosto" foi um lapso já corrigido. Agradeço por isso e pela leitura. Abs.
[Leia outros Comentários de Rafael Fernandes]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Eros
Alberto Bevilacqua
Record
(1995)
R$ 8,00



Jacques Lacan - uma Biografia Intelectual
Oscar Cesarotto, Marcio Peter de Souza Leite
Iluminuras
(2000)
R$ 31,00



Considerações Sobre a Necessidade de Especialização Nas Oficinas
Remag, Nº 112 - Ano Xi de 1974
Métodos
(1974)
R$ 19,82



Espumas Flutuantes
Castro Alves
Klick
(1997)
R$ 6,90



Os Gêneros do Discurso - 1ª Edição
Mikhail Bakhtin
34
(2016)
R$ 41,95



Rebelião das Prostitutas 7691
João Marcos Cicarelli
Milesi
(1981)
R$ 10,00



A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert
Joël Dicker
Intrínseca
(2014)
R$ 51,00



Word 97 Passo a Passo Lite
Makron Books
Makron
(1997)
R$ 5,00



Tranquillidade
Odette Castilho de Barros
Revista dos Tribunais
(1935)
R$ 50,00



Abutre
Gil Scott-Heron
Conrad
(2002)
R$ 20,00





busca | avançada
79822 visitas/dia
2,4 milhões/mês