Sábia, rubra, gorda (e gentil) | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
32489 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> Estratégia Econômica Governo
>>> Brandenburg Concertos (1 - 6)
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A arte como destino do ser
>>> Essa tal de Dança Contemporânea
>>> O soldado absoluto
>>> Felicidade: reflexões de Eduardo Giannetti
>>> Entrevista com Daniel Piza
>>> Aquarius, quebrando as expectativas
>>> Tin-tin!
>>> Cartas, de Antônio Vieira
>>> Malcolm, jornalismo em quadrinhos
>>> Cartas de Kafka a Felice Bauer, por Elias Canetti
Mais Recentes
>>> Liberdade Sem Medo (Summerhill) de A. S. Neill pela Ibrasa (1980)
>>> Otimismo em Gotas de R. O. Dantas pela Otimismo (1977)
>>> Portugal: Lembranças de uma Vida de Alberto Mosa pela Elevação (1999)
>>> O Quinze de Rachel de Queiroz pela José Olympio (2010)
>>> Não Deixe Para Depois O Que Você Pode Fazer Agora de Rita Emmett pela Sextante (2003)
>>> Não Leve a Vida Tão a Sério de Hugh Prather pela Sextante (2003)
>>> Telensino Inglês Básico I vol. 1 de Suely Mesquita Cossenza pela Ministério do Exército (1997)
>>> Estrutura do Direito Penal de Luiz Vicente Cernicchiaro pela José Buschetsky (1976)
>>> Lineamenti Di Storia e de Letteratura Italiana Ed Europea, 2:... de Sambugar- Ermini pela Nuova Italia, Milano (1997)
>>> Novelas/ Raul Pompeia Obras - Volume I de Raul Pompeias/ (org.: Autografo: Afrânio Coutinho) pela Civilização Brasileira/olac (1981)
>>> A Síntese Organica do Itinerarium Aetheriae de Enio Aloisio Fonda pela Fac. de Filosofia de Assis / S (1966)
>>> O Fundamento de Validade do Direito - Kant e Kelsen de Alexandre Travessione Gomes pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2004)
>>> Aspectos da Higiene Hospitalar de Hélio Lopes (Engenheiro) pela Impr. Oficial/ Belo Horizonte (2019)
>>> Fundamento da Investigação Literaria de Eduardo Portella/ Autografado pela Rosa dos tempos/ RJ. (1974)
>>> A Amazônia Misteriosa (Formato original) de Gastão Cruls pela Organização Simões: Rj. (1953)
>>> Comunicação Alternativa e Movimentos Sociais na Amazonia Ocidental de Pedro Vicente Costa Sobrinho (Autografado) pela Ed. Univ. Ufpb; João Pessoa (2001)
>>> Emoções Amazônicas: Guia Fotográfico-... dos Ecossistemas Amazônicos de Francisco Ritta Bernardino pela Photoamazonica (1998)
>>> Reumatismo e Artrite: Tratamento Médico e Cuidados Caseiros... de John H. Bland pela Ibrasa (1962)
>>> A Invasão Farmacêutica de Dupuy e Karsenty pela Graal/ RJ. (1979)
>>> A Invasão Farmacêutica de Dupuy e Karsenty pela Graal/ RJ. (1979)
>>> Mosaico Crítico: Ensaios Sobre Literatura Contemporânea de Georg Otte - Silvana Pessôa de Oliveira/ Org. pela Autêntica/ Belo Hte. (1999)
>>> A Dança da Serpente: a Revolução Silenciosa de Bárbara Heliodora de Sebastião Martins pela Ed. Lê/ Belo Horizonte (1996)
>>> A Dança da Serpente: a Revolução Silenciosa de Bárbara Heliodora de Sebastião Martins pela Ed. Lê/ Belo Horizonte (1996)
>>> Liga da Justiça "A Guerra da Trindade" de Geoff Johns pela Panini Books (2017)
>>> Star Wars "Episódio IV: Uma Nova Esperança" de Disney/ Lucasfilm pela Panini Books (2018)
>>> Terras do Sem Fim de Jorge Amado pela Martins (1964)
>>> Star Wars "Episódio V: O Império Contra-Ataca" de Disney/ Lucasfilm pela Panini Books (2018)
>>> Star Wars: Ascensão da Força Sombria; Trilogia Thrawn Livro 2 de Timothy Zahn pela Panini Books (2018)
>>> Superman "Universo DC Renascimento" Vol. 2 de K. Perkins pela Panini Books (2018)
>>> The Walking Dead: Segurança Atrás das Grades de Robert Kirkman pela Panini Books (2018)
>>> Direito e Relações Internacionais de Vicente Marotta Rangel pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> O Cão: 1000 Perguntas, 1000 Respostas de Théo Gygas pela Discubra (1987)
>>> Follow Up do Recém-Nascido de Alto Risco de Sonia Maria B. Lopes e José Maria de A. Lopes pela Medsi (1999)
>>> The Walking Dead: Os mais íntimos desejos Vol. 4 de Robert Kirkman pela Panini Books (2018)
>>> Torneio de Campeões "Coleção Histórica" de Marvel pela Panini Books (2017)
>>> Escalpo "Edição de Luxo" Livro 2 de Jason; Aaron pela Panini Books/ Vertigo (2018)
>>> Batman "O príncipe encantado das Trevas" Livro 1 de Marini pela Panini Books (2018)
>>> Universo X de Marvel pela Panini Books (2018)
>>> Fábulas 1 - Edição de Luxo de Bill Willinghan pela Panini Books (2018)
>>> O Incrível Hulk - Planeta Hulk de Greg Pak pela Panini Books (2018)
>>> Outra Vez Heidi de Johanna Spyri pela Ediouro (1972)
>>> O Cachorrinho Samba na Floresta de Maria José Dupré pela Ática (1987)
>>> Criando Meninas de Gisela Preuschoff pela Fundamento (2003)
>>> Assistência Integrada ao Recém-Nascido de Cléa Rodrigues Leone e Daisy Maria Rizatto Tronchin pela Atheneu (1996)
>>> Centro Cirúrgico: Aspectos Fundamentais Para Enfermagem de Terezinha Ghellere pela Ufsc (1993)
>>> Técnicas de Pesquisa de Marina de Andrade Marconi e Eva Maria Lakatos pela Atlas (1999)
>>> O Pensamento Vivo de Maquiavel : Edição Ilustrada/ Inclui Poster de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> O Pensamento Vivo de Maquiavel : Edição Ilustrada/ Inclui Poster de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Imensa Asa Sobre o Dia de Antônio Mariano pela Dinâmica (2005)
>>> Este Padre Escapou das Garras do Papa!!! de Aníbal Pereira Reis pela Edições Caminho de Damasco (1976)
COLUNAS

Sexta-feira, 22/3/2013
Sábia, rubra, gorda (e gentil)
Adriana Baggio

+ de 2600 Acessos

Capa do guia Use-it (link no final do texto) ilustra com bom humor o epíteto de Bologna.

Hoje, o dia em que escrevo esse texto, faz exatamente um mês que estou morando em Bologna, no centro-norte da Itália. Vim estudar semiótica e realizar parte da minha pesquisa de doutorado. Uma das primeiras coisas que aprendi sobre a cidade foi seu apelido: la dotta, la rossa, la grassa. A tradução está no título do artigo. Sábia, pela Universidade - fundada em 1088, briga com Coimbra como a mais antiga do mundo -; rubra, pelos telhados vermelhos e pela tradição política de esquerda; e gorda pela fama de ser um dos melhores lugares da Itália para comer. Aliás, já tinha ouvido isso no avião. Viajei ao lado de um italiano que voltava das férias passadas no carnaval do Rio de Janeiro. Quando ele soube que vinha a Bologna (ele é de outra cidade), me falou sobre a qualidade da comida e a amabilidade das pessoas. Tinha razão nas duas coisas.

Antes de encontrar lugar pra morar, fiquei em um hotel próximo ao local das minhas aulas (a Universidade tem diversos prédios e campi espalhados pela cidade. E como explicou meu professor, é uma das grandes responsáveis pela conservação dos edifícios históricos. Tipo assim, construções de 1200 e lá vai bolinha). Passei uns dez dias comendo fora e explorando a culinária típica dos quarteirões universitários: refeições rápidas e relativamente baratas.

Se você não tem muito tempo e/ou muito dinheiro, vai almoçar um panino ou uma piadina. Panino é sanduíche, de maneira geral. Normalmente é recheado com algum tipo de queijo e algum tipo de frio, e às vezes verdura. Já a piadina é tanto o nome da massa quanto o do sanduíche feito com ela. Imagine um pão sírio, só que bem macio. O pão é aquecido e recheado, também com queijo, frios e verdura. Depois é dobrado ao meio, como uma tapioca. Há diversas piadinerias pela cidade e tanto as piadine quanto os panini custam por volta de 4 euros (dá bem uns R$ 10). Mas acredite, valem por uma refeição.

Comi um panino especialmente bom na Cafeteria Maurizio Jazz-Food. É um bar tradicional, que já foi ponto de encontro da boemia e dos intelectuais bolonheses. Umberto Eco dava aulas na sala que tem no andar de cima. Depois da lezione, todos desciam para continuar o papo nas apertadas mesinhas do bar. Com o passar dos anos, Maurizio pendeu um pouco mais para a direita (dizem...), mas continua atendendo os clientes e preparando os panini. Ele recomenda um em especial, que alega ser exclusividade do seu estabelecimento, e que modestamente chama de Buonissimo: formaggio, pancetta, pomodoro e tabasco. Realmente, uma delícia. Com mais um copo de vino rosso da casa e o indefectível cafè, a conta fica por volta dos 8 euros.

Carne, em geral, é cara, mesmo no supermercado. Por outro lado, há uma infinidade de presuntos, salames e embutidos de todos os tipos. São eles que fazem o papel do "bife" nas refeições rápidas. Certo dia, um pouco cansada de comer pão e pizza - adoro, mas e os triglicerídios, já imaginou pra onde vão? -, entrei num café e pedi uma bresaola con formaggio e verdure grillate. A bresaola é um desses embutidos à base de carne de porco, defumado, parecida com um tender. E o queijo era um provolone. O prato estava divino, mas o que me fascinou mesmo foi seu preparo: de trás do balcão, um dos dois moços que serviam os clientes tirou as peças, do embutido e do queijo, e as fatiou finamente. As fatias foram caindo no prato, onduladas e voluptuosas. Depois, completou com as verduras grelhadas: berinjela, abobrinha e pimentão, com aquelas marcas escuras e o cheiro maravilhoso de comida feita na grelha. Para completar, um cestinho de pão.

Nesse dia - era sábado -, pedi uma cerveja para acompanhar. A conta ficou em 9,50 euros. Enquanto a comida não vinha, perguntei se havia internet: "Infelizmente não, mi dispiace". E depois, na hora de pagar a conta, perguntei se aceitavam cartão de débito. Mais um "mi dispiace", sincero e constrangido por não terem duas coisas que eu pedi. Em seguida, a compensação: um desconto de cinquenta centavos na conta (mais de R$ 1). Pode parecer pouco, a menos que você esteja em um lugar onde não se ignora o troco mesmo quando é de apenas um centavo. Também pelo dinheiro, mas não só por ele, esse foi um dos inúmeros exemplos da cordialidade dos bolonheses.

Há que se fazer uma ressalva: quando falo "bolonheses" não são, necessariamente, pessoas que nasceram aqui. Bologna é uma cidade pequena (400 mil habitantes), mas muito cosmopolita. A universidade e a qualidade de vida (que tem seu preço) atraem gente de toda Itália e de diversas partes do mundo. Seja lá de onde vierem, são amáveis, cordiais e bem-humorados.

Teve outro dia em que preferi dar um tempo na farinha de trigo, mas era noite e nevava. Os lugares próximos ao hotel serviam panino ou pizza. E não era o caso de encarar uma trattoria. Foi então que lembrei de um pequeno restaurante chinês - a rosticceria cinese Singapore - no caminho para a Universidade, com a vantagem de poder andar apenas sob os pórticos e me proteger do frio.

Assim como vários outros estabelecimentos da região, este atendia principalmente por delivery (da asporto), mas tinha duas ou três mesas para quem quisesse comer ali mesmo. Naquela noite, éramos apenas eu e os entregadores. Entrei no local, muito, muito simples, e encontrei o restaurante chinês mais limpo que já vi na vida.

A cozinha fica imediatamente atrás do balcão. Pode-se ver o dono preparando os pratos a uma velocidade incrível, em um enorme fogão industrial. Numa mesa de apoio, ao lado, sua mulher prepara os ingredientes, corta os legumes e monta os pratos.

Pedi um frango com funghi e bambu. A chinesa foi para dentro e trouxe um prato com cubos de frango, de aparência muito limpa. Entregou ao marido, que os jogou numa grande frigideira com os outros ingredientes e refogou tudo no óleo de girassol. A refeição foi servida em uma quentinha de alumínio, com talheres de plástico, e mesmo assim foi uma das melhores coisas que comi aqui.

Antes de ir embora, ainda com um pouco de fome, pedi um pão chinês. Levava 20 minutos pra ficar pronto, me avisou a chinesa. Então, optei por um rolinho primavera. Ela acabava de tirar dois rolinhos do fogo, fresquíssimos, e os arrumava num prato para delivery. Acabou servindo-os a mim e, com um sorriso no rosto, foi fritar outros para a entrega.

Já me disseram que toda essa amabilidade seria diferente se eu tivesse biotipo, perfil e estilo de imigrante em busca de trabalho. Mas como sou mulher, já passei dos 20 anos (o maior índice de desemprego aqui é entre os jovens) e venho do pujante Brasil, parece que sou bem-vinda. Será que é só por isso? Ontem estava parada na calçada, com o mapa aberto, tentando encontrar a rua de uma trattoria indicada por este guia bem bacana de Bologna. Uma moça me abordou e ofereceu ajuda. Depois de dar algumas dicas, perguntou se eu era romena. Ou seja, foi amável comigo sem saber que eu era uma privilegiada brasiliana.

Posso estar sendo ingênua, mas ainda acho que os bolonheses são gentis e prestativos além da conta. Ou será que são "normais" e nós é que andamos menos cordiais e menos educados do que gostamos de acreditar?

*Boa parte destas histórias e impressões foi elaborada durante longas conversas com um interlocutor geograficamente distante, mas emocionalmente próximo. E como nenhum discurso é inédito, também credito (e dedico) a ele este texto.


Adriana Baggio
Bologna, 22/3/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio
02. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) de Luís Fernando Amâncio
03. Assum Preto, Me Responde? de Duanne Ribeiro
04. A falta que Tom Wolfe fará de Rafael Lima
05. Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio
01. Apresentação - 31/5/1974
02. Maria Antonieta, a última rainha da França - 16/9/2004
03. Dicas para você aparecer no Google - 9/3/2006
04. Ser bom é ótimo, mas ser mau é muito melhor* - 24/4/2003
05. E você, já disse 'não' hoje? - 19/10/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CARTAS DE AMOR DE UN JOVEN INDIO
MARAH E. RYAN
HESPERUS
(1997)
R$ 50,00
+ frete grátis



O PÊNDULO DE FOUCAULT - VOLUMES 1 E 2
UMBERTO ECO
RECORD/ ALTAYA
(1989)
R$ 16,00



WORKSHOPS DE INOVAÇÃO PELO DESIGN
EDGARD STUBER
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00



DIREITO DO COMÉRCIO INTERNACIONAL
ANTONIO CARLOS RODRIGUES DO AMARAL
MADUANEIRAS
(2004)
R$ 50,00



ASTROS E OSTRAS
DOMINGOS JUNQUEIRA DE BRITO
ÁGORA
(1998)
R$ 33,00



OS FABULOSOS X-MEN - N° 01 - AS NOVAS MISSÕES DA EQUIPE AZUL
MARVEL COMICS
ABRIL JOVEM
(1996)
R$ 20,00



POEMAS DE PAIXÕES E COISAS PARECIDAS
JOSÉ CARLOS VIEIRA
GERAÇÃO
(2013)
R$ 14,00



NACIONALIZAÇÕES E PRIVATIZAÇÕES EM PORTUGAL
ANTÓNIO MARTINS DA SILVA
MINERVA
(1997)
R$ 83,70



VALORES PARA CRESCER 9897
ESTEVE PUJOL I PONS - FEDRA CUTCHET MERCADER
CIRANDA CULTURAL
(2014)
R$ 56,00



FELIZ ANO VELHO: A CRISE DO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO EM 2017
RODRIGO MAZER ETTO UND VALESKA G. CARLOS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 202,00





busca | avançada
32489 visitas/dia
1,0 milhão/mês