Reflexões sobre o ato de fotografar | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
21254 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Orquestra Sinfônica de Jerusalém apresenta-se em São Paulo
>>> Mostra Primeiros Passos
>>> José Patrício inaugura exposição inédita em Brasília
>>> Livro mostra a ambiguidade entre amor e desamor
>>> Red Bull Station estreia exposições de letrista e de coletivo feminino em julho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> A luz da alma - Haifa Israel
>>> Tempo & Espaço
>>> Mão única
>>> A passos de peregrinos ll
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES IV
>>> Shomin-Geki, vidas comuns no cinema japonês
>>> Con(fusões)
>>> A passos de peregrinos l
>>> Ocaso
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES I
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A música clássica ensurdece a democracia caótica
>>> Dê-me liberdade e dê-me morte
>>> Telemarketing, o anti-marketing dos idiotas
>>> Memórias da revista Senhor
>>> É o Fim Do Caminho.
>>> Ao Abrigo, poemas de Ronald Polito
>>> O massacre da primavera
>>> Raio-X do imperialismo
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> O Brasil que eu quero
Mais Recentes
>>> Emagreça Comendo. Ação sem Medicação.
>>> A Vantagem do Tímido. Como alcançar o sucesso em um mundo comunicativo?
>>> Magickal Arts - a guide to spellweaving, love charms and moon wisdom
>>> Memória Turbinada. Oito passos para sua memória entrar em boa forma.
>>> She - A Chave do Entendimento da Psicologia Feminina
>>> Homo Deus - uma breve história do amanhã
>>> Magias da Umbanda - Livro Doutrinário
>>> Sapiens - uma breve história da humanidade
>>> Sex and Landscapes
>>> Harmonia em Casa - Ensinamentos budistas para a sua família
>>> Espelho Trincado
>>> O Oráculo dos Astros
>>> O homem-pássaro. História de um migrante.
>>> Os Doze Trabalhos de Hércules
>>> Era uma vez um tirano
>>> Menino de Engenho
>>> Os Miseráveis. Tradução e adaptação Walcyr Carrasco.
>>> Valentino: Une grande histoire italienne
>>> Luxury Houses Toscana
>>> O Mestre
>>> Os marxismos depois de Marx
>>> Poética
>>> Locke
>>> Músicos Em Ordem de Batalha
>>> O valete de espadas
>>> A Festa da Língua
>>> Alimento Diário Profetas menores- Ageu e Malaquias
>>> A Salvação Orgânica- Edificação
>>> A Essência do Eneagrama
>>> A aventura é sua - Labirinto de jogos
>>> The Mysteries of Isis - Her Worship and Magick
>>> Araquém Alcântara - Fotografias
>>> O Observador in Natura
>>> Cómo Mirar un Cuadro
>>> Dicas Para um Primeiro Encontro com Final Feliz
>>> A Essência da Maturidade
>>> Biomusica
>>> Liberte-se do Passado
>>> Benjamim
>>> Diário
>>> La Hechicería - Técnica de los maleficios
>>> Maiden, Mother, Crone - The Myth & Reality of the Triple Goddess
>>> Técnicas de Alta Magia - Manual de Autoiniciación - Em Espanhol
>>> Curso de Filosofia Grega + Do século VI a.C. ao século III d.C.
>>> Manual do candidato às eleições & Carta do bom administrador público + Pensamentos políticos selecionados
>>> Platão
>>> Guia Prático da Wicca - A Magia do bem explicada passo a passo
>>> História & Religião VIII Encontro Regional de História RJ
>>> Magia Cigana - Encantamentos, Ervas Mágicas e Adivinhação
>>> Para conhecer o pensamento de Hegel
COLUNAS

Terça-feira, 13/2/2018
Reflexões sobre o ato de fotografar
Celso A. Uequed Pitol

+ de 1200 Acessos

Inicialmente, devemos ressaltar aqui que o ato de fotografar não é ingênuo. O responsável pela foto, o fotógrafo, capta a imagem imbuído dos valores de um determinado tempo, de seus valores pessoais, das relações de poder existentes naquele local e período e de muitos outros elementos que estão presentes na intenção de representar algo. Por essa razão, pode-se dizer que a fotografia tem um caráter híbrido, documental e artístico, pois ao documentar o fato, pessoa ou espaço está presente um fazer artístico. Nas palavras de Oliveira e Farias,

"Por trás da câmera há um fotógrafo que pensa antes de clicar. Além disso, o recorte ou delimitação feita por ele no quadro que compõe a foto é marcado pela presença e ausência, que são constituintes da memória, definida por muitas correntes teóricas como um fenômeno social. A presença é o que está posto, retratado. A ausência é o que está fora do quadro." (OLIVEIRA; FARIAS, 2009)

Segundo Susan Sontag,

“o fluxo incessante de imagens (televisão, vídeo, cinema) constitui o nosso meio circundante, mas quando se trata de recordar, a fotografia fere mais fundo. A memória congela o quadro; sua unidade básica é a imagem isolada. Numa era sobrecarregada de informação, a fotografia oferece um modo rápido de apreender algo e uma forma compacta de memorizá-lo. A foto é como uma citação ou uma máxima ou provérbio”.(SONTAG, 2003).

A foto tem, portanto, a função memorial de “congelar” a imagem e repassa-la para adiante, para outros que poderão tomar contato com ela e, assim, apreender-lhe sentidos. E tem um potencial mnemônico poderoso. Acerca disso, Jörn Seemann aponta que

"A reconstrução do passado através de referências espaciais, como fotografias e mapas, e pela reambulação (a verificação e identificação de detalhes e informações previamente mapeados) pode trazer à luz do dia lembranças, reminiscências e saudades que uma entrevista convencional na casa das pessoas não consegue revelar" (SEEMANN, 2002).

E Phillipe Dubois vai além: “Uma foto é sempre uma imagem mental.Ou, em outras palavras, nossa memória só é feita de fotografias."(DUBOIS, 1993, 314)

O espaço onde a fotografia foi apreendida também deve ser considerado. Conforme assevera Jörn Seemann,

"lugares concretos, onde se realizam eventos, acontecimentos históricos ou práticas cotidianas, e representações visuais (mapas ou fotos) e não visuais (literatura, música) podem servir como possíveis referenciais espaciais para a memória" (SEEMANN, 2002) .

A memória de espaços compartilhados é, assim, representada visualmente – ou seja, não é copiada na sua integralidade, chapada, mas sim objeto de um processo de elaboração, recorte e, por fim, representação.

Vale aqui lembrar a lição de Roland Barthes, que entende a fotografia como uma imagem híbrida, constituída por dois elementos: um aparelho técnico, capaz de captar a realidade, e uma mensagem, portando conteúdo cultural e histórico (BARTHES, 1982). O pensador francês enfatiza, assim, que a fotografia traz consigo elementos contextuais, fundamentais para a mensagem que ela pretende passar.

A relação dialética entre o indivíduo, o corpo social, o espaço e a cultura em que se insere nortearam nossa análise, e a consideração conjugada de todos estes elementos abre caminho para reflexões sobre memória, percepção e imaginário político


Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 13/2/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 11. A Quatro Braçadas de Heloisa Pait
02. Seis meses em 1945 de Celso A. Uequed Pitol
03. Livrarias de Ricardo de Mattos
04. Submissão, oportuno, mas não perene de Guilherme Carvalhal
05. Brochadas, romance inquietante de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2018
01. Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração - 29/5/2018
02. Raio-X do imperialismo - 22/5/2018
03. De Middangeard à Terra Média - 10/4/2018
04. 40 anos sem Carpeaux - 20/3/2018
05. Reflexões sobre o ato de fotografar - 13/2/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS FUZILEIROS DE SHARPE - AS AVENTURAS DE SHARPE VOL. 6
BERNARD CORNWELL
RECORD
(2006)
R$ 29,90



UN MILLION DE MENUS - POUR DÎNER ET RECEVOIR
LENORE JOYCE-COWEN
ROBERT LAFFONT
(1965)
R$ 17,71



CAPITAL E TRABALHO - OS MELHORES DEPOIMENTOS DO CENÁRIO SINDICAL
RICARDO BUENOE LUIZ CESAR FARO
RIO FUNDO
(1991)
R$ 8,99



EXPERIMENTAR CRISTO COMO AS OFERTAS PARA APRESENTÁ-LO NAS REUNIÕES DA IGREJA
WITNESS LEE
ÁRVORE DA VIDA
(2007)
R$ 34,30



O VELHO E A HORTA/AUTO DA BARCA DO INFERNO/A FARSA DE INÊS PEREIRA - GIL VICENTE (TEATRO PORTUGUÊS)
GIL VICENTE
BRASILIENSE
(1973)
R$ 400,00



POEIRAS DE BRANCO
ALBERTO SERGIO CANGUÇÚ PIERRO
ALL PRINT
(2009)
R$ 9,90



WINNING THROUGH ENLIGHTENMENT : MASTERY OF LIFE, VOLUME I
RON SMOTHERMON
CONTEXT
(1979)
R$ 12,38



MARCELO CAETANO - O HOMEM QUE PERDEU A FÉ
MANUELA GOUCHA SOARES
A ESFERA DOS LIVROS
(2009)
R$ 120,00
+ frete grátis



GATO PRETO EM CAMPO DE NEVE
ÉRICO VERÍSSIMO
GLOBO
(1980)
R$ 35,00
+ frete grátis



ÁLGEBRA LINEAR
SERGE LANG
CIÊNCIA MODERNA
(2003)
R$ 40,00





busca | avançada
21254 visitas/dia
1,1 milhão/mês