Colunas | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
Mais Recentes
>>> Relembrança de Danielle Stell pela Record
>>> O Egypto de Eça de Queiroz pela Porto (1926)
>>> Momentos de paixão de Danielle Stell pela Record
>>> Um desconhecido de Danielle Stell pela Record
>>> Uma vez só na vida de Danielle Stell pela Record
>>> O apelo do amor de Danielle Stell pela Record (1983)
>>> Agora e sempre de Danielle Stell pela Record (1985)
>>> O Princípio Constitucional da Igualdade e o Direito do Consumidor de Adriana Carvalho Pinto Vieira pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Histórias Anunciadas de Djalma França pela Decálogo/ belo Horizonte (2003)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Senado Federal pela Senado Federal (2006)
>>> Eterna Sabedoria de Ergos pela Fraternidade Branca Universal do Arcanjo Mickael (1974)
>>> Leasing Agrário e Arrendamento Rural como Opção de Compra de Lucas Abreu Barroso pela Del Rey/ Belo Horizonte (2001)
>>> Contratos Internacionais de Seguros de Antonio Marcio da Cunha Guimarães pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Amor de Perdição / Eurico, o Presbítero de Camilo Castelo Branco / Alexandre Herculano pela Círculo do livro (1978)
>>> Carajás de Paulo Pinheiro pela Casa Publicadora Brasileira (2007)
>>> Menopausa de Diversos pela Nova Cultural (2003)
>>> Guia de Dietas de Diversos pela Nova Cultural (2001)
>>> Seguros: Uma Questão Atual de Coordenado pela EPM/ IBDS pela Max Limonard (2001)
>>> O Significado dos Sonhos de Diversos pela Nova Cultural (2002)
>>> A Dieta do Tipo Sanguíneo - A B O AB de Peter J. D'Adamo pela Campus (2005)
>>> Cem Noites - Tapuias de Ofélia e Narbal Fontes pela Ática (1982)
>>> Direito do Trabalho ao Alcance de Todos de José Alberto Couto Maciel pela Ltr (1980)
>>> Manon Lescaut de Abade Prévost pela Ediouro (1980)
>>> A Reta e a Curva: Reflexões Sobre o Nosso Tempo de Riccardo Campa (com) O. Niemeyer (...) pela Max Limonard (1986)
>>> Introdução às Dificuldades de Aprendizagem de Vítor da Fonseca pela Artes Médicas (1995)
>>> Dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual: Violação... de Eduardo S. Pimenta/ Autografado pela Revista dos Tribunais (1994)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Ática (1988)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Círculo do livro (1973)
>>> O Jovem e seus Assuntos de David Wilkerson pela Betânia (1979)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1978)
>>> The Art Direction Handbook for Film de Michael Rizzo pela Focal Press (2005)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Melhoramentos (1963)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (1983)
>>> Filosofia do Espírito de Jerome A. Shaffer pela Zahar (1980)
>>> Muito Além das Estrelas de Álvaro Cardoso Gomes pela Moderna (1997)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> É Fácil Jogar Xadrez de Cássio de Luna Freire pela Ediouro (1972)
>>> O Espião que saiu do Frio de John Le Carré pela Abril cultural (1980)
>>> A Primeira Reportagem de Sylvio Pereira pela Ática (1988)
>>> Distúrbios Psicossomáticos da Criança de Haim Grunspun pela Atheneu
>>> Aprenda Xadrez com Garry Kasparov de G. Kasparov pela Ediouro (2003)
>>> Poemas para Viver de P. C. Vasconcelos Jr. pela Salesiana Dom Bosco (1982)
>>> A Casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Círculo do livro (1976)
>>> Warcraft Roleplaying Game de Christopher Aylott e outros pela Blizzard / Arthaus / wizards (2004)
>>> A Dama do Lago de Raymond Chandler pela Abril cultural (1984)
>>> ABC do Vôo Seguro de Manoel J. C. de Albquerque Filho pela O Popular (1981)
>>> A Relíquia de Eça de Queirós pela Klick (1999)
>>> Manual Completo de Aberturas de Xadrez de Fred Reinfeld pela Ibrasa (1991)
>>> Para Sempre - Os Imortais - volume 1 de Alyson Noel pela Intrínseca (2009)
>>> A Máscara de Dimítrios de Eric Ambler pela Abril cultural (1984)
COLUNAS

Terça-feira, 20/8/2019
Colunas
Colunistas

Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Comer bem, cultivando a alta gastronomia, é um prazer, mas nem todo mundo pode participar desse clube. Restaurantes badalados não entram no meu dia a dia, da mesma forma que muitos brasileiros não entram no dia a dia de grandes restaurantes. Uma pena. Ainda bem que nem toda boa comida precisa de grife.
por Renato Alessandro dos Santos
Leia Mais

Treliças bem trançadas
>>> Lembro-me de sentir um pouco de inveja ao ouvir um amigo dizer, para todo lado a que ia, que tinha em casa, quando criança, um cômodo chamado “biblioteca”. E eu logo imaginava um lugar lindo, atrás de um portal meio mágico, que era possível atravessar e sentir-se bem e inteligente lá dentro. Para compensar, certa vez ouvi uma amiga dizer, com o maior orgulho, que jogava todos os livros que encontrava em casa fora.
por Ana Elisa Ribeiro
Leia Mais

Meu Telefunken
>>> Surpreende hoje ouvir música num toca-disco, numa época em que Spotify, Youtube e arquivos de MP3 estão no centro das coisas, não? Não. Todos já sabem que o vinil voltou com toda força. Mas surpreende, mesmo assim, trocar o cristalino som do CD ou do MP3 pelos chiados, pulos e traças que os LPs carregam e que, por alguma razão, elevam ainda mais o apreço que muitos audiófilos têm por eles. É que há uma certa nostalgia embutida aí.
por Renato Alessandro dos Santos
Leia Mais

Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Os sentimentos em Dor e Glória são os espaços fortes do filme, onde as experiências-limite traçam a linha do desenvolvimento de sua narrativa. A história da redenção precária dos personagens, envolvidos em dramas que os congelam em espaços sem saída, é o motor que fará com que os mesmos passem por um processo de realimentação criativa para voltarem a cumprir seu ofício.
por Jardel Dias Cavalcanti
Leia Mais

Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> A Biblioteca Pública do Paraná acaba de nos presentear com a publicação de um excelente ensaio sobre o poeta Paulo Leminski. O autor do ensaio é o paranaense Rodrigo Garcia Lopes, que é nosso conhecido como poeta, tradutor, romancista, músico e ensaísta. Por muitos classificado como um poeta fácil, devido a sua ligação com os signos da comunicação social, ou por suas tiradas ligeiras e de fácil entendimento, Leminski recebe por parte de Rodrigo G. Lopes o tratamento que merece.
por Jardel Dias Cavalcanti
Leia Mais

Crônica em sustenido
>>> Eu já fui cantora. Fui vocalista de banda de rock e ensaiava todo fim de semana. Passava horas e horas, em especial aos domingos, cantando as mesmas canções, repetindo até ficar bom. Eu chegava lá naquele terraço onde a banda se reunia e o mundo podia estar cinzento. Eu cantava, ensaiava e saía de lá de outro jeito. Fazia diferença sim. Eu parei de cantar porque a vida ordinária me engoliu e eu acho que tudo piorou sensivelmente.
por Ana Elisa Ribeiro
Leia Mais

Do inferno ao céu
>>> O jogo da amarelinha, do escritor argentino Julio Cortázar, romance fundamental na literatura latino-americana, recebe uma nova e belíssima edição no Brasil, desta vez com o selo Companhia das Letras, tradução de Eric Nepomucemo e textos complementares de, entre outros nomes importantes, Mario Vargas Llosa. É daqueles livros que lemos e relemos.
por Cassionei Niches Petry
Leia Mais

Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Eu vi um grande avião cruzando os céus da cidade universitária, eu vi, como a canção, que todo amor que é grande ainda pouco é, mesmo nada é. Eu vi, meninos, sem saber, eu “vi a escuridão, eu vi o que não quis”. E se alguém, nas noite nas tabas, duvida do que eu conto, do meu furo jornalístico, que se lembre do prudente e velho Timbira.
por Elisa Andrade Buzzo
Leia Mais

Manual para revisores novatos
>>> Um voo de Belo Horizonte até Salvador dura cerca de uma hora e meia. Foi o tempo que eu levei para ler o Manual de sobrevivência do revisor iniciante, de autoria da revisora Carolina Machado, conhecida no campo pelo blog Revisão para quê? O volume vermelho-sangue de 120 páginas foi lindamente publicado pela Moinhos, editora sediada na capital das Minas Gerais e de espírito combativo.
por Ana Elisa Ribeiro
Leia Mais

A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> Começou, no dia 07 de junho, a Copa do Mundo Feminina de Futebol. A competição, que ocorre França, promete ser uma edição histórica para a modalidade. Nunca se teve uma cobertura tão ampla da mídia para o torneio, confirmando um momento especial para o esporte, com mais investimento e, consequentemente, melhor nível técnico.
por Luís Fernando Amâncio
Leia Mais

O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> O que Aurora de Cedro parece dizer é: somos filhos da queda, assim é o homem, assim sua natureza, assim seu destino. Diferente do que sugere o caquético pensamento cristão, não virá um salvador. Estamos em queda livre porque essa é nossa condição enquanto humanos. A mais poética revolução, em nome do bem-comum, gerou também milhares de cadáveres.
por Jardel Dias Cavalcanti
Leia Mais

Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
>>> Caro ou cara autor(a), muito provavelmente seu livro impresso terá apenas uma edição, com uma pequeníssima tiragem. Mas isso não importa. São tempos de celebrizar. Então não tem muita importância quantos exemplares existiram ou existem desse livro. O importante mesmo é o barulho que se fizer em torno dele. Faz mais sentido, então, você manter bem vivas suas contas no Facebook, no Instagram e sua amizade com jornalistas e outros escritores sob as luzes. O demais é resto.
por Ana Elisa Ribeiro
Leia Mais

Paris branca de neve
>>> Nunca vi Paris em outro filme como ela é registrada, aqui, neste Resnais. A neve cai sem parar durante todo a película. Mais do que nunca, as pessoas são solitárias. Todas as personagens do filme, de uma forma ou de outra, são sozinhas consigo mesmas e vivendo um dia após o outro, quando nada melhor há para se fazer. É um filme que prende a atenção do espectador e que, como na melhor literatura, faz a gente pensar.
por Renato Alessandro dos Santos
Leia Mais

A cidade e o que se espera dela
>>> Chegar em uma capital após passar a vida toda em uma cidade de interior tem inúmeros desafios. Primeiro, você tenta dar aquela camuflada no sotaque, para não passar a impressão aos novos colegas de que é um caipira. Presta bastante atenção nas informações, decorando os nomes das ruas, dos bairros e nas direções. E se esforça para entender, afinal, qual é a lógica daquele formigueiro em que foi se meter.
por Luís Fernando Amâncio
Leia Mais

De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Um disco que cai bem em qualquer churrasco onde o samba seja bem-vindo é este. Um ano depois de um grande álbum (Nos botequins da vida), Beth Carvalho retornava com este elepê, De pé no chão, de 1978, cercada mais uma vez de grandes compositores e músicos, além de si mesma, cantora de voz segura, amaciada por performances mil em que comandou o terreiro.
por Renato Alessandro dos Santos
Leia Mais

Julio Daio Borges
Editor
mais colunas | topo


Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HITMAN Nº 3
GARTH ENNIS
BRAIN SITRE
R$ 15,00



A DESPEDIDA ARBITRÁRIA FRENTE AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS
JULIANA GONÇALVES DE OLIVEIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



O CORPO E A MENTE COMO HARMONIZAR SEU CORPO E MELHORAR SUA SAÚDE
CAROLINE M. SUTHERLAND
CIÊNCIA MODERNA
(2002)
R$ 16,90



SPY DOG
ANDREW COPE
PENGUIN UK
(2005)
R$ 24,00



NA PRÓXIMA PRIMAVERA
GANYMÉDES JOSÉ
EDIJOVEM
(1978)
R$ 4,06



ARTEMIS FOWL - UMA AVENTURA NO ÁRTICO
EOIN COLFER
RECORD
(2002)
R$ 15,87



A ESTRELA SOBE
MARQUES RABELO
ABRIL
(1983)
R$ 4,99



WATCHMEN E A FILOSOFIA - UM TESTE DE RORSCHACH
WILLIAM IRWIN / MARK D WHITE
MADRAS
(2009)
R$ 45,38



BALAS DE ESTALO E CRITICA
MACHADO DE ASSIS
GLOBO
R$ 5,00



ARQUIVOS CRIMINAIS
JOHN MARLOWE
MADRAS
(2013)
R$ 54,45





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês