busca | avançada
22858 visitas/dia
708 mil/mês
Segunda-feira, 2/2/2004
Com Ela presta homenagem à Cássia Eller
Nanda Rovere

O lançamento do CD Com Ela, da compositora, cantora e instrumentista baiana Elaine Silva Moreira, conhecida como Lan Lan, foi um dos destaques do ano passado na área musical.

Lan Lan foi integrante da banda Rabo de Saia - revelação pop baiana no final dos anos 80 - e com os integrantes do grupo musical se mudou de Salvador para o Rio de Janeiro. O grupo se desfez, mas Lan Lan começou a trabalhar como percussionista com feras da música brasileira como Carlinhos Brown, Elba Ramalho, Daúde, Tim Maia, Marisa Monte, Nelson Gonçalves, Ângela Maria, Cauby Peixoto, Geraldo Azevedo e Nando Reis. Ficou conhecida, no entanto, como percussionista da banda da Cássia Eller. Como compositora, ela já teve suas canções gravadas por Cássia ("Amor Destrambelhado", por exemplo, parceria com Márcio Mello) e "Novo Mundo", por Jussara Silveira.

Paralelamente a esse trabalho, Lan Lan formou a banda de rock percussivo: Lan Lan e os Elaines (Maurício Braga, Thamyma Brasil, Fernando Nunes, Carlos Pontual, Walter Villaça e Nara Gil, filha de Gilberto Gil) - onde é vocalista, guitarrista e percussionista - e fez vários shows no Rio e em São Paulo. O projeto surgiu em 1999, durante a turnê de Com Você Meu Mundo Estaria Completo, mas só foi retomado após a morte da cantora.

A boa receptividade do público, formado, sobretudo, por adolescentes, impulsionou a artista a produzir o seu primeiro CD intitulado Com Ela, lançado pela gravadora independente baiana Maianga no ano passado.

O som do Lan Lan e os Elaines, na definição dos componentes da banda, é resultante dos encontros nas horas vagas das turnês de Cássia, em garagens, quartos de hotel, enfim, em qualquer lugar onde se reuniam para tocar e compor...

O resultado do CD é interessante, a maioria das faixas falam de amor. A produção foi realizada pela própria Lan Lan em parceria com Walter Villaça, Carlos Pontual e Fernando Nunes. Também a maioria das 14 faixas são da autoria de Lan Lan, mas algumas foram compostas em parcerias com vários músicos, como, por exemplo, o baiano Márcio Melo. É um prato cheio para quem gosta de percussão, mas a obra chama atenção pela variedade de estilos. É ponteada por guitarras pesadas, mas com um suingue relativamente leve em muitas canções, que vão desde o rock pesado até o reggae, o samba e a balada romântica.

Acredito que uma das qualidades da obra de Lan Lan é essa mistura de força musical e lirismo presente no seu trabalho. Mostra a versatilidade da compositora. Versatilidade certamente adquirida com a experiência de trabalhar com artistas de estilos completamente diferentes e de tocar instrumentos diversos - violão, bateria, percussão...

Em praticamente em todas as músicas há repetição de frases e/ou estrofes e, por esse motivo, a obra é cansativa em alguns momentos, como, por exemplo, em "Ela me Falou", cuja autoria é da própria Lan Lan: ("Ela me falou que estava era apaixonada/ Ela me falou/ Mal disse e já virou as costas/ Ela mergulhou/ Com o coração disritmado/ Que jamais vai balançar como o nosso balançou/ Assim, Assim./ Ela me falou, ela me falou.). Tal recurso, no entanto, é certamente uma característica da criação de Lan Lan e apreciá-lo ou não depende do gosto de cada pessoa.

Neste CD, Lan Lan presta uma homenagem a Cássia Eller e o mesmo não deixa de ser um legado da artista, pois a maioria dos integrantes fez parte da banda da cantora.

Para quem está acostumado a ouvir MPB, como eu, o CD pode parecer um pouco estranho num primeiro momento. Depois de ouvi-lo algumas vezes comecei a me interessar por algumas canções: "Amor Destrambelhado" e "Com Ela" emocionam os fãs de Cássia Eller; a primeira foi gravada pela cantora e a segunda foi feita em homenagem a ela. A versão em português de "Delaveraveraboom", do grupo Macaco, reúne músicos de várias nacionalidades e é também um dos destaques. Admiro muito a música brasileira, mas o intercâmbio com artistas estrangeiros de qualidade certamente enriquece a nossa produção musical. Merece menção a participação pra lá de especial de Max Vianna, filho de Djavan ("Ela Me Falou", "Bicharada" e "É Melhor"), Márcio Mello ("Amor Destrambelhado") e Jussara Silveira (em boa parte do repertório).

O tom rosa do encarte do CD reflete um lado romântico da artista, que usa tatuagens, pinta os cabelos, mas não deixa de lado um certo lirismo no seu trabalho. A saudade e a admiração de Lan Lan por Cássia foi expressa em várias entrevistas, mas ela fica evidente no encarte, o qual possui algumas fotos suas junto aos agradecimentos.

Não posso dizer que esse estilo musical é o meu favorito, mas recomendo esse CD. Já havia visto a Lan Lan nos shows de Cássia e me alegra saber que a lembrança de uma das maiores cantoras que o Brasil já teve impulsionou a concretização de Com Ela.

Lan Lan mostrou que aprendeu muito com os artistas com os quais trabalhou e adquiriu, no decorrer da sua trajetória profissional, um jeito próprio de compor e cantar.

Para ir além





Nanda Rovere
São Paulo, 2/2/2004

 

busca | avançada
22858 visitas/dia
708 mil/mês