busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Terça-feira, 13/7/2010
Metade da laranja ou tampa da panela?
Débora Carvalho

O que você prefere ser? Metade da laranja, tampa da panela ou panela da tampa? Esse foi o tema de uma conversa que tive com minha irmã caçula um dia desses.

- Eu discordo dessa ideia de que a gente precisa de alguém para ser feliz, que sem fulano eu não sou vivo... essa coisa de você me completa, de nunca mais vou amar outra pessoa... . Eu acho que a gente tem que ser inteiro de verdade primeiro para depois escolher alguém para compartilhar o que você é. Tem que ser alguém com quem você vai estar ao lado porque quer e não porque precisa. Não é justo jogar a responsabilidade da sua felicidade nas mãos de outra pessoa. Sufoca o outro enquanto esvazia você . Eu já fui sufocada várias vezes. A reação não é sustentável. É constrangedora. Demorei para encontrar alguém completo como eu... quando encontrei, não hesitei em aceitar o pedido de casamento. Foi aí que entendi a insegurança nos pedidos anteriores: é que eu não queria assumir a responsabilidade de ser tudo aquilo que queriam que eu fosse. Eu não queria preencher o vazio dos namorados incompletos.

- Mas o mundo inteiro acredita que é incompleto e precisa de uma alma gêmea. As pessoas falam que estão procurando "a metade da laranja". Tem até uma música que fala... "as metade da laranja..." . Só que se você for ver, a laranja já nasce inteira e só é partida ao meio na hora de fazer o suco. E como é que a gente faz um suco de laranja? A gente usa o sumo e joga o bagaço fora. É ou não é? Eu, hein! Tô fora de ser laranja. Fala sério. Quem é que sonha em ser a metade de uma laranja procurando a outra metade?

- Pode crer. Essas metades nunca mais vão se juntar para fazer a laranja inteira. Só dá pra juntar mesmo o sumo no suco. Deve ser por isso que os relacionamentos baseados nas metades da laranja não dão certo.

- Também tem a tampa da panela. Mas você prefere ser a tampa ou a panela?

- Boa pergunta. A panela é quem recebe os ingredientes que são admirados e consumidos. A tampa só serve para ajudar a reter o calor que serve para acelerar o cozimento ou manter o conteúdo aquecido por mais tempo. Ou ainda, para evitar que caia pó ou o acesso das moscas e impedir que caiam respingos de óleo ou molho no fogão ou no cozinheiro. Ninguém dá importância à tampa. Só na hora de procurá-la para tampar a panela. Ninguém escolhe primeiro a tampa e depois a panela, e sim, a panela e depois a tampa. Quando o arroz fica pronto e se destampa a panela, a tampa já era.

- Se for comparar com a cultura que a gente tem de que o homem é o provedor financeiro e a mulher é a auxiliadora doméstica, então a panela é o cara e a tampa é a mulher. Caramba! Viajando na maionese, dá pra imaginar porque é tão difícil achar um homem que seja de uma mulher só: quando uma panela tem tampa, ela é projetada e fabricada junto. Já vem com o par. Só que para tampar uma panela, não precisa necessariamente ser aquele par. Cabe outras tampas do mesmo tamanho, e até outras maiores. Só não dá pra usar uma tampa menor. E tem mais. Pode até existir a tampa do conjunto da panela. Mas qualquer outra tampa também pode servir. Inclusive a tampa de outro conjunto.

Eu e minha irmã demos muita risada ao recordar os namorados "metade da laranja", pessoas incompletas que jogam a responsabilidade da felicidade nos outros, os namorados "panela" — pessoas que puxam toda a responsabilidade pra si mas que precisam de alguém para ajudar, e os "tampa de panela" — que só servem para dar aquela ajudinha mas não conseguem assumir algo mais grandioso.

Como hoje estou numa outra fase (casada e com uma filha de um mês em casa), e como todo mundo que é feliz acho que essa alegria toda pode servir de exemplo para alguém, me atrevo a dar alguns conselhos (baseados no bate-papo com a irmã caçula):

Cara, pense bem antes de dizer a uma garota que ela é a metade da laranja que você estava procurando. Será que é isso o que ela quer ser? Uma pessoa partida ao meio e cujo bagaço será jogado fora depois que o caldo do seu suco for retirado dela? Ser metade da laranja é ser incompleto para sempre, pois as laranjas jamais voltam a se unir às suas metades arrancadas. Só prossiga nesse papo se seu lance for honestidade e você estiver realmente à procura de alguém para tirar um caldo e sair fora.

Quando os caras falam em tampa da panela, acham que estão sendo caseiros, aquele cara bem família. Tudo bem. Pode até ser, já que a relação de significado é coerente. Mas é importante lembrar que uma pessoa tampa de panela é um tipo de auxiliar para qualquer coisa que não mereça destaque. É a pessoa que nunca será destaque para nada. É alguém que jamais recebe uma grande responsabilidade. Algumas mulheres se encaixam nesse perfil como uma tampa na panela, literalmente. Outras querem mais, muito mais do que isso.

Pra ser feliz com alguém, primeiro a gente tem que ser inteiramente feliz com a gente mesmo. Aí vai poder compartilhar essa felicidade. Até porque ninguém pode dar a alguém aquilo que não tem. E, como dizem os poetas, a felicidade é uma estrada e não um destino, é possível sim ser feliz sozinho. Mas é muito melhor ter alguém com quem compartilhar a alegria de viver e de ser quem se é — inteiro, com alguém que também é inteiro. Assim, só haverão somas e não subtrações de felicidade.

Débora Carvalho
São Paulo, 13/7/2010

 

busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês