busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Quarta-feira, 12/6/2002
Para assistir no Dia dos Namorados
Clarissa Kuschnir

A Fox vídeo preparou um pacote muito especial de DVDs para o Dia dos Namorados, que são Contos proibidos do Marquês de Sade (Quills) e o ardente Pecado Original (Original Sin).



Contos proibidos do Marquês de Sade
Contos proibidos do Marquês de Sade é um drama envolvente, protagonizado pelo notável ator australiano Geoffrey Rush (Oscar de melhor ator pelo filme Shine), que faz o papel do escritor principal.

Depois de ter sobrevivido aos horrores da Revolução Francesa, o Marquês é internado em um sanatório. Graças a Madeleine, a bela lavadeira interpretada pela inglesa Kate Winslet (a ruiva de Titanic), Sade consegue escrever e publicar seus contos eróticos que, para a época, eram um escândalo. Seus escritos passam a fazer parte das fantasias sexuais de muitos de seus leitores, até o ponto em que o Marquês chega a se servir dos próprios pacientes do sanatório para suas apresentações teatrais.

A história começa a mudar quando o médico Royer Collard, vivido muito bem pelo veterano Michael Caine (Oscar de melhor ator coadjuvante por Regras da Vida), impede o Marquês de publicar seus contos através do bondoso e jovem padre Coulmier, interpretado por Joaquim Phoenix (Gladiador).

No começo, o padre Coumier tenta ajudar o Marquês de todas as formas, mas Sade não obedece. Aos poucos, o bondoso sacerdote passa a lhe tirar seus objetos, começando pelas penas de escrever até deixá-lo sem as suas próprias roupas.

A situação passa a ficar tão séria que Sade acaba enlouquecendo e procura de todas as formas arranjar um meio para se expressar (usando, inclusive, sangue e fezes).

Um filme envolvente que oferece ainda boas pitadas de erotismo (e até o quase romance entre o bonito padre Coulmier e a sensual Madeleine). São motivos suficientes para se assistir à fita.

Dirigido pelo diretor Philip Kaufman (Os Eleitos), o roteiro foi baseado na peça de Doug Wright. Ganhou o prêmio da National Board of Review de melhor filme de 2000, além de duas indicações ao Globo de Ouro (ator, Geofrey Rush, e roteiro) e três para o Oscar (ator, direção de arte e figurino).



Pecado Original
Pecado Original pode não ser uma história tão interessante, mas só as cenas entre quentes entre Angelina Jolie (Tom Raider, também premiada com o Oscar de atriz coadjuvante por Garota Interrompida) e Antonio Banderas já ajudam a aquecer o romance de qualquer um.

Antonio Banderas (Spy Kids) é Luís Vargas, um cubano rico e bonito, partido que toda mulher gostaria de ter. Ele se apaixona pela misteriosa Julia Russel (Angelina Jolie), que o conheceu por correspondência (naquela época as cartas eram tão presentes quanto hoje é o e-mail). Acabam se casando.

Julia, a priori, parece ser a esposa perfeita, mas logo na primeira noite de núpcias do casal já se mostra outra pessoa. Aos poucos o marido vai descobrindo a verdadeira identidade da mulher.

Apesar das atitudes estranhas de Julia, Luis está tão apaixonado que prefere ignorar algumas delas, até mesmo quando surge um detetive particular fazendo sérias acusações contra Julia.

Luis só passa a acreditar quando a bela Julia desaparece levando todo o seu dinheiro. Tamanha era a obsessão de Luis pela esposa que ele resolve ir atrás dela e acaba descobrindo que coisas terríveis sobre o seu passado (inclusive um possível romance entre ela e o tal detetive).

Dirigido e escrito por Michael Cristofer, Pecado Original é uma história de amor, ódio, vingança, que não difere muitos de outros romances (banais), mas que pode ser compensada pelo casal central (e pelas as quentes cenas por eles protagonizadas).

No DVD há ainda cenas inéditas, comentários do diretor, galeria de fotos, trailer de cinema e até clipe de Gloria Stefan (You Can´t Walk Away From Love).

Clarissa Kuschnir
São Paulo, 12/6/2002

 

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês