busca | avançada
29020 visitas/dia
891 mil/mês
Quinta-feira, 29/8/2002
Um jantar levantino
Rodolfo Felipe Neder

fonte: www.folhadeuva.com

Estava, re-programando esta pena com que vos escrevo (Pentium IV 400 Mhz, HD de 20 Gb., etc.) quando toca o telefone, era meu bom amigo D. que esperava pela minha presença um tanto inquieto. Estava no Bar do Folha de Uva acompanhado pela suave C. Esquecidiço que sou, e absorvido pela minha máquina de trabalho com que agora vos escrevo, tinha passado por mim olimpicamente este encontro programado com antecedência britânica. Vinte minutos após, e tentando demonstrar que sou um esquecido eficiente, estava entrando no Folha de Uva. Restaurante de cardápio levantino (Libanês e Sírio) que está estrategicamente localizado na rua Bela Cintra, 1435 em pleno Jardins e a duas quadras da Paulista.

Sem mais delongas, após as devidas e triviais desculpas, fomos direto à mesa.

Irremediavelmente, cada vez que me defronto com um cardápio árabe começo definhar doces lembranças da minha primeira infância junto a Maria Latíffe e Felipe, meus avós, libaneses que me deram o primeiro paladar pela cozinha árabe, até esse momento eu imaginava que a comida do mundo era a que minha mãe fazia. Com o tempo descobri que existe no mundo uma infinita variedade de pessoas e comidas. O que é pior, existe também, a fome.

Voltemos ao nosso jantar.

O restaurante Folha de Uva é um recanto agradável e aconchegante, com atendimento cordial e correto, com um menu variado dentro da sua proposta. Porém uma característica do Folha é marcante, seu cardápio está nutrido de pratos que saem da comum combinação quibe-esfihas-Kafta, que por suas facilidades de preparo e comercialização virou uma espécie de fast-food ambulante. O cardápio preparado pelos seus donos, conta com pequenas delícias da cozinha levantina, raros de encontrar em outras bandas, como o saboroso Chich-Barak, uma sopa de capeletes recheados de carne de kafta e cozidos na coalhada suavemente temperada. Uma boa pedida. Um Fatti de Carneiro, carne assada de carneiro com grão-de-bico, coalhada fresca e snoubar (Pinholes), é uma alta escolha para um almoço, acompanhado de um arroz com lentilhas.

Mas um prato é característico deste restaurante e que faz uma agradável diferença, é o Musaka, um gratinado de berinjela fatiada com carne moída. (Favor consultar a receita: www.mundorecetas.com/pasoapaso/musaka/)

Mas adiante, o comensal pode fazer uma incursão nos grelhados da casa preparados na hora, onde encontrará a encorpada lingüiça árabe, assim como outros tradicionais grelhados.

Para finalizar esta incursão na cozinha levantina, nada melhor que se entregar à degustação das sobremesas cujo destaque é M'hallabye (coalhada com geléia de damasco).

Podemos sintetizar dizendo que o Folha de Uva é um restaurante árabe, de preços moderados, ideal para o almoço de executivos da região e ideal, também, para um jantar a dois que estará turbinado com danças-do-ventre, protagonizadas por lindas moças. O resto é com vocês...

fonte: www.folhadeuva.com

Folha de Uva
Buffet e a la Carte. Buffet durante a semana por R$ 15,20. À noite e aos sábados, domingos e feriados, R$ 19,97. Rua Bela Cintra, 1435, Jardim Paulista, 3062-2564 (100 lugares). 11h30/23h30 (domingo até 17h e segundas até 16h). Aceita todos os cartões de crédito. Estacionamento com manobrista a R$ 4,00 de segunda a sexta no almoço e R$ 5,00 nos demais horários. Couvert grátis. Entregas em domicílio (3062-2564) ou pelo Disk Cook (5081-9300). Aceita encomendas para festas e reservas para eventos. Acesse o site: www.folhadeuva.com

fonte: www.folhadeuva.com


Nota do Editor
Rodolfo Felipe Neder é diretor do site Millôr Online.

Rodolfo Felipe Neder
São Paulo, 29/8/2002

 

busca | avançada
29020 visitas/dia
891 mil/mês