busca | avançada
59908 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Quinta-feira, 5/9/2002
Quatro vampiros na TV
Félix Maier

Foi pura coincidência a TV Globo lançar a novela "O clone" logo após os atentados de 11 de setembro de 2001. Estereótipos à parte, como convém a toda novela que se preze, pudemos constatar que os muçulmanos são pessoas bastante parecidas com todos nós, com algumas diferenças culturais, claro, mas nem todos rezando pelo Corão de Bin Laden.

Dia 20, começou de verdade um programa de vamp na TV, ainda que a Globo tenha marcado para o dia 26 a estréia de "O beijo do vampiro". Todos os dias, até lá pelo final de setembro, teremos que conviver com 4 vamps tentando abocanhar nossa jugular. Haja negaceio...

Como vampiro não pode ver luz solar, senão "kaput" sua imortalidade, os sets de filmagem foram todos planejados para ocorrer em interiores, em cenários feéricos, de luz negra, com rebatedores de luz cobertos por pele de morcego.

Inicialmente, tratemos do mais poderoso de todos os vampiros que vão se apresentar: Nosferatu. Criatura tornada imortal por obra de Doktor Murnau, que atualmente hiberna um longo e merecido descanso no Caixão do Planalto, Nosferatu é o mais poderoso dos 4 vampiros que têm encontro marcado com cada um de vocês, até outubro, ao meio-dia e à noite. Além do apoio pecuniário, que lhe será fornecido por toda a estrutura montada por Dr. Murnau, com ajuda do aprendiz de vamp do Banco (de Sangue) Central, cria dileta de Vamp Soros, Nosferatu abarrotou todos os hospitais com enormes bancos de sangue, quando foi Ministro da Saúde, além de ter em seu castelo um estoque de sangue estratégico para qualquer emergência.

Depois de Nosferatu, aparece o Conde Drácula, com destaque nas últimas rodadas de sangue. Jovem, com um filete de cabelos à testa, que à noite vira um punhal de madeira, Drácula é um dos mais preparados para substituir Dr. Murnau ano que vem, pois fez um curso de mestrado em Harwood, onde atuou com Tom Cruise em "Entrevista com o vampiro".

O terceiro vampiro, embora líder religioso cristão, não se dá bem com a cruz. E também não gosta de quem faz o sinal da cruz - já tentou proibir o Baixinho, agora tricolor, de se benzer no Maraca depois de cada gol que faz. O Vamp do Rio atuou recentemente em "As maldições de São Sebastião do Rio de Janeiro", que reinventou o empalamento, ao quebrar os ossos e executar um jornalista do Polvo Global, e que também se orgulha de ter inventado o "microondas", em que pessoas são assadas em tanques de óleo diesel depois de serem atacadas na jugular.

O quarto vamp é conhecido como Chupa-cabras. Uma incógnita para a maioria dos espectadores, pois ninguém o conhece mais, já que aparece tão fantasiado debaixo das maquiagens do vamp Dudaonça que se tornou irreconhecível. Barbudo, de orelhas viradas, é o que tem mais chances de cumprir as promessas feitas em sua campanha "4S" de qualidade total, uma vantagem formidável em relação aos outros candidatos, já que em sua mão espalmada aparecem as 4 palavras-chaves de seu futuro governo: samba, suor, sauna e serveja.

Todos os 4 vampiros estão sempre acompanhados de belas figuras femininas, esposas ou não, como convém a um vamp másculo e sexy. Uma morena e três louras, sendo uma dessas radicalmente careca, para facilitar o acesso à veia jugular, quem é que dos senhores não daria a essas beldades o pescoço para um rápido beijo? Ah! Quase desmaio só de pensar nisso...

O sonho de Dr. Murnau é que Nosferatu jogue o Conde Drácula para fora do camarim de filmagem, em plena luz do sol do cerrado de Brasília, que nesta época chega a 11% de umidade, para que vire uma geleca e evapore. É que o colega de Tom Cruise teve o desplante de chegar ao andar mais elevado do castelo, onde Dr. Murnau sonhava ver Nosferatu, não o mal-agradecido Drácula. Se Nosferatu levar uma estocada mortal de Drácula, Dr. Murnau, durante a segunda rodada de sangue, irá fazer uma campanha nacional de doação de sangue para Chupa-Cabras, de modo que este assuma seu caixão no Castelo do Planalto. Para que o plano não falhe de jeito nenhum, para que Drácula tropece e enfie o coração em um punhal de pau ferro colocado distraidamente por alguém em seu caminho, Dr. Murnau já mandou sua elite de segurança, a PF (Pau e Foice), vasculhar todos os aposentos do Castelo de Beach Park, para ver se encontra algum indício de que Conde Drácula tenha feito remessa ilegal de sangue para a Transuíça. Agindo assim, Dr. Murnau sonha ocupar definitivamente o Castelo de Drácula na Transilvânia.

Ah! Ia me esquecendo. Este ano, vai faltar a presença de Zé do Caixão. Revoltado, por não ter tempo na TV nem para dar uma rápida cheirada no cangote de alguém, Zé afirmou que ficaria sem graça ele aparecer na TV só para dizer "meu nome é Zé do Caixão".

- Você esqueceu de 2 vampiros - dirá um atento leitor-vamp.

Tem razão. Um deles também é Zé, o outro... qual é mesmo o nome do outro? É que eles passaram tão rápido na telinha de TV que não deu nem pra anotar a placa do caixão...

Félix Maier
Brasília, 5/9/2002

 

busca | avançada
59908 visitas/dia
1,9 milhão/mês