busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês
Sexta-feira, 13/4/2007
Comentários
Leitores

Viciante
Nossa, muito legal essa animação, ela é super contagiante, dá vontade de ver várias vezes seguidas... Ah, e o blog da Lorena, o Jornalismo Online, também é ótimo. Nele, eu recomendo o vídeo "Os efeitos do Photoshop", IMPERDÍVEL!

[Sobre "Life"]

por Fernanda da Silva
13/4/2007 às
10h01

Brasil, a terra dos orkuts
Entender o sr. Orkut virtual é barra, pelo mundo de possiblidades envolvido. Juntar essa dificuldade hermêutica ao personagem real... então viva o Brasil, a terra dos orkuts.

[Sobre "O perfil de Orkut"]

por Isaias Malta
13/4/2007 às
09h56

Atualizando blogs
Achei essa página novamente no oceano de favoritos que tenho armazenado. Às vezes é interessante ler algo do passado. Como aquela velha revista Seleções que guardo no banheiro. Dos blogs sugeridos há um ano atrás aqui muitos se mantém ainda muito interessantes. Abraço

[Sobre "Novos Melhores Blogs"]

por Daniel Eloy
12/4/2007 às
23h02

Fim de festa?
Que pena, acabou no dia em que eu o encontrei. Sempre chego no fim da festa...

[Sobre "Este blog acabou"]

por Malbatahan
12/4/2007 às
22h18

o que é filosofia
É tradicional as aulas introdutórias sobre filosofia começarem com a pergunta sobre o que é filosofia, mas a causa da filosofia é o próprio ato de ex-sistir, ou seja, ser fora. Qualquer um que ex-siste pergunta sobre o próprio ser, e ao perguntar, está fazendo filosofia sem sabê-lo.

[Sobre "Antes da filosofia"]

por Isaias Malta
12/4/2007 às
21h23

um sem o outro
Leitora, bacana a sua força e consciência. Aliás um sem o outro não funciona.

[Sobre "Qual é, afinal, a melhor idade?"]

por bernard
12/4/2007 às
19h33

Presença bonita do Sérgio
Que bom o Sérgio por aqui. Sempre vou ao No Minimo saber das palavras oportunas, incomuns e espirituosas do mestre. Um grande abraço.

[Sobre "Sérgio Rodrigues"]

por Gisele Lemper
12/4/2007 às
17h38

O brilho das palavras
Brilhante a entrevista do Sérgio, grande ex-companheiro do JB, cada vez mais maduro (e mais careca também). Paciente e persistente cultivador da língua moderna brasileira, tímido e calado, falou e disse.

[Sobre "Sérgio Rodrigues"]

por Romildo Guerrante
12/4/2007 às
11h23

Da salvação pela bobagem
A entrevista do Sérgio foi como seu blog: da maior suculência. Gostei muito e só podia: sou jornalista, mais de 20 anos editando Ícaro, e escritor diletante. Publiquei pela Record um livrinho de contra-ajuda, Como Ser Feliz Sem Dar Certo, breves histórias de pessoas que, por pequenas bobagens, chegaram a grandes iluminações; e depois, Agora Deus Vai Te Pegar Lá Fora, livres memórias do tempo em que eu, como padre católico, estive preso em Bagé, RS, condenado pela Justiça Militar. Por que a gente, jornalista, escreve? No meu caso, para se divertir, se emocionar sozinho, dono da sua memória e da sua palavra. Adoro a idéia de bobagem como epifania e queria muito recuperar a memória daquela cadeia de fronteira tão cheia, na época, de filósofo e ladrão de ovelha. Sucesso, literatura, resenha? Não se pensa nisso... Borges diz que a obra boa não pode ser intencional. Ela é fruto da inocência ou do acaso, quando não do desleixo. Cito de memória. Se editei um pouco, foi vício de profissão!

[Sobre "Sérgio Rodrigues"]

por carlos moraes
11/4/2007 às
17h01

Li teu primeiro livro
Ô Sérgio Rodrigues: há tempos eu não lia uma entrevista tão boa sobre literatura, mercado editorial, blogs, etc. Parabéns - se é que posso dizer isso - pela tua visão lúcida da coisa toda. Li teu primeiro livro, logo que saiu, e agora vou ter que ler o segundo! Abraço, Sérgio Karam, de Porto Alegre

[Sobre "Sérgio Rodrigues"]

por Sérgio Karam
11/4/2007 às
16h08

Julio Daio Borges
Editor

busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês